~Nikiforov-

Nikiforov-
Nome: Teddy
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha - Scarlett


Postado

[̲̅и̲̅α̲̅V̲̅I̲̅σ̲̅ ̲̅ρ̲̅I̲̅я̲̅α̲̅т̲̅α̲̅:̲̅ ̲̅α̲̅ ̲̅q̲̅υ̲̅є̲̅d̲̅α̲̅ ̲̅d̲̅σ̲̅ ̲̅c̲̅α̲̅ρ̲̅i̲̅т̲̅ã̲̅σ̲̅ ̲̅]

Introdução — Ah, Scarlett. Jovem de personalidade inexplicável. Criada diante todo o luxo e riqueza e a opressão da família conforme o seu gênero, ninguém nunca soube de onde veio o extinto feroz e a paixão ardente de Scarlett em se tornar uma aventureira, talvez um sonho adolescente tirada de algum livro ou simplesmente o desejo de ser livre depois de cansada as tais submissões tão desagradáveis e as torturas tão dolorosas.
Uma pobre alma traumatizada pela cultura medieval que em uma maneira de proteção a transformou em algo tão violento



• Nome
Scarlett Josephine Greymore
Scarlett é a versão em inglês da palavra de origem germânica “escarlate” que significa vermelho encarnado, forte, vivo e cintilante. E vermelho é uma cor que tem poder! Quem leva o nome de Scarlett de quebra carrega o brilho dessa cor, seja na ficção ou na realidade. Seu segundo nome é Josephine, que significada ''Mulher que acrescenta algo''.
Em uma das poucas coisas oferecidas por sua família Scarlett é grata pelo nome, para ela, esbanja poder e sabedoria.

• Apelido
Scarlett sequer possui algum apelido pelo nome ou quaisquer outro caractere. Uma mera curiosidade é quando precisa realizar um trabalho onde não aceitam homens, sendo assim ela se apresenta como ''Scar Greymore'', que pode ser considerado um apelido já que é uma abreviação de seu nome. Famosa pelos trabalhos que oferece é conhecida como ''A Donzela do Sorriso Enigmático'' já que sempre esbanja um sorriso irritante e debochado sobre seus adversários, ao mesmo tempo que o torna indecifrável e sem algum significado.

• Idade
A Mulher já é uma adulta de Vinte e Dois anos de idade (22). Nasceu no dia 03 de Janeiro.

• Nacionalidade
Dupla Nacionalidade. Scarlett nasceu na França, Paris, onde cresceu maior parte de sua vida até o ''escândalo''. Atualmente ela viaja ao redor da Europa trabalhando como Informante.

• Orientação sexual
Bissexual.
Na verdade, nunca se apaixonou. Mas foi para cama com mulheres e homens para conseguir Informações e lucrar dinheiro.

• Status
Pirata ( )
Braço direito do capitão Joseph Scowling ( )
Soldado da corte Francesa ( )
Príncipe/Princesa ( )
Outros (X)
Scarlett exerce duas profissões, Informante e Caçadora.
Em troca de algumas moedas de ouro facilmente ela pode investigar a vida de um indivíduo descobrindo os mais sujos segredos no fundo de uma gaveta seja em registros ou através de sua própria personalidade manipuladora fazendo o mesmo contar-lhe.
Seu segundo trabalho é a Caça, animais que perturbam os vilarejos cuja Soldados não podem derrotar ou Assassinos e Bandidos. As duas profissões ajudam a outra.

• Aparência




Em épocas como essas, não é vista com bons olhos pelas madames nobres e vaidosas, mas para os homens, ah, Scarlett é um raio de sol. Uma mulher jovem e bonita, cuja a aparência esbanja sensualidade e independência, grande porte tanto para a classe mais miserável como os da classe mais rica. A Natureza não poderia ter oferecido mais gentileza para a garota.

Sua aparência se inicia pela pele extremamente pálida, tanto como a neve, devido ao pouco contato com o sol ou o verão já que em períodos matinais a mesma evita o seu trabalho. Deixando assim as maçãs do rosto cada vez mais rosadas assim como os lábios deliciosamente vermelha e perfeitamente atrativos.
Os cabelos cor chocolate que tem ficado cada vez mais claros, lisos, as madeixas envolvidas em uma longa trança com algumas mechas para a frente do rosto ao passar do tempo ao retoque do penteado. Só opta por soltá-los quando se entrega ao sono, casualmente eles sempre estarão presos na trança firme.
Suas partes mais atrativas? Com certeza os olhos, a voz e o sorriso.
O Sorriso de Scarlett tem de ser considerado um enigma, casualmente quando encontra algum velho sábio ou uma cigana pela rua e esbanja um sorriso é imediatamente dito que é de alguém que está destinado a se aventurar em algo. A Donzela não acredita nisso, mas considera esse sorriso sua maior característica a ponto de formar a sua alcunha. Se tem uma coisa que não falta em Scarlett durante uma luta ou um debate ofensivo é o seu sorriso, seja de deboche ou alegria.
Teus olhos rubros. Olhos escuros cuja a íris é de cor castanha. Vários tipos de olhares diariamente, porém dizem que Scarlett é dona de um olhar selvagem, desafiador, como os de um gato. Mesmo sendo de uma cor tão comum, os olhos não deixam de ser belos.
Sua voz é grave e ocasionalmente feminina, é elegante e vistosa. Um hábito nobre que a mesma nunca conseguira abandonar é o costume de sempre usar sinônimos para substituir e palavras, sente desprazer em repeti-las mais de três vezes em uma só frase. Scarlett possui diálogos intensos e frases efetivas, suas palavras são como rosas.
Para uma mulher – ainda mais nessa época – a moça possui um corpo fora do padrão. A Cintura ligeiramente fina, mas nem tanto, o corpo é mais trabalhado em músculos nos braços e nas costas e na região das coxas duras; seu torso bem moldado. Porém ainda tem algumas cicatrizes na parte traseira e interna de sua coxa, sendo que continuam nas costas e no ombro. Além da marca de queimadura com um símbolo de um lobona região peitoral.

• Photoplayer
Gemma Arterton; mais especificamente no papel de Gretel (Maria) no filme Gretel And Hansel Witch Hunters (João e Maria Caçadores de Bruxas)


• História
Scarlett nasceu numa noite chuvosa na França, na cidade de Paris, curiosamente, foi a única criança da cidade a nascer aquele dia. A Filha mais velha da Casa Greymore, mas não a primogênita.
A Casa Greymore era uma das mais ricas e importantes no Período Francês em quesito de seu comércio com o Oriente, sendo que seus descendentes nascem com o cabelo e olhos claros, porém, Scarlett veio a nascer com o cabelo e olhos escuros, isso era prova de que estava destinada a algo desde que era um bebê.

Embora os esforços de sua mãe Dorys, a filha nunca portou-se como tal dama. Gostava das comidas, dos vestidos mais confortáveis e odiava espartilhos ou perder tempo com a vaidade de se maquiar.
As tantas vezes que Scarlett cometeu uma rebeldia não foram poucas, um jantar importante com a família cuja o sucessor era seu noivo a mesma desapareceu e voltou imunda pela lama de uma caminhada pela floresta. Ou a vez que doou todas as suas roupas chiques afim de não usá-los mais e dentre outras.
E suas punições eram severas, quando descoberta, Scarlett tinha seu corpo banhado por uma água fervente que lhe deixava com marcas na pele, passava a noite no celeiro ou no canil onde era atacada por animais e mordidas por bichos, ser amarrada ou trancada a um certo ambiente alimentada apenas a pão e água, além de inúmeras torturas psicológicas.
Mas a pior delas – a qual Scarlett não se arrepende – foi ter fugido de seu casamento quando tinha por volta de Quatorze anos. Obviamente foi pega pela família e severamente punida, marcada com o Brasão Quente de um lobo no peito formando uma cicatriz feita por sua própria mãe
“É isso o que você é! Um animal selvagem que por nada pode ser domesticado, e isto fará que você se lembre para sempre Scarlett Josephine!”
E marcou-lhe o peito com o brasão quente, o grito de dor da garota foi uma imploração por socorro, mas, isso não foi o pior de tudo; as palavras que ouvira da própria mulher que lhe deu a vida, e depois de ouvir tais provérbios, Scarlett Josephine desejou nunca ter nascido, entristeceu-se, isolou-se.
Depois deste conflito a Ovelha Negra da Família foi enviada para um convento com o objetivo de se tornar um freira.
“Se não consegue ser uma dama, pelo menos tenha alguma utilidade e vá servir a Deus!”
Outras das palavras de suas cruel mãe, mas já não ligava, já era vazia. Mas dua rebeldia insistiu em segui-la. Disfarçou-se como uma camponesa colocando a empregada mais parecida consigo em vestidos nobres e maquiagem para ocupar seu lugar durante ao percurso ao convento.
Cedo ou tarde descobririam sua fuga, e nesse meio tempo a garota dirigiu-se para o Palácio a qual implorou ao rei que a fizesse uma mulher livre, contando tudo sobre o que os Greymore haviam feito passar. O Rei, inicialmente, não permitiu, mas sua filha mimada admirada com a história da mulher mais velha insistiu ao pai que atendesse o pedido da moça, atendendo os desejos da menina, a família Greymore foi obrigada a deixar Scarlett ir aonde bem quisesse sob Ordem da Corte Real.

Atualmente – Oito anos depois – Scarlett carrega consigo o ódio da família Greymore e não se importa de usar o sobrenome, com a intenção de envergonha-los ainda mais com o trabalho sujo.

• Personalidade
Como uma filha rebelde dos nobres, Scarlett sempre tentava escapar. Ela era conhecida como ‘‘criança problemática’’ em sua casa ou a ‘‘Ovelha Negra’’ da família. Suas principais características, claramente, é a sua teimosia e sua rebeldia. Nunca aceita um ''não'' como resposta e odeiem que duvidem de suas capacidades, sendo claramente um Iceberg de mistérios, sempre tendo algum talento a mais para demonstrar e surpresas para entreter.
Em relação ao seu trabalho considerado sujo, procura ao máximo terminar o trabalho rápido e limpo, mas quando se trata de alguém que estuprou ou matou crianças ela demonstra um lado violento. É dito que violência corre no sangue dos Valyrion. Além disso, Scarlett gosta de usar uma linguagem sarcástica e trocista tanto com seus inimigos quanto com seus amigos.
Ela também é muito impaciente, não gosta de pessoas que não respondem às suas perguntas com rapidez suficiente. Isso, juntamente com sua própria infância trágica, seu sexo oprimido a faz sofrer pelo preconceito de sua profissão, sendo que repetidas vezes o contrato é desfeito pelo simples fato de ser uma mulher. No entanto, ela tem um grande senso de justiça e orgulho pelo que faz e possui um singelo amor próprio.
Scarlett é forte, um pouco assustadora e temida por todos, e mesmo assim ela pode ser muito feminina e gostar de coisas doces, a leitura e o vestidos mais simples e bonitos, mas não trocaria nenhuma dessas coisas pelas suas armas. Guerreira estoica, endurecida, e imensamente leal no processo, paixão ardente pela luta. Tal era a sua dedicação, que todos sabiam que ela estaria disposta a dar sua própria vida por sua causa. O comportamento frio de Scarlett esconde seu próprio passado resultante de sua infância traumática, e os desafios que ela enfrentou por causa do preconceito em relação ao seu sexo.
Contudo, Scarlett ainda se demonstra muito inteligente e manipuladora. Envolvidas com as famílias políticas entre laços de amizades facilmente tem acesso a documentos confidenciais e usa isso para executar um trabalho ou simplesmente chantagens, Scarlett tem plena ciência do quão importante é o status nobre que deve ser guardado diante a sociedade. O fato de que ela é inteligente também contribui para sua noção de que só ela é apta para julgar a humanidade e conduzi-la em um curso de moral adequada. Uma de suas características é a sua atuação, daquela mulher de instinto selvagem, quando necessário, Scarlett mostra uma lado que esbanja cavalheirismo e elegância se tratando de mulheres, sendo para seduzi-las em um trabalho ou não; pois ela ainda recebeu uma educação impecável e aulas de etiqueta e não abandonou esse aprendizado e, por vezes, não tem problemas ao fazê-lo, mas ainda assim gosta de sua personalidade forte.
Scarlett é caracterizada como trabalhadora, talentosa, e um gênio natural, boa em tudo que faz. Facilmente poderia constantemente prever todos os cenários possíveis que poderiam acontecer, e planejar uma solução com antecedência, mesmo nas situações mais improvisadas. Seu único defeito é seu excesso de confiança em si mesmo e em sua crença de que ele nunca está errada. Ele está frustrada com a falta de justiça no mundo. Acreditando que o mundo seja "podre", o principal objetivo da Scarlett é a criação de um novo mundo que está livre de injustiça e preenchido apenas com pessoas honestas e gentis. Suas atitudes são decisivas e é conduzida para alcançar suas ambições, sem vacilar um pouco em suas crenças . Apesar de manchar suas mãos com o sangue das pessoas que ela matou, esta ação extrema pode-se dizer, como resultado de sua determinação imóvel.

• Gostos
Os gostos mais significativos de Scarlett são as armas; bestas, pistolas, facas mas a sua preferida com certeza é a espada e sua arte. Scarlett adora jogar jogos de azar e trapaça, sendo que seus preferidos são Poker e Dados, e se diverte perdendo ou ganhando, dinheiro nunca é problema para ela. Quando a Mansão dos Valyrion ainda era seu lar, Scarlett chegou a roubar bebidas do Pai e Irmão diversas vezes e consequentemente bebe e tem um estômago e psicologia fortes o suficiente para manter-se tranquila, pode parecer um pouco forçado, mas a garota realmente gosta e apesar de tudo não age como alguém brigão ou grosseiro, muito pelo contrário, ela se mantem firme e com postura, mas o seu sarcasmo tende a aumentar.
Scarlett não abandonou completamente sua feminilidade, diante a hora de dormir ou algum baile de elegância e ainda dias em que não está afim de trabalhar, opta por usar um vestido elegante e até fazer um mínimo sacrifício ao espartilho. Além disso ela ainda come de garfo e faca e sabe bem usar os talheres diferenciadamente e mantém a postura do andar de uma dama, fora a sua paixão por doces.
Ironicamente, Scarlett se sente atraída por mulheres aristocratas e não odeia as tão delicadas e obrigatoriamente fracas moças, pelo contrário, sente até um pouco de pena. Também não odeia quando a julgam pelo sexo, apesar da situação desconfortável, ela tem plena ciência de que a sociedade foi criada com a mulher abaixo do homem e que demorará muito para ser aceita, mas ainda assim ela pretende lutar por essa causa.

• Desgostos
A Coisa que Scarlett certamente mais odeia no mundo é dançar, nunca foi boa nisso, e também o espartilho, a implicância de Scarlett com essa peça de roupa é grande. Ela também não gosta de ficar sem uma arma por perto, se sente desprotegida, vulnerável, sendo que ela sempre dorme com uma faca abaixo do travesseiro. E não é nem necessário falar que Scarlett odeia sua família. Não pela opressão ao sexo, mas as submissões as punições e Scarlett pretende mudar a geração da família Greymore. Outro desgosto é que ela não gosta de perfumes fortes e nem daqueles que de marginais; ladrões, assassinos, estupradores... é diante desse que podemos ver o seu lado mais violento. Ela não gosta de manter o cabelo solto e nem de pessoas muito ignorantes ou grosseiras.

• Trauma
A Cicatriz do brasão quente perfurado na sua pele na região de seu peito junto as palavras de sua mãe. É uma cicatriz ligeiramente grande e em forma quadrada com as vértices arredondadas, ela é rosada e bem visível.
(Imagem ilustrativa)


• Doença(s) ou alergia(s)
Saúde em estado perfeito.

• Mania(s)
Rolar os olhos quando escuta algo estúpido.

• Vício(s)
Bebidas e jogos de azar.

• Habilidade(s)
Scarlett é uma esgrimista habilidosa. É afirmado que ela pode derrotar nobres na esgrima com uma mão amarrada nas costas. Sua habilidade com armas é muito boa, consegue utilizar quaisquer uma e aprender com facilidade. O Improviso também é uma habilidade considerável, em uma situação improvável onde ela pode se encontrar desarmada, Scarlett pode pegar algo grande o suficiente como um galho grande de uma árvore ou um candelabro de prata e até mesmo facas de cozinha. Ela age rápido e é uma estrategista astuta, ela inteligentemente coloca indivíduos em uma situação apertada e é capaz de escapar de situações graves também.

Mas maior arma de Scarlett é o seu misterioso carisma para induzir os outros a se submeterem apenas por estarem próximos a ela. A visão dela e o som de sua voz são o suficiente para dobrar a vontade de qualquer um e os transformar em servos fiéis, prontos para morrerem a seu comando.


• Relação com a tripulação
Pela sua relação ao trabalho com o capitão, Scarlett é gentil e não são poucas as vezes em que é convidada para tomar um copo de Run, os considera grandes amigos, pois lá não há hipocrisia ou preconceito, é, para ela, um momento de diversão. E não só uma relação de trabalho, mas de amigos.

• Relação com o capitão
Scarlett e Joseph se conhecem desde o início que o capitão formou a sua tripulação e a garota saiu de casa. Ambos se ajudaram, Joseph ensinando a Scarlett como usar uma espada e ela fornecendo informações sobre os nobres. Poderia-se dizer que era apenas um contrato entre os dois, uma relação capitalista, mas com o tempo virou uma grande amizade sem segundas intenções e um dos motivos para Scarlett visitar tão constantemente a França e passar tanto tempo por lá é justamente para matar as saudades com o amigo e fornecer novos segredos dos nobres.

• Par
(x) sim, mas eu escolho:
A Ficha estará em construção

• Relação com o mesmo
Numa relação amorosa com Scarlett não haverá ciúmes ou quaisquer tristeza pelo relacionamento homossexual. Beijos em público serão evitados e até mesmo toques ou palavras já que a opinião da sociedade não deve ser ignorada já que isso poderia leva-las a morte, mas os momentos íntimos e solitários do casal serão intensos, cheios de carinho, prazer, beijos lentos e calmos.

• Largaria tudo por amor?
Provavelmente não, Scarlett tem uma paixão pela vida que leva apesar de tudo.

✘ P A L A V R A - C H A V E
O rum é solução para todos os problemas de um pirata.

• Arma
Besta

A Vesta é uma das armas as quais ela mais gosta. É silenciosa, rápida, e reutilizável, podendo matar com o perfuramento ou o veneno na ponta da flecha. A Besta geralmente está coberta por uma capa de couro negra carregada nas costas junto a uma dúzia de flechas de aço e veneno.

Espada

É uma espada de executor muito eficiente, seu aço é cortante como um fio de Nylon apesar de não possui uma ponta a tornando inutilizada em lutas. Também é uma arma silenciosa, mas o cheiro do sangue é vasto. E por ser uma espada de executor, ela já dá um vasto medo a sua vítima.

• Pergunta para os príncipes/princesas e outros personagens: como se sente em relação aos piratas? Abandonaria tudo para se juntar a eles?
Se for a relação a Joseph, sim. Talvez uma nova vida de viagens ao mar não seja tão insuportável, mas tudo seria questão de experimentar algo novo, já que a diferença entre a pirataria e seu trabalho é pouca e não há muita coisa a se perder.

• Algum animal de estimação?
Não.

• Objeto pessoal
Não

• Algo mais?
Nope




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...