~WheezyWeasley

WheezyWeasley
The Heir
Nome: Herdeira das Trevas, of Privet Drive No 4
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Maceio, Alagoas, Brasil
Aniversário: 30 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

I must not tell lies


Postado


► Nome e Sobrenome:
Augusta Longbottom II
► Apelido:
Sweetie (seus pais e alguns amigos que tiram onda da cara dela), Augie (seus amigos), Gusta (seu pai), Longbottom (colegas de casa)
► Idade:
15 anos {31 de Dezembro}
► Gênero/Raça:
Feminino
► Tipo de Sangue:
Sangue-Puro
► Aparência:
[Olivia Cooke]

Augusta tem os cabelos castanhos escuros cheirando a chocolate, juntamente com seus olhos castanhos e bem hipnotizantes. Ela, diferente dos outros de sua casa, não apresenta aquele olhar de desprezo, mas possui sim frieza, mas é um olhar gélido que qualquer um íntimo a ela poderia saber que ela é bastante palhaça e bem conselheira, uma amiga de verdade por baixo da casca grossa que anda por seu sarcasmo. Possui a pele branca e até um pouco pálida, a voz rouca e muito firme. Ela possui um metro e setenta de altura pesando cerca de cinquenta quilos, porém seu corpo não é tão definido por sua incapacidade de exercer atividades físicas, apesar de querer muito voar um dia, mesmo sabendo que não pode.

► História:
Augusta nasceu durante um inverno rigoroso na Londres Bruxa, no Caldeirão Furado, com cinco parteiras a postos e sua mãe quase quebrando os ossos da mão de seu pai. Ela cresceu entre os hóspedes e ajudando no local assim que completou dez anos. Seu pai e ela eram como unha e carne e ela vivia sempre se divertindo com a mãe, pregando peças uma na outra e falavam sobre tudo, sem exceções. Ela adorava ajudar no Caldeirão Furado e, acima de tudo, adorava voar e nadar, eram suas duas paixões. Ana era a mais próxima que ela tinha de pessoa, já que nunca foi de se enturmar muito. Sempre teve aquele queixo erguido e nunca se abalava por nada, sempre teve um espírito aventureiro e adorava ficar perto da natureza.

Todos que vinham visitar a ela e sua família diziam o quanto ela seria uma grande Grifinória, o orgulho da família e de qualquer um ao seu redor. Cresceu rodeada de tudo que queria - era só pedir e seu pai lhe dava [era altamente paparicada]. Sua avó, Augusta, era bastante rigorosa, mas com ela, um amor de pessoa, mas também era a única que negava de pés juntos que a menina iria para a Casa dos Leões. Por sua personalidade e seu jeito de ser, logo ganhou a amizade da avó, já que eram bastante parecidas e a mais velha sempre dizia que era como ela mais nova, tanto de aparência e personalidade, exceto, talvez, que a avó tenha sido uma ótima Grifinória e a neta, um orgulho da Sonserina.

Ninguém soube dizer como o Chapéu pôde colocar uma menina tão dócil como aquela na Casa das Cobras, nem como sua Seleção demorou cerca de milésimos de segundo, pois o Chapéu nem chegou a falar com ela, mas ficou chocado quando soube que era uma Longbottom. Ela se tornou a Ovelha Negra da família no dia seguinte, quando seu pai deixou claro que estava desapontado e sua mãe havia falado coisas horríveis de sua Seleção. E tudo foi piorando aos poucos, ela foi soltando seu lado mais sonserino e todos puderam ver o por que de Augusta ser uma garota que pertencia às Serpentes. Porém, no meio do seu terceiro ano, ela acabou ficando com falta de ar no meio da aula de Transfiguração e desmaiou, quando acordou, estava no St. Mungus. Soube que tinha uma doença chamada Fibrose Cística, era uma doença trouxa, mas sua expectativa de vida era até os trinta e cinco anos.


Ela não viu seus pais ou seus avós chorarem, apenas saiu alguns dias depois carregando um tanque de oxigênio para todos os lados e não podendo fazer esforço, seu sonho de fazer parte do time de Quadribol foram despedaçados, assim como de poder fazer a única coisa que a deixava longe da confusão: voar. Teve que ficar na terra firme, engolindo todos os pensamentos ruins e as brigas constantes com os pais, a solidão, por sua timidez e dificuldade em arranjar amigos.

Porém, aquele sofrimento todo lhe deixava muito deprimida, lhe fazendo pensar se aquilo tudo não era culpa dela, pois ela tinha começado aquilo, fazendo tudo desandar, acabou ficando viciada em se cortar e até ingerir medicamentos que já fizeram parar três vezes na Ala Hospitalar, onde Madame Pomfrey sempre conversa com ela e pede para ela parar, mas Augusta implora que não é para falar para seus pais. Pomfrey avisou que se a menina viesse na Enfermaria por ingestão de medicamentos mais uma vez, iria delatá-la para Neville e mandar uma carta para Ana. Assim, Augusta faz de tudo para apenas ingerir seu vício e fazer os cortes antes de ir para a aula e a noite, quando está em seu dormitório, mas quando se sente mal ou depois de brigar com o pai.

Além de que é bastante confusa com relação aos seus sonhos, já que quando tinha doze anos, seus pais apagaram sua memória, pois em uma noite no Caldeirão Furado, seus pais haviam saído para jantar e ela tinha ficado sozinha no local, onde estava vazio e tinha acabado de dar nos noticiários que um Comensal da Morte, Amico Carrow, havia conseguido escapar de Azkaban e estava procurando vingança. Por azar, o homem foi atrás de Neville e sua família, mas apenas encontrou Augusta, destruiu o lugar enquanto a menina tentava fugir, mas acabou capturando-a e abusou da mesma sexualmente. Abandonou o local e desapareceu pelo mundo. A menina ficou desabilitada e foi parar no St. Mungus. Neville e Ana concordaram em acobertar tudo e fazer a menina esquecer. No entanto, a menina costuma sonhar com partes do abuso sexual, lhe fazendo chorar e ficar confusa, por vezes evitando dormir.


► Personalidade:
Augusta sempre foi aquela garota que ajudava qualquer um, que era gentil demais e inocente demais. Cresceu rodeada de gente e sempre foi influenciada por muitos. Porém, as ocasiões lhe fizeram mudar radicalmente, virar uma garota fechada, de poucas palavras, mas com aquele temperamento frio e bem sincero. Ela não suporta mentiras e muito menos odeia decepcionar as pessoas. Ela tem aquele instinto de dar tudo de si por seus amigos e sua família, mesmo que não se dê muito bem com a mesma. É aventureira e está sempre procurando saber mais e mais. Se deixarem, ela passa o dia todo na Biblioteca ou lendo alguma coisa perto do Lago Negro, até mesmo fazendo seus desenhos. Apesar de ser uma sonserina, pode ser muito bem uma daquelas garotas corajosas e bastante inteligente, mas ela preza pela ambição e é daquelas que faz de tudo pela família, pode até se juntar as Artes das Trevas pelas pessoas que ama. Também não é muito a fim das regras e rejeita qualquer pessoa que diga que ela não é capaz.

Ela é daquelas que sempre quis fazer tudo que fosse mais radical, mas acabou tendo os sonhos estragados por um tanque de oxigênio e péssimos pulmões. Também é solitária, onde as vezes até que gosta, mas sente falta de alguém para conversar sobre tudo que sente. Também adotou um linguajar cheio de sarcasmo, ironia e deboche, levando as pessoas a loucura. Ela não teme machucar os sentimentos das pessoas com suas palavras duras e firmes, mas tem medo que possa estragar tudo com suas palavras e ações. Do lado de fora, as pessoas podem ver uma pessoa decidida e cheia de sonhos, mas, por dentro, ela é uma garota bem insegura e depressiva, onde apenas pensa quando o mundo vai lhe dar algo de bom.


► Família:

Neville Longbottom - Professor de Herbologia - 43 anos - Sangue Puro
Neville e Augusta não se dão muito bem, primeiro porque a menina foi enviada para a Sonserina e só não foi deserdada porque os amigos da família lhe fizeram pensar no contrário, mas os dois vivem brigando por besteira, especialmente quando se trata das companhias de Augusta. Porém, Neville ama muito a filha e não gosta de admitir, faria qualquer coisa por ela, especialmente por seu problema.


Ana Abbott - Dona do Caldeirão Furado - 43 anos - Sangue Puro
Ana e Augusta tem uma relação razoável. Augusta fala poucas vezes com a mãe, bem curta e grossa desde que a mãe disse que aquilo era uma vergonha - estar na Sonserina - e desconfiou em seu quarto ano que ela estava envolvida em Artes das Trevas por ter encontrado um desenho da Marca Negra no caderno de desenhos da mesma. Ana quer se aproximar de Augusta por amá-la demais e querer se redimir, mas também quer descobrir o que a menina tanto apronta durante a noite. Depois que Augusta entrou para Hogwarts, Ana não fala em voz alta ou para a filha, mas sente muita falta dela durante o ano e de serem como eram antes.


► Orientação sexual:
Homossexual
► Quer par?
Sim
► Relação com o par:
Augusta vai ser bem tímida e muito atrapalhada, mas vai ser bem segura e não faz do tipo ciumenta (ou finge que não é), não é grudenta e adora passar o tempo junto, mas não gosta de pessoas possessivas, e não gosta que fiquem com vergonha de tê-la como namorada por seu problema ou qualquer outro motivo com ela.

► Casa de Hogwarts:
Sonserina
► Ano letivo:
Quinto Ano
► Matérias que se dá bem:
Poções, Defesa Contra As Artes das Trevas, Feitiços, Transfiguração, Estudo dos Trouxas, Astronomia e Duelos
► Matérias que vai mal:
Herbologia, Aritmancia, História da Magia, Trato das Criaturas Mágicas, Adivinhação e Voo (ela era muito boa, mas a sua doença lhe privou desta atividade)
► Matéria favorita:
Poções
► Matéria que menos gosta:
Herbologia
► Gostos/Desgostos:
Ela adora pizza, é sua comida preferida, sem falar em um bom milkshake de chocolate. Também adora pessoas sinceras ou que não tenham medo de falar a verdade. Ela também gosta de uma boa conversa e grandes amizades. Adora café, apesar de ás vezes lhe dar ataque de asma. Também é amante de chá, sempre tomando um para se acalmar ou relaxar. Ela costumava tomar com sua mãe durante os domingos, onde as duas ficavam assistindo filmes em seu quarto até as duas adormecerem. Ama a mãe mais do que tudo, e também adora uma boa discussão, onde possa usar suas palavras venenosas e sempre sai ganhando. [Ela sofre Bullying pela doença e sua inteligência fora do comum]

Augusta odeia brigar com a família, não gosta de comidas apimentas e que perguntem sobre sua vida, causando um grande fora. Ela não gosta de chicletes ou balas e odeia qualquer um que zombe de sua cara ou fale mal de sua família. Não gosta de falsidade ou de traição. Também odeia ver o olhar de decepção dos pais. Não gosta de coisas pacatas, apesar de ter que ter uma vida monótona, e odeia lugares com muitas pessoas ou barulho demais, principalmente se estão umas muito próximas das outras, lhe dá falta de ar.


► Qualidades/Defeitos

Augusta é uma ótima amiga e sempre dá os melhores conselhos. Também é bem sincera e defende pessoas que ama de pés juntos. É capaz de fazer o maior dos sacrifícios por sua família e amigos, sem falar que é bem persuasiva e ambiciosa, podendo fazer de tudo para conseguir o que quer. Ela, pelo lado contrário, pode ser bastante teimosa e orgulhosa, não desistindo de algo por nada, sem falar que nunca vai vê-la pedir desculpas, a não ser que seja extremamente importante. Ela pode ser manipuladora e ter um jeito de antipática, mas no fundo ela ainda é uma pessoa dócil e a mesma menina gentil que sua família tinha visto crescer.


► Medos/Fobias:
Tem medo de palhaços macabros e de insetos, mas tem fobia de lugares fechados ou abertos com muita gente andando de um lado para o outro e com muito barulho especialmente. Tem fobia de abuso sexual.
► Manias/Hobbies:
Ela tem mania de sempre corar quando está recebendo um elogio ou falando com alguém, especialmente garotas. Ela também tem mania de colocar o cabelo atrás da orelha quando está com vergonha. Tem mania de morder o lábio quando está prestes a fazer algo insano ou preocupada, até com um pouco de medo. Também tem mania de rabiscar as coisas por impulso, como se fosse automático, especialmente se está distraída ou entediada. Tem como hobbie: pintar, escrever, desenhar, ler, dançar (quando está muito feliz e sozinha, especialmente no seu quarto) e colecionar sapos de chocolate (coisa que parou desde os onze anos, já que sua mãe colecionava com ela).

► Música tema do personagem:
I don't know my name - Grace VanderWaal
► Segredo:
Vou mandar por mensagem
► Seu personagem será meu, mas você tem todo o direito de dar sua opinião se não estiver satisfeito com o modo que estou descrevendo ele/a, Okay?
Okay
► Varinha:
Uma varinha de cor cinzenta, parecendo a lua, é feita de uma madeira que ela se esqueceu,(avezinho) e o núcleo de pelo de testrálio.
► Patrono:
Lobo
► Animal de Estimação:
Possui um gato preto chamado King. É um filhote que encontrou na rua, todo sujo de mistura de poções e até hoje não cresceu. Desde os seus quatorze anos, mas ele envelhece, apenas não cresce.

► Vai participar do time de Quadribol da sua casa? Se sim em qual posição?
Ela sempre sonhou em jogar Quadribol, mas suas condições mal lhe deixam subir na arquibancada. Sempre sonhou em ser apanhadora.
► Algo a mais?
Sim, ela toma um remédio feito pelos bruxos para tentar curar sua fibrose cística, quase funciona, mas ela adora fazer experimentos com ele para melhorá-lo. Tem QI de 198. Ela costuma dormir só de roupas intimas (só quando está em casa ou sozinha, já que divide o dormitório com outras garotas) ou pijamas muito curtos. Carrega seu tanque de oxigênio, às vezes, na bolsa que carrega os livros, para poupar o cansaço de ir arrastando-o.




► Nome e Sobrenome:
Helena Lilian Snape
► Apelido:
Lily(para Severo Snape, em Hogwarts) Snape (só quem descobrir seu sobrenome verdadeiro, o que vai ser a partir do momento em que ingressar na vida de professora em Hogwarts) e Lena (para amigos intímos)
► Idade:
21 anos
{30 de Janeiro}
► Gênero/Raça:
Feminino
► Tipo de Sangue:
Sangue-Puro
► Aparência:


Lilian tem os cabelos negros, longos e ondulados feito os do pai e não são oleosos. Porém, tem os olhos azuis bem frios, mais frios que qualquer outro, inexpressivos da mãe, uma comensal da morte sentenciada à perpétua em Azkaban. Ela possui a pele pálida e queixo sempre erguido, com um sorriso de tom avermelhado no rosto. Possui cerca de um metro e setenta e cinco de altura, pesando uma média de cinquenta e quatro quilos com curvas e corpo bem definido, chamando bastante atenção.

► História:

► Personalidade:

► Família:


Severus Snape - Ex-Professor de Poções e Diretor de Hogwarts - Morto - Mestiço
Snape não sabe da existência da mesma até a apresentação da mesma no quinto ano de Alvo como Professora de Poções, todos os anos em que ela cursava Hogwarts, usava o sobrenome Carrow e até hoje usa, mas Minerva e Horácio são os únicos que sabem seu sobrenome. Apesar de ser um quadro, vai sempre querer conversar com Helena e a mesma vai se sentir a vontade com o mesmo, mas sempre relutante já que o culpa por ter crescido sem o pai e não pode ver a mãe.



Alecto Carrow - Comensal da Morte e Ex-Professora de Estudo dos Trouxas - Presa - 48 anos - Sangue-Puro
Alecto teve sua filha tirada de seus braços em 1999, final de janeiro. Ela tem uma conexão bem forte com a filha, onde, antes de dar sua filha para a adoção, enrolou um colar feito de couro com uma pedra amarrada e sabe se a filha está bem ou não dependendo da pedra que tem escondida em Azkaban. Gostaria de sair de lá para poder ficar com a filha, já que se arrepende de tudo que fez, diferente de seu irmão, que não suportou a ideia de ela estar grávida do Snape traidor. Se conseguisse ser solta por meio de julgamento, com certeza veria a filha, se fugisse, faria de tudo para se entregar às autoridades e dedurar todos que foram com ela. As duas teriam uns conflitos caso se conhecessem, mas no final, seriam unha e carne.


► Orientação sexual:
Homossexual
► Quer par?
Sim
► Relação com o par:
Ela vai ser bem romântica, mas do jeito dela. Tem um jeito frio, mas o par com certeza irá saber o quanto ela o ama e está sempre perto dele, sem grude, mas para o que precisar.
► Casa de Hogwarts:
Sonserina
► Ano letivo:
Graduada - Professora de Defesa Contra As Artes das Trevas
► Matérias que se dá bem:
Poções, Defesa Contra As Artes das Trevas, Feitiços e Adivinhação, Estudo dos Trouxas, Transfiguração, Astronomia, Duelos, Voo e Trato das Criaturas Mágicas
► Matérias que vai mal:
Herbologia, História da Magia, Astronomia, Aritmancia.
► Matéria favorita:
Poções
► Matéria que menos gosta:
História da Magia
► Gostos/Desgostos:

► Qualidades/Defeitos

► Medos/Fobias:

► Manias/hobbies:

► Música tema do personagem:
Breath Me - Sia ou Breath of Life - Florence and The Machine
► Segredo:

► Seu personagem será meu, mas você tem todo o direito de dar sua opinião se não estiver satisfeito com o modo que estou descrevendo ele/a, Okay?

► Varinha:

► Patrono:
Aranha
► Animal de Estimação:
Uma coruja negra das torres, seu nome é Black. Bem arisca e ciumenta com Helena
► Vai participar do time de Quadribol da sua casa? Se sim em qual posição?
Não
► Algo a mais?

Não




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...