~WillowTheThird

WillowTheThird
The Witch Princess
Nome: Willow Iesh III
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha para: Big Bad Wolves


Postado

FICHA HUMANA
"I'm a big bad wolf"

Nome completo:
Bernice Allen.

Significado e origem:
Seu nome significa "portadora da vitória" e é uma variante inglesa do nome grego Berenike, que por sua vez varia da forma macedônica Phereníke (este que é também a origem do nome Verônica).

Apelidos:
Não possui, mas de vez em quando é chamada de Allen.

Idade:
20 anos.

Aparência:





Bernice tem cabelos castanhos levemente ondulados que chegam até o início de suas costas, pele escura, mas não chegando ao negro, olhos castanho claros e corpo escultural, mas que passa ideia de desigual devido suas costas um pouco mais largas e seios mais fartos que sua cintura (fator esse que tenta sempre esconder não estando de lado com muita frequência quando tira fotos)
http://pnews.missuniversusa.netdna-cdn.com/wp-content/uploads/2016/09/nancy-gonzalez-miss.jpg
http://misskemahpageant.com/images/titleholders/nancy-ss.jpg

Personalidade:
Bernice é uma garota com constantes altos e baixos, por uma vez ter tido depressão ela constantemente luta contra seus pensamentos negativos e tenta ser o mais alegre possível. Carinhosa e gentil, coloca os outros sempre à cima de si e prefere ser ferida à ferir. Paciente dificilmente perde a calma, mas quando o faz pode dizer coisas que a fará se arrepender muito depois. Em seus dias mais sombrios, quando sua depressão toma conta, ela fala apenas o necessário e constantemente se perde em seus pensamentos negativos. Mas no dia seguinte ela pode estar melhor e tão alegre quanto antes.

História:
Bernice Allen cresceu em uma típica família de classe média baixa que, apesar das dificuldades, era amorosa e calorosa com tudo e com todos. Tendo crescido ao redor de muitos parentes, sua casa tinha, no total quinze integrantes contando com ela, o que significava barulho onde quer que fossem. Com o grande desejo de poder ajudar a família um dia, investiu nos estudos pois, para ela, apenas aqueles que se esforçavam seriam alguém na vida. Nunca estudou em escolas muito boas, mas compensava a falta de ensino de qualidade estudando em sua casa. Com isso desenvolveu grande inteligência, ao ponto de pular o ensino médio e iniciar a faculdade de arquitetura com apenas quinze anos. Lá sofreu muita discriminação e até bullying, pois segundo os alunos ela era jovem demais para estar lá. Nessa época começou a entrar em depressão o que a obrigou a largar os estudos, essa fase apenas piorou após a morte de seus avós paternos em um acidente, que resultou na depressão de seu pai, que afundou em seu vício por bebida e trouxe o fim ao seu casamento. Tudo isso em apenas um anos. Aos dezesseis anos, a jovem Bernice via sua família resumida a apenas seus avós restantes, sua mãe, um de seus tios e seus quatro irmãos. Não demorou muito tempo para que ela piorasse ao ponto de tentar o suicídio. Quando sua mãe viu o estado em que sua filha se encontrava, tratou de se esforçar mais e pagar algumas seções com um psicólogo. Este era recém formado e Bernice fora sua primeira paciente. Fredrick era jovem, alegre e bonito. E fora também o tão maravilhoso primeiro amor da jovem Allen. Era óbvio que ela tinha consciência do quão errado era e nunca teve esperanças desde o começo. Mas por ele ela melhorou e, em dois anos, mudou completamente seu comportamento, tornando-se a garota alegre e positiva que fora anos antes. Em homenagem ao homem que mudara sua vida e que nunca mais vira novamente após terminar o tratamento, Bernie ingressou em uma faculdade novamente, dessa vez visando psicologia, pois assim como Fredrick mudou sua vida,ela queria mudar a vida de alguém também.

Família:
Sua família e bem grande, mas após a separação ela perdeu totalmente o contato com o lado paterno da família. Portanto apenas colocarei os que agora fazem parte de sua vida:

Sua avó materna - Ethelyn Hughes, é uma velha doente no início de seus 80 anos que vive em estado vegetativo desde antes de Bernice nascer.

Seu avô materno - Lamar Hughes, um velho de noventa nos bastante alegre e sorridente. Constantemente conta as histórias de sua vida e, mesmo sabendo que sua velha mulher pode não estar ouvindo, se declara todos os dias para Ethelyn pois sabe que aquele pode ser o último dia de vida de algum deles.

Sua mãe - Leone Hughes, uma mulher jovem, no início e seus quarenta anos. Engravidou ainda jovem e teve que largar os estudos por isso. Atualmente trabalha como empregada doméstica para sustentar a família, o que a deixa com pouquíssimo tempo livre.

Seus irmãos mais velhos - Mackenzie e Robie Allen. Ambos de vinte e cinco anos. São gêmeos bastante idênticos em aparência, mas completamente diferentes em personalidade. Enquanto Mac é o típico irmão mais alegre e vívido que recentemente iniciou sua carreira como ator; Robie é fechado e pouco sociável que apenas escreve romances que, apesar de belos, não vendem tanto quanto ele gostaria. Apesar de tudo, ambos estão sempre juntos e, segundo sua mãe, nunca houveram gêmeos tão unidos na história da família.

Sua irmã mais nova e com quem Bernice melhor se relaciona é Abigail Allen, de dezenove anos. A jovem iniciou seus estudos em jornalismo e é a típica adolescente popular da faculdade. Apesar de sua personalidade pouco amigável com quem não conhece, Abby é um amor e adora fazer os outros sorrirem e construiu a forte relação que tem com a irmã por ter sido quem mais se manteve ao lado da mesma em sua época ruim.

Por último, a caçula da família - Bertie Allen, tem dez anos e é mais um menino que nasceu no corpo errado. Vive pregando peças e provocando à todos.

Classe social:
Média baixa.

Já sabia do sobrenatural?
Não.

Sexualidade:
Heterossexual.

Nacionalidade:
Inglesa.

Estuda ou trabalha?
Cursa o segundo anos de psicologia.

Habilidades:
É uma ótima cozinheira e sabe cantar muito bem.

Gosta:
Estar com a família, cozinhar, cantar, estudar, dias ensolarados e café.

Desgosta:
Lugares vazios, brigas, bagunça, comidas apimentadas, ser menosprezada e chamar a atenção.

Par?
Está disponível

Como age com-

Lobos:
É cautelosa e quieta ao redor deles, tem sempre medo do que pode acontecer se fizer algo errado. Tem uma visão que pode vir a ser errônea de que eles podem vir a ser selvagens.

Humanos:
É simpática e alegre. Conversa com todos que puxem assunto com ela e sempre sorri.

Bruxas:
Teme-as e as respeita ao mesmo tempo, nunca as contradizendo, mas ainda mais confortável que perto do lobos.

Algo mais?
Não


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...