Horoskripture {Ficha}


Postado

Horoskripture {Ficha}

Nome completo:

Carmel Lawson.

Apelido:

Os apelidos ficam por conta dos outros, há quem o chame somente pelo primeiro nome, há quem lhe chame por abreviações de seu segundo nome. O apelido mais criativo que deram a ele foi por volta dos quatorze anos por uma amiga de infância que o apelidou de 'Pouty' ('Pouty', em português é a famosa cara de birra) e ficou popularizado entre o grupo de amigos.

Idade e data de nascimento:

Dezesseis anos. Nasceu em 31/10, pertencendo ao signo de Escorpião.

Sexo:

Masculino.

Sexualidade:

Homossexual. (Passivo)

Nacionalidade:

Dinamarquês.

Aparência:

É notável a distinta mistura de etnias em sua aparência mas os traços africanos nunca erram, possuindo uma pele negra e luminosa pouco encontrada nos países Europeus. Dispõe de ofensas racistas, seu orgulho étnico é maior do que qualquer comentário preconceituoso e deixa isto bem estampado com seus dreads longos e finos originados do cabelo crespo, normalmente usados de diferentes formas em especial em coque, totalmente jogados para a lateral ou até mesmo usando lenços que dão charme ao penteado tipicamente africano.

O rosto é oval puxando a descendência francesa de sua avó materna, queixo triangular e pontudo como o de sua mãe assim como os olhos escuros, já o nariz largo e saliente é herdado da família por parte de pai que é originaria da Angola e Camboja,. Os lábios são medianos e carnudos de cor terrosa e suas sobrancelhas são grossas e feitas, mesmo com as pontas falhadas, ambas as sobrancelhas são de mesma cor dos dreads que agora estão com as pontas descoloridas por pura rebeldia da adolescência. É mediano por volta dos 1.70 e corpo normal, sem sinais de traços atléticos ou sinais de sobrepeso.

É amante da cultura afro-punk e usa isso em suas roupas, misturando texturas e estampas deixando-o iconicamente fashionista. Não acrescenta somente o afro em seus visuais mas também os estilos binários, ou seja, um visual sem gênero, o que é comum já que ele pode estar de jaqueta de couro, vestido e jeans. Esbanja joias como colares e pulseiras de pedraria, gosto puxado de sua mãe que é a mulher mais extravagante e bem vestida que já conheceu.




Photoplayer:

Jaden Smith (Ou caso preferir, Jaden Christopher Syre Smith).

Personalidade:

Aqueles nascidos em Escorpião são pessoas que preferem observar do que serem observadas, por mais que sejam excêntricos e extravagantes se mantem quietos sobre seus problemas pessoais, o que não faz de Carmel uma exceção. É representante da vanguarda e luta por igualdade de gênero, raça ou sexualidade, se mantendo como militante das minorias se tornando capaz de defender seus ideais de igualdade a qualquer preço. É de extremos e intensidade, e se for algo serio é capaz de mergulhar de cabeça exigindo detalhes seja qual for o caso.

Seu lado guerreiro em debates exige desafios de raciocínio que o tornou alguém alguém experto, mas não um grande sábio do conhecimento infinito. Perfeccionista e detalhista como dito acima, se tornando extremamente controlador e bajulador se for necessário e mesmo que não consiga se dar conta disso ele acaba sendo de ego fraco e explosivo. Explosivo é elogio, você está andando em um campo minado então pense bem no que vá falar com ele, mesmo que ele não te bata por achar que violência física não funciona tão bem quanto gritos e berros.

Vaidoso na medida certa, sabe que nem tudo se consegue somente com beleza, é necessário trabalhar duro e se dedicar e isso é exatamente o que procura fazer. Abençoado com uma curiosidade sem fim, claro que escola e estudos são outros assuntos que não lhe chamam atenção e por isso só da prioridade as matérias que realmente gosta ou tem simpatia. Ele diz ser uma diva e se comporta como tal, o que deixa sua personalidade mais cativante e cômica.

História:

A história de Carmel não é nada assombrosa ou de um passado terrível. Para começar acho necessário falar que ele nasceu em uma família constituída por suas três irmãs e seus dois pais, sendo o todos de classe média alta que conseguem o que querem com garra e persistência, valores que aprendeu desde criança. Nasceu e foi criado na capital dinamarquesa de Copenhague junto de suas irmãs paternas e ambos os pais. O fato é que Copenhague é o local de onde pretende se mudar rapidamente, suas ambições são basicamente os de um adolescente normal, sonha alto por isso pretende estudar Gestão de Moda no popularizado FIT, a renomada faculdade para os amantes de moda, que modéstia a parte é uma paixão.

Conversando com seus pais certo dia sobre tais ambições, ele contou que estava cogitando a possibilidade de se mudar para a grandiosa cidade de Nova York e terminar seus estudos por lá. Os pais de Carmel são bem liberais, mas ele teria que os perdoar, Nova York parecia ser um local extremamente perigoso para um adolescente que não conhecia absolutamente nada do mundo longe das asas dos pais.

Os pais semanas depois resolveram retomar a conversa com o garoto, e se concorda-se, ele teria a chance de se mudar para Virginia, onde a avó materna que era moradora em Cleveland se mudou para a vida tranquila e pacata em Selma, uma cidade do interior que fica a pouco mais de 4 Km de Clifton Forge. A esperança é a ultima que morre, Selma seria um bom começo para os pais aceitarem que seu caçula estava crescendo e querendo tomar as rédeas de sua própria vida. Malas feitas e matriculou-se em Eldwood, por ser perto da nova casa de sua avó e também por parecer uma das poucas escolas com um aprendizado legal na região. Atualmente também arrumou emprego de meio-período em um fabrica de confecção de roupas na região, não que ele precise trabalhar, ele só acha que se ele quer mesmo seguir esse ramo precisa de aprendizado básico como costura e modelagem.

Posição na escola:

Não tenho muito o que dizer sobre as “panelinhas”, mas acredito que ele faça parte do grupo de pessoas normais, conversa com todos que têm interesse e sem fazer descaso se o tratarem bem e com respeito. Caso não for possível, algo como “fashionista não popular” seria aceitável?

Está na escola há quanto tempo?

Se mudou a pouco mais de um ano, começando em parte no segundo semestre do ano anterior.

Família:

Victoriano Ludden Lawson; Pai [ 52 anos – Neurocirurgião ]



Ambos têm uma boa relação, se respeitam por assim dizer. É um pai cômico, grande piadista e liberal. Ambos se dão bem mas vivem entre tapas e beijos já que o Sr. Lawson é econômico e mão fechada, o que fez com que Carmel criasse seu lado bajulador e pidão. O pai do garoto ainda o vê como um bebezinho e queria o proteger dos perigos que o mundo oferece, o que fez o menino se sentir preso e sufocado onde morava.

Latifa Smulders Brosmer Lawson; Mãe (Utiliza o nome de ambos os casamentos) [ 54 anos – Cosmotologa ]



A mulher mal para em casa, quando não está fazendo seus tratamentos estéticos está trabalhando. É um tanto mandona e se comporta como uma gangster da mafia italiana e consegue dar a entender que seu filho e ela compartilham dos mesmos gostos e por isso mantêm uma relação harmônica.

Latoya Lawson & Shaniqua Lawson; meias-irmãs por parte de pai [ Gemeas de 23 anos e filhas do primeiro casamento de Victoriano – Estudam Medicina-psiquiatra e Engenharia Quimica em Aalborg, Dinamarca ]



Se fosse para listar as pessoas mais queridas para Carmel, elas estariam no topo. Após a saída das irmãs da casa é possível dizer que tudo ficou um pouco mais complicado, os pais trabalham e o garoto estudava, chegavam em casa e comiam, voltavam para o trabalho e ele voltava para os cadernos, acabaram criando essa rotina sem vida e sem o animo das irmãs paternas de Carmel.

Brianna Brosmer; meia-irmã por parte de mãe [ 30 anos – Dona de um salão de beleza em Calabasas, lugar para qual se mudou com seu pai após o divorcio ]



Para dizer a verdade, nunca se falaram já que a garota culpa a mãe pela depressão do seu pai e então acabou pegando um ódio sem fim de qualquer pessoa próxima de Latifa.

Linda Millack Smulders; Avó materna [ 79 anos- Aposentada e proprietária de casarões antigos em cidades do interior dos EUA ]



A pessoa mais engraçada pela qual já conheceu, além de ser uma mulher moderna e amante de martínis e tequila. Acredito que seja a pessoa pela qual Carmel está se socializando melhor, ambos tem uma grande ligação de avó e neto mesmo que ela não seja a avó tradicional que em vez de biscoitos, vai te acompanhar para comprar bebidas para seus amigos e dizer um “Não conte para seus pais, eles me matariam. Não sei para que tantas proibições, sua mãe era incontrolável na adolescência, a culpa deve ser esse ar europeu”.


Maiores medos:

Eu até poderia colocar algo como “medo de morrer” ou “medo de perder os pais”, mas a morte é um processo tão natural que ele já está ciente de que um dia chegará a hora de todos nós. Eu acabei escolhendo alguns medos comuns que eu realmente tenho e que eu acredito que são medos comuns, também nota-se que escolhi apenas colocar o nome de alguma fobia pois a palavra é muito forte e as vezes é apenas um desconforto.

• Medo do escuro: afinal ele ainda dorme somente de luz acesa e é chamado de bebê em sua família;
• Medo de injeções: apesar de em tempos de rebeldia ele ter tido piercings no septo e vários furos na orelha, atualmente só continua com os piercings da orelha;
• Acrofobia (Altura): sim, é uma fobia, não se sabe a causa mas diferente dos medos isso é algo mais serio e que ele não está preparado para encarar de frente tão cedo.

Hobbies:

Costura (está trabalhando para evoluir até chegar a alta-costura)│Modelagem│Cosmetologia (afinal, sua mãe trabalha com isto e acabou passando algumas dicas de beleza para seu filho)│Briefing.

Gostos:

• Seus cantores favoritos são: Drake, Nicki Minaj, Rihanna, Beyoncé, Lil Wayne e Lana del Rey;
• Sua música favorita é “I go to extremes” de Billy Joel;
• Seus ícones da moda são: Nicole Ritchie, as irmãs Olsen, Naomi Campbell e Aziz Ansari;
• Suas marcas favoritas são: Givenchy, Stella McCartney e Comme des Garçons;
• Ele têm preferencia por doces do que por comidas salgas;
• É um amante de frozen de iogurte e café.

Desgostos:

• Ele odeia de todo coração música country;
• Detesta a sensação de nostalgia, prefere sempre olhar para o futuro;
• Não é amante de gatos, acha que são os bichos mais traiçoeiros que existem;
• Não é fã de comida apimentada pois alega que faz a comida perder o sabor;
• Apesar de estar morando no interior, ele não é a pessoa mais apaixonada por mato e cheiro de terra logo de manhã.

Habilidades físicas:

• Já fez aulas de diversas danças, desde balé até sapateado mas nunca se focou ou se encontrou realmente em alguma;
• Já participou de um grupo de Cheerleaders quando pequeno, mas acabou tendo o mesmo destino que as aulas de dança por mais que ainda sabe dar alguns movimentos simples;
• Costurar já é um hobbie antigo, se encontrou na costura desde os onze anos e aperfeiçoa cada vez mais desde que decidiu que seguiria o caminho da moda e alta costura.

Habilidades mentais:

• Dizem que seu olhar artístico não falha, então é sempre bom procurar saber sobre tendencias com o garoto;
• Absorve informações rapidamente;
• É extremamente antenado no mundo das novidades, seja fofoca ou não é um perigo comentar algo perto do garoto.

Relação com:

Nathan:

Não tenho muito a dizer sobre a relação deles, não são amigos mas não se odeiam, são colegas se assim posso dizer. Prefere não trocar palavras demais com Nathan já que acha que o que ele faz com Annabel é o mesmo que se faz com animais de circo.

Eric:

Francamente, ele é o mais detestável entre todos, têm algo entre ele e Eric que faz com que não se suportem. Carmel acredita que ele seja um grande cínico e que ao contrario do irmão ele esconde o grande filha da puta que realmente é. Já Eric acha que Carmel é somente um mauricinho que está morando em Selma por obrigação, além de achar extremamente irritante isso de 'diva da roça'.

Dylan:

Dylan e Carmel se dão razoavelmente bem e se respeitam por igual. Além de Dylan o achar incrivelmente hilario foi o primeiro a saber sobre a amizade colorida entre Carmel e Bradley, também foi o primeiro a dar apoio para a relação entre ambos pois pode ver que Carmel está fazendo bem para o amigo e vice-versa.

Bradley:

Um pouco complicada mais ainda sim cativante, ambos têm uma especie de relação até que bem comum que se não fosse vista com os próprios olhos pareceria uma historia de algum filme brega sobre o relacionamento secreto do “machão” com o “garotinho bobo”, mas Bradley sabe que de bobo Carmel não têm nada. Ambos se alfineteiam bastante pois são opostos extremos que no final se completam mas negam até a morte a possibilidade de se tornarem um par.

Relação com seu possível par:

Bradley? Se possível é claro.

São como água e fogo, opostos extremos e negaram que tem a chance de se tornarem um par, o que é uma grande mentira. Costumam se desentender com frequência pois o pensamento de Carmel é algo mais revolucionário e pensa sempre em igualdade e talvez ache Bradley um tanto machista, coisa que não suporta. Ambos não vão se adaptar um para o outro mas talvez Carmel consiga melhorar e abrir um pouco mais a cabeça de Bradley para certos assuntos. Caso exista a possibilidade de Bradley e Carmel se tornem um par oficialmente, Carmel será fiel e espera algo reciproco mas que não interfira em sua liberdade ou em seus assuntos pessoais.

Possui animal de estimação?

--x--

Algum problema de saúde/limitação?

Não que esteja registrado ou descoberto, por tanto o considere alguém de mente sã e saúde normalizada.

Como se sentiu depois de ter recebido a notícia dos alunos mortos? 

Achou aquilo cansativo, ver que aconteceu algo tão brutal o deixou nauseado ao ponto de correr para vomitar sem ao menos ver os cadáveres e incomodado. Incomodado por ter acontecido algo assim em seu colégio e também onde passa boa parte de seu tempo durante a semana.

Alguma mania?

• Fazer caretas involuntárias; não são caretas estilo palhaço de circo, são caretas que ele não consegue disfarçar, em geral quando não gosta de algo. Talvez isso seja um dos motivos pelo qual ele não consegue mentir;

• Olhar a tela do celular a cada quinze segundos, talvez seja um de seus toques como qualquer adolescente que não iria suportar viver sem internet.

Algo a acrescentar?

Boa sorte e só.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...