~Dumbledear

Dumbledear
DFCRose
Nome: Dani
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 14 de Outubro
Idade: 22
Cadastro:

Drama Coreano


Postado

Drama Coreano

Tá, isso vai ser longo. Já vou logo avisando. Ninguém precisa ler, eu é que preciso extravasar.

Então eu vou falar um pouquinho sobre o meu drama coreano "Scarlet Heart Ryeo."

Pra início de conversa, só é preciso dar uma olhada no personagem principal, o quarto príncipe, Wang So (veja a foto), pra saber no que você está se metendo.

Sério, olha pra ele. A franja inacreditável, a máscara de Fantasma da Ópera, as roupas pretas que o Kylo Ren deve ter emprestado... Ele é aquele cara problemático de sempre que precisa ser salvo pelo poder do amor blá blá blá

Os olhos cheios de lágrimas, o desespero pelo qual ele busca a aprovação e a afeição da mãe. A violência, os instintos primitivos, a vulnerabilidade infantil... resumindo ele é 100% emo. E o ator, Lee Joon Gi, é absolutamente perfeito. É glorioso assistir ele em cena.

O figurino, a fotografia e a história também são sensacionais. A novela é visualmente linda. E os príncipes também são. Hae Soo deu sorte.

"O próximo rei está entre esses homens. Quem vai tomar as rédeas e matar seus irmãos?"

E falando nela... Soo é tããão desastrada. Ela tem várias falhas de caráter, ela comete grandes erros e ela é até bem ignorante em vários momentos. Mas tudo isso só serve para torná-la mais humana. Se fosse eu no lugar dela também teria me ralado porque não ia aceitar o esnobismo daquela gentinha (mesmo que eles sejam da realeza, vai ter que baixar o tom antes de falar comigo, vsf.) E Hae Soo é tão infantil e tão adorável que ela leva um bom tempo pra entender a seriedade da situação na qual se encontra.

Pra quem não sabe ainda, ela é uma moça moderna do século XXI que, devido a um eclipse solar, foi transportada para o início da dinastia Wang, bem lá na formação da Coreia. Hae Soo constantemente se mete numas enrascadas, corre risco de vida e não baixa a bola pros principezinhos como se os sentimentos de uma única garota fossem importantes naquela época.

Gente, ela DEU UMA SURRA no décimo príncipe! S-É-R-I-O. Deu um pau nele. Com direito a cabeçada na cara e tudo. Ele ficou todo roxo. Foi a coisa mais linda da vida.

E quando ela briga com o Wang So... As caras que ele faz! Ele não consegue acreditar que no meio daquele monte de homenzarrões que tremem com a mera presença dele, tem uma menininha de dezesseis anos que dá a cara à tapa.

"Você deveria pedir desculpas também."

"Qual a sua posição para você agir desta forma com um príncipe?"

"Eu te disse pra pedir desculpa. Por que está me perguntando a minha posição como se eu estivesse no serviço militar? Você vai me ignorar se eu for uma serva e me pedir desculpas se eu for uma princesa?"

Ele literalmente ameaça matar ela sempre que eles se encontram. Acho que porquê ela deixa ele sem palavras, sem recursos, daí ela fica tipo 'tu quer morrer.' Mas ele nem quer matar ela porque ele precisa entender da onde foi que surgiu uma pessoa dessas. E ela simplesmente destrói ele com EMPATIA. Ela se preocupa com os sentimentos dele. Ela entende. Ela até perdoa. Esse montão de coisas que nunca fizeram por ele.

"O que eu fiz de errado? Você o disse para me matar. Você até mesmo disse que iria me matar você mesmo. Então eu deveria não fazer nada? Eu faço o que tiver que fazer pra viver. Eu deveria apenas morrer? É um crime... querer viver?"

E o So fica tão intrigado com ela que é bem possível que tenha se apaixonado imediatamente sem nem perceber. Toda a vez que ela fala com ele dá pra ver o cara se afogando nas palavras. Eu chego a sentir pena dele porque, vamos combinar, ele não tem nem chances.

E olha que ele tentou não se apaixonar. Até jogou ela do cavalo como um saco de batatas (melhor cena).

No outro lado da história, se tem o oitavo príncipe, Wang Wook. Ele é a luz em contraste a escuridão do So. Ele é gentil, amável, otimista. Todo mundo gosta dele. Até a Soo. E ele se apaixona por ela também. Mas Wook é casado e é aí que a coisa fica complexa para o personagem. Porque se ele tentou disfarçar o amor que sentia, fez muito mal, a mulher dele notou, o irmão dele notou, a irmã dele notou e até a própria Soo notou. Pra ti ver como as pessoas não são tão perfeitas assim.

"Nada aqui é seu. Tudo aqui é meu." Dá pra ver que o cara tem um lado que ele esconde.

Mas eu gosto dele. Wook jamais quis machucar a mulher propositalmente. Ele sentiu o peso da culpa. E mesmo quando ela mandou que ele se casasse de novo (porque naquela época era okay ter duas mulheres) ele se recusou e não quis desonrá-la dessa maneira. É uma situação muito triste para todos os envolvidos e eu gostei muito da maneira que a novela tratou disso.

O triângulo amoroso também não é daqueles de dar nojo. Como não? Porque Hae Soo não está interessada em romance. Ela tem uma quedinha pelo Wook já que ele foi a primeira pessoa a tratar ela bem naquele lugar estranho e perigoso no qual ela foi parar. Mas Hae Soo não está atrás de homem. Soo está vivendo sua vida, fazendo amizade, se descobrindo. Ela mal nota que tem uma rapaziada atrás dela e quando nota, não dá a mínima. Hae Soo não está lá pra namorar. Ela está lá para salvar um montão de gente.

"Se nós nos encontrássemos num mundo diferente, num tempo diferente, quão maravilhoso seria?"

Claro, ela vai se apaixonar pelo Wang So. Quando, como, sei lá. Mas pelo trailer dá pra saber que vai acontecer. Mas eu não acho que ela vai ficar pra lá e pra cá com os seus sentimentos, naquele ai eu gosto dele, ai agora eu gosto do outro. Quando ela gostar dele, vai ser apenas dele. E o Wook vai ir pastar.

Mas eu tô fugindo do tópico. A história central gira em torno do trono. O rei Taejo tem uns dez filhos, sendo que havia mais outros que morreram antes da história começar. Seu herdeiro, Wang Moo, está sendo alvo de várias tentativas de assassinato. Eles meio que não sabem, mas os vilões por trás disso tudo são a primeira esposa de Taejo, Rainha Yoo, e o seu filho mais velho, Wang Yo.

"Goryeo deve ser do meu filho," ela exigi.

A trama trata muito sobre destino e história coreana que a gente não entende é nada e tem que ir pro google catar os fatos. Será que é possível modificar o futuro? E o passado?

"E se eu puder mudar a vida dele?" Hae Soo se pergunta. E no trailer uma frase que chama atenção é a seguinte: reescrever a história por amor? Tem que ter um motivo pra ela ter sido levada pra aquele momento no tempo. Ela tem uma missão lá. Seja o So ou o Wook ou quem quer que seja. Mas Hae Soo tem que mudar alguma coisa, concertar a história por assim dizer, criar um rei que não será lembrado por matar sua família.

Ou será que a novela vai terminar com todo mundo morrendo mesmo, incluindo eu?

"Eu posso fazer isso. Não vou fechar os olhos. Não vou deixar que ninguém seja infeliz." E é aí que apareceu outra frase interessante no trailer: o destino de Goreyo (Coreia) está nas mãos dela.

Fiu fiu.

Fato histórico: Gwanjong será rei. Se vai ser matando um monte de gente ou não, eu não sei ainda. Mas tenho certeza de que haverão reviravoltas de cair da cadeira. Nada vai ser da maneira que esperamos. Como eu sei disso? Meu Wang So disse: "Eu não acredito em coisas mesquinhas como destino." E ele foi o único, durante a novela inteira, que sempre falou a verdade e sempre se manteve firme em suas promessas.

É nele que eu apostei.
#HaeSoo #WangSo #MoonLovers #ScarletHeartRyeo #KDrama


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...