~WheezyWeasley

WheezyWeasley
The Heir
Nome: Herdeira das Trevas, of Privet Drive No 4
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Maceio, Alagoas, Brasil
Aniversário: 30 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

Ficha - Medicines


Postado

Ficha - Medicines

"It's just Medicine..."

Ficha para Paciente do Hospital

*Nome & Sobrenome:
Alice Western

*Apelido(s):
Ali, Lice, Wes.

*Idade:
16 anos

*Sexualidade:
Homossexual

*Aparência e Personalidade:





Alice tem os cabelos loiros calros e os olhos verdes acastanhados, a pele branca e pés pequenos. Mede 1,73 de altura e pesa 50 quilos exatos, os seios medianos. Ela tem os lábios claros e um sorriso de entusiasmo. Ela tem os bochechas coradas, um sorriso gentil e um modo manso de falar.
Ali é aquela pessoa que ama brincadeiras, muito bem humorada. Ela é daquelas que a sinceridade é o seu maior forte, fala tudo que tem para dizer, e não deixa de ser engraçada. Ela tem um temperamento forte, não deixa ninguém entrar nas barreiras de ter algo com ela, ela tem um coração frio e quente bem no fundo. Inteligente e um pouco lerda, seus maiores dons é ser conselheira e muito boa companheira. Ela é muito santa de pau oco e ama provocar as pessoas e ama joguinhos. Ela é bem extrovertida e bastante vida louca, não se importa com as consequências, adora um bom livro numa dessas tardes de frio, dançar que nem louca no quarto e ficar de bobeira. Odeia responsabilidades e vive seu dia como o último.

História:
Ela costumava ter uma família que era acolhedora, aquela que juntava todo domingo para almoçar junto, que se preocupavam uns com os outros. Ela era um deles, decidida e que se preocupava, mas quando foi diagnosticada com Câncer no Pulmão avançado, não havia ninguém ali para ela, nem mesmo seu próprio pai e irmão. Ela foi internada aos doze anos, com o diagnostico em caso grave.
Seu irmão foi visita-la apenas uma vez, quando ela completou quatorze anos, e apenas fora para lhe entregar um presente no seu aniversário e falar o quanto era desapontador ver a irmã perto da morte, os dois passaram a se odiar desde que seu irmão disse que era para ela morrer logo para que o dinheiro da família no final ficasse para ele.
Sua família era rica, tinha como viver bem por gerações, mas o que sua família mais odiava era ver um membro aos pedaços, perdendo para uma doença, por isso sempre tentaram ser saudáveis, mas Alice tinha Câncer desde os quatro anos, disfarçado de Asma, o que já não era muito bem vindo, mas suportável. De gerações e gerações de membros saudáveis, nascia uma fruta podre na árvore. Sua mãe foi a única que ficou do seu lado, ela vai todos os dias visitar Alice, trazendo livros e papeis de desenho. As duas ficam cada vez mais próximas, e os médicos fazem de tudo para que Alice sobreviva mais um dia.
Seu pai a tirou do testamento, mas sua mãe não, Alice ainda continua viva para ela. Seu pai vai apenas a datas comemorativas, perguntar como ela está e se sente melhor – ele trata tudo como se fosse uma febre passageira. Seu maior desejo era que Alice levantasse sem precisar de ajuda, sem respirar com ajuda de aparelhos, e dissesse que tudo não passava de uma brincadeira, como ela costumava fazer.
Quando eles souberam que Alice não tinha Asma, mas sim Câncer, era uma noite chuvosa de inverno, a garota estava dormindo e ela acordou com falta de ar, não conseguia expirar ou inspirar, seus braços tremiam e seu pulmão parecia em brasa. Ela tentou sair da cama e andar, mas acabou caindo e fazendo um estrondo. Seus pais haviam arrombado a porta, que normalmente fica trancada, e a carregaram para dentro do carro, seu irmão tentava receber respostas, se ela queria a bomba de asma, mas ela não conseguia responder. Quando chegaram no hospital, ela foi recebida as pressas, a enfermeira perguntou se numa escala de zero a dez, quanto era a dor que ela sentia. Ela respondeu mil. Fizeram exames, o médico conseguiu estabilizá-la, quando foi dar a notícia para os pais e para o irmão, que pensavam ser apenas asma, não acreditaram no tal diagnostico e no tempo que aquele problema estava ali.
Seu pai negou e fechou a cara, seu irmão acabou quebrando um vaso com fúria e sua mãe se derramou em lágrimas. No dia seguinte, sua mãe, sozinha, a levou para o hospital muito bem requisitado, seu pai e irmão não foram e o primeiro se recusou a pagar a conta caríssima de interna-la. Sua mãe ergueu a cabeça e arcou com os gastos, ela queria a filha em casa.

*Família:
Arnold Western
|49 anos|
|Pai|
|Arnold é um homem muito bem respeitado pela sociedade, sendo um médico bem conhecido e que preza pela saúde de todos. Ele é orgulhoso e teimoso, insiste em salvar as pessoas até dizer chega, seu maior título é de salvar pessoas de tuberculose e câncer, tendo ele um trauma de perder pessoas, ele não gosta de doença, sempre se prevenindo.|
|Aparência: Michael Fassbender|

|Antes da doença, Arnold e Alice eram como parceiro de crime na cozinha enquanto a mãe preparava o jantar. Os dois faziam travessuras juntos, Arnold era super protetor e estava sempre checando a saúde da filha. Ele é sério e às vezes bem humorado, piadista e muito irônico. Hoje, ele nem chega perto do hospital, tratou a filha como uma derrotada.|
|Heterossexual|
|Médico Geral|

Helena Western
|45 anos|
|Mãe|
|Helena é uma mulher que gosta do bem estar e de cuidar dos filhos não importa o que aconteça. Ela é bastante simpática e é parecida com Alice na personalidade, sincera e conselheira.|
|Aparência: Uma mulher de longos cabelos loiros, olhos castanhos e as bochechas coradas naturalmente. Ela tem os dentes brancos, um metro e sessenta de altura e uma compaixão em pessoa. Super gentil e muito depressiva, já que ela sofre com a doença de Alice.|
|Helena e Alice são inseparáveis, antes e depois do Câncer, as duas estão sempre lendo um livro no quarto que ela fica, conversando sobre o dia a dia, sobre a família que Alice sempre insiste em perguntar num tom frio.|
|Bissexual|
|Médica Legista|

Jack Western
|24 anos|
|Irmão|
|Jack é um garoto orgulhoso, ignorante e bastante vaidoso, seu maior sonho é ser rico e ter uma carreira bem sucedida, como a do pai. Ele é bastante prepotente e se acha a última coca-cola do deserto.|
|Aparência: Jensen Ackles|

|Jack e Alice sempre tiveram uma richa, não se falam, tem um ódio mútuo um pelo outro.|
|Heterossexual|
|Médico Dermatologista|

*Outro(s) Significativo:
Helena Western, Jack Western, Arnold Western

*Motivo de ter se tornado paciente do hospital:
Câncer Pulmonar

*Estagio da Doença:
Grave
*Mora no hospital ou só vai lá para consultas?
Mora lá

*Há quantos anos é paciente do hospital?
Quatro anos

*Gostos:
Alice gosta de ler um livro perto da janela, escutando o barulho da chuva, gosta de observar o jardim, de conversar com os médicos sobre qualquer assunto. Ela gosta de comer doces, mesmo sendo restrita, desenhar rostos de médicos ou enfermeiros que às vezes fazem companhia a ela, conversar com a mãe, xingar o irmão. Ela ama pizza e salada de fruta. Ela gosta de sinceridade e lealdade, companheirismo e muito carinho. Adora ursos de pelúcia e jogar pelo celular.

*Desgostos:
Alice odeia falsidade, vaidade, traição. Odeia o irmão. Não gosta de tomar remédios e que mintam para ela. Não suporta que falem para ela o estágio da sua doença todos os dias, afinal, ela já sabe disso desde os doze anos. Não gosta de tomar remédios.


*Medos:
Tem medo de fogo, de perder sua mãe e por incrível que pareça o resto da família, tem medo de palhaços e sustos. Ela tem medo de insetos.

*Manias:
Ela tem mania de fazer careta para qualquer coisa que não goste, ela mexe no cabelo quando está pensativa ou nervosa, ela sorri de lado quando está envergonhada, ela gosta de cantar uma música quando está entediada.

*Vícios:
Tem vicio em cafeína e muito doce.

*Traumas:
Tem trauma de falta de ar, de dor em qualquer parte do corpo, de ficar sozinha.

*Fobias:
Tem fobia de palhaços, de se apaixonar (ela não sabe se sente alguma coisa por garotos e garotas), tem fobia de insetos.

*Curiosidades:
Alice tem um jeito contagiante, muitos médicos pensam que ela é apenas a alegria do Hospital, que ela não passa de uma voluntária para animar os pacientes, pois ela age como se nunca tivesse tido câncer na vida. Ela tem um sorriso que deixa as pessoas mais tranquilas, ela pede todo os dias para a mãe não parar de sorrir, e todas as noites reza para que aquela sorriso que a mãe tem não desapareça, pois assim ela não consegue continuar. Ela gosta das pessoas sorrindo, quando elas estão tristes, principalmente seu médico, sua mãe e os pacientes. Ela vive mais um dia para fazer as pessoas felizes.

*Objetivo(s):
Ficar curada, ser médica, e fazer os outros terem um dia que mereça pelo menos um sorriso. – Sim, ela consegue ser bastante louca, e engraçada a ponto de fazer as pessoas esquecerem seus problemas.

*Animal de Estimação:
Não tem, por mais que quisesse, os médicos proibiram.

*Par:
Disponível

*Melhor(es) amigo(s):
Disponível

*Rivais/Inimigos:
Disponível

*Quer hentai/yaoi/yuri?
Pode ser.

*Sabe que o seu personagem pode morrer ou não ser aceito na fanfic?
Sim

*Leu as regras?
Sim

*Favoritou a fanfic?
Sim

*Vai acompanhar a fanfic?
Claro, Brave.

*Algo a mais?
Não.

Escutando: Hurricane - 30 Seconds to Mars
Lendo: Maze Runner - A Cura Mortal
Assistindo: Grimm

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...