~StarblueG

StarblueG
/;star.
Nome: 》 You can call me S.T.A.R. 《
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 20 de Setembro
Idade: 16
Cadastro:

❥I'm a Renegade


Postado



✗ Nome Completo ✗
Jonathan Gray Christensen
Jonathan significa "Dado por Deus". Sua família era extremamente religiosa, e acreditava que o garoto só nasceu por vontade de Deus. Sua descrença é um dos maiores motivos por falar para todos que seu nome é Jace. Seu apelido, Jace, veio daí. Ele sempre diz a todos que seu nome é Jace, mas alguns apenas o chamam de Gray.


✗ Idade✗
27 anos. Nascido dia 19 de Julho.

✗ Opção sexual ✗
Heterossexual

✗ Personalidade ✗

De primeira impressão, Jace pode parecer bastante quieto, sério e fechado para novas amizades.De fato, ele é, mas não é feito apenas disso. O rapaz é sério na maior parte do tempo, tenta sempre manter a aparência de responsável quanto está perto de desconhecidos. Jace é muito inteligente. Aprendeu muito antes de ir para Outside, e ainda mais depois que chegou no lugar. Aprendeu como tomar conta se si próprio de uma das piores maneiras que pode se imaginar. Sua inteligência combinada com sua criatividade podem gerar grandes coisas, como modos mais fáceis de colheita, por exemplo, ou até mesmo modos de se economizar água. Saindo de seu lado quieto, Jace é bastante eloquente, não trava uma vez se quer quando está fazendo um de seus discursos inspiradores. O garoto sempre tem bons argumentos para convencer alguém. É muito altruísta, tentando ajudar todos ao seu redor antes de si. Jace realmente é muito bondoso e gentil visto todas as merdas por qual ele já passou. O menino trata todos com gentileza, pois acha que todos tem algo bom dentro de si. Isso pode fazer do mesmo um tanto quanto sensível, mas não acredita que chorar ou se permitir ter sentimento vai fazer de alguém uma pessoa mais fraca. Isso o faz pensar mais com os sentimentos do que com a razão em si. Isso algumas vezes o ferra um pouco, pois se pega pensando não no certo a fazer mas sim o que é mais fácil. Por isso, acaba sendo um tanto quanto impulsivo. Calmo e muito paciente. É uma das pessoas mais raras de se tirar do sério, pois sabe que perder a paciência não o levará a nada, mas uma vez com raiva, demorará para voltar ao normal. Geralmente fala umas boas verdades nuas e cruas quando revoltado, machucando alguns com as verdades, mas pode se chatear ao ponto de quebrar uma de suas maiores promessas de não ser violento por coisa boba. Por mais que seja uma das pessoas menos violentas a se ver, sempre está preparado para uma boa briga. Sabe como se defender e como acertar alguém se necessário. A sinceridade do menino é de doer. Às vezes pode perder o senso e ser mais sincero do que o devido, magoando pela verdade dita, mas prefere dizer a verdade de uma vez por todas do que guardar uma mentira para si. Isso não o faz ser dedo duro, sabe guardar segredos muito bem, e não vê necessidade de se intrometer nos assuntos dos outros, além de ser um ótimo mentiroso. Sabe mentir quando é necessário. Com amigos, é muito extrovertido. Deixa o seu lado sério de lado, apenas sendo brincalhão e animado. É muito protetor com aqueles que gosta, fazendo de tudo para mantê-los seguros. Mais carinhoso do que se pode imaginar, também muito leal e confiável. Além disso, é bastante carismático. Acha fácil fazer amizade com qualquer um, e, se deixarem seu carisma esvair, fará amizade até com as árvores da floresta. Com aqueles que se interessa romanticamente, é muito romântico, mas não grudento. Gosta de surpreender as pessoas. Pode até mesmo se tornar provocante. É muito comprometido com tudo o que faz, normalmente se submetendo a ser o mais obediente possível para cumprir seu objetivo. Ser centrado e decidido o ajuda bastante nestes casos. Jace é educado com todos, sem exceção, mas isso não o impede de ser um total boca suja. Não esquenta de dizer palavrões, não acha que seja uma coisa errada a se fazer, o mundo já está fodido demais para se importar com palavras com sentidos "feios". O garoto é mente aberta com tudo. Sempre está aceitando o novo e o inovador. Irônico e sarcástico. assim como é brincalhão, não podia deixar de fora os artifícios mais usados. Jonathhan é extremamente responsável e organizado. Raramente se atrasa para compromissos ou coisas do tipo. Vaidoso é outro adjetivo que podemos adicionar a sua personalidade. Esse é um dos maiores motivos pelo qual seu cabelo chama tanta atenção. Não faz muito esforço para ser bonito, mas, ainda assim, se cuida. Com ele, não existe essas coisas de ser otimista ou pessimista, ele é realista. Pode até acreditar que sempre haverá algo de bom nas pessoas, por mais que saiba que alguns são perversos demais para se acreditar, porém, toda essa ladainha de que tudo vai dar certo não é com ele. Isso acabou o tornando um tanto quanto maduro mais rápido do que o necessário. Corajoso e audacioso. O menino não se importa de se meter em furadas, pois se precisar pular por cima de uma fogueira, ele fará. Curioso e bastante desconfiado. Algumas vezes pode parecer mais intrometido, mas é só sua curiosidade agindo. Quanto a sua desconfiança, é algo instintivo. Não costuma confiar no desconhecido tão facilmente. Não sabe o quão perverso alguém pode ser.



✗ História ✗

Assim como todas as crianças nascidas em Newerland, Jonathan passou pelo teste GODOR, mas isso foi um imenso erro. Havia uma bela moça fazendo o teste nos pequenos bebês, porém, ela comprometeu a vida de Jace. Havia um bebê ao seu lado, um antes de si, no qual o resultado revelou que ele seria um homossexual e um ladrão. O bebê era filho de uma das melhores amigas da mulher, e então, querendo o bem de sua amiga, trocou o resultado dos testes. Norman e Catherina ficaram chocados ao saber que o destino de seu pequeno filho seria Outside, porém, tentariam aproveitar o máximo o seu pequeno enquanto podiam.
Jonathan aprendeu muito cedo a fazer as coisas. Com seus dois anos já corria sem cair no chão ou até mesmo falava com muita mais certinho que um bebê de sua idade. Era um garoto muito inteligente e curioso. Se enfiava em buracos apenas para saber o que tinha ou até mesmo comia comidas estranhas apenas para saber qual era o gosto. Ao mesmo tempo, era muito animado, e sempre se animava com a menor das brincadeiras que fosse. Tudo em sua vida era motivo de uma boa gargalhada.


Jonathan cresceu com certa tranquilidade. Seus pais preferiram não contar para o mesmo que seu destino seria Outside. Preferiam manter toda sua alegria em vez de estragar tudo de uma vez só. Jace era um menino ambicioso, sempre ansiava por mais e mais, e, normalmente, isso se aplicava em seus estudos. Sempre dava um jeito de aprender coisas novas, tanto por livros ou por seu dia a dia. Aprendeu como subir em árvores mais rapidamente, praticava muito suas corridas e também adorava observar os animais. Era uma garoto bem paz e amor, assim dizendo. Nunca entrava em confusões e sempre era gentil com todos ao seu redor. A única coisa que não o satisfazia em sua casa era o fato de seu pai acreditar, e força-lo a acreditar, em muitas coisas que não fazia sentido para ele. Não deixava isso lhe abalar, apenas o obedecia, mesmo não crendo em tudo que lhe falavam. Foi com seus doze anos que tudo começou a mudar. Seus pais sabia que, uma hora ou outa, teriam que contar para Jace que ele era um Renegado, e, visto sua idade, esse dia teria que chegar logo. Era noite. A família acabava de jantar e foi quando Catherine tocou no assunto. Conversa vai, conversa vem, até que a verdade foi dita. Jonathan pensou não ter ouvido muito bem, até cogitou perguntar novamente, obtendo a mesma resposta. O garoto não soube reagir, ele apenas se levantou e correu ao seu quarto, trancando-se. Chorou até o dia seguinte, não conseguiu dormir, porém, não tinha muita escolha a não ser aceitar seu destino.


Jace mudou muito depois de tal acontecimento. Se tornou mais fechado e mais quieto. Nunca pensou em si próprio como um ladrão. A parte do homossexual não lhe afetava, mas ladrão? Se culpava todos os dias por ser uma desonra para sua família, porém, não entendia como ele, que não era capaz de machucar uma mosca, poderia ser um ladrão. Os anos passaram e isso só foi conturbando mais e mais sua cabeça. Se achava uma aberração. Uma pessoa completamente errada, que deveria ser mantida longe de todos, e cada vez só aceitava mais a ida para Outside.
Em seu aniversário de dezesseis anos, quando seus pais chegaram ao seu quarto, o menino já estava com uma mochila pronta, com tudo o que desejava levar para o local atrás das montanhas. Catherine não sabia o que fazer em tal situação, então apenas desabou em lágrimas. Jace não se contentou, chorando também aos braços de sua mãe. O momento durou longos minutos, porém, querendo ou não, Outside o esperava.



Eu não sei muito bem, como Outside funciona, então cê pode ignorar isso aqui
O menino mal chegara ao local e já foi alvo de maus olhos. Era o novato, a carne fresca, então, obviamente, não tinha ideia de como as coisas funcionavam ali. Os garotos mais velhos, quase que os valentões, que realmente mereciam estar ali, o sxacanearam e colocaram medo no garoto, dizendo que sua vida viraria um inferno, mas não foi bem assim. O garoto se isolou de tudo e de todos, apenas observando e obedecendo o que seu líder lhe mandava. Se deu muito bem por isso. Cumpria seu trabalho com êxito, logo, o líder certamente gostava do garoto, se tornando um "queridinho". Conforme os anos se passavam, Jace foi se apegando cada vez mais ao local. Não que realmente pertencesse ali, porém, se encontrava no local, e conseguia ajudar aqueles que um dia já estiveram na mesma situação que ele.




✗ Aparência✗
{Jared Padalecki}

Jace é uma criatura bela, não há como negar. Os olhos esverdeados do rapaz não possuem resquícios de castanho. São claros o bastante para serem de bastante destaque em sua pele pálida. Suas sobrancelhas são finas e bem desenhadas, porém, o garoto nunca encostou uma pinça nos pelos. Seu rosto pode ser considerado um tanto quadrado, e seu queixo é fino. Seu nariz é fino e desenhado. Seus lábios são finos e rosados, porém, desejáveis a qualquer um, roubando a atenção de seus olhos quando o rapaz morde seu lábio inferior. Por baixo dos mesmos estão escondidos dentes perfeitamente brancos e alinhados. Suas madeixas são castanhas escuras. Os fios são lisos e em raras situações podem-se encontrar levemente ondulados, por mais que sejam extremamente macios e sedosos. O corte está sempre na altura de seu pescoço. É grande o bastante para ser alvo zoações. Algumas vezes é possível ver uma barba rala em torno do maxilar do rapaz. Por mais que não goste da mesma, sabe que isso lhe deixa com uma enorme beleza.


Seu corpo é magro e muito definido, devido aos exercícios que geralmente faz. A verdadeira forma de um anjo. É possível ver músculos por seus braços, pernas e barriga, porém, nada que o deixe com uma aparência de fisiculturista, nada exagerado demais. Os gominhos em sua barriga são extremamente visíveis, assim como a linha de sua virilha é bastante aparente quando sua calça cai um pouco. Todo o seu divino copo se encaixa muito bem em seus um metro e noventa e quatro de altura.



✗ Relação que tinha com a família ✗
Jace era um bom filho, e recebia muito amor de seus pais, porém, não sente tanta saudade quanto deveria. O homem se sente um tanto quanto culpado pela falta do sentimento, porém, não consegue evitar de se sentir assim. Seus pais eram muito diferentes de si, tanto quanto práticas de vida. De um certo modo, acomodou-se rapidamente quando descobriu que iria para Outside, e, diferente do que deveria se comportar, não chorou ou coisas do tipo, apenas aceitou seu destino do jeito que deveria ser.
Sente mais a falta de sua mãe do que de seu pai. Sua mãe era a mais bondosa, com um grande coração. Não obrigava o filho a fazer nada que ele não quisesse, era muito liberal com tudo. Norman fazia questão que o filho seguisse as mesmas práticas que ele, assim como a mulher. Jace sabia que podia contar com a mulher para tudo, ao contrário do pai.

*.¸ ¸.*☆*Família☆*.¸ ¸.*

{Norman Gray | Pai | 48 anos | Colin Firth}


{Catherina Gray | Mãe | 45 anos | Lana Parrilla}


✗ Função no Outside ✗
Caçador


✗ Grupo que participa ✗
Glost

✗ Gostos ✗
Frio | Silêncio | Organização | Fazer exercícios | Conseguir uma boa caça | Ajudar os outros | Alegrar os outros | Ler | Morangos | Animais | Música | Café

✗ Desgostos ✗
Pessoas rudes | Mentiras | Desorganização, Violência sem motivo | Pessoas otimistas demais | Trabalhar sobre pressão | Comidas picantes

✗ Como reagiu ao descobrir que era um Renegado ✗
Inicialmente, ele não ligou, mas, ao passar do tempo, começou a se sentir mal com isso. Tentava se demonstrar forte na frente dos outros, mas a verdade é que chorou muito em sua cama. Hoje em dia, ele já não se importa tanto com o título que lhe foi dado, não se passa de uma coisa que ele realmente não é.

✗ Como trata os líderes ✗
Ele trata-os com respeito. Sabe que deve obedecê-los e quase nunca questiona suas ordens. Tem o maior respeito por seus líderes, pois sabe que eles não são os líderes a toa, e sim porque são mais experientes e provavelmente dão boas ordens e conselhos.

✗ Como trata as pessoas do seu grupo ✗
Tenta sempre ajudar todos, especialmente os mais jovens. Sabe que eles estão confusos e deslocados, já esteve em seu lugar, então sempre tenta dá-los mais atenção, atendendo a suas necessidades e dando concelhos de como se adequar com mais facilidade. É visto como um paizão por muitos. Com os amigos, é muito brincalhão e engraçado, com conhecidos, é quieto e mais sério.

✗ Como trata as pessoas do outro grupo ✗
Tenta sempre ser o mais gentil e compreensivo o possível. Normalmente é muito centrado quando se trata de assuntos sérios. É bastante fechado as pessoas que não conhece.

✗ Como seria se fosse um líder de uma categoria ✗
Jace é muito responsável, então não seria diferente com as pessoas de seu grupo. Tentaria fazer de tudo para atender as necessidades de seu grupo e trataria todos muito bem, com o devido respeito. O menino é muito protetor, e isso não seria diferente com as pessoas de grupo. Não aceita que ninguém de seu grupo entre em conflito com os outros a toa, e, quando é algo mais sério, tenta resolver sem que envolva violência.
Jace para presidente

✗ Como seria se fosse o líder de um grupo ✗
Jace é um rapaz inteligente, e isso não seria diferente. Sempre está compartilhando com os outros de suas ideias para uma volta pacífica e organizada para suas devidas casas e maneiras inteligentes de acabar com o teste GODOR. Tenta nunca envolver violência em seus planos, pois acha que violência nunca vai ser a solução, mas, conforme os anos se passam, fica cada vez mais difícil de se achar uma solução viável. Quando o caso envolve possíveis conflitos entre os Troik's, tenta sempre resolver sendo o mais sensato o possível, usando seus discursos inspiradores.

✗ Quer par ✗
Sim


✗ Como trata o par ✗
Jace é um cara romântico e carinhoso, e não seria diferente com o par. Sempre que pode, está com o par. Não é do tipo grudento, mas, para se interessar por alguém romanticamente, terá que confiar muito na pessoa. Sempre que puder, tentará dar mimos, com as coisas que aprendeu com o tempo, como alguma coisa de madeira entalhada. Apenas deseja o bem da pessoa, protegendo-a a todo custo.

✗ Como se sente em relação a Newerland ✗
O menino acha o sistema de Newerland extremamente injusto, mas acha que o maior motivo de tudo isso é o teste GODOR. Jace apenas desejaria que todos enxergassem a verdade, e que os "Renegados" não se passam de pessoas normais, assim como os que vivem em Newerland.

✗ Password ✗
“Ser abandonado é apenas o começo.”

✗ Compreende que agora o seu personagem está em minhas mãos e na minha história? Que eu poderei fazer mudanças [nada drástico] nele caso precise? Que ele pode não ser um líder ou até mesmo não ter um par? ✗
Aye Aye, capitã!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...