~Holtzmann

Holtzmann
Hi, i'm useless
Nome: "Ann" | Pete | Sakura do Trio | Kurokocchi da D
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

My Dear Kise


Postado

My Dear Kise

( *Cofcofsegundavezquetentopostarcofcof* )
É um tanto frustrante voltar a escrever esse tipo de coisa novamente, porque eu jurei para mim mesma que não repetiria tal ato. Contudo, a necessidade surgiu, e após alguns dias de ponderação profunda ( talvez alguns minutinhos vagos ), eu decidi que valeria a pena. Que eu não perderia completamente meu tempo, e que você merece parte desse tempo, e merece até mais que isso. Bem mais. Enfim, segure as lágrimas aí e prepare o heart, porque o bagulho vai ser louco ( ou não ):

Escrevo isso para você, D, minha cara amiga de tantas eras. Há exatamente cinco-seis anos atrás, nós fomos conectadas por meio de uma outra amizade, e assim vivemos juntas até os dias de hoje. Lembro-me muito bem no fundamental 1, quando você usava um laço rosa maior que sua cabeça e trocava de tênis comigo nas aulas de educação física, afirmando ser uma prova de nossa amizade. Meu Deus, que vergonha dessa época.
Entretanto, ao mesmo tempo que dá-me vergonha, esses momentos vão ficar guardados comigo para sempre. Porque os anos passaram, ocorreram mudanças. As crianças estúpidas, com dentes faltando e com testas assustadoramente grandes ( *cofcofeucofcof* ) se tornaram adolescentes maduras e... Well, maduras não, mas adolescentes... Sim. Mais ou menos. Porque continuamos as duas imbecis de antes, sem a parte de trocar de sapatos porque isso é... Ridículo.

*Pigarreia* But, enfim... Prosseguindo: Durante todo esse tempo em que ficamos juntas, mudanças ocorreram. Não só nas aparências. Mas nas personalidades, principalmente. A sua foi mais... Radical, por assim dizer, e jamais poderíamos te comparar hoje com quem era antes ( pela parte do laço cor de rosa, eu até agradeço ). E, apesar de considerares essa mudança um tanto... Ruim, saiba que para mim seria estranho se ela não tivesse ocorrido. Porque sabe, o tempo passa e as pessoas mudam, esse é o ciclo da vida.
Certo, retomando... Novamente: Estava eu ponderando aqui sobre tudo o que passamos e sinto a necessidade de dizer algo. Well... O tempo não define a proximidade de uma amizade. Não define sua intensidade, não define o elo que se forma entre duas pessoas, porém o tempo intensificou nossa convivência, que assim gerou esse complexo elo que há entre nós duas. E eu não quero quebrá-lo.

Sabe, me sinto um pouco infantil ao pregar esse tipo de coisa, como “uma amizade eterna e perfeita”... Porque... Marés vão e marés vêm, minha querida D, e a vida é uma filha da p*ta ( perdoe-me pelo uso da expressão ) conosco. Podemos crescer juntas, criar uma ligação de anos, mas todos crescemos e passamos a tomar rumos completamente diferentes. E é o que está acontecendo agora. Eu não queria citar isso nesse texto, mas acho que devo, é, com certeza devo.
Nós não somos mais crianças, docinho, e cada uma sonha seus sonhos com sua intensidade e seus possíveis futuros. Você pretende ir para o outro lado do mundo, e fará de tudo para conquistar isso, sabe por que? Porque esse é o seu sonho. E agora, ele está se tornando realidade! Eu quero ir para a Europa, quero ter a chance de conhecer estudar no adorável país português, e se conseguirmos isso... Imagina, que foda! Vai ser incrível, uma situação maravilhosa, de fato! E vamos conseguir isso, porque não haverá nada que nos pare.
Nem mesmo uma amizade.

Não! Eu não quero me despedir, não agora, não pense nisso, pelo amor de Deus. Eu só... Estou pensando alto, digamos. Só quero que, quando for fazer tudo isso o que pretende, não permita que nada ( sua saúde afetada, sua autodepreciação, sua falta de auto estima...) nem ninguém ( nenhum imbecil que duvide de ti, nem mesmo a amizade que tem por mim ) te diga que não pode. Te faça hesitar, voltar atrás. Porque você pode. Porque você vai. Independente do que custe, você pisará nos que duvidam e provará seu potencial. Porque é isso que fazemos, D, é isso que fazemos.
Um pouco de egoísmo não faz mal a ninguém, acredite.

E eu quero estar lá para te acompanhar, minha amiga, mas como eu disse: Sonhos diferentes geram futuros diferentes. Nem posso acreditar que um dia sonhamos em morarmos juntas! O que diabos estávamos pensando? Well, éramos crianças, então... É. As crianças fazem isso. Mas falemos aqui como adolescentes, que não são lá as pessoas mais maduras do mundo, mas que já tem alguma coisa na cabeça além de... É.
Bom: Existe skype, facebook, spirit, twitter, e outras milhões de formas de mantermos contato. E vamos manter contato. Independente do que aconteça, independente das possíveis dificuldades, você não se livrará de mim tão fácil. Nem a pau. Nem vá sonhando nisso, risos.

Porque eu sou insistente, e pegarei em teu pé durante todo esse percurso, docinho. Porque é isso que eu faço. Encho o saco dos meus amigos, os irrito e ajudo da maneira que posso. Porque eu sou o Itachi, lembra? E costumo tudo ao meu alcançe para cuidar dos que são importantes para mim. Afinal, são meus amigos, são pessoas que – de forma grandiosa ou não – marcaram minha vida. E valorizo cada um deles, inclusive você.
Com todos os seus defeitos e qualidades, nossa amizade nada mais é que um elo fino feito linha e forte feito aço. Não a tratemos como se não fosse nada, porque ela é algo sim. Algo muito... Especial.
Sei que sou insuportável ás vezes, e peço perdão por isso. Abaixo a cabeça e peço perdão por todo e qualquer estresse que te causei com meu... Estresse, porque não gosto de fazer isso. Gosto de estar bem, para poder fazer o bem aos outros. Mas esse já é outro discurso completamente diferente.

O que eu quero dizer é... Gosto muito de você, muito mesmo. Só não digo que “amo” porque esse texto ficou meloso demais para meu gosto, então... O finalizarei por aqui. Tenha um bom dia/tarde/noite meu docinho amargo, e espere eu tomar vergonha na cara e postar sua tão desejada fic Kagakuro. Porque Kagakuro é o melhor shipp, apenas. E escreverei sim esse maldito texto, não se preocupe.
Enfim... Espero que tenha gostado. E Feliz Aniversário adiantado, my dear Kise.
Kurokochi desligando ~


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...