~Save-

Save-
Arrepsia- ; .determinação
Nome: ⦁ ❝мลя⍣иล & ¢ลмэив⍣я†❞
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 27 de Novembro
Idade: 12
Cadastro:

{{ FICHA ▬ DOLLS CANDYS! }}


Postado

●▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬ FICHA ▬▬ஜ۩۞۩ஜ▬▬▬●



Somente me veja,
Somente me inveje,
Mas veje bem:
Não sou qualquer uma que você vê.
Hong Mai.



Mostrar Spoiler: Say something
Stupid Cupid
Play With Me Kanato


Nome:

Hong Mai
—Hong significa rosa do vietnamita, mas também pode ser utilizado na forma feminine, no caso da nossa pequena Ong.
—Mai significa dança do japonês, até que combina o seu nome combina com um dos seus gostos preferidos: como dançar, e até mesmo usar e abusar do rosa.




Aparência:




Cúpido – Ever After High – Cartoon, pode ser?
—Hong tem cabelos róseos, com tonalidades mais escuras – mechas – em seu cabelo, o que a deixa mais bonita e Formosa, bom, compatívelmente é bem a sua cara o rosa e o vermelho. Que de vezes enquanto é presente em seu cabelo por causo da iluminação, ou apenas pore la o pintar. Realmente, adora mecher em seus cabelos! Fazer de tudo neles.
Tem olhos azuis esverdeados, muito galanteadores e queridos, caem perfeitamente com seu cabelo rosa. É uma das coisas que ela mais ama e diz que combina, seus olhos e cabelo. Ainda mais tem seus cilios longos e até demais pelo exesso de rímel, delineador e lapis – coisa que ela usa diretamente, sem faltar o seu gloss de brilho labial rosa claro ou um vermelho bem vibrante para destacar em sua pele alva e livre de manchas.
Seu corpo é todo fino e delicado, mas forte como uma pedra do peso do mundo. Muitas pessoas perguntam a ela como pode deixar sua barriga tão magra e ser forte demais, é mesmo curioso não? Mas como ela diz(Taiga Aisaka – Toradora) ''A força não provém do físico, mas sim da sua força de vontade''.
Tem um porte físico surpreendente, está sempre bem alongada devido a ser bailarina e dançar frenéticamente a todo o dia e toda a hora, e sem faltar com seu catoroleiros idiotas mas bonitinhos até. (fofos *u*)




Idade:

— Ong tem dezesseis anos, nasceu no dia vinte e sete de novembro sendo assim uma sagitariana.( ♐)



Sexo:

— ☥ Feminino.




Personalidade:

— Hong é uma garota romântica e consequentemente mimada, além de apatica e invejosa.
A menina veio de uma família sucessiva, que nunca teve pedras em seu caminho – ou seja, nascido em berço de ouro – mas não significa que tudo sempre foi umas das maravilhas. Para o future não, mas para o presente que agora é passado da rosada, era algo maravilhoso e carinhoso. Era sempre mimada, tanto pelos pais quanto as amigas e amigos, isto por ser carismática e não ter vergonha e nem timídez exeto quando conhece alguém novo ou desconhecido.

Adora ser quem é, e não esconde de quem odeia a sua pessoa, na verdade, até se solta mais para chamar atenção e irritar tal pessoa: é exêntrica demais em alguns quesitos como querer irritar e provocar. E nisto, foi sua mãe que a ensinou: correr atrás do que você quer, mesmo que esteja mais longe que o Japão á marte.

Hong, acabou que por se apaixonar neste moral da mãe, e utiliza para a vida toda, tendo consigo e sempre repetindo quando algo não dá certo. O que a deixa constrangida, corada e ao mesmo tempo com raiva de tudo e de si mesma.

E como pode ver, ela também é muito explosiva com essas coisas. Isto, porque eu disse ali em cima, é que ela é muito mimada e quando pequena sempre teve tudo o que queria de coisas possíveis até quase impossíveis – mesmo que algumas delas fossem falsas. Resumindo por aqui, ela é totalmente explosiva e enraivecida quando não consegue o que quer e nesta parte ela também consegue tudo o que quer falcilmente. Tirando tudo o que não consegue de si mesma, tirando das pessoas para ela ou seja, também é egocêntrica: Busca todos os seus benefícios.

O orgulho, ainda por cima, não ajuda em nada, absolutamente, NADA! Nadica de nada. Apenas aumenta a sua sede por coisas novas, adrenalina, benefícios que ninguém mais têm além dela, simplesmente quer ser o topo do mundo assim como o seu pai queria e poderia ser - se ao menos estivesse vivo.
Hong além de exêntrica e egocêntrica, tem seu orgulho próprio, a sua indolência, incapacidade de fazer algumas das grandes das poucas coisas da vida, a sua extrema teimosia e ciúmes: a possesividade.

É tão orgulhosa que se encontrar alguém melhor que ela, a mesma fará de tudo para a pessoa cair aos seus pés e implorar de joelhos nos espinhos que quer ser a sua ''cobaia'' ▬ porque, quando era pequena, e ainda assim hoje em dia, ela é a patricinha malvada dos colégios e com sua competência social e carismática por fora, é realmente atrativa a pessoas que querem algo amais do que amizades ou só trocarem algumas palavras. Bom, para esclarecer bem, ela atrai o sexo feminino quanto o masculino com sua máscara, na qual usa para ser o centro das atenções, e a sua estratégia de ter tudo o que quer na hora que bem lhe quer.
Ong sofre de síndrome de Rilley-Day, apatidade,não sente dor tanto emocional quanto física isto devido a um erro de mutação quando nasceu e estava sendo gerada, sabe como é o seu pai tinha esta sindrome também ▬ mas mesmo assim seus pais continuaram com ela.

A Síndrome de Riley-Day, é uma desordem do sistema nervoso autônomo que afeta o desenvolvimento e a sobrevivência dos neurônios sensoriais, simpáticos e parassimpático no sistema nervoso autônomo sensorial, resultando variáveis sintomas incluindo: insensibilidade à dor, incapacidade de produzir lágrimas, fraco crescimento, e pressão arterial lábil (hipertensão episódica e hipotensão postural).

E isto é o que acontece com a mesma a cada segundo de sua vida, sem contar que eles tem suas qualidades e defeitos: o bom é que nada te atinge além da pouco autoestima de incapacidade de nunca chorar; o ruim é que você fica com sequelas no corpo como manchas vermelhas e naúseas de vômito. E por causa disso, a mesma poucas vezes é vista chorar, ou seja, nunca é vista chorar mas muitas das vezes que deve de chorar ela apenas finje soluços para parecer normal diante de quem não sabe de sua síndrome, além de gritar forçadamente e fazer caretas ▬ que por sinal, valeu muito apena treinar por 1 ano ▬ de dor convincentes, elas são quase como mentiras. E mentir também é seu forte, além de ser muito convincente.

Ela com esta sindrome, não pode chorar, não pode sentir dor, nunca poderá sentir prazer em algum hentai e essas coisas que incluam dor fisica ▬ coisa que é desconhecida a Hong-chan ▬ e por isso sofre debaixa autoestima com tal. A única dor que pode sentir é a emocional: de que nunca mais, poderá ela, sentir algo na vida como dor física. A sua gula é tão grande, que quando sentir - coisa que nunca acontecerá ▬ dor vai se arrepender de tais pensamentos masoquistas e suicidas.

Hong é teimosa ao extremo, e o que combina com teimosia? O ciúmes incomparável a sua ganancia. Ela sempre quer fazer as suas coisas do seu jeito, sempre descriminando e ignorando lentamente e indiscretamente a pessoa que vai contra suas ideias. E sente ciúmes de cada amiga/cobaia que se dedica a seguir-a, mas sempre fala mais com as suas rivais quando ela pede - coisa estranha não?

A rosada simplesmente não admite erros, perfeccionista, e no nosso quesito de ser perfeccionista é com coisas minimas e maiores, mas com ela é com tudo o que estiver mais anormal que sua personalidade dissimulada ▬ ou seja, finje ser uma pessoa por seus beneficios próprios, enquanto ela é outra pessoa a melhor palavra para resumir-a com isto é: falsidade ▬ e por isso fica com muita raiva de coisas erradas, sujas, desarrumadas e consequentemente feias. Não admite, nem 0,0000000000000000000000000000000000000000000000000000000000000,5 % de erros, sempre espera mais das pessoas que a si própria. Bem, mais precisamente, cuida da vida das pessoas: comentando maldosamente, quanto debochadamente. Além de aprontar coisas inacreditáveis para deixar a pessoa no chão, como gosta, e depois, a chutar e soltar os risos que a hiena muda não pode soltar.

Hong também é ▬ ironicamente e muito, mas muuuito inacreditável▬ muito romântica acreditando em duas coisas que na alta sociedade são perca de tempo: O amor, e o amor verdadeiro.

E por isso, quando se interessa em alguém, não mede esforços para o conquistar da forma mais KAwaii possível, sendo uma completa Yandere, porém não chega a ser psicopata {dependendo da autora hehe e.e } mas sim ciumenta demais ao ponto de meter em brigas com o coisinha ou a coisinha: ''Vem cá, entre nós queridinha(o), quem tu pensa que é para dar em cima do Kanato-senpai?'' ~lê eu como telespectadora gritando:treta*treta, treta, treta, issssuuuuu vai tretaaa!!!(Ksaoskaokssokaosks \\\ºuº/// ).

No entanto, a sua principal caracteristica do dia a dia é ser totalmente afável e carinhosa, coisa que a mesma não é muito, o que combina com o seu verdadeiro eu é a sua frieza que é pouco vista apenas quando precisa para encarar e bater de frente e a sua empolgação masoquista.

Curisidade: Hong, ama rosa, e deixa claro pois usa todo o dia rosa o que irrita os vampiros e as garotas deixando-a feliz todas as noites quando vai dormir.



História:

[i]—Triste, ou engraçada?
Interpretea por si mesma, minha cara.{ sem inspiração. Me descuuuuuulpaaaaaa!!!!}


Seus pais de casaram por acaso num casamento arranjado, e nenhum dos dois aprovou isto de imediato — mas a imprensa Mai estava falindo! O que faremos? Resposta:Unir bens. — ou seja, os dois, o filho de Yokoo Mai com a filha de Yana Daisukeonno. Inicialmente como qualquer um, brigavam por coisas bobas, mas eram sérios uns com os outros. Não se davam bem nem na cama, era um puxa de coberta para lá e para cá! Meu deus!
''Mas com o tempo, todos nós acostumamos com o proibido ao nosso lado...'' — Hong Mai.

E como Hong disse, com o tempo todos nós nos acostumamamos com o proibido. E foi este o caso de seus pais, que logo aos 19 anos já trabalhavam e tiveram uma filha, ela. Hong Mai.

Os seus pais a esta altura estavam se dando bem, pelo fato de nascer uma garotinha delicada, bonita e... OPA! EU DISSE: DE-LI-CA-DA?! Que nada, ela tem síndrome da Rilley-Day, onde a pequena não sente dor fisica e nem nada. E no entanto, a rosada se aproveita desta sua qualidade sempre ousou fazer o que quizesse, o que a mesma disse que faltava era a super-força!

Porém, mesmo assim os pais a amavam e a mimaram, muito, com tudo o que ela queria.

Desde criança vivia desrespeitando tudo e todos, ainda mais fazendo o que queria mas aos 8 anos foi parada por uma freira. A sua nova ''tutura'' para ser uma dama, coisa que nem chegava perto. A freira de cabelos ruivos, quase mal mostrados, era uma vadia ▬ pelo fato dela xingar muito, fazendo a pequena aprender-os em plenos 8 anos, e por a chamar de demónio inferior, de desleixo da caneta salvadora ou de pequena desgraça mundial, o que deixa a rosada bastante triste, por ser inferior a este tipo de dor.

Mas o que a rosada descobriu é que a freira estava tendo casos bixessuais na mansão onde a pequena morava, e foi uma telespectadora de dez assédios sexuais e três estrupos homosexuais. O que deixou a pequena muito, mas muuito traumatizada com filmes pornos e séries de casos de estrupo.

Quando fez 15 anos, a mesma tentou abusar da rosada, que tinha pegado uma beleza e tanto.

Mas foi pega de surpresa agarrando a rosada pelos pulsos por sua própria mãe, Yana, na qual deu um basta bem na testa da ruiva. ( aquela carinha*) Que Yana já tinha suspeitas da mesma ter estrupado o pequeno jardineiro da mansão. Kanji, o garoto de 13 anos naquela época, hoje em dia teria 20 anos ou 21. O que deu um preço á pequena por não ter falado antes das intenções da falsa-freira.

Ela foi, literalmente, também, estrupada por ele e gritou, gritou, gritou, gritou de medo, mas não de dor. Enquanto o esverdeado, pensava que era de dor e horror. Mas no fim, sorriu, porque estava tentando suportar, mais uma vez, outra dor.

Um ano depois, as coisas amenizaram, ela finalmente aprendeu a se abrir com a mãe e contou do estrupo e o jardineiro foi 'preso'. Quando completou 16 anos, seu pai morreu num acidente de trem subterrâneo. Pegou fogo no mesmo por más instalações e construções. E assim, mais um dia de dor sentimental...

Mas nada fez com que alguma coisa mudasse no dia dia da mesma, aprendeu a dançar e apaixonou-se por Balet e o seu passatempo virou este, apenss por pura paixão.




Par[/color [color=#0078FF]♕ :

— Kanato Sakamaki!



Par secundário :

Reiji Sakamaki



Qualidade(s):

— Resistênte.
— Apatica.
—Manipuladora.




Não gosta:

—Preguiçosos
— Preto e coisas góticas.
— Seus maus sintomas da sua Sindrome.




Medo(s):

— Ser estrupada.
—Filmes de terror.
—Insetos.
—Pervertidos que xingam demais.




Defeito(s):

—Mimada demais.
—Vaidosa.
—USa rosa demais.
—Manchas vermelhas e nauseas de vomito por causa de sua Sindrome.




Gosta:

—Rosa e dançar, é meio que uma bailarina.
—Gatos.
—Ser a melhor.




Mania(s):

—Bater os pés quando impaciente.



Segredo(s):

—Já foi estrupada,



Passatempo(s):

—Dançar!
—Fazer mais ''cobaiades'', amizades.
—Treinar suas caretas de dor.




Vício(s):

—Nenhum



O que gosta no par:

—O seu sadomasoquismo, como consegue ser tão 'forte'. A sua pessoa, a sua solidão que exala com ele em seu precioso ''Teddy Bear''.



Como se apaixonou pelo par e porquê:

—Depende de como desenrolará a história ^^. Quando eu entender, melhor, eu te mandarei MP okay? Ok. Porque quero fazer algo coerente e a história já está uma bosta, um c*.



Algo mais?

—Não :3, apenas espero que me desculpe naquela história horrivel que inventei. Gomene, gomeneee!!!!



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...