~Booh_Sakurai - Clan Fantasy

Booh_Sakurai
Meow! Meow!
Nome: Thay ★ Booh ♜ Minion ❤ Rainha Neko ♚ Princesa dos unicórnios ♛ Arqueira ➷
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 17 de Setembro
Idade: 15
Cadastro:

♡ A carta da Kaori ♡


Postado

♡ A carta da Kaori ♡

Querido Arima Kousei-sama.

É estranho escrever uma carta para a pessoa que estava aqui até há pouco.

Você é uma pessoa terrível .

Lerdo, tapado, imbecil.

A primeira vez que te vi eu tinha cinco anos.Foi durante o recital da escola de piano que eu frequentava. O garoto apareceu tão nervoso, fez todos rirem quando ele bateu o bumbum na cadeira. Ele sentou em frente ao piano, que era grande demais para ele, e, no momento que tocou a primeira nota... Ele se tornou o objeto da minha admiração.

O som era colorido, igual a uma paleta de 24 cores, a melodia saia dançando.

Me assustei quando a garota do meu lado começou a chorar.

Mesmo assim, você parou de tocar piano. Depois de influenciar minha vida do jeito que fez...

É um cara terrível mesmo.

Terrível, lerdo, imbecil.

Quando soube que estávamos na mesma escola, eu fiquei nas nuvens. Como eu conseguiria falar com você? Talvez eu devesse comprar sanduiches todos os dias? Mas, no final, eu fiquei apenas te observando de longe. Pois vocês eram unidos demais. Não havia espaço para eu entrar ali.

Tive uma cirurgia quando era criança, então eu fiz tratamento com regularidade. Depois que eu desmaiei na sétima série, foram internações uma atrás da outra. O tempo que eu ficava no hospital passou a ser mais longo. Mal pude ir para a escola. Eu havia entendido que não estava bem de saúde. Certa noite...

Quando vi minha mãe e meu pai chorando na sala de espera do hospital,eu percebi que não tinha muito tempo.

E foi nessa época...

Que eu...

Comecei a correr.

Fiz tudo que eu queria para não levar meus arrependimentos para o céu. Usei aquelas lentes de contato que tinha tanto medo. Comi um bolo inteiro, não fiz antes por me importar com meu peso. Aquelas partituras tão arrogantes, que nos dão ordens. Eu toquei do meu jeito.

E então...

Eu disse uma mentira.

Miyazono Kawori gosta do Watari Ryouta-kun...

Essa foi a mentira que eu disse.

E essa mentira...

Trouxe até a minha frente...

Arima Kousei-kun...

Ela trouxe você para mim.

Por favor, diga ao Watari-kun que peço desculpas.

Bem, o Watari-kun talvez logo se esqueça de mim.

Ele é divertido como amigo, mas eu prefiro alguém mais intenso. E também...

Por favor, diga á Tsubaki-chan que eu peço desculpas.

Sou uma pessoa de passagem que vai desaparecer. Não quero deixar para trás coisas ruins, por isso não pude pedir desculpas para a Tsubaki-chan.

Aliás, mesmo que eu fosse direta e pedisse:

“Por favor, me apresente o Arima-kun”,

Eu não acho que ela me daria uma resposta positiva. Afinal, a Tsubaki-chan era louca por você. E todos já sabiam disso. Os únicos que não sabiam eram você... E ela mesma.

A pessoa que foi traduzida pela minha mentira temporária era diferente do que eu imaginei. Você era mais negativo e passivo que pensei. Cabeça-dura, insistente e voyeur. Sua voz era mais grave que pensei, era mais homem que pensei. E exatamente como imaginei, uma pessoa gentil.

O rio estava tão gelado e me sentir tão bem quando pulamos da Ponte da Coragem, não acha? A lua redonda que vimos da sala de música parecia um manju delicioso.

Quando apostamos corrida com aquele trem, eu pensei que poderíamos vencê-lo. Foi divertido cantarmos o “brilha, brilha, estrelinha”... Debaixo das estrelas que cintilavam, não é?

Tenho certeza que tem algo na escola que aparece durante a noite. Não acha que a neve parece com as pétalas das flores de cerejeira? Apesar de ser uma musicista, é estranho ter tantas preocupações fora do palco... Isso não parece ter sentido, não é?

É estranho que as cenas que são inesquecíveis sejam coisas tão simples, não acha?

E quanto a você?

Será que consegui morar no coração de alguém?

Será que consegui morar no seu coração?

Acha que vai se lembrar de mim, pelo menos um pouco?

Não pode apertar o botão “reset”.

Não se esqueça de mim, está bem?

É uma promessa, hein?

Eu fico feliz que tenha sido você.

Será que vai chegar até você?

Espero que sim!

Arima Kousei-kun!

Eu te amo!

Te amo!

Te amo!

Desculpa por não terminar de comer os canelés.

Desculpe por te bater tanto.

Desculpe por ser tão manhosa.

Desculpa, um milhão de vezes.

Obrigada!




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...