~suiciddal

suiciddal
Nome:
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 12 de Agosto
Idade: 15
Cadastro:

DM


Postado



Nome: Valentina Francischetti

Idade: 18 anos, nasceu a 17 de setembro

Aparência: Emma Roberts

Personalidade:É imaginativa, a realidade interior ou irrealidade predomina nela. É inovadora, original, tenta ser o mais única possível. Pratica, voltada para resultados, avaliando consequências. Avalia o impacto e o objetivo das palavras. Fala de um modo objetivo, duro e realista, utiliza opiniões fortes. Ela é a rainha do sarcasmo e ironia. Raramente as suas falas não contém um dos dois. Ela é fria e indiferente. Dificilmente se consegue afetar o seu coração se ela ainda tiver um. Mas o seu antigo lado doce e bonzinho ainda vive nela apenas ela já entendeu que a bondade neste mundo é apenas um jogo do destino que espera o momento certo para nos mandar a baixo não acredita que ser meiga vai lhe ajudar na vida, acha que vai lhe piorar, vai te deixar mais fraca e mais frágil. Ela não gosta de brigas, fica no seu canto pensando que o desperdício de tempo utilizado para infantilidades como brigas, mas caso a briga já esteja demorada a chegar ao final ela intervém com a violência ou com palavras intimidades e duras que deixariam qualquer um fraco. Mesmo sendo fria não significa que seja inocente ou algo do tipo. Ela é bastante sexy e sabe como provocar tendo isso a seu favor. É muito safada e umas das únicas vezes que ela sorri é recebendo um pedido para transar. Ela não é ingénua e não consegue confiar em ninguém. Adora joguinhos de sedução e de iludir os pobres garotos indefesos, seu rosto já expressa safadezas e seu sorriso é um pecado. Ela é bem sincera e sua sinceridade é dura e bem amarga, não liga se vai ou não machucar, fala o que pensa e não liga o que os outros iram pensar. Ela detesta ser o centro de atenções, prefere ficar no seu canto calada observando tudo e todos. É impaciente e tenta sempre ficar calma em situações que envolvem paciência. É um verdadeiro génio. É muito inteligente, sempre planeia planos simples, eficazes e sem erros. Sabe exatamente quando a pessoa fala a verdade ou está mentindo. É uma ótima observadora e em minutos consegue entender os pontos fracos e fortes do inimigo. Não tem medo de ninguém, mesmo que esteja intimidada por alguém nunca iria demonstrar. Ela não fala nada sobre o seu passado a ninguém sendo um poço de mistério. Ela é séria e leva as coisas seriamente. Sua memória é bem expansiva, ela se lembra de pessoas que só viu uma vez e nem se quer conversou com ela, se passa na rua e der uma boa olhada de uns 5 segundos ela vai saber que é aquela pessoa se a ver em outro lugar. Ela vingativa e nunca se esquece de quem a prejudica.

História: Jackson Miles iria se casar com Hannah Pieth, porém três semanas antes de seu casamento conheceu Judith Francischetti , a garota que havia fugido de casa após uma briga feia com sua irmã, eles se conheceram em um bar, conversaram até altas horas e depois foram embora, no dia do casamento, o noivo não compareceu, havia fugido com a garota do bar, eles se mudaram para Brooklyn, Nova Iorque. No dia 16 de maio de 2000, nasceu Valentina, nome em homenagem a mãe de Jack que havia morrido. Quando a menina fez três anos, logo em seu aniversário, ela havia saído para comemorar com os pais, porém recebeu a grave noticia que seu pai estava em coma, até seus cinco anos, Valentina viveu apenas com a mãe e sempre sentiu falta de seu pai, passava pelo quarto de seus pais todas as noites e via a sua mãe a chorar espiando atrás da porta. Um dia antes de completar 6 anos, seu pai havia acordado, porém não se lembrava que tinha uma filha e achava que havia se casado com Hannah, então ele pediu divórcio de Judy e voltou para a França. Após isso, a mãe começou a entrar em estado de depressão e a menina não tinha mais com quem ficar, acabou indo para um lar adotivo por três meses até seu pai pedir sua guarda, ele havia recuperado a memória, quando tudo parecia ir bem, já que estava com seu pai, sua mãe sumiu e seu pai se casou com Hannah, apesar de tudo, Hannah cuidava de Mia como se fosse sua filha e a mesma sempre demonstrou afeto por ela. Com 10 anos, Hannah e se pai foram comemorar 4 anos de casado e foram viajar, deixando Valentina com a mãe de Hannah, que sentia nojo da garota, ela foi maltratada por longas duas semanas e quando seus pais voltaram, ela nunca mais voltou lá, logo depois, Hannah descobriu estar grávida. Com 12 anos e dois irmãos, ela estava olhando uma foto de sua família que havia guardada e outra de sua mãe, quando achou uma foto perdida e com ela havia uma carta e ela não se lembra muito bem o que estava escrito, só dizia que Judy tinha um segredo e que Valentina precisava a encontrar o mais rápido possível. Ela pediu a seu pai para fazer um pequeno passeio e sem ele saber da carta, permitiu. Ao se reencontrar com a mãe a mesma revelou-lhe o que realmente era. Uma vampira. Para proteção de Valentina, judy decidiu a transformar numa vampira também para caso que alguém viesse com a intenção de magoar ou ate mesmo matar Valentina, ela conseguisse ter vantagem com os poderes vampíricos. Apos a transformação da filha, Judy encarregou-se de ensinar à filha tudo o que sabia sobre vampiros, outras criaturas mágicas e os seus poderes. Com esse treinamento Valentina foi ensinada a ser cruel e fria.

Qual ser escolhido? Vampira

Quer ter par? Sim por favor

Opção sexual? Heterossexual

Algo mais? Nada





Nome: Abigail Wright

Idade: 17 anos, nasceu a 19 de agosto

Aparência:
Lucy Hale

Personalidade: É uma garota que está sempre com um sorriso no rosto e pensando coisas positivas, não que ela esteja assim o tempo todo, mas é realmente difícil tirar a garota do sério. Ela sempre está tomando iniciativa, está sempre se sentindo responsável por outras pessoas o que prejudica bastante, ela é bastante animada e energética, apesar de parecer uma patricinha no começo, ela é bastante intelectual e está longe de ligar para moda, é muito perfeccionista e está sempre deixando as coisas do jeito que quer e não que deveria ser. É muito aberta com as pessoas e não é de ficar fazendo mistérios, ama desafiar, mas odeia ser desafiada. Ela é ousada e bastante corajosa, ela faz muitas coisas por impulso e sem pensar, mas está sempre de cabeça erguida. Não espere paciência da ruiva, se as coisas não ocorrerem como planeado, ela pode ficar mal-humorada e exigente, ás vezes pode ser um pouco arrogante e dominadora. Ela não gosta de violência e odeia qualquer tipo de confronto agressivo, adora olhar as estrelas e nunca consegue se concentrar em algo que não seja isso.Quando está no tédio, faz de tudo para se animar, odeia ficar parada e está sempre fazendo algo, apesar de não ser patricinha e mimada, gosta bastante de comprar e ela AMA comer e comer besteiras, além de ficar se sentindo gorda depois e vive na academia. Inicialmente não se desgasta com palavras, geralmente mantem-se calada, observando o que acontece ao seu redor, para só depois falar algo, geralmente fala a verdade de uma forma bruta, de forma que geralmente magoa a pessoa em questão, mas logo se desculpa repetidamente arrependida. É difícil decifrar o que ela fará logo em seguida, sendo imprevisível, única a cada momento. Apega-se as pessoas, procurando segurança e força nelas, vendo que nunca sentiu que houvesse um lar para ela. As lembranças são uma das poucas coisas que a mantem forte, mas que também a destroem. As vezes ela pensa que deveria esquecer, as vezes que esquecer a faria ela não ser mais ela mesma, as vezes, que de fato é impossível esquecer.Teimosa, não importa o que você diga, quando ela mete uma coisa em sua cabeça, com certeza ira faze-la, tendo muitos problemas por causa disso. Não gosta de relacionamento “sem cor” como ela diz, gosta do sabor intenso das coisas, sempre em exagero, muitas vezes sendo condenada por viver uma vida hedonista. Bastante artística, a morena tem pensamentos direcionados para artes, como da dança e atuação. Por mais que a garota as vezes aparente ser frágil como vidro acredite ela não é uma donzela em perigo. Entra de cabeça no que acredita, e tem uma opiniões difíceis de serem mudadas. Odeia demonstrar fraqueza, chorar na frente de desconhecidos, e na maioria das vezes até na frente de quem ama, odeia mostrar suas fraquezas, e quando as demonstra caso a pessoa faça uma piadinha inapropriada com tal, a mesma fecha-se totalmente quanto a aquilo novamente. Quando ama alguém ela dedica-se a apoiar a pessoa, mas não é ciumenta ou grudenta, além de tentar fazer com que a pessoa não se preocupe com ela.

História: Nasceu e cresceu em Londres,numa quinta dos avós. Já que seus pais haviam morrido em um assalto quando Abby tinha apenas um mês. Um lugar calmo e tranquilo, cercado por verde e mato em todo lugar. Ela amava onde vivia desde pequena, porque, se divertia ajudando os avós com os animais e todas as outras preocupações, e também porque era o lugar mais calmo do mundo. Ela ia a cidade para estudar, e todos “coleguinhas” a constrangiam por morar em um lugar tão isolado. Ela tentava não ligar e rir junto deles, sempre tentou ser uma neta boa tendo as melhores notas possíveis e ajudando os avós em tudo. Aos 14 anos via a família com cada vez mais dividas que dificilmente conseguiriam pagar, com isso ela começou a trabalhar tentando os ajudar de algum modo. Infelizmente ao completar seus 16 a situação não melhorou. A avó acabou falecendo e o seu avô alem de desolado não tinha praticamente forma de sustentar a quinta. Abby não permite que seu avô desista do seu lar onde criou todas as memorias. Para terminar os estudos com as melhores notas Abby decide mudar-se provisoriamente para a casa de uns tios seus num lugar mais longe. Pretende conseguir os melhores resultados para conseguir um emprego excelente e assim ajudar o seu avô. Na casa dos seus tios, acabou descobrindo que seu pai era um anjo e que eventualmente o seus poderes de anjo iriam aparecer.

Qual ser escolhido? Anjo

Quer ter par? Simmm

Opção sexual? Heterossexual

Algo mais? Nadea




Nome: Ângela Thompson

Idade:

Aparência: Kaya Scodelario

Personalidade:Ela é muito intensa, sente tudo de uma forma extremamente avassaladora. Sua intensidade faz com que as relações amorosas que ela possa ter sejam mágicas, profundas e até trágicas. Se há uma coisa que não existe com ela é o meio termo, com ele é amor ou ódio, sim ou não, calmaria ou tempestade. Ela despreza pessoas grosseiras e vulgares.Pode até ser irónica, mas em nenhum momento ela é grosseira, mal educada, vulgar, barraqueira ou do tipo que grita e faz cena. Ela é muito observadora, pode até parecer que ela está fora de ação, mas na verdade ela está observando tudo com seu olhar crítico. É muito atrevida e petulante, ela sempre fala e faz o que quer sem dar a mínima para as consequências. Não é nem um pouco medrosa, nunca deixa que ninguém lhe passe medo. Sempre age de forma segura, não tem o ego inflado, apenas confia em suas escolhas. Nunca foge de um bom desafio ou competição, ela adora sentir a emoção de ganhar um desafio. Sempre faz as coisas que quer, ela costuma falar que não podemos ficar parados só observando a vida passar.A garota gosta fazer comentários sarcásticos com uma leve pitada de crueldade. Ela ama fazer piadas inapropriadas em momentos delicados. É imatura, mas não infantil. Desconfiada por natureza, ela sempre tem um plano A, B, C…Quando ela se encontra em um local sempre vê as possíveis rotas de fuga e as ameaças que pode enfrentar. Por não confiar muito nas pessoas, não é do tipo que cria laços. É muito cabeça dura, quando ela tem algo em mente não há ninguém que a faça mudar de ideia. Ela é muito determinada, quando ela realmente quer algo não tem medo de ir a luta e fazer acontecer, mas também sabe o que vale a pena e o que não vale a pena para que não acabe perdendo o controle. Por nunca desistir do quer, as vezes ela acaba se machucando por insistir de mais. É extremamente ciumenta. Como dito anteriormente, ela não costuma criar laços, então quando isso acontece se mostra muito dependente da pessoa que conquistou sua confiança. Esse é seu grande problema, ela é ciumenta, compulsiva e obsessiva. Muito leal,seria capaz de fazer qualquer coisa para ajudar alguém que gosta. Quando toda a barreira de desconfiança é quebrada e sua lealdade é ganhada, ela se mostra uma boa amiga, com quem sempre se pode contar. Ela nunca aceita devidamente algo sem questionar antes, busca sempre obter mais informações e pesquisar ainda mais.É uma pessoa que pode suspeitar de tudo, do tipo que só acredita vendo, isso e uma vantagem, pois não é fácil manipula-la.Para ela, drama nem em cinema. Não é algo como se ela fosse fria, não ficasse triste e tal, ela simplesmente prefere agir do que ficar se lamentando, enquanto varias coisas ocorrem pelo mundo. Ela consegue ser bem alegre,quando quer, e não tem problemas de comunicação. Adora se aventurar e descobrir coisas novas. É sempre a primeira a se dispor em missões perigosas. Busca sempre romper seus próprios limites, para ela, nunca existe ponto final. Busca sempre não se rebaixar na frente de outras pessoas, não gosta de se sentir inferior nem de deixar outra pessoa inferior. Consegue manter seus sentimentos parciais.

História: O pai abandonou a própria filha e a mãe ao nascer. A mãe tão ou mais ingénua que a filha na altura fez de tudo para o encontrar. Seis anos depois conseguiu encontrar o homem que a deixou um dia. Estava casado e com filhos mas mesmo assim a mulher manteve a esperança. O suposto pai de angel a humilhou tanto a ela como a sua mãe. Mencionando diversas vezes que a garota seria tão inútil como a mãe lhe foi. Angel nunca gostou do pai desde o inicio. Mas agora queria mesmo matá lo. Mais uma vez machucou a sua mãe. Com esse sentimento sádico de ver o pai sofrer aprendeu a ser igual a sua mãe gentil e amável. Dois meses depois angel e sua mãe viviam relativamente e longe daquele monstro. O azar gosta de bater à porta. Angel ao voltar de mais um dia esgotante de aulas encontra sua mãe enforcada no quarto. Abaixo dos pés que estavam no ar estava escrito “Avisei para nunca mais se aproximar”. Obviamente havia sido seu pai a cometer tal crueldade. Angel foi “adotada” pela sua vizinha rude e violenta. A mulher a obrigava a trabalhar antes e depois das aulas. Se ela comesse, falasse, ou fizesse algo sem a autorização da mulher levava logo. Ela tentava fugir mas sempre era apanhada e as consequências eram imensamente dolorosas. Angel muitas vezes pensou em matar a mulher. Ela tinha varias oportunidades e seria fácil a matar. Mas sempre se lembrava que havia prometido à mãe na sua morte que ela não seria um monstro, uma assassina como seu pai. Ela já sabia de sua descendência como fada e matinha isso em segredo. Esperou a chance de fugir para a casa de um parente mágico e assim que a teve aproveitou-a. Foi para a casa da avó debilitada mas que a amava incondicionalmente. A mesma era uma antiga fada e fez os possíveis para ensinar à neta o que sabia.

Qual ser escolhido? Fada

Quer ter par? Podem decidir vocês

Opção sexual? Bissexual

Algo mais? Nads


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...