~Tekaria

Tekaria
Tectona Grandis
Nome: Letícia
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Caceres, Mato Grosso, Brasil
Aniversário: 10 de Novembro
Idade: 17
Cadastro:

Teoria: O que gerou a guerra dos humanos contra os monstros e o acidente com W.D.Gaster de UnderTale


Postado

Teoria: O que gerou a guerra dos humanos contra os monstros e o acidente com W.D.Gaster de UnderTale

"Esse próximo experimento parece...
Muito...
Muito...
Interessante
...
O que vocês dois acham?"

-Entrada número 17





Olá, aqui é Tekaria, uma especialista em jogos.
Enfim, hoje irei falar sobre uma teoria que criei, juntando as informações sobre a Guerra Dos Humanos e Monstros da história do jogo UnderTale e o que causou-a, sobre a, possivelmente, depressividade e ódio de Sans por humanos e a morte do primeiro cientista real.

[minha teoria se baseia no pensamento de que Sans e Papyrus são filhos do misterioso personagem Wingdings Gaster (Também chamado por W.D.Gaster), então recomendo não ler se não aceita essa teoria, mas se não aceita, e lê mesmo assim, não me julgue sobre tal teoria que formulei.]

Então, vamos começar?

Há muito tempo, duas raças reinavam sobre a terra: Humanos e Monstros.
Um dia, os monstros foram considerados um perigo.
Já que, quando um monstro se envolvia com um humano, tendo um filho\a assim, a criança nasceria como um monstro.
Isso seria considerado algo banal, já que a humanidade poderia ser extinta com isso.
E por ser uma espécie mais poderosa, os humanos iniciaram uma guerra, resolvendo aprisionar os monstros, para que tais nunca mais se envolvessem com os humanos...
Entretanto, haviam as famílias geradas da relação de humanos e monstros, que tiveram de se separar.
E minha teoria a ti agora, ficará mais clara.

Imagine: Militares tirando seus pais e mães de casa, para longe de seus filhos e maridos\esposas por causa da especies\raças. Arrastando crianças hibridas até um centro comum junto de seus pais iguais a si, aprisionando todos os diferentes. Sem que ninguém pode-se discutir, ou seria morto.
Consegue imaginar?

Enfim, agora imagine que, a mãe de Sans e Papyrus estivesse nesse meio, que ela era uma humana que se envolveu com um monstro. E que ela foi afastada de sua família por que eles eram monstros. Se conseguiu imaginar até aqui, já pode tentar imaginar o que direi agora, sim?
Se disse Gaster, acertou.

Pense em uma pessoa apaixonada, que faria tudo por quem ama, até acabar enlouquecendo por isso.

Pense em algo que, depois de ser separado, e aprisionado, longe de quem ama, esqueceria tudo em volta, e só se focaria em seguir um caminho para achar que se sentiria bem com isso.

Pense em um pai, que mal cuidou de seus filhos, pois queria criar algo que destruísse o que lhe separa da mãe de suas crianças.

Sabe, eu estou tentando deixar do modo mais claro o possível. Dizer que minha teoria consiste em: Uma guerra gerada por causa da super população de cada lado ser vivo envolvida na guerra, com o sentido de "Quem vai ficar mais tempo aqui?". Pais e mães humanos tendo suas famílias destruídas por uma razão que poderia ser ignorada de tão fútil, já que "Arranjar intrigas é só um jeito de mentes fracas mostrarem poder".Um pai que enlouqueceu tentando criar uma maquina que destruiria sua prisão, mas não "Como se isso fosse funcionar? Mas quem sabe...". E então, um pai, que era tão querido, fazendo com que um de seus filhos tivesse raiva de sua outra parte espécime por não ter atenção suficiente pra si e para o irmão tão mais inocente, já que "Ir atrás do passado é o certo?". Orfãos de pai, por culpa de humanos que fizeram-no enlouquecer por perder o que tinha e criar algo que o matou(das lembranças da maioria de todos), e possivelmente de mãe também, que deveria ter passado da idade da morte ou acabou em depressão depois de uma guerra, pois "Isso é tudo culpa dos humanos...". No fim, nada além de passados riscados, e a palavra teoria no meio, bem "Você não acha que existem coisas mais importantes, não é?".

Pense em Gaster apaixonado por uma humana, ele tem dois filhos com ela, Sans e Papyrus, que por causas não explicáveis, nasceram como monstros, igual todos os outros híbridos de monstros e humanos. Então, houve a guerra por causa disso, que separou as raças. A humana foi pra um lado e Gaster e seus filhos pro outro, aprisionados no profundo. Gaster enlouquece tentando achar um meio de reencontrar a sua humana. E, é considerado morto depois de um acidente. Seus dois filhos, agora orfãos, são deixados a mercê, não que isso não fosse diferente de antes, já que seu pai não lhes dava atenção, deixando-os com outro alguém de confiança. Sans, como o filho mais velho, adquire ódio da humanidade, já que foi culpa desta ele ser deixado quase que só, apenas tendo seu irmão como apoio de continue. Depressão é algo formado por algumas coisas, como: Dormir demais e mesmo assim continuar com sono, Desinteresse para com a própria vida, Desesperança com o que vem a seguir. Entre outros... Reconhece isso em algum lugar? Enfim, eu acho que consegui dizer tudo o que estava tentando, acho que você leitor entendeu, certo? Entendeu?
...
Essa teoria ainda está em aberto para que eu punha mais coisas, tal como a pergunta:
...
Como monstros podem se relacionar com humanos? OK, isso é fácil, pense na frase a seguir - "Nós nos transformamos por quem amamos". Se você não entendeu, é simples, os monstros são feitos de magia, isso é meio claro, eu acho, e então, a magia pode ser possível de muitas coisas, então, porque elas não mudariam as formas de seus usuários para que eles possam se relacionar? Pense nisso, eu acho que você me entendeu.
...
Porque Papyrus é tão positivista quanto a tudo? Ele é mais jovem, e em teoria, a maquina que meio que prendeu o Gaster no espaço-tempo, apagou a maioria das memórias das pessoas, sobrando poucos a lembrarem-se dele, Sans está ai para provar, e os "seguidores de Gaster" também. - "É feio falar daquele que está ouvindo", afinal.
...
E, enfim, Sans odeia por completo mesmo a humanidade? Talvez um pouco, sim, mas na verdade séria mais um rancor, ele ainda vira seu amigo no jogo, no fim das contas, se você poupar o irmão dele. Claro, na minha teoria ele tem uma mãe humana, e ele já tinha mais consciência, e inteligencia, do que acontecia, quando acorreu a guerra, possivelmente, e ele conhecia e amava sua mãe, a maioria das pessoas amam seus pais, não é mesmo? Isso deveria ser um fato. Eu poderia comparar a relação de Sans com a mãe ao anime Inuyasha, onde, o protagonista, Inuyasha, "odeia" humanos, mas a sua mãe é uma humana, e que por ter morrido, deixou o filho sozinho, sentido-se abandonado, enfim, imagine Sans se sentindo abandonado por sua mãe ter ficado do outro lado da barreira, certo? E junto disso o seu pai, que só pensava em terminar uma maquina, ok? Ele só ia ter o seu irmãozinho, que mal entende nada ainda, e que tem certeza que não quer que se sinta do jeito que se sente quando crescer, beleza? Tudo isso pode ter sido a razão para que ele, Sans, ficasse depressivo e melancólico, eu não sei você, caramelo, mas eu ficaria acabada. Enfim, você já percebeu que a única coisa que mantem Sans em pé é Papyrus, né? Você já tentou matar apenas o Papyrus no jogo enquanto salva-vá o resto? Você, com certeza, que o fez, o que achou dos outros npc's dizendo que Sans estava faltando o trabalho e que estavam preocupados com ele? Eu realmente testei uma vez, foi, realmente, angustiante.
...
...
...
...
...
O que você me diz? Gostou da teoria que criei? Desde que lançou o jogo, eu tenho lido muito sobre tal, e sobre tudo, por culpa de ser uma viciada\fanática que fora influenciada a ser uma especialista em games, fazer o quê? Eu sou assim, né?
...
...
...
Ok, só mais uma coisa, esse não seria meu primeiro jornal, eu tenho um inteiro, o qual ainda está sendo escrito, então, espere, ele vai explicar sobre o mundo de UnderFell e FlowerFell, completo, e com dados tirados de lugares mais que diversos, na maior parte de comic's\histórias\e as animações que gerou isso.
Bem, também planejo explicar sobre minha au preferida ( ErrorTale ) entre outros, então é só esperar, e relaxar, que logo vou explicar tudo, meus caros caramelos. Heh.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...