~SraOkumura

SraOkumura
;KaiSooRis <3 //Breve Hiatus
Nome: Bina ʕ・ิɷ・ิʔฅ
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 7 de Fevereiro
Idade: 16
Cadastro:

Um pouco sobre mim.


Postado





Pensei em fazer esse jornal para que pudesse esclarecer algumas coisas e falar um pouco sobre mim. Eu não sou muito de apresentações e muito menos quero me basear em "sou gentil e simpática", porque não sou.
Juro ao seu anjo da guarda que eu sempre quero o bem das pessoas e não minto quando digo isso, já que tudo para mim se baseia em tentar mudar. Mas não estou falando de aparência. Digo isso pela forma como ajo. Não quero mudar de aparência (talvez, quem sabe?), mas quero mudar o mundo de alguma forma.
Como disse, uma vez, Clarice Lispector; Escrevo por não ter nada a fazer no mundo: sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens. Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado, não suporto mais a rotina de me ser e se não fosse sempre a novidade que é escrever, eu me morreria simbolicamente todos os dias.
A minha realidade é essa. Escrevo por diversão, não por obrigação.
Tento passar, através das minhas fics, alguma coisa que seja do meu mundo. Sou de Aquário com Lua em peixes. Pense em algo muito brisado, multiplique-o, o resultado será o que passa na minha mente.
Pretendi passar meus projetos adiante, mesmo que o mundo seja contra isso. Minha escrita não é boa, mas, por todo caso, eu tento melhorar. Eu tento, de alguma forma, ser boa. Espero poder me orgulhar de escrever algo como escrevo hoje, algum dia.
Meu amor é por Inócuo, mas minha confissão está em Cartas para Do KyungSoo. Minha mente está em O menino que amava bonecas, mas meu mundo está em True (false) relationship . Minha vida poderia se basear em Ei garoto, desça da varanda , mas se baseia em You was just a hell. Meu sonho é Science of love ou talvez Camisa 88 . Pode se dizer que meu amor maior está em Autodestrutivos, porém também gosto do que há em minha mind.
KyungSoo também não fica por fora disso, ele é tudo aquilo que pensei que fosse. Ele é meu amor maior.
Há projetos que não saíram do word. Coisas bestas como Relatos de dois amigos imbecis ou mais sérias como Stop say goodbye.
Eu tenho medo, medo de errar, de ser tarjada. Eu tento ser diferente, mesmo que meu ascendente não ajude. Eu quero mudar. Eu quero transformar. Não quero ser modinha, não quero ser "revoltada", quero ser eu, na consequência do tempo.
KyungSoo mandou um oi, eu mandei um tchau.
Agradeço quem leu até aqui, pois foi, de alguma forma, que conseguir dizer o que minha alma tem a dizer.
Aliás...
Não é preciso nenhuma onomatopéia para decifrar o que a minha alma quer dizer-lhe, querido. ♣

Escutando: Iced Earth - A question of heaven
Jogando: Battlefield

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...