~Julay_Mukami

Julay_Mukami
Nome: Julia Stefany
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 6 de Julho
Idade: 17
Cadastro:

Blood Selection\\\\\Ficha


Postado

Blood Selection\\\\\Ficha

𝓞 𝓬𝒆́𝓾 𝒆𝓼𝓽𝓪́ 𝒆𝓼𝓬𝓾𝓻𝒆ç𝒆𝓷𝓭𝓸
𝒆 𝓪𝓼 𝓷𝓾𝓿𝒆𝓷𝓼, 𝓭𝒆𝓼𝓿𝓪𝓷𝒆𝓬𝒆𝓷𝓭𝓸.
𝓞 𝓶𝒆𝓾 𝓽𝒆𝓶𝓹𝓸 𝓼𝒆 𝒆𝓼𝓰𝓸𝓽𝓸𝓾
𝒆 𝓪𝓵𝓰𝓸 𝓭𝒆𝓷𝓽𝓻𝓸 𝓭𝒆 𝓶𝓲𝓶, 𝓹𝓪𝓻𝓸𝓾.
𝓔𝓾 𝓶𝒆 𝓽𝓸𝓻𝓷𝒆𝓲 𝓾𝓶 𝓪𝓷𝓳𝓸,
𝒆 𝓪𝓰𝓸𝓻𝓪 𝓿𝓲𝓿𝓸 𝓷𝓸 𝓹𝓪𝓻𝓪𝓲́𝓼𝓸,
𝓸𝓷𝓭𝒆 𝓪𝓹𝒆𝓷𝓪𝓼 𝒆𝓵𝒆,
𝓢𝓪𝓫𝒆 𝓺𝓾𝓪𝓷𝓭𝓸 𝓼𝒆𝓻𝓪́, 𝓸 𝓹𝓻𝓸́𝔁𝓲𝓶𝓸 𝓳𝓾𝓲́𝔃𝓸.







ℱ𝓲𝓬𝓱𝓪




♦Nome Completo:
Darla Walker



♣Apelido:
Dah-chan

Não é um apelido íntimo, algo geralmente usado por seus colegas de classe ou até mesmo por conhecidos.

Cupcake

Apelido íntimo, dado por seu pai. A horigem de seu apelido foi um Cupcake mesmo, em seu oitavo aniversário, ao invés de um bolo, darla pediu apenas um Cupcake, mas, o Cupcake deveria ter a cor de seus olhos, um vermelho por-do-sol e um azul royal, foi assim que seu pai resolveu lhe dar tal apelido, o que pegou, e até hoje é usado por seus amigos e parentes mais íntimos.

Bonequinha

Apelido dado por Kanato, devido sua coleção de bonecas, da qual o mesmo jura que Darla fará parte um dia.



♠Nacionalidade:
Inglesa.



♥Idade:
18 anos
30/10
Escorpiana




♦Aparência:


https://proxy.spiritfanfics.com/proxy.jpg?t=aHR0cDovL3N3b3JkZ2lybHMubmV0L2JvcmVkL3NnL3NyYy8xNDIwMzY1OTY2NjQxLmpwZw==&s=a4bc64c6ef906a24fcab149511f9ec89


https://proxy.spiritfanfics.com/proxy.jpg?t=aHR0cDovL3ZpZ25ldHRlMi53aWtpYS5ub2Nvb2tpZS5uZXQvc3dvcmRnaXJscy9pbWFnZXMvNy83NC8xMDAwOTMucG5nL3JldmlzaW9uL2xhdGVzdD9jYj0yMDEyMDYzMDIxMjcxOA==&s=8d1513fee821dafd490b46538168749b


https://proxy.spiritfanfics.com/proxy.jpg?t=aHR0cDovL2RhdGEud2hpY2RuLmNvbS9pbWFnZXMvMTA3MjYzMTUwL29yaWdpbmFsLmpwZw==&s=f7145da481aa268b6d8fcf34acdb5a4a


https://proxy.spiritfanfics.com/proxy.jpg?t=aHR0cDovLzQxLm1lZGlhLnR1bWJsci5jb20vdHVtYmxyX2x5eW14N0x5NTkxcm90YjJsbzFfNDAwLmpwZw==&s=7edbf76a9938745aa9bb56c61958251f


https://proxy.spiritfanfics.com/proxy.jpg?t=aHR0cDovL3N3b3JkZ2lybHMubmV0L2JvcmVkL3NnL3NyYy8xMzgxMjA1NzgxNTIyLmpwZw==&s=4b78f45fd575f84eb44e63dd90df7f53

Descrição:
Darla é uma garota com um tipo de aparência excêntrica porém excepcional ela tem a pele branca bem alva e macia com um sinal pequeno em forma de um ponto em suas costas, seu rosto é pequeno e simétrico dando a mesma traços infantis aparentando ter entre 15 e 16 anos, seus lábios são pequenos e rosados, seus dentes são bem alinhados e alvos, ela também tem héterocromia seus olhos são de cores diferentes do lado direito a cor é um castanho vivo quase vermelho, do lado esquerdo seu olho tem a cor azul, um azul num tom como de um rio cristalino por isso costuma usar um tapa-olho do lado direito do olho por simples vergonha, suas sobrancelhas são estreitas e longas os pelos da sobrancelha tem a cor cinza como a dos seus cabelos tais são curtos e repicados de forma desproporcional tem uma franja que cobre seu olho direito, ela usa presilhas para prender a franja seu nariz é pequeno no comprimento e largura porém um pouco pontudo, ele também reto sem nenhuma curvatura, dando a mesma uma s beleza única, até mesmo angelical seu corpo é pequeno ela tem 1,60 e pesa 48kg vale ressaltar que são bem distribuídos, suas pernas são curtas e bem torneadas, ela é bem magra sua cintura é curvilínea, seus seios são de tamanho médio, são cheios, firmes e arredondados.



♣Personalidade:

]Darla tem o tipo de personalidade kuudere ou seja ela é aquele tipo de personagem que parece ser inabalável e, às vezes, é até cínica, mas que usa essa máscara de frieza para esconder seu lado frágil que por causa desse lado apático, as pessoas tem dificuldade em se aproximar dela, porém ela também é uma pessoa dócil e as vezes amável principalmente com personagens mais novas ela não é do tipo sorridente e também não costuma falar muito, mas sabe bem a hora de falar e usar suas palavras é totalmente inexpressiva mas demonstra seu afeto as vezes acariciando repentinamente a cabeça de alguém principalmente dos personagens mais novos ( tipo Amélie ou outras garotas que sejam mais nova que ela ou até mesmo Kanato),ela tem atitudes repentinas como por exemplo ela muita vezes abraça Kanato dizendo que o mesmo é muito fofo, claro sem ter nenhuma expressão, ela só sorri quando alguém se machuca, ou quando ver alguém se dando mal (super sádica) também está acostumada a bondade, e se contenta com pouco na vida não é muito ambiciosa, o que dão pra ela está bom demais, Darla também é muito viajada e tem uma imaginação fértil, é comum ela está sempre em devaneios, mas mesmo tendo uma personalidade tão melancólica as vezes é sádica, e um pouco pervertida nunca sorrindo óbvio, mas sabe encabular qualquer garoto com suas palavras, e com suas ações sexy huehuehue claro também não é fan de palavras de baixo escalão, sua educação exigente fez com que a mesma desenvolvesse um vocabulário bem erudito muitas vezes falando palavras que somente Reiji ou uma personagem bem inteligente entende, ela também é muito convincente sabe argumentar bem usando toda aquela atmosfera fria e despreocupada, e do seu feitio ser observadora, do tipo que fica apenas em silencio em situações de conflito, mas na hora certa mostra uma clara visão do que está por vir. No desenrolar da história, Darla ao achar alguém especial para ela desenvolve um lado mais suave, mas mesmo sendo assim não deixa seu lado obscuro e vingativo sim ela é bem astuta e vingativa podendo usar suas palavras contra você mesmo. Também é atrevida e as vezes arrogante, ao mesmo tempo que pode ser justa e amável



♠História:

Darla Susan Walker filha do Ministro Finley Walker o qual, pertence á um grande cargo da Inglaterra pertencente ao Reino Unido, Darla por sua vez cresceu em um família com um brasão renomado, sempre tendo tudo á disposição dela, porém não tinha uma coisa que pra ela era essencial, a presença da sua amada mãe, de certa forma foi criada pela sua vó paterna e a governanta da sua “ humilde “ mansão a qual considerava como mãe mesmo sendo muito severa com ela, já que sua verdadeira progenitora falecera antes mesmo que ela pudesse conhecer, ela desconhece o motivo de seu falecimento , seu pai e toda sua família oculta os fatos para que ela não saiba sobre a morte da mulher que a concebeu a vida, e claro, isso obviamente sempre partiu seu coração, mas mesmo assim ela não sofria tanto, pois tinha á atenção de seu pai, que mesmo sendo um dos chefes políticos mais importantes do país, não deixava de lado o dever de pai que tinha que cumprir com sua pequena filha. Darla também sempre sofreu bastante criticas sobre sua heterocromia, que para ignorantes da época, achavam a estética de sus olhos peculiar, tachando a garota de aberração, por causa disso sempre viveu retraída e tímida desde cedo sendo obrigada pelas circunstancias a usar um tapa olho, que mais tarde se acostumou e o usa como objeto de estilo, porém mesmo em uma situação, de desprezo na maioria das vezes pela própria família, Darla sempre foi uma criança forte mesmo tendo apenas 12 anos de idade cresceu em uma sociedade aristocrata, que era esnobe e hipócrita, que não tolerava defeitos ou imperfeições, talvez por isso se tornou tão fria, metódica , e indiferente á tudo ao seu redor. Mas um dia em uma das corriqueiras festas, ocorre um incêndio em sua mansão e nesse incidente teve seus pais e sua família assassinados ela mesmo foi transformada em uma escrava, passando meses sumida. Ela também era o sacrifício em um ritual de culto. Depois de tanto tempo sendo torturada e machucada, uma hora seu ódio por seus torturadores culminou , ela conseguiu matar o sentinela escapando do local, e vagou pela ruas de Londres, ao correr desesperadamente nas ruas, é por pouco atropelada pelo carro de Karl á quem dá apoio e á ajuda a fugir do país.



♥Gostos:
Ela toca piano pois foi forçada á tomar aulas do mesmo, pela sua mãe, mesmo assim gosta de tocar quando está estressada ou com algum conflito interno, porém seus instrumentos favoritos são, guitarra e baixo, também toca viola, e violão, ama bolo de cenoura ( principalmente dos que a vó fazia para ela quando a mesma era pequena), ama ouvir musica clássica, ou até mesmo ópera, as vezes ouvi pop, e rock também, gosta de fazer carinho nas pessoas, principalmente Amélie ( que sempre se irrita com a mais velha ), costuma ler romances, e ama filmes de terror, ela prefere quando os personagens tem uma morte lenta e dolorosa, ( suas bochechas se ruborizam e ela fica vidrada na tela da televisão ou notebook) também gosta de praticar esgrima, e ama comer doses, é fissurada em ler romances antigos tipo Em Busca do Tempo Perdido (1913-27) do autor francês Marcel Proust, ou até mesmo Hamlet- obra de Shakespeare. Sua musica favorita é Scarborough Fair ( pois seu pai costumava cantar pra ela para que pudesse dormir, como está longe de seu pai geralmente ouve a musica em uma caixinha de musica que tem uma bailarina.



♦Desgostos:
Ela odeia quando alguém abusa de sua própria autoridade, para obriga-la a fazer o que não quer, detesta, dias de sol ou climas quentes, não gosta de chá ( apesar de ser britânica ),não se sente bem em lugares muito movimentados, odeia que tenham preconceitos por sua personalidade, ou sobre qualquer outro assunto, não suporta hipócritas, e simplesmente não consegue respirar o mesmo ar de pessoas que se vitimizam, não suporta violência á não ser que seja obrigada pelas circunstancias para usar, detesta sushi.



♣Hobbies:

Tênis:


Culinária:


Desenhar:


Tocar flauta Transversal:




♠Manias:

Estalar os dedos:

Quando muito cansada, Darla tem a estranha mania de estalar seus dedos e alongar seu pescoço.

Enrolar o cabelo:

Quando pensativa ou entediada, Darla gosta de ficar enrolando as pontas de seu cabelo, ela também faz tranças e fica dividindo seu cabelo de maneira que possibilite a mesma fazer outros penteados.

Intimidação:
Quando entediada gosta de fazer joguinhos mentais e de ficar encarando de forma intimidadora aqueles a sua volta.



♥Medos:
Tem medo de lagartixas, tem medo do bixo-papão ( acredita desde criança nessa história :\). Medo de bonecas em geral. Medo de trovões. Medo de fantasmas. Medo do fogo.



♦Sonhos:
Seguir com sua careira de flautista e ser reconhecida pelo que faz.



♣Talentos:

Cantar:


Suas técnicas de custara em geral:


Desenhar:


Tocar flauta:


Dançar:




♠Par:
Kanato Sakamaki




♦Motivo para participar da Seleção:
Anos depois, seus sequestradores voltaram a tona, estavam atras de Darla, d sempre machucavam aqueles próximos a ela para que isso servisse de aviso de sua impaciência. A garota já não suportava mais. Certo dia encontrou um homem que lhe prometeu se livrar do seu fardo, mas, a condição era que Darla participasse da seleção.

♣Gosta ou não de ser Selecionada? Por que?
Ela acha bom, não, ela gosta mesmo. Darla nunca gostou de ser o centro das atenções, e estava aproveitando está brecha para ficar de canto, como uma figurante em um filme.



♠Música tema da personagem e do casal:

Personagem


Big Girls Cry- Sia

Casal:


You Don't Own Me- Grace (G-Eazy)

Tradução da música: {https://www.vagalume.com.br/grace/you-dont-own-me-feat-g-eazy-traducao.html}




♥Relações:

○Relação com as outras meninas + Yui + Rival:.
Geralmente ela é bem fria, e na dela, não reage muito á emoções
das outras garotas, ela vai ser do tipo que só vai falar o necessário quando estiverem reunidas e por não se o por facilmente enquanto todas estiverem juntas falando sobre algum assunto ela vai permanecer na dela, as vezes falando algo que as manipule ou então argumentando impecavelmente á seu favor, porém também gosta ouvi-las e por mais que seja fria para com elas esconde um grande afeto pelas mesmas ( que só algumas vão perceber ) ou também deixando algumas delas, deitar a cabeça sobre seu colo, como se fosse a coisa mais comum, ela não reclama quando alguém á abraça ou tenta demonstrar afeto á ela , Darla é do tipo de pessoa “ Deixa a vida me levar” a albina não se importa em dividir comida, ou até mesmo suas roupas claro, é um pouco exigente sempre impondo pré-requisitos antes de fazer um favor á alguém. Quando alguém passar por algum problema, claro ela não é de se importar muito mas é só você perguntar (- O que eu devo fazer ?) bom ela simplesmente não vai deixar de fazer o que estava fazendo ou lendo um livro, ou penteando o cabelo, ela irá responder sabiamente sua pergunta, da forma mais indiferente possível, você claro vai ficar agradecida, e vai abraça-la e dizer que agradece á ela, por te dar concelhos, mas ela vai responder que estava apenas respondendo sua pergunta, Darla, por mais que seja indiferente é bem cuidadosa com todos ao seu redor.



○Relação com cada um dos meninos (menos o par):

Shuu Sakamaki:
A garota não tem um pingo de paciência quando o assunto é Shuu Sakamaki, ela não odeia o louro, apenas desgosta, isto é normal, não? Muitas vezes é pega se perguntando sobre como o louro consegue dormir o dia inteiro, a mesma até o chama de "vegetal ambulante". Odeia pessoas preguiçosas como o mesmo, em certos sentidos, a albina até concorda com Reiji sobre "O mimado" ou sobre o "Vagabundo" ou até mesmo quando ele diz "Peso-morto".

Reiji Sakakamaki:
Darla não fui muito com a cara do mesmo, detesta receber ordens ou sermões, detesta que a tratem como inferior ou que finja que sua existência é algo totalmente inútil. Por mais que os dois concordem em certas ocasiões, para Darla, não é nada masi, nem nada menos que isso. A albina tem respeito pelo chefe da família, é só.


Laito Sakamaki:
Assim como com Shuu, Darla desgosta de Laito, mas, isto é algo que vai mais além, talvez um ódio disfarçado de admiração? De qualquer forma, a garota tenta se distanciar, principalmente do pevertido, isto para impedir a si mesma muitas vezes de pular no pescoço do mesmo.


Ayato Sakamaki:
Por masi irritante que o ruivo seja, ela ate o acha engraçado, em algumas ocasiões acabando por concordar ou por rir sobre os comentários do mesmo. Se não fosse pelo seu jeito infantil e desagradável, Darla acredita que os dois PODERIAM ser amigos, mas, não adianta, já que os dois sempre acabam discutindo e descordando na maioria das vezes, que quase sempre acaba virando uma briga feia, mas, a albina imagina que, se seu noivo já a trata de forma brutal, ela não que conhecer este lado dos outros irmãos, prefere deixar isso para o restante das garotas.

Subaru Sakamaki:
A garota tenta entender por que do seu lado raivoso, mas, por obra do destino acaba conhecendo seu lado gentil, o que ajudou na sua aproximação com o albino, mas, nada a mais. A garota conversa com o mesmo de vez em quando mas ainda sim, mantendo uma distância segura, pois já havia falado algo que o fez mudar repentinamente de personalidade, voltando para o seu lado mal-humorado.


○Relação com o par:
Quando são pela primeira vez apresentados ambos se tratam timidamente, eles quase nunca se falavam, muitas das vezes Kanato perguntava a Darla se a mesma se sentia bem quando reagia á algum tipo de dor, Darla por sua vez enquanto olhava concentrada para um livro em comum respondia de forma indiferente usando frases sábias sobre a dor dizendo a ele que a pior dor que pode se sentir é a da alma, e tal não se cura com ferimentos bobos, enfim ela sempre o trata com frieza, é sempre muito silenciosa, as vezes em devaneios, pensando sobre sua vida, porém mesmo tendo tanta indiferença ao garoto de inicio costuma observaro comportamento de Kanato, e se sente intrigada sobre o porque do garoto arrastar aquele ursu para lá e para cá, e por mais que seja fria e gélida sente curiosidade pelo jeito tímido, fofo, e psicopata do garoto, Kanato por sua vez, não sente nada que possa despertar interesse pela garota, mas quando descobre que a mesma é sua noiva, começa a trata-la como um simples recipiente de sangue, sempre querendo prova-la ou as vezes obrigando-a a sentir dor, achando que ela se sente excluída por seu jeito introspectivo de ser, ele acaba interpretando a garota erroneamente e acha que ela é tão isolada e sofrida como ele que também se sente só, a albina por sua vez não se agrada muito disso e começa á considera-lo com um garoto fraco que só faz birra, o tratando muitas vezes com palavras sínicas e sarcásticas criticando-o por não ter necessidade de berrar e ter seus ataques de raiva, Kanato reage as reclamações da garota a intimidando e muitas vezes a chamando de "minha bonequinha de cera", mas se desculpa quando percebe que a garota está chateada ou reclama da dor dos cortes com o mesmo causa nela, Darla com o tempo percebe a inconsistência do garoto e começa a observar e entender o lado sadista, dele pois sente que o mesmo tem tantos traumas quanto ela, ao longo da história Darla começa a desenvolver um afeto por Kanato, fazendo os Sakamakis e algumas das garotas acharem que Darla acabou desenvolvendo a Síndrome de Estocolmo, porém ela afirma que mesmo que Kanato a machuque as vezes sente que o mesmo tem um bom coração, como ela é manipuladora se aproveita do lado sadista do garoto, muitas vezes gostando de irrita-lo só para ver sua face enquanto chora ou enquanto bate na garota(sim, Darla tem tem um lado masoquista), Kanato se acostuma com sua personalidade fria, silenciosa que por sua vez, acaba desenvolvendo admiração por Darla, e sente que pode confiar nela, Darla ao longo da história aprende, a cuidar do garoto, e sente que ele precisa de proteção, muitas vezes ela o abraça ou acaricia seu rosto ou cabelo, e tenta conforta-lo sobre seus traumas ou acalma-lo quando tem suas crises, Kanato por sua vez começa a se sentir confortável perto de Darla criando mais uma vez esperanças de ser amado e querido aprendendo a superar, o desprezo que recebias de seus pais quando mais novo , ele acaba desenvolvendo sentimentos por Darla, as vezes tendo até ciúmes dela com seus irmãos, Ambos aprendem á confiar um no outro, e por mais que Darla seja um ano mais velha que garoto, ambos se dão bem eles contam suas respectivas, histórias sofridas um para o outro. E por terem coisas em comum, por se contentarem fácil com qualquer coisa, e terem gostos próximos se tornam amigos e amantes, ela uma Kuudere e ele Yandere, ela uma masoquista disfarçada de sádica e ele um sadista, bom são feitos um para o outro.



♦Roupas:

○Vestidos casuais/para o dia a dia na Mansão:














○Vestidos para encontros:













○Vestidos para eventos/restaurantes:









○Vestidos para bailes:











○Roupa para escola:




♣Curiosidades/Algo a mais?
Darla tem uma cicatriz na coxa esquerda, algo feito durante seu periodo como escrava.
A albina tem um colar muito importante para a mesma, objeto passado de geração por geração para as mulheres da família:







Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...