~tayfofanms

tayfofanms
Metralhadora de corações
Nome: Taynã Silva
Status: Usuário Veterano
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 26 de Setembro
Idade: 22
Cadastro:

Frases & Parágrafos - 7 coisas que fazem desistir da leitura


Postado

Frases & Parágrafos - 7 coisas que fazem desistir da leitura

Muita gente perde leitores repentinamente, mesmo aqueles que acompanhavam a história durante muito tempo. Saber porque isso acontece pode trazer de volta seus leitores, ou conquistar novos, contanto que saiba melhorar cada um desses pontos.

1 – Erros de português: Pontuação, digitação, acentuação, internetês ou qualquer outro erro de escrita é tão comum quanto se pensa. Muita gente deixa de ler histórias assim porque não consegue simplesmente deixá-los de lado, fora que alguns são tão ridículos que nos desviam do foco ou nos fazem entender a história da forma errada.

Isso pode acontecer por vários fatores: pressa para postar, deixando de lado a revisão própria (a do autor) e/ou a de terceiro(s) (como a de um beta, se houver); além de falta de atenção mesmo durante/após a revisão; ou porque o autor realmente não sabe onde está o erro.

DICA: Revisão é sempre uma boa pedida e vale lembrar que deve ser feita com cuidado, sem desviar a tenção para coisas que podem ser deixadas para mais tarde. Está com pressa? Capítulo atrasado? Não encontrou um beta reader? Não importa! Revisão é sempre importante e seus leitores vão gostar mais se sua história for bem escrita, vai valer a pena esperar. Betas é o que não falta, tanto aqui no Social quanto fora dele, então não há desculpas, certo?


2 – Atraso nas postagens: Não sei vocês, mas eu não curto muito esperar por capítulos que, talvez, nunca serão postados. Entendo que isso acontece com muitos escritores de fanfics, muitas vezes por culpa do que costumamos chamar de “bloqueio criativo”. Sei que algumas vezes não temos tempo, seja por causa do trabalho, época de provas ou vida pessoal, mas algumas pessoas não entendem ou não têm paciência para esperar.

Eu, por exemplo, comecei a deixar guardadas nos favoritos essas histórias que demoram a ser atualizadas. Deixo que seus autores atualizem várias vezes, deixando acumular alguns capítulos. Isso faz com que eu não deixe de ler ao perder o interesse e que os autores não percam uma leitora (no caso, eu).

DICA: Já porque muita gente não faz isso, que tal deixar claro o que está acontecendo, o motivo pelo qual as atualizações estão atrasadas? Isso pode dar trabalho, mas avisar os leitores um por um através de mensagens pode ser uma boa pedida. Se preferir, escreva um jornal e anexe seu link nas notas finais do último capítulo postado. Quem quiser ler procurará por capítulos novos e encontrará seu aviso.

Uma boa ideia, para quem está começando a postar ou voltando de hiatos, é acumular capítulos prontos. Se você é daqueles que demoram para atualizar – seja lá por qual motivo –, escreva alguns capítulos, revise-os e volte a postá-los. Lembre-se de postar com certo intervalo de tempo entre eles, como um capítulo por semana, por exemplo.

Se tiver tempo, paciência ou souber onde encontrar ajuda, após conseguir acumular alguns capítulos, prepare pequenos banners para promover sua história. Se estiver começando a postar uma história nova (estreia), tente fazer um CSS “promocional”, especial da sua história. Essas coisas dão trabalho, eu sei, mas caso não tenha tempo, paciência ou não saiba fazer, há blogs que auxiliam autores de fanfics nessas coisas. É só seguir as regras e terá seu pedido feito.


3 – Enredo clichê: Sabe, eu tenho mania de dizer que detesto com todas as forças o clichê, mas tenho que confessar que aprovo a originalidade que, pra mim, nada mais é do que unir algo já feito antes com algo inimaginável que, talvez, não faça sentido junta-los. Em outras palavras, é como tornar o cliché algo nunca visto. Difícil? Com certeza. Mas é assim que se reconhece boa parte dos bons escritores.

DICA: Os leitores querem coisas que nunca viram antes, não aquelas coisas que todo mundo faz. Aqueles que costumam ler com frequência já acostumaram com a mesma linha de raciocínio das histórias de hoje em dia e estão à procura de algo que fuja da rotina, que seja interessante e os tirem da “zona de conforto”. Em outras palavras, quem lê histórias de ficção procura uma experiência emocional, então provoque-as em quem lê suas histórias; porque quando o leitor ficar indiferente ao que está lendo, perde o interesse e para de ler.

Histórias tipo “garota-nerd-se-apaixona-pelo-popular-da-escola” já estão mais que passadas, então por que não torna-las algo que valha a pena ler que, mesmo sendo clichê, ainda pode encantar como as histórias de teor pouco explorado?

A mistura de gêneros também pode ser útil, contando que não extrapole. Lembre-se do que cada gênero representa e aborda, insira-os na história, mas de forma consciente, fazendo sentido.


4 – Sinopses mal feitas: Já que estamos comentando coisas que nos fazem perder leitores, por que não comentar sobre aquelas que nos fazem nem começar a ler? Seja numa divulgação ou numa procura por fanfics para ler, a sinopse é importante porque caracteriza sua história, mostra o que o leitor pode encontrar.

Não estou abordando só a parte estrutural da sinopse, mas o bom português, o “começo, meio e fim” sem dar spoilers. A apresentação do que há na história de forma consciente, deixando claro o que poderá ser encontrado.

DICA: Jornais Sinopse (Parte 1) e Sinopse (Parte 2)


5 – Falta de foco: Essa pode ser a primeira vez que abordo isso aqui, mas tenho certeza que não será a última. Você já encontrou aquela história que simplesmente não tem um enredo? É como se você estivesse lendo algo que não tem o começo, meio e fim, simplesmente acontecem coisas que nada contribuem para o enredo em si e fica por isso mesmo.

Às vezes pode acontecer quando o autor não organiza as ideias de forma adequada ou não tem em mente um objetivo a ser atingido com a história. Pode acontecer por não haver um real “problema” a ser enfrentado/resolvido.

DICA: Planeje suas histórias. Anotar demais pode doer um pouco, mas não vai fazer cair a mão. Separe um documento no Word, qualquer editor de texto de sua preferência ou papel e caneta para organizar as ideias. Anote tudo o que lembrar referente a sua história, mesmo que não pretenda usar todas as ideias – você pode decidir usá-las mais tarde. Tente organizar todos os acontecimentos previstos em ordem cronológica, mesmo que sejam apenas os mais importantes. Ressalte bem qual é o problema a ser resolvido e/ou o vilão a ser vencido. Não poupe palavras. Imaginou personagens, lugares, profecias, nomes? Ótimo, anote tudo. Depois de organizar ficará mais fácil de escrever e lembre-se de ter sempre em mente o objetivo da história: o final previsto.


6 – Uso abusivo de linguagem rebuscada: Escrever usando esse tipo de linguagem não é para qualquer um, mas não é porque você sabe que deve usa-la em todo tipo de história. Muitos leitores (principalmente de fanfics) tendem a não gostar ou não entender claramente as passagens da história quando este estilo é usado, por isso deve-se tomar cuidado levando em conta o público alvo, o tipo de história que está sendo escrita e o tipo de personagem que narra a história, por exemplo.

DICA: Levar tudo isso em conta pode ser difícil, mas uma vez que se entende onde e quando se deve usar esse tipo de linguagem, tudo muda. O importante é evitar que os leitores se percam na leitura, fazer com que eles consigam entender.

Se essa for a forma de um de seus personagens se comunicar em todas ou na maior parte das situações e ele for o narrador da história, tudo bem. Mas tente usar palavras não tão rebuscadas ou criar um pequeno vocabulário ao fim da história, nas notas finais.


7 – Descrição ruim: Aviso logo que comentarei melhor sobre isso mais tarde, mas quero abordar o tema desde já. Imagine que você está lendo uma história de ação. A descrição é de suma importância para entender as ações dos personagens, não é mesmo? Num enredo policial, por exemplo, durante uma perseguição ou uma troca de tiros, detalhar os fatos, informar o que está acontecendo pode ser difícil quando as coisas são narradas em primeira pessoa, uma vez que isso limita o autor apenas à visão daquele personagem – a menos que se use o esquema de POV, mas aí é outra coisa.

DICA: Descrever de onde saiu e onde foi parar aquela bala é mais do que importante. Informar por que aquele carro desviou o caminho, como capotou, a reação de quem estava dentro também é, certo?

Descrever detalhes é importante, mesmo quando a fanfic não tem nada a ver com ação, mas descrever demais também prejudica o texto. É como se o leitor sentisse que o autor “fala, fala, mas não diz nada”. Traduzindo, é o mesmo que descrever tudo, menos o que é importante de ser descrito naquela cena.

Também vale lembrar que descrever de menos não adianta muita coisa. Lembre-se que o objetivo é se fazer entender e, mesmo que seja descrito de onde a bala saiu e onde ela parou, deixar de retratar o cenário, as expressões e ações dos personagens também ajuda a compor a cena.


Espero que tenham gostado dessa dica. Você deixa de ler uma história por algum outro motivo? Conte-nos, adoraríamos saber!
Sem mais, até a próxima!


Dúvidas e/ou pedidos de dicas?
Mensagem privada | Ask.fm | [email protected]

Escutando: Foxes - Body Talk

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...