~EnikisJoestar

EnikisJoestar
Peido mental
Nome: JOJO :3
Status: Usuário
Sexo: Masculino
Localização: Brasilia, Distrito Federal, Brasil
Aniversário: 1 de Fevereiro
Idade: 14
Cadastro:

Trabalho da escola


Postado

e so para o trabalho da escola

Raimunda, uma mulher que vive deste de o ano retrasado, sendo perseguida por um Homem . Ela nunca soube quem era o sujeito , muito menos o por quê a perseguia . Após alerta a policia,foi recomendado que Raimunda saísse do México e Se mudasse para algum outro país .
Ela seguiu o conselho da policia , pegou um pouco do dinheiro de sua poupança para poder viajar para o seu sonho de criança .Uma terra belíssima ! cheia de cultura de todas as etnias e regiões estrangeiras . Pegou o primeiro vôo para o Brasil . chegando no Brasil , ela se deparou com Pelé , que estava tomando um suco , talvez de uva . Achou muito emocionante ver aquele brilhante homem das pernas divinas ali , até que o jogador foi embora . Quando sua atenção voltou para onde estava , percebeu que havia se perdido no meio daquela multidão . Amedrontada por esta em um solo estrangeiro aonde não dominava perfeitamente o Português , quase entrou em desespero . quando foi cutucada levemente por trás . Raimunda se virou , já imaginando um assalto , porem viu que se tratava de um jovem garota , que utilizava um belo chapéu branco . A criança mostrou também ter origem mexicana , assim as duas conversaram , e como conversaram , com direito até um lanchinho para repor as energias . Um saboroso chilli de chiuaua com um suco de tamarindo que parece de uva e tem sabor de laranja . Raimunda descobriu que a menina se chamava Roberta , uma órfã de 6 anos , ou pelo menos , a garota se dizia órfã . Já que nunca teve contato com a mãe ou o pai , apenas Foi entregue a rua em uma tigela de arroz e seu chapéu branco. Raimunda ficou com muita pena de Roberta , e resolveu leva-la para sua nova casa . Em quando o caminhão de mudança trazia suas mobílias Raimunda recebeu uma ligação da policia . Após uma verificação em todas as câmeras de segurança , que a moça afirmava capturar imagens do homem , alem de interrogatórios com vizinhos , a resposta estava clara . Não havia nem um perseguidor . Raimunda aos berros respondeu , “ E IMPOSSIVEL ISSO !!! DOS OS DIAS ELE ESTA LA !!! “ a policia apenas recomendou um psicólogo para a mulher , alem de alguns remédios controladores . 2 meses se passaram deste da informação foi dada , até Roberta começou a percebe a mudança na personalidade de sua nova mãe . Muitas vezes ela perguntava se ela estava bem , e sempre recebia a mesma resposta “ esta tudo bem... não esqueça de fechar sua porta e a janela ... “ . Roberta queria saber mais , queria saber o que estava acontecendo , pois a situação estava ficando pior , Raimunda estava ficando trancada no seu quarto por 12 horas diretas , e em situações piores , semanas ali , apenas sai para comprar lápis, papel,quadros de pintura e tinta . Roberta acreditava que estava tentando fugir da possível depressão pintando , então ficou feliz... não por muito tempo , ao ver que aquilo não estava melhorando , agora se ouvia batidas na parede e berros a noite . Roberta se lembrou das conversa de sua mãe com o psicólogo , então foi atrás de seu consultório . Obteve algumas possíveis respostas : diagnósticos mostrava sonhos com um homem , que a perseguia , sempre na mesma posição , se uma mão esticada para a moça , alem disso , ela á comentou sobre ter tido uma filha há 6 anos atrás . Roberta iria resolver isso de uma vez por todas. Ela iria entrar naquele quarto . ao chegar de noite em casa , viu que a casa parecia esta vazia , mas reparou nas gotas vermelhas que seguiam em direção do quarto de Raimunda . desejou que fosse apenas tinta... ela abriu a porta , e viu ...as paredes estavam todas pintadas “ A CULPA E DELA “ , “ ELE VEIO “ , “ EU NÃO SOU A CULPADA , ELA É “ , alem de desenhos de um homem segurando um bebe, com cortes violentos de X no rosto de ambos . ouviu – se passos . Roberta leva uma facada nas costas e cai no chão .com muitos esforço , ela se vira para ver quem havia atacado ....era Roberta , que estava sem seu belo brilho nos olhos , rosto pálido e boca branca .
“ a 8 anos trás , conheci um homem chamado Roberto...amor a primeira vista, ate que engravidei após um 1 ano de paixão , daí veio .... o bebe chamou mais atenção ...ele só se preocupava com o maldito bebe... eu....eu tinha que fazer algo ....entao eu peguei uma faca... ele entrou no meio .... ele mesmo sangrando , fugiu para rua a carregando o bebe em uma tigela de arroz... ELE ME CULPA, SEMPRE ME CULPA...MAS A CULPA NÃO E MINHA , ALEM DE ROUPA MEU AMOR , ROUBOU MEU CHAPEU , O CHAPEU QUE ELE ME DEU NO PRIMERO ENCONTRO “ foram ditas as ultimas palavras que Roberta iria escutar . a lamina foi enfiada em seu peito , logo puxada para baixo , abrindo a barriga da garota....
2 anos depois , Raimunda, usando um belo chapéu branco , pensativa , se lembra de um estranho sonho ... aonde um homem carregando um bebe estava a observando dentro de casa...


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...