~teagukkie

teagukkie
››peachbutt.jpg‹‹
Nome: 𝓋𝒾𝒸𝓀𝓎 * , ☽ ̵c̵̵u̵̵t̵̵i̵̵e̵̵ ̵̵b̵̵u̵̵t̵̵ ̵̵c̵̵r̵̵e̵̵e̵̵p̵y̵ ❣ .
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: São Paulo, São Paulo, Brasil
Aniversário: 12 de Fevereiro
Idade: 5
Cadastro:

Until Dawn - Interativa.


Postado



𝐼'𝓂 𝒮𝓊𝓇𝓋𝒾𝓋𝑜𝓇



Ɲσмє cσмρƖєтσ:


Park Dahyun.



ǀɗαɗє


Dezessete anos e nove meses.



AρєƖιɗσ


Hyun e Margarida Mom. Margarida Mom é porque Dahyun é delicada como uma flor, e ela sempre está cuidando dos amigos e preocupada. É realmente como se fosse uma mãe, a mãezona do grupo.



Aραяє̂ηcια


















Como já dito, Dahyun é uma moça muito bela e delicada. Ela tem sua pele sendo alva e pálida, além de bem macia e sem imperfeições, fácil de marcar. Apenas um aperto e já pode parecer uma enorme mancha vermelha em sua pele. Ela é baixa, tendo 1,47 de altura, o que é motivo de zoação em sua turma. Ela é bem magra, pesando apenas 43kg, que são bem distribuídos pelo seu corpo. Seus seios são fartos, e os glúteos, duros e empinados. Pode ser baixa, mas Dahyun tem um corpo invejado por muitas. Ela cuida muito bem do corpo, sendo passando algum creme com cheiro de pêssego e alguns hidratantes.

Seu rosto é delicado, em um formato perfeito e ideal. O nariz, é fino e arrebitado, e nele não há nenhum cravo. Sua boca é pequena, e os lábios são finos e avermelhados sem nem precisar de batom, mas ela passa um leve mesmo assim. Seus cílios são grandes e curvados, sempre preenchidos por um rímel, e os olhos puxados, denunciando-a uma coreana, são naturalmente esverdeados, meio cor de mel.

O cabelo é longo, indo até o meio de suas costas, e sua cor natural é castanho escuro, mas ela o tingiu completamente de castanho mel. Dahyun é uma garota que depende totalmente do cabelo para ter uma alta autoestima, por isto ela não poupa dinheiro com produtos para cabelos. Hidratantes e tudo mais, e é por esta razão que seu cabelo tem o costume de ter um cheiro de manga. Ele é liso, levemente ondulado, como ondas, e Dahyun morre de amores pelo cabelo.

Dahyun nunca se mostra não arrumada para as pessoas. Está sempre muito agradável e dócil, parecendo uma boneca. Na verdade, uma certa época Dahyun até já fora um modelo mirim, mas por causa de eventos bem desagradáveis, a coisa de modelo acabou bem rapidamente.

Suas mãos sempre estão macias, e também um pouco gélidas. As unhas sempre estão bem feitas e pintadas. O estilo de roupa de Dahyun é o que é bastante usado pelas ulzzangs. Ela pode até ser considerada uma, pois é bem famosa nas suas redes sociais, tanto que os amigos a chamam de "Internet Princess".

Dahyun tem um corpo muito frágil. Ela se machuca facilmente, além de pegar gripes e doenças em um piscar de olhos. Sempre está doente, e os amigos tem de cuidar dela, mas quando não está, é ela que sempre cuida de todos do grupo, ouvindo seus segredos, dando opiniões, tratando de seus machucados.



Ƥнσтσρℓαуєя


Lee Sung Kyung.



Ƥєяѕσηαℓι∂α∂є


"Olá! Como vai?"

Dahyun é aquele tipo de pessoa que sempre é gentil com todos. Não importa o tipo de pessoa, ela sempre tenta dar o máximo para conseguir se aproximar. Ela gosta muito de interagir com as pessoas, de poder conversar com alguém. Odeia ficar sozinha, e adora os amigos. Mas chega a ser algo pelo qual Dahyun se suicidaria. Ela realmente faria tudo por alguém que diria ser seu "amigo". Ela é facilmente manipulável, neste caso. Dahyun é bem delicada, sempre tentando agradar a todos. E às vezes, ela realmente conquista as pessoas com seu doce sorriso e jeitinho. Mas nem todos são tão bons como Dahyun pensa, nem todos tem um ótimo coração.

Ela não faria mal nem à uma mosca. Para ser sincera, ela realmente odeia pessoas que maltratam as outras. Para ela, maltratar é algo tão sujo quanto matar alguém. E além do mais, ela é bem tímida. Fica bem vermelha com cumprimentos, colocando suas duas mãos sobre o rosto ou escondendo o rosto no seu casaco. Dahyun simplesmente, é uma pessoa bem fácil com quem conviver.

É bem inocente. Diga alguma piada suja na frente dela que ela não vai é entender nada. Fingira ter intendido e começara a rir, mas estaria se matando por dentro para tentar entender a piada. Ela não percebe quando as pessoas estão flertando com ela, ela simplesmente sorri. Foi criada com muita proteção, e por esta razão é bem deste jeito.

Pode estar sorrindo, mas alguns sorrisos são fáceis de notar que são falsos. Dahyun sofre de ataques de pânico e ansiedade, e por está razão não costuma dormir muito a noite. Costuma passar as noites em claro, tomando remédios para tentar se acalmar e não surtar. Ela começa a se encolher em um lugar e falar sozinha, chorando, e se tiver alguns desses ataques na frente dos amigos, eles realmente podem ficar muito assustados. É algo que Dahyun nunca contou para ninguém. Ela odeia estes ataques, e sua ansiedade, o que a faz querer entender tudo, saber de tudo, pensar sem parar. Nunca diga para Dahyun não pensar.

Ela se apega muito facilmente. A pessoa pode só estar tentando ser gentil, e Dahyun já vai adorar ela. Isto já lhe trouxe muitos corações partidos, mas é algo o qual ela não pode evitar. Simplesmente gosta muito de estar com as pessoas, pois é diagnosticada com algo chamado "Autofobia". Tem muito, mas muito medo de ficar sozinha. Quando sozinha em casa quando pequena, Dahyun começava a quebrar as coisas de vidro, no qual podia se enxergar. Pois para ela, ela não era nem nunca seria o suficiente.

Tem a autoestima muito baixa. Dahyun é muito sensível e fácil de se magoar, então cuidado com suas palavras. Ela na maioria das vezes não demonstra estar triste, mas quando vê a chance, começa a chorar feito uma condenada. Acha que as palavras doem muito mais que navalha.

É bem ágil. Quando pequena, adorava subir em qualquer lugar alto, e faz isto até hoje. É ótima em escalar árvores, muros, ou até mesmo locais altos. Ela gosta de sentar na beirada do lugar, à um metro de cair. E pensar para vida, olhando para baixo. Sempre adorou fazer isso, e muitas vezes é flagrada em cima de algum lugar sozinha, pensando.

É muito talentosa e inteligente. Apesar de ser dócil, na maioria das vezes Dahyun quer ser melhor que as outras pessoas, mesmo que não admita isto. Quer sempre estar no topo, com suas notas nunca sendo 9, apenas grandes e lindos 10's. Ela é até bem adiantada pela idade, e se interessa muito pelos estudos e pesquisas. Muitas vezes, nem precisam mandar que ela faça algo relacionado à estudo. Ela simplesmente estuda porque gosta, não necessariamente uma obrigação para ela.



Hιѕтσ́яια


Desde pequena, Dahyun sempre foi muito feliz. Ela nasceu e passou sua infância em Suwon, em uma casa bem perto de muitas árvores e plantas. Era uma casa grande, com um pátio, onde Hyun sempre brincava com os amigos. Era uma criança muito feliz, sempre sorrindo.

Mas nesta época, a garota já tinha seus ataques de pânico. Isto atrapalhava muito seu desempenho escolar, então seus pais rigorosos, que queriam sua nota sendo "10", decidiram lhe arranjar um psiquiatra, o que só piorou tudo. Os remédios ajudavam, mas Dahyun tomava tantos que estava se auto viciando neles. Ela tomava-os para fugir da realidade de sua vida, tomava muitos.

Logo mais, Dahyun conseguiu facilmente superar este vício com ajuda dos amigos. Mas é claro que os ataques de pânico e ansiedade não iriam embora tão fácil. Seus pais, já irritados com o tipo de filha, começaram a usar uma técnica odiada por todas as crianças. Cada vez que Dahyun errava uma questão de alguma matéria, eles lhe davam palmatórias tão fortes que até sangrava.

Ela tinha que ser a número um da classe. Tinha que ser a representante, a mais inteligente. Dahyun até conseguia facilmente chegar à estes postos, mas estava bem exausta de sua família. Vivia segurando lágrimas, tantas foram as mágoas que ela engolira ao passar dos anos. Mas ela com toda certeza, nunca parava de sorrir, coisa que contagiava as pessoas à sua volta. Hyun tinha certeza de que tudo melhoraria.

Quando ficou mais velha, sua família se mudou para os Estados Unidos. De começo, ela não se sentiu muito bem, mas ficou mais relaxada quando foi recebida muito bem na escola. Por ser estrangeira, todos ficavam em cima dela, e Dahyun odiava atenção daquele modo, mas as pessoas eram tão gentis que respondia a todas as perguntas feitas.

Nos Estados Unidos Dahyun só teve que se empenhar mais ainda. Pois como era estrangeira, tinha de dar seu melhor, falavam seus pais. Hyun não aguentava mais aqueles dois que fingiam se amar, mas ela simplesmente fez o que pediram. Era uma das melhores alunas, tanto que pulou um ano por ser muito adiantada.

Quando precisava de um tempo, Dahyun costumava chamar seus amigos para ficar na parte de cima sem proteção do Colégio. Ela se acalmava lá, e se sentia bem com eles. Eram as melhores pessoas de sua vida, e por isto, sempre estava cuidando de todos como a grande mãe do grupo, o que realmente era.

Dahyun conseguiu entrar mais cedo para Faculdade de Artes por pular um ano, mas isto não a fastou dos amigos. Todos continuavam muito juntos, e Dahyun ficava feliz com isto. Mas então, ela se descobriu como pan. No começo, ela tentou esconder, mas seus amigos conseguiram ver claramente como ela falava sobre amor e agia. Eles a incentivaram a contar para os pais.

É óbvio que eles não levariam numa boa. Não a batiam mais, mas a xingaram de tudo quanto é nome horrível. Falaram que ela não seria uma verdadeira herdeira da família. Falaram que ela nunca realmente seria do sangue deles. Falaram que tinha nojo dela. Onde já se viu, gostar de qualquer pessoa por ai? Dahyun ficou realmente acabada e exausta.

E é nessa parte que os remédios entram novamente, tomando conta de sua vida. Ela os usava para dormir, viajar, para poder esquecer da sua vida. Quando falava que ia estudar, Dahyun se enchia de remédios, deitava a cabeça no travesseiro e viajava para todos os países pelos quais não podia na vida real.

Então, veio a viagem. Seus amigos tiveram aquela brilhante ideia, e é claro que de inicio Dahyun disse não. Como a mãe do grupo, ela disse que era algo absurdo e perigoso, que alguém podia se machucar. Por alguma razão, Dahyun não gostava der viagens, e tinha um mal pressentimento para aquela. Mas Sierra e os outros conseguiram convence-la facilmente, e assim Dahyun embarcou para a coisa mais louca que já fizera em sua vida.



QυαƖ ѕυα яєƖαçα̃σ cσм Sιєяяα?


Sierra e Dahyun se dão muito bem. Hyun é toda protetora com ela, sempre está cuidando dela e isto pode irritar, pois quer deixar Sierra protegida do mundo afora. São bem próximas, sempre fazendo brincadeiras umas com as outras, e isto quer dizer que Dahyun se deu ao luxo de contar seu segredo para ela. Sierra levou tal coisa na boa, sem problema nenhum com seus ataques de pânicos, e comprou até remédios para ela nesta viagem. Ela tem sido bem sigilosa, sem falar nada para alguém, mas as duas sabem que mais cedo ou mais tarde um ataque de pânico acontecera e elas não terão como evitar isto. As duas sempre estão cuidando uma da outra, e certamente, se Sierra morresse, Dahyun teria um dos maiores ataques de sua vida, e seria capaz de quebrar tudo a sua volta.



Ƥαя? Ɛυ єѕcσƖнσ συ νσcє̂ єѕcσƖнє?


Sim, com certeza! E você escolhe.



RєƖαçα̃σ cσм σ ραя


Como é bem tímida, Dahyun vai corar facilmente, sem gaguejar, mas com toda certeza, ainda bem tímida. Gostara muito de ficar perto dessa pessoa, respeitando todas as diferenças, e será bem mais mãezona com tal pessoa. Fara de tudo para que esta pessoa viva, ou seja, morreria se preciso. Muito cuidador com o/a par, sempre sendo gentil, sorrindo. Com o/a par Dahyun se sentira finalmente livre para compartilhar seus sgredos, e sera bem aberta, nunca mentindo. É claro que gostara de provocar também, mesmo que não saiba muito bem como fazer isto, então seria bem engraçado Dahyun tentando "seduzir". Eles seriam como melhores amigos, nunca deixando um ao outro, ririam juntos, e Dahyun tentaria nunca ser ciumenta. Mas ela sabe que confiar muito nas pessoas às vezes nunca dá certo.



Ɠσѕтσѕ


Plantas - Dahyun ama todo o tipo de planta. Das sem flores até das que dão frutos.



Chás - Simplesmente, todos os tipos! O doce gosto do líquido quente aquece seu coração.



Bolos - Este é o tipo de doce favorito de Dahyun. Principalmente, o bolo de pêssego com recheio e cobertura.



Água - Dahyun não sabe o porque, mas sempre gostou do contato com a água.



Altura - Como já dito, Hyun adora ficar em lugares bem altos, pensando.



Suco - Gosta muito, principalmente do de laranja.



Gatos - São seu animais favoritos!



Escrever - Desde bem pequena, adora literatura.



Pintar quadros - Seu hobbie favorito. A ajuda a se acalmar e a reduzir ataques de pânico.



Chuva - Dahyun sempre achou a chuva muito bela.



Peixes - Hyun adora todo derivado do mar.



Celular - É um amor eterno por este aparelho. Nunca se desgruda do seu, sempre atualizando suas redes sociais.



Qualquer rede social - Como já dito, Hyun é bem viciada nisto, tanto que é chamada de "Internet Princess" pelos amigos virtuais.



Bebida alcoólica - Adora o gosto, e costuma beber escondida quando quer comemorar algo, já que ainda não tem idade.





Dεsɢσsτσs


Ficar sozinha - Como já dito, Dahyun odeia a sensação de solidão, pois possuí autofobia.



Donuts - Acha o sabor desagradável, nada demais.



Lugares muito vazios e calmos - Muitas pessoas precisam de silêncio para dormir, mas Dahyun precisa de todo o barulho possível.



Refrigerante - Acha aquele gás horrível.



Aves - Dahyun tem um certo medo delas.



CD's - Ela só não acha que é um bom e necessário aparelho.



Florestas - Uma das razões pelas quais não queria ir para a viagem.





Ⴓυλlιdλdεs


Gentil - Quase sempre.

Sorridente - Isso meio que contagia as pessoas à sua volta.

Protetora - Realmente, a mãezona do grupo.

Extrovertida - Acha que o melhor remédio é rir.

Cozinheira nata - Afinal, toda mãe precisa ser.

Boa artista - Artes plásticas é seu nome do meio.



Deғeιтoѕ


Facilmente manipulável - É muito fácil convence-la de fazer algo que você queira.

Inocente - Até demais.

Socialmente desagradável - Ás vezes Dahyun fala umas coisas que... né?

Não respeita espaço pessoal - Ao falar com alguém, ela fica pulando, chegando perto demais da pessoa.

Desastrada - Seu outro nome do meio.



Hαвιℓι∂α∂єѕ


Dahyun é ótima em escalar lugares altos e se esconder entre as coisas. Ela poderia facilmente se camuflar do monstro, já que sua respiração é fraca.

Ótima estrategista. Pode passar por lugares tão pequenos que às vezes as pessoas pensam que ela é um rato humano.

Mente rápida. É ótima em bolar planos, estratégias e tudo mais.Daria até uma boa líder.



Medoѕ/ Foвιαѕ/ Trαυмαѕ


Autofobia , medo de morrer queimada e trauma de aves.



O qυe ғαrια dιαɴтe de υмα ѕιтυαçα̃o de rιѕco?


Dahyun tentaria proteger os amigos, mas ela poderia acabar entrando em um ataque de pânico. Mas caso necessário, ela certamente morreria para salvar a vida de alguém.



Frαѕe qυe α deғιɴe


Sorria, você fica bem mais lindo assim.



Sє ѕєυ αмιgσ ƒιcαѕѕє ρяєѕσ є ℓαgσ єѕтινєѕѕє ѕє αρяσχιмαη∂σ, νσcє̂ ƒιcαяια ραяα αנυ∂αя σ αмιgσ συ ιяια ємвσяα?


Claro que Dahyun ficaria e ajudaria o amigo com todas as suas forças, até a coisa se aproximar. Não pararia até conseguir soltar aquela pessoa. A garota não aguentaria o peso da morte de alguém ser sua culpa.



Se ѕαcrιғιcαrια pαrα ѕαlver qυeм αмα?


Se a pessoa realmente amasse Dahyun, é claro que sim, sem dúvidas.



Vαι qυerer...


Lemon, mesmo que minha personagem não participe, lemon é tudo né gente.



Qυαιѕ αѕ тrêѕ pαlαvrαѕ qυe α deғιɴe


Gentil, fofa e extrovertida.



Alɢo α мαιѕ?


Certa vez, Dahyun estudara tanto, que sua pressão subira e seu nariz começara a sangrar.

Ao estudar ela costuma ter um elástico na mão, que fica puxando contra o pulso toda hora, pois está entediada.

É pansexual.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...