~Unicorniouw - Clan Akatsuki

Unicorniouw
Fujoshi
Nome: Giovanna
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 21 de Março
Idade: 16
Cadastro:

Ficha || The Black Class


Postado

I am from the Black Class



Nome

Ren

Significa Lírio d'água



Sobrenome

Mochizuki

Significa Lua Cheia



Apelidos

Não possui


Idade

17 anos


Data de nascimento

28 de abril


Signo

Touro


Aparência















Mais imagens

http://s1.zerochan.net/Komaeda.Nagito.600.1745392.jpg

http://s1.zerochan.net/Komaeda.Nagito.600.1704705.jpg

https://lh4.googleusercontent.com/IG-zivRofPqrNdwcPcZGjPMrbpsEqo5O_yPc-8kkg1KGRFlxJ-AR1ccADdtFauHVsZ9SPwKyo-u-K9s0yG8UztaLBNL0YwhkukyPlox8pVz6LBW0nnlS2iu7

http://img2.wikia.nocookie.net/__cb20130710131704/danganronpa/images/5/5a/Event_50_(1).png

https://i.paigeeworld.com/user-media/1443657600000/53ce885d7624c1d462918e5f_560da927d1ca8a1cf91146f2_320.jpg

http://static.zerochan.net/Komaeda.Nagito.full.1210918.jpg



Descrição

Ren é albino. A cor branca predomina em quase todo o seu corpo.

Ele é um rapaz alto, com 1,75 cm e magro, pesando 65 kg. Tem cabelos brancos descabelados e acima dos ombros, que dá a ele um certo charme, algo entre a loucura e a fofura, acompanhados de olhos claríssimos, quase alcançando o tom cinza, mas mesmo assim, sendo possível ver o verde que suas íris possuem. Sua pele é clara, em um tom doentiamente branco e pálido e sem nenhum tipo de sarda ou mancha.



Personagem que representa e anime/jogo

Nagito Komaeda - Danganronpa 2: Goodbye Despair


Personalidade

Apático. Essa palavra define o interior de Ren. Se ele ficasse um dia inteiro com suas expressões normais e sem forçar nada, ele ficaria com a expressão vazia por quase 24h do dia. Sua personalidade apática se deve por sua demência. Exatamente. Ren tem Demência Frontotemporal, um subtipo/variante de DFT, sua demência também pode ser chamada de Variante Frontal e é, sobretudo, uma perturbação do comportamento. As pessoas com Demência Frontotemporal podem ser desinibidas ou apáticas.

Porém, Ren não fica o com sua expressão apática o tempo todo, na verdade, é o contrário. Ele finge o tempo todo. Parece estar sempre feliz e está constantemente com um sorriso alegre, passando a imagem de ter disposição para a alegria no geral. Se, alguém, qualquer pessoa, o ver, nunca pensaria que ele é um assassino, mas com certeza o acharia estranho, já que tem tendências comportamentais um tanto estranhas, mas que podem ser engraçadas e, porque não, fofas, como por exemplo, pegar duas rosquinhas e colocas nos olhos, como se fossem óculos.

Não compreende os sentimentos muito bem. Nem os dos outros e muito menos dele próprio, então pode ser insensível com as outras pessoas e, em relação a ele, isso faz com que ele não tenha medo ou, pelo menos, tenha surtos de coragem e não tema os inimigos, não importando suas habilidades.

De uma simpatia e doçura assustadoras, ele parece não saber o que significa espaço pessoal, já que não respeita nunca. Consegue cativas as pessoas com facilidade, mas não é tão fácil cativa-lo e, as pessoas que conseguiram, estão enterradas a sete palmos abaixo da terra.

Tanto tempo fingindo ser alguém que ele não é fez dele um excelente ator, nem tente tentar decifrar a veracidade de suas palavras, pois nunca o conseguirá. Ren também tem atitudes um tanto infantis, estas, são verdadeiras, por conta de suas tendências comportamentais -que são consequência de sua doença-, ao contrário de sua alegria constante e simpatia. Também costuma ser bem inocente em relação a coisas como "romance", mas, em compensação, sempre é ágil em perceber cinismo e ironia no tom de voz das outras pessoas.

Quase irritantemente teimoso. Quando ele coloca alguma ideia na cabeça nem se Buda pedir de joelhos para ele repensar ele mudaria de opinião.

Sua alegria está sempre acompanhada de uma calma infinita, embora sua alegria seja apenas algo que ele criou para os outros, sua personalidade calma está ligada a apatia e é completamente genuína. A junção da sua calma com o sorriso feliz que parece estar costurado no seu rosto dão a ele a impressão de ser muito frio.

Ren é sortudo. Embora tenha dois tipo de sorte: a boa sorte e a má sorte. Ele tem as duas desde que ele se entende por gente e elas também costumam afetar quem está ao seu redor, como afetou seus pais. Essas duas sortes são sempre extremas quando "agem". Devido a sua sorte, ele não fica com medo em situações que as pessoas sentiriam medo, como receber ameaças de morte, mesmo que, no fundo, sente medo da própria sorte.

Ele, por ser apático raramente se irrita. Raramente. Uma das coisas que o irrita profundamente é assassinar por desespero. Quando irritado, ele age como um passivo-agressivo. No geral, ele parece estar fora de contato com seus sentimentos e tem dificuldade em compreende-los.

Ren tenta sempre ser educado e se mostrar feliz aos outros, mas pode acabar sendo duro e insensível por conta da sua Demência Frontotemporal, que lhe causa falta de consciência social e falta de percepção em relação ao próprio comportamento. Devido a isso, tem frequentes dúvidas de como seu próprio comportamento pode afetar as outras pessoas. Isso causa a ele dificuldade em se expressar normalmente e de modo adequado, podendo causar algum mal-entendido com alguma frase com duplo sentido.

Outras coisas que podem causar algum mal entendido é em relação ao seu senso de humor. Ren tem o senso de humor negro, que é ofensivo e, para algumas pessoas, estranho. Ele também não costuma sentir culpa, remorso e tristeza e nem tenta fingir que sente, pois nunca sabe quando deve agir e como, o que realça o jeito insensível que as pessoas veem nele, mesmo que seja culpa da sua apatia.

É muito bom em enganar, manipular e roubar, fazendo isso muitas vezes para a própria diversão e, quando precisa, para algum assassinato.

Ren é muito inteligente e esperto, apesar de tudo. Tem uma mente afiadíssima para assuntos acadêmicos, além de ter uma alta capacidade dedutiva.

Como assassino, Ren pode não ter uma força física imensa, mas é rápido e ágil, além de ter conhecimento de inúmeras técnicas de imobilização que não requerem músculos exagerados. Ren, além de não entender seus próprios sentimentos, tem medo de entende-los, por isso, as pessoas que ele mata são pessoas que, conseguiram o cativar, que ele aprendeu a gostar. No fundo, ele é apenas um garoto confuso com seus próprios sentimentos e com medo de sentir. Medo de ser humano. Quando ele mata é quando ele está verdadeiramente feliz, mas sua expressão de felicidade é o motivo de pavor das vítimas, em ver a instabilidade mental de Ren, o sorriso praticamente rasga o rosto de orelha a orelha e os olhos, geralmente neutros, ficam claros como água cristalina e pode-se ver todos os sentimentos que uma pessoa pode ter em uma descarga emoções no momento do assassinato. Essa sensação, de sentir que realmente está vivo é o motivo de Ren de existir e continuar vivendo, faz ele querer mais e mais. A sensação é tão boa que ele gostaria de conseguir sentir essa descarga tão boa de emoções mais vezes e em outras situações.



Qualidades

Ele é muito inocente e infantil, parecendo uma criança e, juntando isso com sua aparência, Ren fica muito fofo. Também é muito inteligente e tem capacidade dedutiva exemplares. É um excelente ator e muito sortudo.


Defeitos

Sua sorte, apatia (e falta de empatia), senso de humor se encaixam bem aqui. Mas seu maior defeito é o medo que tem de sentimentos e, principalmente, de um dia não conseguir matar alguém por gostar muito dela, mesmo que bem no seu interior, ele gostaria de conhecer alguém assim.


Gostos

Gosta de ver a expressão em um misto de surpresa, tristeza e medo nos olhos das vítimas ao verem que serão mortas por aquele que elas consideraram como amigo. Gosta de comidas salgadas, de desenhar e ler. Adora ouvir música e, embora seja eclético, tem um apreço especial pelo Death Metal.


Desgostos

Odeia lugares barulhentos e praticar atividades físicas, principalmente correr. Não gosta de filmes de terror com serial killers, embora goste com zumbis e fantasmas. Ren também não gosta de doces


História de vida

Nascido em uma família extremamente rica, Ren não tinha do que realmente desgostar, mesmo que seu relacionamento com seus pais tenha sido algo bem neutro, eles o levavam até o parquinho para brincar, mas nunca o elogiavam. Pelo menos até ele ser sequestrado por alguém interessado no dinheiro dos seus pais quando tinha 7 anos. Ele foi mantido em cativeiro por três semanas inteiras, podendo, do quarto sujo onde era mantido, escutar as ligações do sujeito para os seus pais e, a cada semana, o dinheiro do resgate foi diminuindo, talvez porque o sequestrador tenha sentido pena do garoto?

Apenas as 16h do domingo na quarta semana em cativeiro Ren conseguiu sua liberdade. A polícia conseguiu localiza-lo e, sem muitas negociações, o seu sequestrador o permitiu sair. Enquanto caminhava em direção a saída, notou um bilhete de loteria em cima do balcão do sequestrador e o pegou antes de ir em direção a polícia para voltar para casa e, descobrir que, na verdade, quem chamou a polícia foi a sua professora da escola, não os seus pais.

Talvez tenha sido o momento fragilizado de Ren, que acabou despedaçando com a notícia, sobrando apenas os caquinhos, mas algo mudou dentro dele depois disso. E, foi nessa madrugada que Kaito Mochizuki e Saya Mochizuki desapareceram sem nenhuma testemunha.

Mas Ren sabe a verdade. Principalmente do qual fácil foi mata-los. Primeiro, durante colocou sonífero na bebida deles, depois os amarrou no sótão, pegou uma faca da cozinha e esperou pacientemente eles acordarem e, quando o fizeram, primeiro veio a confusão, depois o desespero e, por fim, a surpresa misturada com o pavor ao ver o pequeno e jovem Ren os olhando com os olhos em um brilho quase louco com uma faca na mão. A morte deles não foi exatamente demorado, mas não foi rápida. Ren cortou lentamente a garganta deles e os viu se remexerem com dor e assustados até a vida deixar aqueles sacos de carne. A parte chata do assassinato é limpar a cena do crime, Ren queimou o corpo dos pais na lareira da casa após cortar o corpo de ambos para tal ato e depois, com desinfetante e um pano, limpou a casa toda.

Seus pais deixaram a empresa para o seu tio, assim como a casa e a guarda do filho, Yuki Mochizuki era um homem rígido e achava que poderia descontar o estresse do dia-a-dia no sobrinho. Mas é claro que não o faz mais. Não depois do sobrinho o ameaçar com a mesma faca que matou os pais, claro que inicialmente o tio pensou que era uma brincadeira, mas depois do sobrinho conseguiu mostrar a veracidade de suas palavras quando empurrou o tio das escadas, deixando-o paraplégico e, com tanto medo do sobrinho, que faz o possível para evita-lo dentro da própria casa. Chegou a não vê-lo por um ano inteiro, mas acabou por faze-lo no 366º dia para levar o sobrinho no médico, que depois de fazer um teste neuropsicológico, deu o diagnóstico como Demência Frontotemporal e, especificando mais, Demência Frontotemporal Variante Comportamental (DFTvc)

{Essa doença não tem cura ou tratamento, mas podemos fingir na fic que existe? Please ^^}



O que vai querer como recompensa

Dinheiro para o tratamento da sua doença, pois se recusa a obrigar o tio, que o odeia, a emprestar dinheiro para ele e, sem o tratamento, sua expectativa de vida vai até os 22 anos apenas.


Motivo para querer a recompensa

Ele precisa do dinheiro para o tratamento, ou seja, não quer morrer.


Familiares

Mãe || Saya Mochizuki || Morta aos 29 anos || Era uma Socialite || Relação com o filho: era uma relação muito neutra, não conversavam direito e nunca agiu como uma mãe e nem se preocupou com ele || Personalidade: era uma mulher fútil e esnobe, embora tenha sido muito bonita e carismática.



Pai || Kaito Mochizuki || Morto aos 30 anos || Dono da Metalúrgica Mochizuki || Relação com o filho: por ter sido um homem ocupado não tinha tempo para o filho, quase não o via e não conversavam direito. || Personalidade: era um homem frio e sério, sempre profissional e nunca relaxava.



Tio || Yuki Mochizuki || 36 anos || Atual dono da Metalúrgica || Relação com o sobrinho: tem pavor dele desde que ele o deixou paraplégico || Personalidade: é um homem covarde e fraco. Tem apreço pelas regras.




Como age com

Colegas de Classe

Ele age como age com as pessoas no geral, um tanto infantil e "estranho", mas sempre com um sorriso alegre no rosto e falando de forma animada, embora seja muito mais cauteloso com seus colegas de sala do que com pessoas normais. Vê eles como ameaças, mas nem por isso vai ficar no seu próprio canto isolado, vai socializar.


Colega de Quarto

Talvez seja o mais próximo de um amigo que Ren tenha. Com ele, Ren pode, até mesmo tirar a máscara de fingimento dele e mostrar o verdadeiro Ren, alguém apático e, na opinião dele, menos interessante que Ren que ele construiu.


Professor Mizorogi

Sente admiração pelo professor e o respeita profundamente. Para Ren, o Professor é quase como que um tio ou um pai com os alunos, pelo menos na opinião dele


Hizuki Nagisa

O trata como um colega de sala comum



Takahashi Yuu

Como trata qualquer outro colega


Diretor Daiki

Ren o respeita profundamente por aceita-lo na Black Class e procura agrada-lo para mostrar que é um bom aluno


Roupas

Uniforme Escolar










Casual










Pijama






Piscina




Arma




Como mata

Ren é rápido e ágil, então consegue algumas vantagens. Ele imobiliza a vítima de algum modo (desmaiando, acertando algum ponto crítico, agarrar a veia do pescoço, etc) e, em seguida, irá esperar a vítima olhar nos olhos dele para, finalmente deixa-lo extasiado e contentíssimo e, por fim, corta o pescoço da vítima.


O que vai escrever na nota de assassinato?

"Um passo. Eu não tenho pulso. Duas batidas. Eu não sei onde estou. Três corvos grasnando. Minha visão está borrada. Quatro manchas de sangue. Nem sinto meu corpo.

Cinco cadáveres. Eu ainda estou com fome"



Frase de efeito

"Os mortos recebem mais flores que os vivos porque o remorso é mais forte que gratidão"


Responda como seu personagem

Matar ou morrer?

Matar


Preto ou branco?

Preto


Mal ou bem?

Mal (ou o que for mais divertido e legal para ele -qqq)


Emoção ou Razão?

Emoção


Algo a mais?

A voz dele:
https://youtu.be/gdQ9Dr8cyuc


A cara dele durante o assassinato quando a vítima olha nos olhos dele e o Ren sente a descarga de emoções:





Espero que goste da ficha e desculpa a demora, eu disse que ia mandar ontem, mas acabei pegando no sono </3


Kissus





Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...