~HynmLenstrange

HynmLenstrange
Pessoa
Nome: Anna
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Arraial do Cabo, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 28 de Dezembro
Idade: 17
Cadastro:

Ficha - Nerve


Postado

Ficha - Nerve

⇉ Ficha ⇊



● Dados do usuário Nerve ●


﹥ID: OpenWall666



﹥Email: [email protected]


﹥Senha: 09018203AB


﹥Observador ou Jogador?:

● Jogadora: Usuária que completa os desafios recebidos. Ao aceitar jogar como um Jogador, o programa não mudará isso. Todo desafio que é proposto a um jogador deve ser cumprido, gravado e enviado para o programa, feito isso, uma grande quantia será enviada para sua conta Nerve. Caso não cumpra, terá consequências.

﹥Aceito jogar o jogo Nerve: [X]




▊ PLAY ▊


● Dados verdadeiros ●


﹥Nome & Sobrenome: Emily Brook

● Significado dos nomes:Significa "aquela que fala de modo agradável".
Trata-se de um bonito nome predominantemente feminino, muito popular nos países Anglo-saxônicos, cujas meninas registradas com o mesmo costumam ser afetivamente chamadas de Emy, bem como acredita-se que reflitam a capacidade de falar de forma graciosa, conforme sugerido pelo próprio nome.

﹥Idade: 19

﹥Data de nascimento: 28/12

﹥Signo: Capricórnio

﹥Nacionalidade: Estados Unidos da América, Carolina do norte.

﹥Endereço: Avenida o'brien, casa número 1243

﹥Sexo: Feminino

﹥Sexualidade: Bixessual, mas tem preferência com garotas. (Sim isso existe e é bem comum).

﹥Aparência: Holland Roden

● Descrição: Olhos verdes, pele alva, cabelo liso ondulado naturalmente ruivo.
Seios fartos, mas não muito grandes; 45 kg, coxas torneadas porém nada muito magnífico. É magra naturalmente desde pequena.

Cinco fotos:











Três gifs:







(Não consegui colocar vídeo, sito muito.)

Personalidade:
Emily é bem reservada inicialmente, tem dificuldades em confiar nas pessoas. Por mais que com o tempo, acabe se abrindo mais e tendo uma personalidade mais extrovertida.
Não reage muito bem com elogios, não é insegura, mas não está acostumada com pessoas elogiando ela.
Tem pânico de multidão, ela começa a passar mal em lugares muito cheios, fica tonta e pode até mesmo desmaiar.
Quando se apega à alguém, seu senso de lealdade fica muito forte, quando ameaçam seus amigos, ela dá um jeito de procurar vingança. Mas ela nunca age sem pensar, é sempre algo esquematizado e perfeito. Ela odeia perder. Protege o que marca como seu, não há quem lhe segure quando ameaçam seus amigos.
Não é do tipo irritante ou mimada, mas é ambiciosa e dá de tudo para conseguir o que quer, até mesmo abrir mão dos valorizados amigos. E não se sentiria mal em perder uma amizade se fosse para um bem maior.
Mas ela não saberia o que fazer se precisasse abrir mão de um AMOR, se sentiria mal e teria dúvidas. Não saberia o que fazer.
Ela é persuasiva, sabe o que dizer e como dizer para ter as pessoas em sua mão. E observadora e repara cada expressão de uma pessoa durante uma conversa, assim tendo noção de como reage às coisas, e formulando uma ficha sobre a personalidade da pessoa logo de primeira.
Emy é difícil de se manipular, mantém sempre sua opnião e a defende. Odeia estar errada, mesmo sabendo que isso acontece com todos, se bem que ninguém gosta de não estar certo, não é?
Ela não é muito carente, mas pensa em possibilidades de futuros relacionamentos sérios. É independente mesmo assim.
Faz o tipo "Tsundere", basicamente é estressadinha, mas é bem amável quando se ganha intimidade. O que não é tão fácil.

﹥História:

Ela passou sua infância com sua mãe, Diana. Seu pai até então não sabia sequer que ela era sua filha, e de acordo com sua mãe, havia abandonado as duas quando soube da gravidez de Diana.
Sua mãe, com o tempo e o passar dos anos, se tornou uma bêbada que aos poucos começou a culpar a filha pelo sumiço do pai. Ela tentava ir bem na escola, fazia de tudo para que sua mãe lhe reconhecesse, mas nada lhe fazia sentir orgulho da filha, mesmo sendo a primeira da classe.
Emily então, em sua adolescência, acabou tendo a típica personalidade revoltada. Não era mais para chamar atenção, ou para dar orgulho para sua mãe, ela decidiu que iria fazer o que sempre quis e deixou de fazer por uma mulher que deveria lhe amar. Se envolveu com drogas e começou à beber e fumar, entrava em muitas brigas, sua mãe continuava cega. E as únicas pessoas que se importavam com ela, eram as empregadas e sua única e melhor amiga, Sarah.
Emily nunca entendeu, como sua mãe que antes era tão meiga, fez com que a filha morresse para ela.
Suas notas foram caindo, mas não demorou muito para tomar jeito conforme percebia que só atrasaria a sua vida.
Tendo herdando o dinheiro da sua mãe, que era de família rica, comprou uma casa média, já que nunca gostou de muitos luxos. Sua mãe morreu alguns meses depois de concluir o ensino médio, e sinceramente, não está se importando com isso. Tudo o que quer é subir na vida e passar pelas dificuldades.
Ela está em uma universidades de administração e procura um estágio.

﹥Qual foi o motivo de seu personagem acessar o Nerve e se tornar um Jogador, ou Observador: Ela havia ouvido alguns rumores em fóruns da internet, embora não tenha se interessado de começo, pesquisou mais sobre. E sobre a quantia que os desafios proporcionam, não que precisasse muito, mas dinheiro esgota rápido e parecia uma boa fonte de diverção.

﹥Familiares:

● Nome ●
Diana - mãe à qual não se dava bem.
Pai - desconhecido, mas não guarda rancores sobre ele.
● Idade ●
36 - Diana teve Emily muito jovem
36 - Sua mãe dizia que seu pai tinha a mesma idade que ela quando engravidou
● Estado Civil ●
Mãe morta
Pai desconhecido ( se quiser colocar ele na fanfic como vivo ou morto fica de seu critério)
● Profissão
Sua mãe não trabalhava, tinha o dinheiro que herdou doa seus pais e desistiu de procurar um emprego.
Pai desconhecido.

﹥Algum familiar ou amigo sabe que seu personagem se cadastrou no Nerve: Nenhum, nem mesmo sua amiga, Alice da faculdade.

﹥Segredos: Via mensagem

﹥Habilidades: Emily sempre foi boa em desenhar, mas como sua mãe nunca reconheceu esse dom, não o trabalhou muito. Mas vem sido um Hobby nos horários vagos.
Por causa da sua fase rebelde, ela se envolveu em muitas brigas e acabou adquirindo uma habilidade de combate. Ela geralmente distrai o oponente para que pense que está ganhando, então o derruba no chão para ficar mais fácil de desferir golpes. Aprendeu judô quando mais nova, antes de sua mãe lhe ignorar.
Como sujere o significado de seu nome, ela é muito boa em convencer as pessoas, é difícil lhe falarem não. E também, ela canta muito bem, já havia pensado em tentar carreira, mas nunca levou isso a sério.

﹥Medos: Além do pânico de multidão, que adquiriu quando sua mãe a levou para uma festa quando era bem criança pois não tinha com quem deixar, e esqueceu ela lá até a festa acabar e ligarem para a casa dela (era tipo aqueles shows na praia cheio de gente pisoteando as pessoas); seu único medo é não conseguir terminar a faculdade e não conseguir um estágio em uma boa empresa para subir na administração.

﹥Gostos & Desgostos:
Emily ama comer doces, beber café enquanto lê ou desenha, ouvir músicas estilo nivarna, AC/DC e etc. Ela também costuma beber, mas geralmente mantém o controle.
Emily não gosta de pessoas muito persistentes, nem pessoas muito arrogantes e patricinhas. Esse tipo de coisa irrita qualquer um.

﹥Manias & Vícios:
Estalar os dedos, pescoço, coluna etc. É algo que relaxa a mente dela. Às vezes ela costuma fumar, não usa mais drogas, mas ainda tem costume de usar cigarros.

﹥Tem medo da morte: Não muito, mas para ela a pior morte seria ser enterrada viva.

﹥Objeto de valor:
Brincos que sua melhor amiga de infância havia lhe dado antes que se mudasse. O nome dela era Sarah.

http://www.polyvore.com/m/set

﹥Estilo de Roupas:

http://www.polyvore.com/m/set
http://www.polyvore.com/m/set
http://www.polyvore.com/m/set
http://www.polyvore.com/m/set
http://www.polyvore.com/m/set
Assim eu acho que já dá para ter uma base, roupas de banho pijama e etc ficam por seu critério, mas esse é o estilo dela de se vestir.

﹥Se o desafio fosse matar uma pessoa, mataria por dinheiro ou desistiria e sofreria as consequências: Mataria sem pensar duas vezes.

﹥Gostaria de par: Sim, de preferência feminino.

﹥Algo a mais:

* Achei a autora bem interessante. E gostei do fato de ser rígida com as fichas para uma melhor história.

*Emily não é religiosa, acredita que se existe um Deus, já deve ter desistido desse mundo de arrogância.

*Antigos relacionamentos: já ficou com muitas pessoas, mas nunca namorou sério.

﹥O Nerve é um site ilegal, seu personagem tem noção disso: Sim, mas não tem se importado com tal fato.

﹥Está de acordo com a morte de seu personagem caso a mesma venha acontecer: Não, mas a história é de sua autoria, então...

﹥Colocará seu personagem em minhas mãos, com direito de fazer tudo com o mesmo.
Sim.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...