~StarblueG

StarblueG
/;star.
Nome: 》 You can call me S.T.A.R. [ 별 ] 《
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 20 de Setembro
Cadastro:

~StarblueG - /;star.

chanyeol is my bolinho・ʙᴀᴍʙᴀᴍ is my sσn・unnie of them ᴀʟʟ◗

❝no matter how hard it is, I always smile like an idiot❞
00' line・𝚌𝚘𝚘𝚕;𝚟𝚒𝚛𝚐𝚘・exostan
◖ᶜʰᶤˡˡ ᵒᵘᵗ˒ ᶤ ʷᵒᶰᵗ ᵇᶤᵗᵉ ʸᵒᵘ◗
— 사랑해 ♡;

— c_a*l! t+h% p[o]l;c//e

Postado


I never [ever] ↔ wanted }}to +be so bad
— Wild by Troye Sivan

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ɴᴏᴍᴇ ᴄᴏᴍᴘʟᴇᴛᴏ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Hayden Leach Kaiser
Hayden é um nome de origem teutônica, ou seja, alemã. Pode significar tanto “vale do feno”, como tradução literal, ou “pagão” e “bárbaro”. Em dicionários urbanos, definem o nome como o homem perfeito. A última seria uma ironia ao seu nome, já que o rapaz possui mais defeitos do que qualidades, mas apenas brinca com esse termo, aumentando mais o seu ego.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴀᴘᴇʟɪᴅᴏ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
ℋ𝓪𝔂 Apenas um jeito mais curto de se retratar do mesmo. Não gosta muito do apelido, porque sempre o confunde com a palavra “Hi” e acaba ficando meio puto quando o zoam com isso. Se não o chamam de “oi”, o chamam de “trigo”

𝓚𝓪𝒆𝓲𝓼𝒆𝓻 Mais comum do que o seu próprio nome. Por ser um tanto quanto incomum, a maioria das pessoas o chama assim. As pessoas da gangue já estão até mesmo acostumados com Kaiser e acham estranho quando alguém o chama por um diferente nome.

𝓚𝓪𝓲 Abreviação de seu nome, e funcionaria tanto quanto um apelido do apelido quanto um “codinome”. Quando não querem o chamar por Kaiser, apenas o chamam de Kai e o rapaz responde na mesma. Em questões de apelidos, esse é o que o menino mais gosta.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ɪᴅᴀᴅᴇ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Possui vinte e três anos. Nascido em 18 de abril, é do signo de Áries.

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴀᴘᴀʀᴇ̂ɴᴄɪᴀ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
[G-Dragon — Kwon Ji-yong]
A beleza de Kai é algo de destaque, mas, ao mesmo tempo, muito exótica. O garoto não gosta de se arrumar como a moda condiz, e quase sempre está com roupas malucas ou exageradas. Por mais que seja completamente estranho, ainda é extremamente belo e nada consegue mudar sua aura angelical. A primeira coisa a se ganhar destaque são seus olhos, que são puxados, marcando sua descendência asiática. A coloração de sua íris é originalmente castanha, porém, sempre está usufruindo de lentes de contato que apenas dão mais destaque ao pequeno rosto. Voltando ao seu formato, são pequenos e realmente não se abrem muito, levando a muitas zoações como “abra o olho, Kaiser”, mas o rapaz já está tão acostumado com isso que apenas ri quando estes comentários são feitos. Por ser muito vaidoso, não se importa em dizer que faz sim suas sobrancelhas. Estão sempre muito alinhadas e sem nenhum fio fora do lugar. Estreitas e não muito volumosas.Os seus traços são finos e poderiam até mesmo ser ditos como femininos. O nariz é pequeno e estreito, mas não chega a ser arrebitado. Os lábios também não são muito grossos ou sequer carnudos, mas chamam atenção pelo seu rosado natural. Seu sorriso é realmente algo de tirar o fôlego, pois é constituído de dentes alinhados e brancos. Talvez o maior diferencial de tudo isso seja sua gengiva, pois quando o menino abre muito o sorriso, é possível vê-la sem problema algum, porém, Hayden não considera isso como uma forma de acabar com toda sua beleza, e sim um detalhe ao seu irresistível charme. O garoto sabe que os lábios são atrativos de muitos olhares, então está sempre passando a língua pelo lábio inferior ou mordendo-o.
A coisa mais transmutável em seu corpo é seu cabelo. Sempre está com um corte diferente, e, quando não é isso, são as mais diferentes cores que estão em sua cabeça. Já passou de um simples preto a um rosa choque que brilhava no escuro. Certamente faz isso para chamar um pouco a atenção dos outros, mas admite para si que gosta das divergentes colorações nos fios. Como quase todo asiático, as madeixas são extremamente lisas e sedosas, chegando até mesmo irritar o garoto quando quer usar algum penteado diferenciado e precisa de quilos de gel para fazê-lo ficar em pé. Atualmente, o cabelo se encontra com o cabelo laranja cheetos e com um corte mediano que possui uma franja quase caindo em seus olhos. Quanto ao seu corpo, poderia-se dizer que é o tipico gangster de filme americano. Por influencias passadas, criou a ideia que teria que ser assim para se encaixar no grupo, e apenas prosseguiu com essa ideia até chegar no seu "ideal". Não muito alto — possui um e setenta e sete de altura —, é um rapaz magro porém com os seus músculos. Possui o famigerado "tanquinho de lavar louça" aparente, assim como a linha da virilha bem definida. Não pode-se dizer que o rapaz é um halterofilista, porém, faz o possível para manter o seu corpinho em dia. As pernas não tão longas o fazem parecer mais baixo do que é, e Hayden fica muito puto quando o zoam por sua altura. Vez ou outra é possível ver as unhas de sua mão pintadas, apenas porque Kai acha legal pinta-las.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴏʀɪᴇɴᴛᴀçᴀ̃ᴏ sᴇxᴜᴀʟ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Hayden é pansexual. O rapaz sabe disso, porém, não admite isso para ninguém, e faz de tudo para provar que é heterossexual. Quando está bêbado, não importa o sexo, é capaz que Kai solte algumas cantadas aqui e ali. Apenas não se assume por medo de ser zoado por todos. Além disso, fisicamente falando, Hay tem uma preferência por homens.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ϙᴜᴀʟ ᴄᴜʀsᴏ ᴇsᴛᴀ́ ғᴀᴢᴇɴᴅᴏ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Cursa artes cênicas e faz parte do grupo dos festeiros, ou os foda-se tudo.

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ʜɪsᴛᴏ́ʀɪᴀ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
A história de Hayden não foge muito de um clichê, porém, é algo que transformou totalmente sua personalidade adorável e inocente para algo tenebroso e insano. Pulando todas as partes onde seus pais se conheceram, a vida do rapaz começou após sua mãe morrer. Era muito ligado com a mulher, já que o pai parecia pouco se importar com o que o garoto fazia ou deixava de fazer. Teve que assumir todas as responsabilidades do irmão que agora tinha seus três anos e mal sabia falar direito. Sempre tomava cuidado com Jack, seu irmão, pois não sabia quando seu pai podia chegar xingando em casa, e não queria que o vocabulário chulo influenciasse no bebê.
Basicamente sobrevivia com o pouco de dinheiro que seu pai deixava de seu trabalho e que o velho não usava para suas bebedeiras noturnas. Tornou-se extremamente agressivo com os dois filhos, mas Hayden sempre tomava as surras no lugar de Jackson, afinal, ele, com seus dez anos, aguentava muito mais que um indefeso e magrelo bebê de três. Ficavam cada dia mais necessitados de dinheiro, e não só o pai como os próprios filhos percebiam isso, já que móveis caros eram frequentemente vendidos. Este foi o ápice onde o mais velho dos Keiser percebeu que não conseguia criar os filhos sozinhos, mas não colocaria alguém para dentro de casa. Vendo que necessitava de dinheiro e que não aguentava mais as duas crianças inúteis debaixo de se teto, vendeu-as para o tráfico.
O dinheiro não foi muito alto, mas o pai prometeu que os rapazes conseguiam aprender rápido e que poderiam ser úteis para qualquer tipo de treinamento, afinal, eram crianças e ninguém suspeitaria dos mesmos. Isso traumatizou Hayden, porque, pela primeira vez, se viu desolado de tudo. Encontrava-se em um local desconhecido, sem rostos amigáveis ou uma alma que parecesse acolhedora o bastante para dar o carinho que toda criança necessitava. Basicamente, permanecia-se em um canto protegendo o irmão, recluso de todos.
Essa solidão durou algumas semanas, até que percebeu que assim não conseguiria nada. Tinha que arrumar um jeito de sobreviver ali dentro, nem que tivesse que se transformar totalmente para isso. Envelheceu em poucos meses, cujo desfrutou de coisas que nenhuma criança deveria nem ao menos chegar perto, como bebidas alcoólicas e máquinas de tatuagem. Ao mesmo tempo que fazia isso, mantinha suas idas frequentes a sua antiga escola, pois ainda tinha fé que um dia sairia daquela gangue imunda e traria a salvação para ele e seu irmão.
Acontece que com o tempo ele foi se acostumando com toda a muvuca, aquele embolado de emoções felizes e tristes foram se tornando tão normais como o choro de uma criança ao nascer. Hayden gostava de fazer o que bem entendesse na hora que quisesse, além que, ser uma criança no meio de tantos adultos chamava certa atenção. Cresceu sem nenhum tipo de carinho, e, querendo ou não admitir, a gangue era parte de sua família e o fazia bem.
O único parâmetro que tinha de "gangsters" eram os filmes extremamente estereotipados, e foi essa a base que o rapaz teve para se moldar. Vestia roupas largas e começara a falar com gírias e sacaneando. Ainda tinha a alma infantil dentro de seu peito, porém, comportava-se como um adolescente rebelde que odiava seus pais e só queria saber de se intoxicar com drogas. Não encostava nesse tipo de toxina nesta época, mas cogitava que não seria uma má ideia para se enturmar.
Sua vida foi tão precoce que, aos treze anos, já tinha perdido a sua virgindade e estava prontíssimo para participar de uma orgia, se essa fosse a ocasião. Foi se tornando o louquinho favorito de todos, já que vivia rindo e tirando sarro de coisas absurdas; coisas que até mesmo poderiam causar problemas para ele, mas, como era uma criança, todos consideravam que não sabia o que estava fazendo ou dizendo.
Foi com quinze anos que começou a desenvolver o seu jeito meio agressivo. Algumas pessoas zoavam seu irmão mais novo por não se envolver tanto assim com a gangue, mas isso apenas acontecia porque Hayden não deixava. Queria preservar toda a inocência que Jackson ainda tinha, e não arrancar a infância de seu corpo como acontecera consigo. Passou então a brigar com todos aqueles que ousassem apontar um dedo para Jack, como um verdadeiro cão de guarda. Dizia coisas sem noção e fazia acusações falsas, mas eram apenas para que esquecessem um pouco a pobre criança de oito anos.
Keiser pensava que tinha que fazer tudo o que era necessário para que o irmão não se envolvesse nesse mundo, então lhe ocupava com as mais diversas coisas, como saídas ao parque ou até mesmo estadias não necessárias em hotéis baratos. No fundo, Jackson sabia o que acontecia, afinal, não era bobo, mas tinha medo de acabar se tornando um descontrolado como o irmão.
Em toda esta sua decadência de sanidade, resolveu que seria como um pai para Jack, alugando um dos mais podres apartamentos em Los Angeles para o menino e diariamente o visitando para entregar mantimentos ou ter algum tipo de diversão. O menor já estava em uma escola pública com um certo ensino de qualidade, e tornava-se cada vez mais parecido com o antigo Hayden. O mais velho orgulhava-se da pessoa que Jackson se tornava, mas tudo foi por água a baixo quando, em uma noite, Jack resolveu que queria doces e assaltou uma lojinha de conveniências.
Não tinha experiências com isso, então, obviamente, foi pego e levado para delegacia. Sem pais para serem chamados, seria logo levado para um abrigo, e quando isso chegou aos ouvidos de Hay, o mais velho se tornou possesso. Pegou o carro mais veloz que tinham e fora para delegacia, ameaçando o policial com facas e até mesmo entrando em uma pequena briga para que seu irmão fosse solto. Jamais alguém o vira tão alterado quanto naquele dia. Obviamente fora preso, mas, ao menos, o irmão estava solto e nas mãos de alguém que confiava de sua gangue.
Os anos se passaram e então o surto dos assassinatos surgiram. Com medo de tudo e de todos, preferiu que o irmão ficasse consigo, já que assim conseguia observa-lo vinte e quatro horas por dia. Apenas deixava que o menor saísse se estivesse na sua companhia e começou a treina-lo. Sabia que, em pouco tempo, o ingênuo Jackson logo se tornaria alguém como ele, mas não via outra opção, pois preferia mais o irmão como um libertino do que mais um morto no cemitério.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴘᴇʀsᴏɴᴀʟɪᴅᴀᴅᴇ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
ʟᴇᴀᴠᴇ ᴍᴇ ᴀʟᴏɴᴇ
ɪ ᴡᴀs ᴀʟᴏɴᴇ ᴀɴʏᴡᴀʏ
ɪ ʜᴀᴠᴇ ɴᴏ ᴏɴᴇ, ᴇᴠᴇʀʏᴛʜɪɴɢ ɪs ᴍᴇᴀɴɪɴɢʟᴇss

A personalidade de Hayden se descreve, basicamente, pelos buracos em sua infância. Tornou-se um carente por atenção, pois sempre sentiu falta do amor que apenas sua mãe lhe dava, porém, era totalmente arrancado com as surras de seu pai. Faz certas coisas apenas para chamar uma atenção geral porque sabe que, no fundo de seu coração, ama ser o centro das atenções. A criança dentro de seu peito ainda está completamente viva, e isso lhe dá não apenas uma aura com atos completamente infantis. Hayden ainda ri de coisas que crianças riem, como a água gelada do mar batendo aos pés, ou até mesmo um passarinho defecando na cabeça de alguém. Não se arrepende de ser assim, já que acha que, deste modo, a vida fica mais bela; porém, esse seu lado de não levar nada à sério irrita muitos ao seu redor.
Por ser uma completa criança, é muito brincalhão, e não sabe realmente separar as horas em que a seriedade deve predominar. Kai apenas está fazendo brincadeiras e pegadinhas a todos os instantes, sem muito ligar se o que está fazendo é certo ou não. Totalmente sem noção, extrapola em seus atos e muitas vezes se mete em confusão por causa disso. Não que evite, já que é brigão, mas quando não está a procura de uma boa luta “mano a mano”, acaba saindo um pouco ressentido de ter apanhado sem motivos ao menos sem motivos para ele.
Não sabe ser sutil com suas palavras, e pode ser considerado como direto por tais fatos. Não é aquele que gosta de enrolações, e sim aquele que fala “eu quero isso e eu vou fazer isso”. Geralmente não tem paciência para pessoas que são assim. Na verdade, não tem paciência para quase nada em sua vida. Até mesmo para receber um lanche de fast food Kaiser se torna impaciente e resmungão.
Não costuma ligar muito para o que os outros dizem ou deixam de dizer sobre ele, pois a verdade é que ele está pouco se fodendo para tudo. Não liga se um prédio está pegando fogo e ele está dentro, ele apenas caminhará calmamente enquanto não se sentir em perigo. Tratam esse seu lado um tanto quanto insano, pois não consegue perceber quando o perigo é real.
Extremamente vingativo, não é muito bom deixar o menino com raiva. Por ser exagerado, pode perder um pouco a razão quando o assunto são suas vinganças. Normalmente elas são apenas para machucar se a pessoa o feriu de alguma forma, pois de resto, envolvem coisas como água, farinha e pena. Ser agressivo é como se fosse um estado natural seu, mas, com o tempo, tenta parar com isso, pois sabe que pode se meter em altas furadas.
No entanto, por ser temperamental, entra em seu estado “eu apenas quero que você se foda” e parte para cima com socos e pontapés. É muito impulsivo neste ponto. Não costuma pensar nos seus atos antes de fazê-los, e isso sempre, sem nenhuma exceção, dá merda para o seu lado. Acaba guardando certo rancor destas brigas, por muito tempo sendo um completo rude e babaca, mas isso logo passa, pois traz o seu estado "criança" de volta.
Muito palhaço, não é costumeiro ninguém levar a sério o que o rapaz diz. Vive fazendo piadas ou com um grande sorriso estampado em sua face. Não vê tantos motivos assim para mostrar sua tristeza interna para todos, então, se mantém bem humorado a maior parte do tempo. É raro de vê-lo triste, mas quando estiver, gosta de ficar isolado, pois realmente acha que ninguém irá entender o motivo de suas lágrimas.
Em seu interior, Hayden sabe que é infeliz, por toda a merda que passou, e talvez esse seja o motivo para ser desse seu jeito meio errado, mas apenas supera esta sua fraqueza sendo o palhaço sarcástico e irônico que todos amam e odeiam.
Um pouco mais hiperativo do que devia, acaba se tornando entusiasmado com a maioria das coisas que saem de sua rotina. Sempre está com a sua bateria totalmente carregada, preparado para pular qualquer mudo que venha a sua frente. Por mais que seja pilhado, não o atrapalhe quando tiver em seu soninho da beleza, pois acordará extremamente irritado e querendo dar um tiro em alguém. Para ele, o sono deve ser preservado, e acordá-lo é a mesma coisa que lhe dar um tiro no pé.
Falando em beleza, Kaiser pode ser considerado a vaidade em pessoa. As cicatrizes são normais, mas possui cremes para torná-las menos aparentes e até mesmo faz tratamentos semanais em seu cabelo para mantê-lo sedoso. Apenas gosta de se cuidar e não mudaria todo esse seu tratamento de beleza por nada. Talvez o egocentrismo e o narcisismo provenham daí, já que se acha um dos homens mais charmosos que existem no universo.
Esta autoconfiança o ajudou muito a ser o grande galanteador que é. Sabe muito bem como chegar em uma pessoa e como levá-la para sua cama em poucos instantes; apenas se vê perdido quando o assunto é o romance. Torna-se ciumento e possessivo com o parceiro, querendo-o apenas para ele, mas toda essa onda logo passa, pois não é um rapaz de um só, e sim de vários ou é isso que acredita, de tanto que seus amigos lhe enfiam isso na cabeça.
Curte uma boa festa, assim como uma boa diversão, porém, é hipócrita neste ponto. Reclama muito quando apenas quer dormir e as pessoas ao seu redor continuam com o som alto e claro. Não apenas neste ponto como outros, como: “não jogue comida fora, mas eu não vou comer o resto do meu sanduíche”.
Não sabe muito bem o real significado da palavra respeito ou educação, e por isso sempre está soltando os piores xingos por aí. Sua boca é extremamente suja, mas Hay não se importa quanto a isso. É tagarela até o fim de seus tempos, e não sabe quando parar de falar. Muitos se irritam por o rapaz nunca calar a merda da boa, porém, Kai apenas dá boas risadas de suas faces irritadas.
Por mais que seja esse completo porra louca que todos conhecem, ainda possui um bom coração batendo no meio de seu peito. É protetor com aqueles que mais zela, sendo capaz de entrar na frente de um trem em movimento apenas para salvá-los. Além disso, é ótimo em perceber quando os outros estão para baixo, pois é um exímio observador. Observa alguém com toda a atenção, percebendo detalhes que muitas vezes ninguém nota. Kai é um ótimo amigo neste ponto, pois possui ótimos conselhos úteis a se doar. Não deixará de ser verdadeiro em nenhum momento, mesmo que soe um pouco rude.
Ajudar os outros é como um prazer para si próprio, como se redimisse por todos os dez anos de sofrimento que passou ao lado de seu pai, ou as ajudas que não consegue dar a seu irmão mais novo. Por isso, costuma ser bastante leal as pessoas. Não é aqueles que sai imprimindo segredos e colando pelas ruas da cidade, e sim aquele que senta em um canto e ouve todas as angústias apenas para lhe dar um pouco de conforto.
A verdade é que o garoto bondoso e gentil de dez anos ainda mora no peito de Hayden. Foi trancafiado e espancado conforme os anos se passavam, mas ele ainda está lutando por sua liberdade a cada dia que se passa. Não sabe como viver de outra forma a não ser transformando seus desesperos em risadas ou as lágrimas em socos agressivos sem necessidade, então tornou-se esse grande palhaço triste que vive em uma grande festa interna e não sabe como impedir essa bomba de instabilidade emocional de explodir.

ɪ sᴛᴀʀᴛ ғɪɢʜᴛs ғᴏʀ ɴᴏ ʀᴇᴀsᴏɴ ʟɪᴋᴇ ᴀ ᴛᴏᴡɴ ɢᴀɴɢsᴛᴇʀ
ɪ ᴡᴀɴᴛ ᴛᴏ ʜɪᴅᴇ ᴍʏ ᴘᴀɪɴ ᴀɴᴅ ʙᴇᴄᴏᴍᴇ ᴇᴠᴇɴ ᴍᴏʀᴇ ᴄʀᴏᴏᴋᴇᴅ
sᴏ ʏᴏᴜ ᴄᴀɴ ғᴇᴇʟ sᴏʀʀʏ﹐ ɪ’ʟʟ sᴘɪᴛ ᴛᴏᴡᴀʀᴅ ᴛʜᴇ sᴋʏ


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ɢᴏsᴛᴏs & ᴅᴇsɢᴏsᴛᴏs ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
[+G]
Comidas picantes ∴ Cores ∴ Cerveja ∴ Fotografia ∴ Música

[D-]
Batata frita ∴ Quietitude ∴ Melancia ∴ Documentários ∴ Hospitais

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ϙᴜᴀʟɪᴅᴀᴅᴇs & ᴅᴇғᴇɪᴛᴏs ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
[+Q]
Vaidoso ∴ Bem humorado ∴ Conselheiro ∴ Observador

[D-]
Infantil ∴ Briguento ∴ Egocêntrico ∴ Agressivo


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴍᴇᴅᴏs/ғᴏʙɪᴀs/ᴛʀᴀᴜᴍᴀs ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
[M]
Escuro ∴ Galinhas ∴ Palhaços

[F]
Acrofobia [Altura] ∴ Ceraunofobia [Trovões] ∴ Astenofobia [Desmaiar]

[T]
Ser abandonado. Pode ser considerado também uma fobia, pois toda vez que pensa nisso, entra em pânico

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴀ ϙᴜᴀʟ ɢʀᴜᴘᴏ ᴘᴇʀᴛᴇɴᴄᴇ? ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
[𝓍] 𝒢𝒶𝓃𝑔𝓊𝑒


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ϙᴜᴀʟ ᴀ sᴜᴀ ғᴜɴçᴀ̃ᴏ ᴅᴇɴᴛʀᴏ ᴅᴇ sᴇᴜ ɢʀᴜᴘᴏ? ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
1. Piloto de fuga
Alguns acham que deixar uma arma carregada nas mãos do menino é um pouco perigoso demais, então escolheram o deixar no volante, o que ainda é um pouco preocupante, já que decorou o mapa da cidade e se mete em desvios apenas para pura diversão. Dirige bem, sem sombra de dúvidas, porém, não se importa com sinais fechados ou cruzamentos movimentados.

2. "Professor"
Por mais que não tenha paciência, é aquele que mais se dá bem com os que querem entrar para gangue, então o escolheram para ser o "professor", o que ensinará os mais novos como ter uma boa mira ou pilotar sabiamente, além de dar algumas dicas aqui e ali que são valiosas para a sobrevivência.

3. Mapeador
É aquele que pega plantas do local e marca onde estão câmeras ou lugares com objetos mais valiosos, além de alarmes de segurança. Tem uma enorme facilidade em ler estes mapas, e sempre sabe quais são os melhores locais para entradas ou saídas imediatas.


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴘᴏssᴜɪ ᴀʟɢᴜᴍ ᴛɪᴘᴏ ᴅᴇ ʜᴀʙɪʟɪᴅᴀᴅᴇ ᴏᴜ ᴛʀᴇɪɴᴀᴍᴇɴᴛᴏ? ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Possui um treinamento basicamente desde os seus quatorze anos, então, é habilidoso em diversas coisas, tais como:
[𝚊 𝚝 𝚒 𝚛 𝚊 𝚛]

Por mais que não seja confiável, é um bom atirador. Sabe onde mirar e os pontos que machucarão sem necessariamente matar. Não tem a melhor mira de todos, mas costuma dizer que são necessárias apenas três balas para que acerte o seu oponente.


[𝚍 𝚒 𝚛 𝚒 𝚐 𝚒 𝚛]

É uma de suas atividades preferidas nos dias atuais. Por mais que dirigir se individualize para apenas carros, Kai vez ou outra está por aí andando com bicicletas ou de patins, apenas curtindo o momento e o vento em seu rosto. Aprendeu a dirigir com as pessoas da gangue e pode-se dizer que é um dos mais aloprados bons motoristas que se tem por ali.


[𝚊 𝚋 𝚛 𝚒 𝚛 - 𝚏 𝚎 𝚌 𝚑 𝚊 𝚍 𝚞 𝚛 𝚊 𝚜]

Aprendeu isso para unicamente abrir a porta de seu irmão quando estava de rebeldia. Grampos, pedaços de cartão, arrombamento. Seja discreto ou extremamente alarmante, ele sabe como abrir uma porta. Leve isso no duplo sentido ou não


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ sᴜᴀ ᴏᴘɪɴɪᴀ̃ᴏ sᴏʙʀᴇ ᴀ ᴀʟɪᴀɴçᴀ ᴇɴᴛʀᴇ ᴀ ɢᴀɴɢᴜᴇ ᴇ ᴏ FBI? ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Foi um dos primeiros a recusar com todas as forças possíveis. Não gostava da união e ainda acha que irá preso em algum momento, então é bem capaz que o garoto durma com uma faca debaixo do travesseiro por isso. É muito rancoroso com o que aconteceu no passado e vai tender a passar o maior tempo possível longe dos mesmos. É claro que quando a interação for necessária, Kaiser não mudará sua personalidade babaca para falar com eles, apenas continuará com o tom irônico e com as piadas sem graça, algumas vezes provocando mais do que o necessário. Literalmente, ele não terá medo do perigo.
Conforme o tempo passar e ele se acostumar com a ideia de que não estão ali para o vigiar, ficará de um jeito mais brincalhão e menos agressivo, mas sempre com sua bomba interna prestes a explodir. Não tem muita paciência para os policiais e será louco o bastante para apenas esfaquear a mão de um deles se tocarem o seu braço sem permitir. Ou seja, não o deixem com armas letais perto dos seus "arqui inimigos".


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴘᴀʀ? ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
ɢᴜɴ ʜᴀs ʙᴇᴇɴ ʟᴏᴀᴅᴇᴅ ᴀɴᴅ ᴀɪᴍᴇᴅ ᴀᴛ ʏᴏᴜʀ ʜᴇᴀʀᴛ
ᴀɴᴅ ᴏᴜʀ ʙᴏᴅɪᴇs ᴀʀᴇ ᴏɴ ᴛʜᴇ ᴄᴏᴜɴᴛ ᴅᴏᴡɴ
Se Hayden começasse a sentir algo aflorando em seu peito, começaria a se tornar obsessivo. Não necessariamente quer a pessoa apenas para ele, mas tratará o mesmo com afeto e até mesmo se tornará ciumento. Sabe que cada um tem a sua liberdade, mas esse é apenas o seu modo de demonstrar que quer mais alguma coisa além de sexo. São raras as pessoas que Keiser se interessa verdadeiramente, então esse seu estado se torna um pouco extremo. É capaz que o mesmo tente fazer ciúme no parceiro apenas para receber um pouco mais de atenção.
Ao realmente se assumirem como um casal, Kai deixará o seu lado romântico transparecer e não hesitará em fazer mimos ou carinhos. Gosta de abraços e de se manter junto, por mais que não seja tão fã assim da melação. Para ele, um parceiro perfeito é alguém que saiba entender o seu jeito meio louco de ser e que tenha muita paciência com sua falta de senso. Além disso, terá que saber que Hayden tem horas e horas, ou seja, em um momento o rapaz apenas quer fazer fazer sexo até na pia da cozinha e em outro uma distância — não total, mas apenas querendo o seu espaço e o seu cu guardado.
ɪ ᴡᴀɴᴛ ᴛᴏ ʟᴏᴠᴇ ʙᴜᴛ ɴᴏ ᴏɴᴇ ᴛᴏ ʟᴏᴠᴇ
ᴡʜᴀᴛ ᴀᴍ ɪ sᴜᴘᴘᴏsᴇᴅ ᴛᴏ ᴅᴏ?

A verdade em si é que Kai ainda tem o sonho de criança em se estabelecer com alguém que possa chamar de família, porém, entrou tão fundo no mundo das gangues que não faz a mínima ideia de como ter uma vida normal. Ele apenas quer alguém que fique ao seu lado, não se importando com sua cabeça conturbada ou os picos de desespero em forma de risadas escandalosas. Sabe que sua real família é Jackson, mas desejaria alguém ao seu lado que pudesse contar suas angustias e felicidades. Alguém que o tirasse do poço sem fundo que o seu pai lhe deixou. Ama com uma forte intensidade, mas nunca é recebido com esse amor de volta, então afasta as pessoas dizendo que apenas está interessado em sexo e nada mais do que isso.
Seria um romântico sem causas, fazendo mimos, como preparar o café da manhã ou preparar jantares românticos comprar, porque o mesmo não sabe cozinhar apenas para agradar o par. É capaz que veja traços de sua personalidade indo embora, como o gênio extremamente rude, pois achará que não é necessário ser sempre o poço de escrotidão apenas para afastar os outros, e acabará e trazerem o "velho Hayden" de volta, mas outros se acentuarão muito mais, como a sua carência por atenção, já que estará sempre disposto a receber carícias e mimos, podendo se irritar um pouco se nada disso for feito.

ᴇᴠᴇʀʏ ʜᴇᴀʀᴛʙᴇᴀᴛ ʟɪᴋᴇ ᴀɴ ᴀʟᴀʀᴍ
sʜᴏᴡ ᴍᴇ ʜᴏᴡ ᴛᴏ sᴇᴛ ɪᴛ ᴏғғ


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴄᴜʀɪᴏsɪᴅᴀᴅᴇs sᴏʙʀᴇ sᴇᴜ ᴘᴇʀsᴏɴᴀɢᴇᴍ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
1. Extremamente viciado em bebidas alcoólicas. Sabe que tem que parar com o hábito, mas é algo mais forte que ele. Outro de seus vícios são marshmallows;
2. Possui um total de 20 tatuagens (sem contar a da gangue) permanentes x mas sempre está fazendo algumas de rena espalhadas pelo corpo;
3. Não é costumeiro de si usar drogas, mas sua preferida é a maconha;
4. O único objeto de sua infância que permanece consigo é o anel de casamento da sua mãe. É um de seus bens mais preciosos e nunca o tira de seu pescoço, já que o transformou em um colar;
5. Por mais que tivesse alugado um apartamento para Jack, tem o seu próprio. Não é grande coisa, porém, dá para o gasto;
6. Possui um axolote de estimação chamado Thootless x;
7. Adora pintar suas unhas, e a cor que está mais presente é o preto;
8. Grande fã de jogos, possui quase todos os consoles atuais e diversos jogos para os mesmos;
9. Por mais que tenha uma forte preferencia por homens, nunca chegou a dar as partes de trás;
10. Se fosse defini-lo com uma música, seria Super Star — G-Dragon;
11. Desde criança desconta suas frustrações na arte, então normalmente é possível encontrar seus desenhos em quadros ou até mesmo nas paredes de sua casa;
12. Não foi feito para seguir isso que chamam de moda, e está sempre se vestindo das maneiras mais inusitadas possíveis x x x x x x x


᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴄɪᴇɴᴛᴇ ϙᴜᴇ ᴀ ᴘᴀʀᴛɪʀ ᴅᴇ ᴀɢᴏʀᴀ sᴇᴜ ᴘᴇʀsᴏɴᴀɢᴇᴍ ɴᴏs ᴘᴇʀᴛᴇɴᴄᴇ ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
yas yas

᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚ ᠈ ᴀʟɢᴏ ᴀ ᴍᴀɪs ᠈ ༚ ᔚ ᔗ ༚᠈
Mostrar Spoiler: seu irmão
[Jackson Keiser — 17 anos — Estudante — Kim Minseok]

Os dois são extremamente grudados, como verdadeiros cão e dono. Hayden ama tanto seu irmão que é capaz de abraçar uma granada apenas para salvá-lo. Como a única família real do mais velho, sente-se na obrigação de proteger o menor, e faz de tudo apenas para ver um sorriso em seu pequeno rosto. Hay é o tipo de irmão grudento que sempre quer estar junto e saber o que há de novo na vida de Jack. Já o menor, sabe qe pode contar com o irmão para tudo, assim como contar os seus mais vastos segredos, pois, no mundo inteiro, sabem que apenas podem confiar inteiramente um no outro.

contando que o Jack faz aniversário primeiro que o Hay, em janeiro, ele está já com a idade "normal". Eu não sei quando a fic se passa, por isso, coloquei o Hay com vinte e três, mas, caso se passe depois de abril, considere-o com 24, por favor >.<

Escutando: BABY THERES NOTHING HOLDING ME BACK ALGUÉM TIRA ESSA MUSICA DE MIM AAAAAAAAAAA
Lendo: teorias que o lay tá no teaser do comback
Assistindo: meu desespero procurando o lay no teaser do comeback
Jogando: meu tempo fora claramente
Comendo: pão com ovo bicha
Bebendo: cocacolinha pra foder com meu estômago
Permalink Comentários (0)

[20/05/2017] — e)(o s.t+an;

[01/03/2017] — a!p.h*ab_et //b+y

[19/01/2017] — h_n[d]s*o//m+e |-/

[16/01/2017] [email protected]*k!n+g // g_y}}


Atualizações do Usuário

Usuário: ~StarblueG
Adicionei um novo capítulo
História: Ant&#244;nimo
História: Antônimo
Às vezes, temos que nos perder para nos encontrar. E, às vezes, apenas nos encontramos em nossa única perdição. Fazemos as escolhas que nos levam ao ponto de total agonia e deses..
Usuário: ~StarblueG
Favoritei a história
História: Eu, voc&#234; e os bilhetes de amor
História: Eu, você e os bilhetes de amor
Após três meses recebendo bilhetes de amor em seu armário, Kim Junmyeon finalmente acaba conhecendo seu admirador quase-secreto. Ele sabia que encontrar o autor daquelas cartas s..
Usuário: ~StarblueG
Favoritei a história
História: 4404
História: 4404
Yifan sempre gostou de crianças, então ele não consegue deixar de se apegar ao adolescente adorável de olhos grandes e sorriso doce que vive no apartamento em frente ao seu. No e..
Usuário: ~StarblueG
Favoritei a história
História: Choose To Love
História: Choose To Love
Era do conhecimento público que as almas tinham ocupado quase todos os corpos humanos possíveis de ser ocupados e que, à conta disso, o planeta tinha começado a recuperar a estab..
Usuário: ~StarblueG
Favoritei a história
História: Sleepless Night
História: Sleepless Night
Dez anos. Fora esse o tempo que ficara sem o ver. E mesmo assim reconheceu-o de imediato. [ KRISYEOL | ONESHOT | Opostos!AU ]


Dados do Usuário

Animes Favoritos:
➸ Yuri On Ice

Bandas ou Músicos Favoritos:
➸ KPOP PORRA
➸ Panic! At The Disco
➸ Hailee Steinfeld
➸ Troye Sivan
➸ Alessia Cara
➸ Twenty One Pilots
➸ Zedd
➸ Sebastian Ingrosso
➸ Shawn Mendes
➸ Assim, tem mais, mas ficaria muito grande, então, se quiser saber mais, chega junto