~Thayrii

Thayrii
Adoro coisas originais <3
Nome: Mirelle Chavalier
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Canudos do Vale, Rio Grande do Sul, Brasil
Aniversário: 10 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

Fichas


Postado

Coloque essa música para tocar enquanto lê a ficha
|
|
|
|
|
V









\(^-^)/ FICHA \(^-^)/

*Nome:
Mia Wright
17 anos
Aquariana

*Aparência:





*História:
Mia dês de pequena foi criada para ser uma pessoa forte, sua família é nobre entre os outros demônios e isso fazia com que seus pais sempre esperassem mais dela. Mas como podem esperar algo se Mia não recebia nada em troca.
Não havia aquele típico amor familiar entre eles, quando se encontravam por acaso na grande casa que viviam apenas ignoravam a presença um do outro.
Não havia felicidade na vida de Mia, até um garoto bater em sua porta pedindo comida.
Um garoto magricelo, de cabelos ruivos e olhos castanhos, ele parecia estar com muita fome, e tinha um olhar implorando para que Mia o ajudasse.
Na época ela apenas tinha 9 anos, então não viu nada de mais em levar o garoto até a cozinha e lhe dar um belo de um banquete, afinal, ele realmente estava com fome. Quando o garoto terminou de comer ele agradeceu a comida e foi embora.
No dia seguinte, o mesmo garoto bateu na porta de Mia, dessa vez, ele tinha um sorriso no rosto, ela ficou confusa, pensando que ele havia ido ali só para comer, mas ao invés disso, ele a convidou para um passeio em um parque que havia próximo dali. Ela aceitou de bom grado, gostando da ideia.
Esse ato se repetia todos os dias, Mia e o garoto saiam sempre para aquele mesmo parque, e é claro, sem que os pais de Mia soubessem.
Um certo dia, quando Mia brincava de corrida com o garoto no parque, seu pai apareceu na frente dela, bravo, ele olhava para Mia e o garoto com o ódio expelindo de seu olhar.


-O que significa isso, Mia?! Quem é esse ser desprezível seu lado?! -Ele gritou fazendo com que os ouvidos de Mia doessem.

-Não chame ele assim, pai! Ele é meu amigo! -Ela aumentou o tom de voz.
O garoto de cabelos ruivos estava pálido ao lado dela.

-Amigo?! Os Wright NUNCA serão amigos de demônios desprezíveis e pobres como esse! Você está manchando a reputação dos Wright, Mia! -Ele gritou mais alto e assim, em apenas em alguns segundos, Mia levou um forte tapa na cara, onde os dedos de seu pai se destacavam na pele branca que ela tinha. -E agora, para limpar nosso nome, temos que eliminar esse garoto!

-Não! -ela gritou.

Mas era tarde de mais, assim como o tapa, Mia não teve tempo de reagir ao ver seu pai, pegar o punhal que tinha no bolso e enfiar no peito de seu amigo. Ela soltou um grito de horror. Seu pai tirou o punhal com força, fazendo com que o garoto cuspisse sangue e caísse no chão, morto.


Dali por diante a vida de Mia se resumia em treinar e treinar. O ódio que tinha pela família Wright era tão grande que seu objetivo agora, era ficar forte o suficiente para matar seu pai e sua mãe.
Não era isso que eles queriam? Que ela fosse forte? Pois bem, então irão morrer nas mãos de sua filha, que se tornou forte e impiedosa.


*Personalidade:
Mia dês de sempre foi uma garota muito determinada, nunca deixou suas opiniões ou preferencias de lado, sempre busca por aquilo que quer, isso pode ser também uma coisa ruim pois nem sempre o que ela procura é para o bem.
Tem uma personalidade forte, não deixa as emoções a dominarem totalmente, sempre tenta deixar sua expressão impassível para que as pessoas nunca saibam o que ela está pensando, mas isso sempre a faz querer saber o que os outros estão pensando, o que a torna muito observadora.
Tem uma boa lábia, sabe convencer qualquer pessoa para fazer o que quer para ela própria, com apenas algumas palavras, Mia iria conseguir qualquer coisa que desejar, ela aprendeu isso no meio de todas as pessoas que conviveu durante anos.
Confiável, apesar de não demostrar isso, Mia realmente é uma boa pessoa, e que sabe guardar segredos, pois ela mais do que ninguém entende do quanto é importante ter alguém com que possa confiar sempre.

*Par:
Ayato

Relação entre as garotas:
Mia não gosta muito de falar sobre si mesma para elas, mas tenta ser gentil, sabe que ninguém está ali por suas próprias escolhas então tenta amenizar o clima de vez em quando, mas normalmente, ela fica quieta, observando-as e prestando atenção no que falam.

Relação com os Sakamakis:

Shuu: Ela gosta de conversar com ele, falam normalmente de música quando ele não está de mal-humor ou dormindo em alguma parte do chão ou no sofá. Ela o considera um amigo.

-Você é interessante Shuu, mas é muito preguiçoso, sério, como você conseguiu dormir no tapete do banheiro?!

Laito: Não gosta dele. Para ela, ele não passa de um pervertido que só quer sangue.
-.... Eu vou pedir educadamente para que você saia do meu espaço pessoal, ou em menos de 30 segundos, seu corpo não estará mais conectado com a sua cabeça....

Kanato: Ela adora o Kanato. A aura de assombro que ele trás as pessoas é realmente fascinante para ela, por isso, ela conversa bastante com o mesmo, tentando ao máximo desvenda-lo.
-Kanato você é realmente uma pessoa fascinante, mas precisava mesmo destruir aquele jardim?

Reiji: Para ela, ele é muito sério, e a sua seriedade lembra muito seu pai, por isso não gosta de ficar perto dele. Muitas vezes ela vê uma semelhança tão grande com ele e seu pai que é capaz de confundi-lo e ataca-lo.

-Não chegue perto de mim, Reiji, ou não serei capaz de me controlar....

Subaru: Ele é um mistério para Mia, e por esse motivo, ela gosta de ficar perto dele, mesmo que ele na maioria das vezes é um bruto com ela. Mas ela gosta de desafia-lo e pedir para que lute com ela, nesse quesito, os dois se divertem juntos.
-E estão, Baka, é apenas isso que pode fazer?

Ayato: Ela simplesmente não sabe o que achar do Ayato, muitas vezes ela diz para si mesma que o odeia por ser tão convencido e possessivo. Mas sua opinião sempre muda quando chega e fala algo interessante. Ela não sabe o que sente em relação a ele, e ele não faz questão de simplificar as coisas para o lado dela, já que está sempre com aquele sorriso convencido no rosto.
-Pare de me confundir, seu sádico metido a besta, eu o odeio, não tente me beijar novamente!!


*Reaçãque eles são vampiros:
Fica surpresa ao saber, pois nunca viu nenhuma outra espécie sobrenatural a não ser demônios.

*Raça:
Demônio

*Poderes:
Mia tem uma forte influencia nas sombras, em apenas alguns segundos, ela pode formar exércitos feitos inteiramente de sombras que lutam apenas pelo seu bel-prazer. Ela normalmente os usa quando tem muitos inimigos a sua volta e não pode combate-los sozinha.

Levitação é um dos grandes talentos de Mia, ela pode levitar qualquer coisa de qualquer tamanho ou peso.

Mia é a mestra quando o assunto é envenenar ou sufocar o inimigo apenas pelo ar. Ela com seus grandes poderes, se infiltra no seu sistema respiratório podendo fazer qualquer coisa com ele. Ela prefere sufocar as vitimas. É mais divertido, ver a expressão de pavor e horror em seus olhos, ver seus gestos inúteis para tentar voltar a respirar é realmente excitante para ela.

Voar com suas asas de demônios, ela é uma das poucas sangue puro que vive no mundo dos demônios e isso a torna capaz de ter asas, podendo voar para todos os lugares, mas ela não gosta de usa-los quando está na multidão. Causa muito alvoroço, e ela prefere ser discreta.


Roupas:

Casual:



Sair:



Formal:



Informal:



Banho:



Hentai?
Sim, muito hentai, se possível, poderia fazer daqueles hentais sadomasoquistas?
Acho que combina mais com o Ayato :)


Algo mais?

*Mia sabe tocar violino, ela aprendeu a tocar sozinha quando estava entediada demais ora treinar.


*Mia sabe manejar muito bem o arco e flecha, tanto que ela considera o arco e flecha uma de suas armas principais.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...