Feuer und Leidenschaft


Postado

Feuer und Leidenschaft

Eu não tinha noção do quanto eu te amava até hoje à tarde...Talvez a música brega do Zezé di Camargo explique o que sinto; “...Pra não pensar em você, nem procurar seu olhar, vou enganar a paixão, mentir pro meu coração, que deixei de te amar. Mas, eu me engano, me desespero porque te amo, porque te quero e a minha vida é só pensar em você...” E por aí vai...e de repente, até a outra parte dessa mesma musica brega; sim, porque “o amor é brega”, já dizia Cazuza; também caberia nesse momento que estou vivendo; “...Eu vou fingir que esqueci, que não chorei, nem sofri, vendo você me deixar. É impossível, eu sei, mentir que nunca te amei, que foi um sonho e acabou, mas tenho que aceitar, cuidar de mim e tentar me encontrar noutro amor...” Só que eu não quero outro amor! Glaubst mir...
Hoje eu sei que é muito difícil amar e estar de mãos e pés atados para lutar por quem se ama. E mesmo se não tivesse um oceano nos separando, eu continuaria de mãos e pés atados, porque tenho uma dificuldade imensa em expressar sentimentos, aliás, eu não era assim, a vida me deixou assim; fria, racional, incólume, com uma barreira erguida entre mim e qualquer tipo de sentimento que pudesse me atingir e me fazer sofrer. Amar é brega...Sofrer por amor é ridículo...E cartas de amor, como essa aqui, por exemplo, são ridículas!
Acho que ser racional é ter medo de sofrer e, se amar irracionalmente resulta, na maioria das vezes em sofrer, por mais que eu te ame agora, vou deixar de dizer que te amo e continuar sendo racional; fingindo que você não é ninguém além de mais um, que não deu certo mesmo antes de tentar, como tantos outros; pensando os atos e o amor, antes de novamente me deixar levar pela atração e pela paixão, porque esta filha da puta da paixão (desculpem o termo), vira amor e quando vimos, já estamos sofrendo, chorando litros de lagrimas, enrrugando desnecessariamente, envelhecendo mais rápido e, em alguns casos; que graças a Deus não é o meu; ficando doentes e morrendo, por causa de um sentimento por alguém que de repente, não mereça isso.
Sei que passei do ponto dessa vez, me deixei levar mais que devia, me expus, amei verdadeiramente, sem racionalidade e senti a dor da realidade, a dor do “perdeu gatinha”, a “fila andou” e você ficou no vácuo...Detesto isso, detesto me sentir assim...Detesto ser ignorada! Detesto perder! E não vai ser desta vez que o destino vai me ludibriar metendo um sujeito na frente dos meus olhos para eu me atrair por ele, e depois tirar! Eu me recuso a perder, me recuso a morrer na praia, me recuso a ser o “camarão que dormiu e a onda levou...” .Eu vou lutar por você, vou infernizar a tua vida de todas as maneiras possíveis e imagináveis e você vai ser meu, custe o que custar, demore o tempo que for, aprenda, neném, eu não entro numa luta pra perder e nem pra ser chutada pra escanteio, pra mim, “caiu na área é pênalti, e esse tipo de pênalti no meu pé; é gol, porque eu sou muito boa nisso; em tirar aquele que eu quero, de quem tá no meu caminho! Pra mim, não tem essa de sair perdendo, eu posso largar na ultima fila, mas, pode ter certeza que cruzo a linha de chegada em primeiro lugar! Eu tenho anos de estrada...
Sim, moça, isso é uma ameaça e dessa vez, quem perde é você!
E quanto a você, rapaz, eu vou continuar te amando, te desejando, te querendo até você ser meu. Depois a gente vê o que vira, se eu provar e for tudo isso mesmo, você fica, caso contrário, se for propaganda enganosa, está liberado. Simples assim! Homens iguais a você, eu já tive muitos e não vai ser você quem vai me derrubar, apesar de eu ter feito a burrice de me apaixonar por você!
Ich liebe dich für immer...

“Meu mundo você é quem faz
Música, letra e dança
Tudo em você é fullgás
Tudo você é quem lança
Lança mais e mais
Só vou te contar um segredo
Nada de mal nos alcança
Pois tendo você meu brinquedo
Nada machuca, nem cansa
Então venha me dizer o que será
Da minha vida sem você
Noites de frio, dia não há
E um mundo estranho pra me segurar
Então onde quer que você vá
É lá, que eu vou estar
Amor esperto, tão bom te amar
E tudo de lindo que eu faço
Vem com você, vem feliz
Você me abre seus braços...”


PS: Isso é um desabafo. Realidade pura e qualquer semelhança com a ficção será mera coincidência...Think about...Think about...

Escutando: Fullgas

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...