Perguntas


Postado

Perguntas




1 - Desistiria da seleção?
Bem como a Kathrine disse NÃO DESISTIRIA, FUGIR É SINAL DE FRAQUEZA E COVARDIA, quando se ama (se importa) alguém lutamos com todas as forças, mesmo que nossa vida esteja em jogo, temos que enfrentar as batalhas da vida se quisermos ganhar o coração dele. Além disso, daria a seja lá quem for o que quer, seria como entregar-se sem antes lutar e não é da minha natureza cair sem lutar, mesmo quando as coisas parecem insuperáveis.


2 – Ahren está arrasado e se sentindo responsável pelo que aconteceu... Como vc o consolaria? O que diria a ele? O que faria
Eu já o consolei na verdade, mas se eu tivesse a oportunidade diria novamente que a culpa NÃO FOI DELE, então ele não deve se culpar ou pensar que carrega um peso por isso, o que ele poderia fazer? NADA! Não adianta remoer o passado, temos que seguir em frente, por mais que doa, o alivio seria a justiça, ele tem que buscar os culpados e condená-los, isso vai ser a única coisa que poderá fazer.
Tbm daria uma rosa azul que ela cultiva no quarto e diria
"essa rosa vai murchar aos poucos e morrerá um dia, mas a lembrança da beleza dela permanecerá para sempre nas nossas mentes, assim é a vida, pode ser difícil, a saudade e a tristeza ficam, mas quando isso acontecer lembre-se das coisas boas Ahren, não podemos viver de passado, se fizermos isso nunca teremos um futuro"
Kathrine pode ser tão jovem, mas sua sabedoria é grande, ela tem uma ferida no passado, mas não deixa que isso a derrube, não se vitimiza, é forte por ela e pelos outros.
Ahh e se alguém vier culpar o Ahren pelo que aconteceu a Kath irá defendê-lo com unhas e dentes ( em palavras) como ela disse anteriormente NINGUÉM vence a morte.

flor azul


3 - Você gostaria de dizer algumas palavras em forma de homenagem no enterro?
Sim.
Primeiramente agradeço a todos os que lutaram para que estivéssemos aqui hj, todos os bravos soldados que lutaram como tigres e perderam a vida, graças ao juramento que fizeram de proteger seu país, seu povo, estamos vivos e bem, na medida do possível. Tenham certeza suas vidas não foram em vão.
Não conheci Ezra, só falei com ela uma vez, percebi que era uma pessoa boa,como um coelho inteligente, alegre e humilde.
Eu conheci a Ally ela era como um beija-flor, delicada e forte, bela, verdadeira e elegante. Me lembro dela quando vejo uma flor, quando ouço o canto dos pássaros, quando olho para as outras e não a vejo entre nós, eu... eu não pude salvá-la, se eu pudesse... se houvesse uma chance, teria feito algo. –digo olhando para sua mãe. – eu sinto muito. –respiro fundo e tento controlar as lágrimas, tenho que ir até o fim.
Ally, Ezra e todos os soldados que perderam as vidas eram jovens, mas não avaliamos a vida pelos anos vividos e sim pelas pessoas que tocamos a nossa volta, sei que nada pode aliviar sua perda, um filho que enterra seu pai é órfão, um marido que enterra a esposa é viúvo, mas não há nomeação para um pai que enterra seu filho, pq isso não deveria acontecer e mesmo assim acontece, sei que dariam tudo para vê-los sorrir novamente, dar um abraço e isso não será mais possível. Eles não voltarão, mas as lembranças boas vão permanecer e tenham certeza que justiça será feita, quem fez isso pagará caro, não falo só por mim, mas por todos, todos iremos lutar até o fim por justiça, não iremos nos curvar diante desses monstros, sejam quem for.

ps: deixaria uma rosa negra em cada caixão ( essas rosas são raras, mas a Kath cultiva)




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...