~WheezyWeasley

WheezyWeasley
The Heir
Nome: Herdeira das Trevas, of Privet Drive No 4
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Maceio, Alagoas, Brasil
Aniversário: 30 de Dezembro
Idade: 15
Cadastro:

The Flash and Meta Humans - Elizabeth Reese


Postado



“Um mistério que eu não consigo entender é por que algumas pessoas entram em nossas vidas e por que algumas pessoas vão. Outros se tornam uma parte de você. Algumas amizades parecem que vão durar para sempre e outras acabam muito cedo. Nem toda amizade é feita para durar para sempre. O que dura para sempre é a dor quanto à pessoa se foi.”– Barry

Ficha

*Nome & Sobrenome:[/color]


Elizabeth Reese

*Apelidos:

Lizzie, Liza, Reese, Lizzy

*Codinome(s):

Caçadora ou Vampira

*Nome de Herói/Vilão:

Caçadora de Almas - usam esse termo quando ela mata muitas pessoas
Caçadora Vampira -usam esse quando el capturou alguém e deu para a policia, ela estava apenas absorvendo as qualidades.

*Nacionalidade:

Estadunidense

*Idade:

17 anos

*Sexualidade:

Bissexual

*Aparência:

Lizzie tem cabelos negros bem bagunçados. Ela costumava ter os olhos azuis, até aos três anos, quando matou a babá. A pele pálida típica de um cadáver. Ela possui um metro e oitenta de altura e pesa quarenta e nove quilos, corpo de modelo, como seus pais sempre quiseram.





*Personalidade:

Elizabeth é uma garota totalmente anti-social, ela não gosta de falar ou dos toques das pessoas, ela não gosta de sol e muito menos de areia. Ela, desde criança, esteve em um orfanato, pois quando tinha três anos, ela matou a babá apenas com o toque. Ela é muito protetora com si mesma, ela tem medo de qualquer coisa que ponha as pessoas em perigo.
Lizzie é uma pessoa que não tem a menor ideia do que está acontecendo com ela. Ela é bastante insegura e gosta de andar pela noite. Muito irônica quando está em situações de risco ou embaraçosas e sempre em sua vida foi sarcástica. Ela gosta de estar no ponto mais alto, ela gosta do barulho do silêncio. Seu sobrenome sempre fora ‘Caçadora’, pois nas brincadeiras, ela conseguia achar todo mundo sem precisar de ajuda ou de algum barulho, ela ia pelo cheiro, pelo que seu coração mandava. Ela era como um cão farejador a procura da carne. Como um lobisomem rastreando os rastros da sua presa.
Ela é bastante tímida, alguém tem que tomar a iniciativa de uma conversa, gosta de ficar escutando o silêncio ou ler um bom livro. Está sempre escondida debaixo de seu capuz, ela sempre hesita em fazer algo, bastante insegura, tem medo de machucar as pessoas. Ela é daquelas que senta na primeira cadeira da classe e sempre responde as perguntas dos professores, ela é daquelas que escuta música indie ou rock, ela é bastante calada, tem medo que seu poder aumente e ela possa matar sem o toque.

*História:

Lizzy sabe muito bem por que seus pais a abandonaram. Sempre conviveu com isso, as irmãs do orfanato lhe deram luvas, ela quase nunca participava do sistema de adoção, já ouviu algumas freias falarem que o demônio tinha que ficar na casa de Deus porque o risco de soltá-lo era grande. Com o tempo, ela foi criando laços com as freiras, rezava de dia e a noite podia sair para passear, essa era a condição por mais que as freiras gostassem dela.
Aos doze anos, ela foi para a escola católica, mas as crianças a achavam esquisita, pois ela consegue escutar vozes na sua cabeça, falando a palavra “matar” a todo o momento. Ela as vezes tem visões sobre suas presas, que no dia seguinte estão mortas, isso se não for acorrentada para não sair de casa no meio da noite, sem controle e matar todas essas pessoas.
Ela era como um rastreador das pessoas que precisavam morrer, quando completou dezesseis anos, teve controle sobre seu corpo e sua mente, agora, ela só mata com ela no controle, quando ela está com sede de sangue, mas não controla como mata e por que faz isso, já que matou, uma vez, um mendigo drogado. Era como se fosse aleatório. Ela tinha que ter um objetivo, ou ela matava por conta própria as pessoas que ela considerava más, ou as inocentes morriam. Era como se seu corpo e sua mente tivessem feito um trato. Por isso, todas as noites, ela se acorrenta na cama para não sair.
Aos quinze anos, ela foi transferida para outro orfanato, com uma carta explicando sobre todos os seus problemas, começou a cursar um colégio público ela é bastante inteligente, estando sempre a mil passos a frente. Ela tem o hálito de chocolate que hipnotiza qualquer um, mas isso é natural dela. Ela é provocada muito facilmente, está sempre se metendo em briga com os adolescentes que a provocam, e acredite, ela nunca perde. Um de seus dons é ter reflexos de um caçador, ela nunca perde e sempre leva os outros para a enfermaria. Ela consegue se comunicar pela mente, um dos presentes de ser uma caçadora de almas, a fala não é sua melhor habilidade, ela prefere os reflexos e a mente. Ela também podia absorver as habilidades das pessoas normais a "anormais", as vezes adquirindo algum poder. Ela conseguia ver o passado das pessoas quando tocava-as.


*Família:

Matthew Reese

|38 anos|
|Pai|
|Matthew tem uma vida normal, casado com a mulher e trabalham como cientistas num laboratório com a teoria da mutação. Ele é aparentemente feliz, mas se culpa todos os dias de ter abandonado sua filha por medo. Ele chora todas as noites do lado da mulher, imaginando como ela deveria ser hoje, se aqueles “dons” estavam sobre controle, ou se ela tinha se matado na adolescência, se morava com uma família legal e tudo que eles tinham visto de ruim ela fazer era só um truque da mente deles.|
|Matthew tem os cabelos pretos, o olho castanho, e muito magro, quase como um daqueles pais esportistas. Interpretado por: Charlie Cox - DareDevil |



|Os dois nunca mais se encontraram quando ela tinha três anos, então, nunca se falaram, mas sonham em se conhecer. |
|Heterossexual|
|Cientista|
|Vivo|

Helena Reese
|38 anos|
|Mãe|
|Helena é uma pessoa bastante extrovertida, gosta de passar o tempo no parque, mas sente que algo falta em seu peito. Ela quer saber o paradeiro da filha, pois se arrepende todo segundo, ela trabalha com mutação genética e coisas sobrenaturais, a procura de algo que porve que sua filha está bem, que aquilo não fora um sonho. Que a babá não estivesse morta de uma cor azul e o seu bebê rindo enquanto as mãos seguravam o coração da empregada. |
| Helena tem os cabelos castanhos, bem magra e baixinha, diferente da filha e do marido, sempre com um sorriso sincero e óculos bifocais no rosto, ela é completamente uma nerd. |



|As duas nunca se encontraram depois que Elizabeth fez três anos, mas Helena continua procurando e sonha em um dia reencontrar a filha, assim como o marido. |
|Heterossexual|
|Viva|

*Outro(s) Significativo:

Os pais serem mencionados.

*Gostos/Desgostos:

Elizabeth é metade a mãe, metade o pai. Assim como a mãe, adora uma boa brincadeira e muita pizza, como o pai ela gosta de chocolate, muito chocolate, e de muita aventura. Ela gosta do frio, prefere os ventos gelados e a neve do que o sol escaldante. Ela gosta de desenhar seus medos ou seus sonhos. Ela tem visões de outras pessoas como ela e algumas pessoas más que devem morrer. Ela gosta de pintar nos dias livres.
Ela odeia verão e muita bagunça, prefere ficar no sofá ou deitada em sua cama, ou, quem sabe, passear pelo frio da noite, apenas observando a paisagem. Ela não gosta das pessoas de sua escola que a provocam, ela consegue sentir as emoções das pessoas, ler a mente delas, como se fosse um detetive que julga os mal feitores.

*Poderes:

|Ela tem o poder de sugar a vida de uma pessoa com o toque;|
|Ela "lê mentes", ela pode, com um toque, ver todo seu passado e as vezes seu futuro, absorvendo algumas características ou habilidades.|
|Sabe se comunicar telepaticamente;|
|Tem reflexos de um caçador.|
|Ela consegue usar seu próprio poder contra você.|

OBS: Ela apenas mata quando sai do controle, como aconteceu com a babá que não a tinha deixado sair de seu colo e começou a ficar com raiva, quando está sonhando, tendo "previsões" das pessoas mais próximas, ela sai do controle e acaba ficando "sonambula", e mata sem querer.

Ela é o pacote completo, ela recebe o apelido de o Rastreador da Morte.

*Habilidades Físicas e Mentais:

Elizabeth é bastante inteligente com a mente, e muito rápida, com reflexos de vampira. Ela não é forte, sua maior habilidade é perseguir a vitima e de longe, conseguir tirar sua vida, como uma cobra dando o bote e o lobo e sua matilha prendendo a presa. Ela consegue rever o sue passado e futuro, ela tem habilidades dos outros.

*Medos, manias, vícios, traumas, fobias e curiosidades:

|Ela tem medo de pessoas agressivas |
|Ela tem fobia de toques|
|Ela tem medo do calor e de matar inocentes|
|Ela tem fobia de sofrer abuso sexual, pois já viu um caso em seus sonhos. |
|Ela tem trauma de abuso sexual por já ter presenciado |
|Ela tem trauma de toque |
|Ela sempre ganhar uma cicatriz nas costas quando mata alguém, como se seu corpo colecionasse mortes. |
|Ela tem mania de revirar os olhos quando está entediada. |
|Ela tem mania de bater o pé quando está impaciente. |
|Ela tem medo de se apegar a alguém e ele ir embora, a abandonar. |

*Objetivo(s):

Achar os pais e tirar as pessoas más das ruas, como se fosse um peso a ser tirado das suas costas.

*Team Zoom ou Team Flash:

Team Flash

*Herói ou Vilão?

Heroína

*Como conheceu o Flash:

Você pode preencher.

*Como será a sua relação com o Flash?

Eles serão aquele tipo de amigos que sentam um do lado do outro nos tempos ruins e ficam em silêncio. Flash é daqueles que pode desabafar para ela a vontade, pois sua boca é sempre fechada. Os dois são um pouco próximos e o Corredor a acha esquisita por sua inteligência, mas gosta de sua companhia, ela é ótima conselheira.

*Quer hentai/yaoi/yuri?

Sim

*Sabe que o seu personagem pode morrer ou não ser aceito na fanfic?

Sim

*Leu as regras?

Sim

*Favoritou a fanfic?

Sim

*Vai acompanhar a fanfic?

Sim

*Algo a mais?

Ela usa sempre luvas quando está em publico, mas quando sai para caçar, ela as tira e usa uma roupa de caçador, mas não tem controle sobre seus poderes, podendo ler sua mente sem querer, podendo deixar que sua mente se descontrole e acabe ficando agressiva a ponto de matar qualquer um.


Escutando: Summertime Sadness - Lana Del Ray
Lendo: As Crônicas de Gelo e Fogo - A Guerra dos Tronos
Bebendo: Água

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...