~SoulleCyberPunk - Clan Fantasy

SoulleCyberPunk
Garota Criatividade Em Ação.
Nome: Allanna | Docinho | Nana - Naninha | Alã (direitos autorais da Tia-Ana)
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Curitiba, Paraná, Brasil
Aniversário: 13 de Julho
Idade: 14
Cadastro:

Ficha para a fanfic: Pedra da Lua - Interativa


Postado

**Ficha:

Nome completo: Pepper Willy Hoope (o seu apelido é Pewi, ela costuma ser chamada de Pewi Hoope)

Idade: 19 anos

Nascimento: 7 de julho

Gênero/Sexualidade: Feminino/Lésbica

Aparência:






Família: Marble.
Não conheceu sua família biológica. Viveu até os 9 anos num orfanato antes de ser mandada para um colégio interno. Logo aos 15 anos, fugiu de lá e atualmente mora com seu melhor amigo Maxin Mayne.

Poderes:
Possui os poderes de telecinese e projeção de campos de força (tanto mentais quanto físicos), e por vezes sua mente se expande aos poderes de telepatia depois de beber muito.

História:
Não se lembra bem de quem era no passado. Não sabe onde nasceu, quem são seus pais... apenas se recorda das pessoas estranhas que sempre estiveram ao seu redor, vigiando-a com cautela, tentando não serem vistos, mas em vão.
Tem memórias mais concretas da época em que foi enviada para um colégio interno e a maioria não é boa. Até o momento em que vivia no orfanato, era feliz, as crianças podiam evitá-la, porém Pepper sabia como se divertir sozinha. Sua imaginação era o limite e o céu um sonho de liberdade.
É claro como água essa lembrança, pois os dias coloridos se tornaram cinzentos e escuros: um homem chegou até ela e então disse que seria seu novo pai, inocente como toda a criança, ela encarou-o por um momento e então a senhoria do orfanato confirmou o dito. Com certa relutância, Pewi seguiu o homem e logo após uma semana ou mais, ela foi levada para o colégio interno, onde sofreu demasiado com experiências assustadoras. Contudo ela não deixou de lutar, e, mesmo sendo castigada, Pepper tentou várias vezes uma fuga e depois de anos conseguiu enxergar o tão sonhado mundo.
O mundo afora do internato não lhe pareceu ruim, até que ela foi afetada por fome, frio e cansaço. Ela vivia de restos e dormia abaixo de barracas improvisadas, ninguém parecia ligar para a pequena Marble. Não era uma verdade total.
Em dia chuvoso, um Red chamado Maxin, um pouco mais velho que Pepper, e sua mãe Nicole, levaram-na para casa, cuidaram dela e Pewi se tornou parte de sua rica família. Max e a pequena Marble pareciam irmãos, por vezes brigando e então fazendo as pazes para voltar a brincar.
Ela não parece ter esse passado turbulento sendo quem é hoje.

Personalidade:
Pewi é uma pessoa alegre e simpática, que sempre está à procura de diversão e não se deixa abater facilmente (uma exceção é o tédio). Sorridente e energética, ela não recusa uma boa aventura, perigo ou desafio. É sim meio indecisa quanto a várias questões, mas, em suma, é porque tenta olhar de vários ângulos os fatos na sua frente. Está aberta à novas experiências e tenta ver um lado positivo em tudo. O que mais gosta é sentir adrenalina fervendo seu sangue e levando ela a loucura. Não para quieta em lugar nenhum, com o costume de ficar andando de um lado para o outro quando está ansiosa ou nervosa (algo que quase nunca a aflige), o que acaba despertando o seu lado feroz e curioso (o qual sempre está presente, e nela está em níveis astronômicos como em ninguém que se conheça) e este não consegue viver preso, assim, na sua busca por emoção, ela é levada para lugares de risco e se machuca, na maioria das vezes. Não é alguém que sinta medo com facilidade e é rotineiro vê-la "rir na cara do perigo". Pewi é estranha, divertida, alguém que gosta de bancar o piadista, boba e brincalhona, tentando assustar os outros com pegadinhas. Valente de corpo e alma, não hesitará em defender quem ama. Um ponto que vale ressaltar é o de que quando Pepper fica bêbada, ela age de um jeito incomum, ou seja, ela fica com uma personalidade mais sexual, sua voz se torna mais doce e indecente (pervertida e até mesmo fofa) - o mesmo ocorre com seus atos - e sua personalidade passa a ser mais persuasiva, misteriosa, sedutora, dominadora, cheia de desejos de prazer e luxúria.

Gostos:
- Beber.
- Viver ao extremo da vida.
- Desafiar pessoas e a si própria.
- Correr.
- Observar as estrelas e as nuvens.
- Salgados de queijo e presunto.
- Ouvir música, principalmente orquestras.
- Grandes alturas e voar.
- Fazer desenhos e pinturas.

Desgostos:
- Mentiras e ilusões.
- Sentir-se subestimada.
- Pessoas apáticas e sedentárias.
- Ficar parada.
- Ter sua visão borrada.
- Doces com muito açúcar.
- Garganta seca e ardente.
- Sonhar que está caindo.

Vai querer hot:
Claro u.u

De quem gosta:
Você decide :v

Curiosidades:
- Não é de seu fetio ficar constrangida, se irritar, chorar ou sentir ciúmes.
- Pode ser um pouco inconveniente às vezes.
- Seu corpo possui inúmeras tatuagens e você dificilmente sabe onde começa uma e termina outra.
- Eu falei indecisa porque ela sempre está com uma cor e penteado de cabelo diferente.
- Não é uma pessoa que sinta dores facilmente.
- Mora num apartamento da cobertura (não é coisa chique não, okay?) e possui uma gata tricolor de estimação.
- Atualmente seus cabelos são rosados, mas ela pretende pintá-los.
- Aguenta qualquer bêbida alcoolica.
- Não usa muito seus poderes.
- Trabalha como guia em expedições para fora dos muros da cidade.
- Foi Maxin quem deu a ela o apelido de Pewi.

Medos:
- Ter algum medo.
- Ficar cega.
- Decepcionar.
- Ficar presa (tipo claustrofobia).

Sonhos:
- Ver o mar.
- Superar seus obstáculos.
- Achar alguém que realmente a ame.
- Conhecer o mundo e suas maravilhas.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...