~yixingod

yixingod
›xperience;;+
Nome: ⁺✧ೃd (a n) e j a v u
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 24 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

[06/09/15]{21/11/15}


Postado



↹votre coeur me}} réchauffe↹

Eu não sou aquele tipo de pessoa espontânea ao acordar que nem mostram nos filmes: abrir os olhos, espreguiçar e colocar o maior sorriso na cara dizendo "bom dia mundo" como se a vida fosse perfeita. Quando eu percebo, minha consciência e pensamentos já estão rodando a 1000 km/h e eu fico naquele estado vegetativo até tomar coragem pra finalmente deixar as pupilas captarem a luz do dia para enfim fazer alguma coisa na vida.

Minha mente consegue ser tão aleatória a ponto de pensar em como se troca o pneu de um carro indo até strogonoff de frango antes de "acordar". E só ao citar "trocar pneu de um carro", frases aleatórias já surgiram na minha cabeça que prefiro não escrever aqui. Falo sem pensar, ajo sem pensar e quando eu paro pra refletir; pode ou não ser tarde demais. Sou rápida em digitar, falar, e isso pode ser tanto benefício quanto maleficio. Porém, o ponto não é expressar minha aleatoriedade e/ou metabolismo rápido.

↚❀✿❀↛

Eu sou uma pessoa cheia de defeitos e falhas, hábitos e manias que precisam ser melhorados. Não tenho confiança na minha aparência e muito menos no meu emocional. Tenho a ciência de que sou fraca e instável: quem se relaciona comigo acaba ficando com a paciência cheia de ter que aturar "draminha de criança na puberdade". Não tenho o pior dos problemas, e a pressão psicológica é tanta que me faz enfiar as unhas no meu braço e contar até dez pra me acalmar.

Tenho crises de ansiedade, choro, raiva, auto-flagelação entre muitos outros. É como se eu tivesse mil caras, mil reações e os mesmos conceitos. Eu fico batucando ou mexendo o pé quando estou inquieta; eu encaro as pessoas profundamente e fico notando detalhes no rosto delas; escuto mais música do que respiro; fico arrancando casquinha de machucado; xingo pra caralho; ofendo as pessoas mesmo não sendo a intenção; me emociono fácil e qualquer coisa pode me deixar pra baixo; também tem essa de bater o corpo em diversos lugares e toda vez aparecer um machucado que eu não faço a mínima ideia do que está fazendo ali. Eu posso estar feliz e ficar brava sem qualquer impulso e quando há, piora. Mas nem tudo é ruim, também tenho as fases felizes, carinhosa, idiota apaixonada e daquelas que quer ser a engraçadinha que faz piada de tudo (e não vamos esquecer o modo naja que sempre tá aqui no fundinho).


↚❀✿❀↛

↹votre sourire est mon}} paradis↹

Já repeti milhares de vezes o quão bosta é se apaixonar: sua cabeça se enche de pensamentos relacionados a uma pessoa; você começa a se interessar pelas mesmas coisas; você quer saber os mínimos detalhes e quer estar ao lado dela. Porém, até um pedaço de cocô tem seus lados bons. E apesar da dorzinha no peito e a ansiedade que cresce (e a vontade ENORME de conversar com a pessoa em todos os momentos), gostar de alguém tem um lado bom.
E com esse texto cheio de informações que não interessam a ninguém, além de serem super aleatórias (porque tudo que eu escrevo tem um pedaço de mim), eu queria dizer que: A pessoa que ocupa meus pensamentos me aceitou do jeito que eu sou, do mesmo jeito que eu aceito cada detalhe da sua personalidade. Isso é toda aquela baboseira super hétero [momento sentindo a ironia] de "opostos se atraem"; "alma gêmea" e mais um monte de coisa tem seus lados lógicos.


Amar é abstrato, mas não deixa de ser real e solido á sua maneira.

PS: olha quanta viadagem, socorro.


Hoje eu estava olhando minhas "notas" no word e achei uma partezinha desse texto que eu havia começado a escrever e manter escondido até meu pequeno crush acabar e eu poder clicar no excluir. E como as circunstâncias são outras, eu pensei "por que não?". Afinal, eu não consegui demonstrar nada direito e me sinto mais segura em utilizar as palavras como se fosse fazer uma redação.

◜◤❂◥◞




Nos conhecemos no dia em que a criatura criou a conta, dia 06/09 e olha só que bonitinho, eu fui a primeira pessoa que você falou aqui ~gritinhos gays~ e bem, a mensagem maravilhosa que você deixou foi um belo de um "minsuga" que me fez rir feito uma hiena por um tempão. Faz o quê? Três messes e alguns dias e com poucas conversas eu me apeguei a um cuzão que só mandava najada na tl. Ainda lembro que você disse que NÃO ia zoar minha altura; doce ilusão, me chamou de tampa de caneta na primeira oportunidade. Vou pegar o banquinho e tacar na sua fuça seu viado. As conversas foram fluindo junto com as najadas e aqui estamos: eu postando mais um jornal-homenagem-hétero-pra-caralho.

PS²: olha só que interessante

Irônico você me chamar de pão com ovo, não?


❝♡❤♡❞

↹je veux aussi être la seule↹

Minha resposta ao seu pedido de namoro foi um cocô, eu sei: digitar no celular sem paciência, super ansiosa e com mil coisas pra fazer foi difícil, então estou compensando com essa gayzisse linda bem aqui.
Bom, você sabe da minha instabilidade, sabe que eu sou impulsiva e que minhas emoções falam mais alto que a razão. Eu quero deixar aqui um pedido de desculpa, pois eu sei que vou dar bastante trabalho (e já estou dando pra falar a verdade, odeio ficar chateada com pouca coisa) e dar muito nos seus nervos; mas também quero deixar um obrigada. Pois foi você que me ensinou indiretamente a ouvir as merdas que as pessoas tem pra falar para mim e tacar o foda-se; que eu deveria aproveitar a vida e jogar meu "deal with it" de uma forma mais... venenosa. Eu provavelmente estaria aqui me doendo com qualquer crítica sobre mim se você não tivesse aparecido jogando meus defeitos; minha viadagem e minhas situações constrangedoras na minha cara e me fazendo rir mesmo assim.

Como eu disse na primeira homenagem: cada pessoa tem um jeito de marcar a vida de outras; e fico feliz de saber que você grifou seu próprio espaço no meu "livro", na minha história nada interessante. Eu digitei essa baboseira toda, mas o que eu quero te dizer são três palavras:

Eu amo você.

@suganaja


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...