~shino22

shino22
I love Me
Nome: Shino
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Aguas Lindas de Goias, Goiás, Brasil
Aniversário: 22 de Maio
Idade: 16
Cadastro:

Kuroshitsuji: Distorsão de Valores numa Lição de História


Postado

Kuroshitsuji: Distorsão de Valores numa Lição de História

Kuroshitsuji. Um anime que causou muito alvoroço, no começo, e até hoje tem uma legião de fãs. Eu o repúdiei quase de imediato, pelas imagens disponibilizadas pelo famigerado fandom. Shota. Com. SHOTA. COM. Não vou assistir isso.
Mãããs… Acabei assistindo, e de forma alguma me arrependo. Com uma trama cheia de ação, suspense e localizações históricas bem elaboradas, Kuroshitsuji me levou as alturas.


Re-assistindo agora, percebo que há muitos pontos falhos nessa aparente maravilha, além dos óbvios, que o deslumbramento inicial nunca nos permite localizar. Mas vamos ao post.



A história trata de Ciel, um garoto de 13 anos que perdeu sua família em um atentado, e agora fez um contrato com um demônio, para continuar vivo e descobrir motivo do que lhe aconteceu – e conseguir a vingança contra seus agresssores. Ele volta para casa, contrata novos empregados, e seu mordomo de negro é o demônio que lhe seguirá até que sua vingança esteja completa.




Apesar da pouca idade, ele herdou os deveres da família como Cão de Guarda da Rainha, se encolvendo em muitos casos de assassinatos e roubos, conhecendo informantes e mafiosos dos piores tipos. Ele mesmo está longe de ser uma criança clemente, e está disposto a sacrificar tudo, inclusive sua pessoas queridas, para chegar ao fim de seu objetivo.


Sebastian, nome adotado pelo dito demônio, é seu auxiliar nessas missões, afinal, ele é poderoso, então temos maravilhosas cenas de ação.



Por de trás da história do protagonista, temos também uma situação de conspiração mundial e conflitos maiores do que imaginamos entre seres fantásticos. Além de cenas de comédia non-sense e pingos de drama. Ou seja, Kuroshitsuji tem cenas para todos os gostos.




Mas Kuroshitsuji falha, e muito. Eu me deslumbrei, é claro, quando assisti pela primeira vez, considerando genial, uma obra que é boa, mas tem falhas.



Essa segunda temporada, então, foi o erro maior. O final de Kuroshitsuji (I) foi uma das melhores coisas que eu já assisti, fechado perfeitamente, todas as peças no lugar, tudo como tinha que ser, maravilhoso. Aí me fazem uma segunda temporada e fodem tudo. Tudo pelo dinheiro, joga a genialidade da obra no lixo só pra agradar os fãs e vender mais figures dos novos personagens.



Eu sei que o mangá ainda não está completo, mas poxa… Não finalizasse, então! Porque agora Kushitsuji tem dois finais, e nenhum deles é fiel ao original, porque né?



A primeira temporada vale a pena. Tem algumas falhas de execução, não é tão bom quanto o fandom exalta (é, porque Kuroshitsuji é exaltado no geral), mas vale a pena.



Outra coisa que me incomoda nessa série, deixando claro que eu não sou cristã, é o que o Animax (ainda existe isso?) chamava de Distorção de Valores. Toda mitologia deve ser respeitada, e isso não acontece em Kuroshitsuji. Tudo bem, anjos como Ash/Ângela caem, mas ter que assistir Sebastian questionando a postura de Ciel diante da dedicação de Elizabeth, ou se ele deseja mesmo sacrificar tudo, como se o censurasse, como se estivesse sendo sua consciência, irrita. Não. Demônios não são bonzinhos gente, sério.



Mas o trunfo de Kuroshitsuji é, além do final maravilhoso (estragado pela existência da segunda temporada), é a localização histórica, período neo-colonial inglês, com a presença de chineses e indianos, referências a Guerra do Ópio e a rivalidade entre Inglaterra e França, o que torna a história extremamente didática, em certa perspectiva, e genial.,








"Eu sou arrogante mesmo.No entanto,não sou irresponsável ao ponto de achar que sou capaz de salvar os outros."Ciel



Sebastian foi feito para encantar, mas depois de um certo tempo começa a irritar. É muito Chuck Norris pro meu gosto, e sua própria postura e chara desing não me agrada. Desculpa Toboso, mas não me seduziu (embora tenha feito milhares de fãgirls se disporem a vender suas almas).



Os secundários já são mais carismáticos, embora um tanto exagerados. Grell é amado por todos, mas cansa. Os empregados aparecem muito pouco, embora você se apaixone facilmente por sua “inocência”. Undertaker, Lau e Ranmao tem ares cômicos, mas óbviamente tem muita coisa mal contada em suas histórias, e esse ar de mistério encanta. Agni e Sohma são extremos, e a relação traçada entre eles e a dupla protagonista é muito interessante.




Uma personagem que eu gostaria de comentar a parte é Elizabeth. Ela é chata? É. Irrita? Sim. Não tem noção de nada? Não. Atrapalha? Sim. Mas ela é exatamente como uma garota de sua posição social e idade deveria ser, não tem envolvimento nenhum com o mundo de Ciel e nem teria como saber. Deem um desconto para ela, só está tentando ser espontânea e usar soluções antigas para o problema de uma pessoa que ela ama, mas não é mais a mesma.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...