Uma simples reflexão.


Postado

Uma simples reflexão.

Eu juro que não sei porque diabos eu estou escrevendo esse jornal, afinal eu não escrevo um já vai fazer três anos! Talvez seja o efeito da TPM ou algo parecido, só sei que eu preciso escrever.
Sempre falei muito de força com as pessoas, força para poder vencer os desafios, força para poder perder o medo, força para poder aguentar problemas amorosos e familiares, força, sempre a bendita força. E hoje eu percebi que não uso mais essa palavra pra nada, a não ser na academia! haha. Durante toda a minha vida eu me fiz acreditar que eu tinha que ser sempre forte, uma barreira, uma fortaleza, mas na verdade, eu só estava infeliz, é cara, eu só estava infeliz. É claro que eu tive e tenho amigos bons, tive lembranças boas, mas eu não estava motivada, e motivação é uma coisa que vem de dentro, e para haver a tal motivação eu preciso de inspiração, e isso eu não tinha.
Culpava o bulliyng que sofri, culpava as pessoas estúpidas, arrogantes e hipócritas que eu tinha que conviver todos os dias, culpava tudo e a todos pelo meu fracasso, e novamente, pela falta de "força". Quem aqui não tem problemas? Quem aqui leva uma vida perfeita, sem nenhum tipo de preocupação? Sem nenhum tipo de medo? Sem nenhum tipo de insegurança? É difícil não? É sim...
Por muito tempo fui atleta, ganhei competições importantes, representei meu estado com muito orgulho e tenho mais de sessenta medalhas em um lindo quadro preso na parede, que fútil né? Hoje eu mal me lembro das lutas que eu fiz, de quem eu ganhei, se eu havia me divertido naquele campeonato, eu não lembro de quase nada disso, e me arrependo.
Lembro que sempre dava várias desculpas, para fazer qualquer tipo de coisa, para qualquer pessoa, e hoje eu me arrependo.
Achei que acabando o Ensino Médio eu estaria livre, que as coisas iriam melhorar, engano meu, até meu segundo ano eu só fiz besteira, peguei vários exames, fiquei muito doente, engordei, parei de treinar pois havia sofrido uma lesão no joelho, e naquele momento eu havia desabado. As coisas começaram a melhorar quando eu comecei a dar aula, a trabalhar com crianças, foi um alívio momentâneo, mas logo depois tudo passou novamente e eu me vi mais uma vez na sombra, e novamente eu me arrependo.
Eu sei que a palavra superação é muito importante, eu vejo muitos exemplos, muitos artistas que sofreram e passaram por maus bocados e hoje estão no topo. Esse ano eu posso garantir que eu tive o mesmo sucesso que eles. Eu mudei completamente, a pessoa que eu achava que conhecia à um ano atrás não está mais aqui, aquela garota com medo, com incertezas, com dúvidas, com anseio, com fraquezas, com desculpas, com o coração e a mente totalmente cerradas com um enorme cadeado não está mais aqui, não está!
Esse ano eu iniciei o meu terceiro na Universidade, para quem não sabe eu curso Educação Física, e tudo começou a mudar quando eu comecei a fazer o que eu realmente gostava, ensinar, ser professora, ser mentora, ser tudo que os meus alunos onde trabalho esperam de mim e dos meus colegas de trabalho. Antes eu reclamava por tudo, pois não havia motivação, muitos problemas em casa que eu trazia pra dentro do meu coração, que não me deixavam permitir ser feliz. Tive um grande Professor que foi o grande responsável por isso e ele sabe o quanto sou grata à ele, o cara é foda demais, ele me inspirou em três meses o que ninguém conseguiu em 19 anos! Eu levanto todos os dias com preguiça mas com um sorriso no rosto, eu levanto com motivação, eu chego brincando, dançando, zoando e ouvindo: Você ta bem?, É doida é?, Essa professora é louca!. Eu nunca fiquei tão feliz ao ouvir isso tipo de coisa como hoje, isso são elogios. Eu aprendi a não seguir a boiada, ao fluxo dos cabisbaixos, dos culpadores de tudo menos de si mesmos, dos que se entregam aquela frase do Zeca Pagodinho: Deixa a vida me levar, vida leva eu... NÃO! Você é dono da sua própria vida, do seu próprio corpo, da sua própria mente, do seu próprio coração! Você faz o seu destino, não existe aquilo: Se não foi, não era pra ser. Acorda! Isso não existe, você faz a sua própria vida, você pode ser o que você quiser, basta querer, vou repetir, você pode ser o que você quiser, BASTA QUERER! Andando com pessoas que lhe vão acrescentar no seu crescimento e que sejam abertos ao conhecimento.
Hoje eu mudei, talvez toda essa personalidade só estava escondida dentro de mim, esperando a oportunidade certa para desabrochar, e assim aconteceu. Não quero que pensem que estou dando lição de moral ou algo do tipo, estou apenas compartilhando minha história, de como as coisas aconteceram comigo e que pode muito bem acontecer com você, basta você levantar essa cabeça, perguntar a si mesmo o que quer pra si e seguir em frente, sempre em frente.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...