~yaah-bucchman

yaah-bucchman
I'm Fucked Up
Nome: 『屋良➳ץคгค』【♡𝙵𝚞𝚌𝚔𝚎𝚍 𝙱𝚢 𝙻𝚊𝚒𝚕𝚊♥〗》ℓαιℓα《 ιѕ му ❝Ɗα∂∂у❞
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Itaguai, Rio de Janeiro, Brasil
Aniversário: 20 de Março
Idade: 18
Cadastro:

〖★𝔽𝕚𝕔𝕙𝕒✩】blabla


Postado

❝ 『 Eu quero dormir ao seu lado
Mas isso é tudo que eu quero fazer agora
Então venha aqui agora
E me acalme
Eu quero ficar de mãos dadas com você
Mas isso é tudo que eu quero fazer agora
E eu quero chegar perto de você
Porque
suas mão e lábios ainda sabem seus caminhos...
』❞

Troye Sivan - Talk Me Down





Ɲσмє Ƈσмρℓєтσ

Carinae Altair

Carinae: Vem da estrela Eta Carinae que é uma estrela da constelação da Quilha, ou "Carina", em latim que significa "pura", "querida" e "amada"

Altair: Nome de origem árabe que significa "aquele que voa". Também há uma estrela chamada Altair,é a estrela mais brilhante da constelação da Águia e a 12ª estrela mais brilhante no céu noturno. Acredita-se que a estrela Altair traz sorte, então nome é passado de geração em geração.




Aρєℓι∂σѕ

E t a
É um variante de seu nome "Carinae" em homenagem a estrela em que seu some foi baseado Eta Carinae. É usado por amigos ou pessoas próximas, ama esse apelido

P e q u e n a/ B a i x i n h a/C h i b i
É um "apelidinho carinhoso" que ganhou do par devido sua altura. Todos a chamam assim quando a conhecem é algo como "Oh! Você é tão pequena! Que fofo~", isso é oque ela mais ODEIA, mas sempre acontece então é inevitável. Ele {Par} usa esses apelidos para irrita-la, já que a mesma detesta ser chamada assim, mas ele já acostumou com o apelido e o usa frequentemente sem nem notar. Já ela, ainda detesta e fica emburrada ou tenta rebater quando chamada assim, mas quando ele o fala com carinho a mesma ruboriza.

G a m e r
Ganhou esse apelido devido seu vício: Games.
É obcecada por videogames, console, PSP, Nintendo DS, qualquer coisa que tenha a ver com jogos.
Não há um jogo que Carinae não conheça ou tenha jogado. Passou toda sua infância no mundo dos jogos e hoje pode bater qualquer Recorde em horas ou minutos.


C r i a n ç a
Ganhou esse apelido devido seu comportamento infantil e pelo seu tamanho que não ajuda muito. As vezes Eta pode agir como uma verdadeira criança, seja brincando, quando faz alguma manha ou até mesmo quando esta com ciúmes do par.



ǀ∂α∂є:

17 anos

20/03/1999

Peixes





Aραяє̂ηcια:









Eta (carinae) possui uma beleza delicada e juvenil. Tem pele pálida e macia, o é rosto pequeno e fino, lábios carnudos e bochechas rosadas, mãos e pés pequenos, tem unhas longas incolor, é baixinha, mede 1,60cm e pesa 46kg. Tem seios e bumbum fartos, pernas longas com coxas roliças e uma barriga lisa. Seus cabelos são repicados na altura do ombro com uma franja reta em alguns tons de rosa e um pouco encaracolado, tem olhos redondos numa coloração de rosa vívido.



Ƥαѕѕα∂σ:


Carinae nasceu no início da noite de vinte de março. A história de como ela foi criada é estanha, sua mãe era uma mulher de classe média, e após ter tudo um péssimo encontro com um homem, logo foi procurar outro. Na sua procura achou um homem que se denominava Edward, um estrangeiro muito bonito e elegante de fato, porém em nenhum momento disse seu sobrenome. Após três encontros ridículos a mulher decidiu que iria somente a mais um encontro, e se não desse certo, poderia ter certeza de que ela partiria para a fase dois. E então o encontro deu certo, e foi em uma noite que a mulher disse que estava grávida, e imaginou que o homem ficaria feliz pois ele sempre dizia querer ter filhos e tudo mais, inclusive ficava imaginando junto da mesma como seria o filho ou filha dos dois. Mas ele ficou um pouco desesperado, e no dia seguinte ele deixou um bilhete em cima do criado-mudo dizendo que ele não estava preparado para filhos e fugiu. A mulher que se chamava Ryoko Masaki se irritou tanto que passou a odiar o bebê que ainda iria nascer.

Quando nasceu, Carinae foi criada por sua mãe já que a mesma não tinha mas com quem deixar o bebê e foi denominada de Mayumi. A relação das duas era um pouco estranha, Ryoko amava sua filha, mas quando olhava nos olhos do bebê, que por sinal era os mesmos do pai, não conseguia evitar sentir raiva mas tentava ao maxímo não sentir nojo da própria filha. Ryoko começou a notar algo diferente no desenvolvimento de sua filha, como sempre foi uma mulher curiosa, foi conversar com sua mãe, que já estava a beira da morte. Ryoko e a velhota nunca se deram muito bem por motivos que Ryoko desconhece até então, quando Ryoko foi a casa de sua mãe, ela estava num estado deplorável, era como se tivesse apenas alguns minutos de vida. Ryoko correu até a cama onde a senhora permanecia, apesar de brigarem de vez em quando, aquela visão ainda partia o coração da mulher. Ryoko começou a contar a senhora oque estava acontecendo com sua neta. A idosa imediatamente se surpreendeu, chamou a filha mais para perto e sem cerimônias lhe contou o segredo que tanto havia escondido até do próprio marido que já faleceu. Lhe contou que sua família era de uma linhagem de anjos e que inclusive a idosa também era um, mas por algum capricho do destino, este "dom" havia pulado Ryoko e passado diretamente para sua neta Mayumi. Ryoko riu diante daquela palhaçada, talvez fosse a velhice e por isso a velhota caduca estava falando tanta asneira. Foi necessário que sua mãe morresse para que Ryoko acreditasse naquela maluquice

Carinae foi abandonada pela mãe num orfanato quando tinha 1 ano, já que a mãe não aguentaria olhar para filha sem se sentir culpada, além de achar que aquilo seria melhor para mesma.
Meses depois de ser acolhida, foi adotada por uma família Alemã, de classe alta. Seus pais eram muito ocupados com o trabalho então não tinham tempo para ela.
Carinae possui um "irmão mais velho" chamado Austin Altair filho biológico de Annelise Altair e Adolph Altair. Seu 'Irmão' vivia implicando com Carinae, a fazendo chorar toda hora e foi apelidada de CryBaby por ele (um apelido já esquecido), sua relação com ele era difícil, hora ele fazia ela chorar hora a ignorava, a tratava como lixo ou um pedaço de esterco.

Sua educação foi muito rígida, Carinae deveria sempre ser a primeira em tudo e orgulhar o nome da família, praticou balé durante anos e sempre se certificava de ser a primeira nos estudos, ela esperava ganhar pelo menos alguma recompensa por isso, mas sempre ganhava um "Não é mais que sua obrigação" então passou a secretamente deixar os estudos de lado e foi assim que conheceu os games e ganhou seu primeiro PSP de um garoto que tinha uma pequena queda pela mesma. Afinal, não importa o que ela fizesse sempre seria a "Ovelha negra da família"

Com o tempo Carinae foi percebendo que seus pais a tratavam diferente de seu irmão, era quase como um desprezo disfarçado.
Ela não se lembra de ter ganhado um abraço e cafune de "Feliz aniversário" nem um beijo de boa noite. Notou também que as palavras dirigidas a ela eram secas e os olhares frios, apesar de ser escolhida por eles para ser sua filha, aquelas pessoas não a amavam.

"será que sentiram pena?"

Carinae odeia ser digna de pena então também passou a ser ríspida com seus "pais" e focou nos videogames, ela ficou bem triste com isso, e foi quando começou a praticar auto-mutilação. Ela tenta parar com esse ato e prefere não tocar no assunto. Os mesmo já não a aguentavam mais e queriam se livrar dela discretamente.
Em uma noite, Carinae estava voltando para casa quando sumiu misteriosamente. Na verdade ela havia encontrado um homem muito elegante de cabelos brancos e olhos incrivelmente dourados. O homem lhe ofereceu uma chance de se libertar daquele inferno que era sua vida, uma chance de viver e não apenas existir, a garota não pensou duas vezes em aceitar.
Sua "família" ficou chocada de início, mas superou rápido demais. Carinae foi dada como morta pela família, então a polícia não fez questão de procurar pela garota sumida. Aquele desaparecimento não foi mais que um alívio para ambas partes




Ƥєяѕσηαℓι∂α∂є:

Eta possui uma personalidade um tanto tanto tsundere. Ela é um pouco tímida e tranquila,
ela é ótima em se adaptar em novos ambientes, é bastante calma e. Parece viver em seu próprio mundo, mas é bastante observadora, recusa-se a demonstrar fraquezas, tem uma atitude muito confiante e é bastante competitiva e na maioria das vezes pode ser esquentadinha e marrenta, principalmente quando a chamam de baixinha/chibi. Ela é bastante irônica e sarcástica, sempre é comparada com uma criança, e isso a deixa muito irritada. Ela tem um comportamento infantil, é amigável com todos, mas ainda com aquela ironia em certas coisas, é inteligente, sabe se defender muito bem tanto verbalmente quanto fisicamente, ela pode ser fria e irônica quando quer. Apesar de ser do tipo "tsundere", ainda é inocente e um pouco ingênua. Palavrões, é a maioria das coisas que sai de sua boca e aprendeu a dar várias "patadas" com os videogames, ela também pode ser uma bebê chorona e se ofende fácil, mas não demonstra isso e detesta chorar na frente de alguém, é muito carinhosa e odeia demonstrar fraquezas apesar de ter algumas. Tem uma força de vontade incrível e uma grande fissura em games, ela tenta ser responsável, mas secretamente gosta de fugir de seus afazeres, ela gosta de ajudar e não suporta ver alguém sofrendo, também pode dar vários conselhos, mas nenhum deles de aplica nela mesma, digamos que no final ela sempre se "fode".
Ela é um pouco ciumenta e egoísta, mas nada demais a menos que seja sobre algo realmente importante para a mesma, ela também tende a dizer o que pensa e da as respostas na lata. Carinae é uma garota muito sonhadora. Tem um caráter intuitivo, uma mente serena para julgar e personalidade atraente, é honesta e cortês, tem temperamento idealista e afável, uma capacidade receptiva e confiante, tem uma enorme capacidade de se adaptar as mais diversas situações, não consegue se expressar muito bem, mas tem um grande poder de persuasão devido a suas habilidades com as palavras, no entanto é um pouco nervosinha e perde a paciência muito facilmente. Adora fazer várias coisas ao mesmo tempo, excelente argumentadora e é muito difícil escapar da sua astúcia com as palavras e na arte de convencer as pessoas. Tem uma expressão original, diferente, que pode ser muito criativa ou tornar-se excêntrica e rebelde.
Também gosta de se divertir e é bastante extrovertida, animada e energética quanto a suas brincadeiras. Ela sempre age como criança (seu tamanho e aparência favorece essa sua atitude) e as vezes gosta de ser mimada vez ou outra, contribuindo para seu lado fofo, frágil e infantil. Mas apesar de tudo ela é muito atenta a ambientes hostis e vai fazer de tudo para se defender ou então alguém importante para si.




Ɠσѕтσѕ:

Pelúcias


Fazer companhia ao Par


Ama ler


Videogames <3


Frutas


Algumas verduras


Escrever Poemas e músicas


Rosas vermelhas


Biscoito (Doritos apimentado)


Estrelas & Planetas


Arco-íris


Balé


Jogos de duelos


Doces & Bolos


Comida um pouco apimentada


Jardins


Lugares calmos


Ouvir música


Frio & Neve


Calor humano (especialmente do par)


Milk-shake


Unicórnios (sim, ela ama unicórnios)


Sorvete


Salgados (bolinha de queijo, coxinha, joelho, etc)


Açúcar




Ɗєѕgσѕтσѕ:

Pessoas que julgam a primeira vista


Preconceito


Coisas amargas ou azedas


Sentir ciúmes


Ser rejeitada pelo par


Ser desafiada


Perder


Ser chamada de baixinha, Chibi, pequena ou criança


O fato de chorar facilmente

Gritaria


Estudar (é muito inteligente mas odeia estudar)


Injustiça


Fígado


Ser digna de pena, como quando se referem a ela como "aquela pobre coisa"


bisbilhoteiros


Demonstrar fraquezas


ser obrigada a algo que não quer fazer


Ficar sem internet ou videogames


Humilhações


Ser Subestimada(por causa de seu tamanho)


Mentiras


Esportes/ Muito esforço físico


Peixe





Ƒσвιαѕ:

Acluofobia
Medo ou horror exagerado à escuridão;


Cenofobia ou Centofobia
Medo que caracteriza-se pela aversão e medo mórbido de sentir inquietação de grandes espaços abertos;


~~


Mє∂σѕ:


Medo de fracasso ou falhar


Medo de trovões & Relâmpagos


Medo de abuso sexual


Medo de perder/deixar o par com raiva e abandoná-la





Hσввιєѕ?


Jogar videogames


~~

Dançar Balé



~~


Escrever músicas ou poemas



~~


Ouvir música



~~


Observar as estrelas



~~


Comer



Ler





Ƥαѕѕα∂σ:


Carinae nasceu no início da noite de vinte de março. A história de como ela foi criada é estanha, sua mãe era uma mulher de classe média, e após ter tudo um péssimo encontro com um homem, logo foi procurar outro. Na sua procura achou um homem que se denominava Edward, um estrangeiro muito bonito e elegante de fato, porém em nenhum momento disse seu sobrenome. Após três encontros ridículos a mulher decidiu que iria somente a mais um encontro, e se não desse certo, poderia ter certeza de que ela partiria para a fase dois. E então o encontro deu certo, e foi em uma noite que a mulher disse que estava grávida, e imaginou que o homem ficaria feliz pois ele sempre dizia querer ter filhos e tudo mais, inclusive ficava imaginando junto da mesma como seria o filho ou filha dos dois. Mas ele ficou um pouco desesperado, e no dia seguinte ele deixou um bilhete em cima do criado-mudo dizendo que ele não estava preparado para filhos e fugiu. A mulher que se chamava Ryoko Masaki se irritou tanto que passou a odiar o bebê que ainda iria nascer.

Quando nasceu, Carinae foi criada por sua mãe já que a mesma não tinha mas com quem deixar o bebê e foi denominada de Mayumi. A relação das duas era um pouco estranha, Ryoko amava sua filha, mas quando olhava nos olhos do bebê, que por sinal era os mesmos do pai, não conseguia evitar sentir raiva mas tentava ao maxímo não sentir nojo da própria filha. Ryoko começou a notar algo diferente no desenvolvimento de sua filha, como sempre foi uma mulher curiosa, foi conversar com sua mãe, que já estava a beira da morte. Ryoko e a velhota nunca se deram muito bem por motivos que Ryoko desconhece até então, quando Ryoko foi a casa de sua mãe, ela estava num estado deplorável, era como se tivesse apenas alguns minutos de vida. Ryoko correu até a cama onde a senhora permanecia, apesar de brigarem de vez em quando, aquela visão ainda partia o coração da mulher. Ryoko começou a contar a senhora oque estava acontecendo com sua neta. A idosa imediatamente se surpreendeu, chamou a filha mais para perto e sem cerimônias lhe contou o segredo que tanto havia escondido até do próprio marido que já faleceu. Lhe contou que sua família era de uma linhagem de anjos e que inclusive a idosa também era um, mas por algum capricho do destino, este "dom" havia pulado Ryoko e passado diretamente para sua neta Mayumi. Ryoko riu diante daquela palhaçada, talvez fosse a velhice e por isso a velhota caduca estava falando tanta asneira. Foi necessário que sua mãe morresse para que Ryoko acreditasse naquela maluquice

Carinae foi abandonada pela mãe num orfanato quando tinha 1 ano, já que a mãe não aguentaria olhar para filha sem se sentir culpada, além de achar que aquilo seria melhor para mesma.
Meses depois de ser acolhida, foi adotada por uma família Alemã, de classe alta. Seus pais eram muito ocupados com o trabalho então não tinham tempo para ela.
Carinae possui um "irmão mais velho" chamado Austin Altair filho biológico de Annelise Altair e Adolph Altair. Seu 'Irmão' vivia implicando com Carinae, a fazendo chorar toda hora e foi apelidada de CryBaby por ele (um apelido já esquecido), sua relação com ele era difícil, hora ele fazia ela chorar hora a ignorava, a tratava como lixo ou um pedaço de esterco.

Sua educação foi muito rígida, Carinae deveria sempre ser a primeira em tudo e orgulhar o nome da família, praticou balé durante anos e sempre se certificava de ser a primeira nos estudos, ela esperava ganhar pelo menos alguma recompensa por isso, mas sempre ganhava um "Não é mais que sua obrigação" então passou a secretamente deixar os estudos de lado e foi assim que conheceu os games e ganhou seu primeiro PSP de um garoto que tinha uma pequena queda pela mesma. Afinal, não importa o que ela fizesse sempre seria a "Ovelha negra da família"

Com o tempo Carinae foi percebendo que seus pais a tratavam diferente de seu irmão, era quase como um desprezo disfarçado.
Ela não se lembra de ter ganhado um abraço e cafune de "Feliz aniversário" nem um beijo de boa noite. Notou também que as palavras dirigidas a ela eram secas e os olhares frios, apesar de ser escolhida por eles para ser sua filha, aquelas pessoas não a amavam.

"será que sentiram pena?"

Carinae odeia ser digna de pena então também passou a ser ríspida com seus "pais" e focou nos videogames, ela ficou bem triste com isso, e foi quando começou a praticar auto-mutilação. Ela tenta parar com esse ato e prefere não tocar no assunto. Os mesmo já não a aguentavam mais e queriam se livrar dela discretamente.
Em uma noite, Carinae estava voltando para casa quando sumiu misteriosamente. Na verdade ela havia encontrado um homem muito elegante de cabelos brancos e olhos incrivelmente dourados. O homem lhe ofereceu uma chance de se libertar daquele inferno que era sua vida, uma chance de viver e não apenas existir, a garota não pensou duas vezes em aceitar.
Sua "família" ficou chocada de início, mas superou rápido demais. Carinae foi dada como morta pela família, então a polícia não fez questão de procurar pela garota sumida. Aquele desaparecimento não foi mais que um alívio para ambas partes





Ƥαя:

Yuma Mukami





Rєℓαçα̃σ cσм σ Ƥαя:

No início, tiveram uma relação foi bem difícil, assim pôs os olhos em Yuma pensou "Vai dar merda". Tudo não passava de uma troca de sangue, mas com o tempo isso mudou com um pouco de conversa, afinal palavras devem ser ditas. Ela odeia ser tratada como "gado" e fica bem irritada com isso.
Yuma passou a por "apelidos carinhosos" como chibi, baixinha, pequena e criança o que a irrita bastante e ele sabe disso, ele adora implicar com ela e acha divertido, quando ela é chamada por um de seus apelidos, ela tenta rebater ou revidar, mas diferença de tamanho quase não deixa, mesmo assim ela tenta mas é algo como:

Carinae sente algo por Yuma que faz ela confundir todos seus sentimentos e bagunçar sua mente deixando os pensamentos rolar soltos, ela nunca havia se apaixonado antes como agora então foi mais confuso ainda, sem falar que tem vezes que cora com um simples toque. Ela odeia quando ele a trata mal e o ignora tempo o suficiente para que o mesmo tenha alguma reação de arrependimento mesmo que ela não ganhe as desculpas merecidas, mas ela entende que esse é seu jeito de se expressar. Senti ciúmes dele e talvez ele também, quando ela está por perto Yuma, ele tende a ser um pouco mais calmo. Ela tem medo de se confessar e ser rejeitada, mesmo assim tenta dizer o que sente, mas quando tenta falar ela trava e não saí nenhum som de sua boca, o que o deixa irritado as vezes. Desde um tempo ele passaram a se dar beeem melhor. Eles tem uma boa relação, mas claro que tem seus altos e baixos.





Rєℓαçα̃σ cσм αѕ συтяαѕ σc'ѕ:

Carinae é um pouco tímida para conhecer novas pessoas, então no começo vai ficar com um pouco de vergonha para comprimentar ou falar algo e sera distante mas nada fora do normal, então a primeira vista podem acabar pensando que Carinae é do tipo anti-social viciada em games (o que não deixa de ser verdade) mas depois de pouco tempo ela já vai estar avontade vai e querer conhecer todas, saber o que gosta e se tem coisas em comum, Carinae é risonha e doce com suas amigas, de cara já vai dar apelidos para cada uma. Carinae odeia brigar com elas, mas não vai hesitar em se defender ou então uma das outras. Ela é brincalhona, cooperativa, gosta de ajudar, mesmo tendo suas amigas precisa de seu tempo sozinha e apesar de sua personalidade tem ótimos conselhos. Ela é o tipo de amiga que você conta um segredo e jura de mindinho que ela nunca ira contar, ela é bastante fiel as sua amizades e não suporta traição. Vai querer sempre ajuda-las, gosta de ser eficiente as pessoas que ama.



Rєℓαçα̃σ cσм σѕ ιямα̃σѕ...

akamaki's


Sнυ Sαкαмαкι



Ela não fala muito com ele, ela é do tipo distante e ele é preguiçoso, mas isso não quer dizer que se odeiam, apenas não se falam com muita frequência, as vezes fica um pouco com ele porque acha que ele tem uma aura tranquila e " confortável" que a inspira a bater mais um recorde, gosta de sua preguiça que a faz sentir vontade de jogar, só quando está acordado, o que não é sempre mas se ela fosse ouvir algum tipo de música clássica iria pedir uma recomendação a ele sem hesitar.



Rєιנι Sαкαмαкι



Não fala muito nem pouco, apenas o necessário, ela sente um pouco de receio sobre falar com ele diretamente ainda mais se for sobre sua coisas bobas, acha ele certinho demais e não gosta de receber ordens, mas sente uma grande admiração por ele e o respeita.



Aуαтσ Sαкαмαкι



Insuportável de conviver.
Odeia seu jeito rebelde e desleixado, ela não liga para seus argumentos e o acha uma criancinha birrenta e mimada. O fato de querer tratamento especial a faz se irritar, ele não tem essa bola toda pra se achar o dono do mundo, é bastante ignorante com ele e só não discutem porque a mesma não se rebaixaria a tamanha insolência . Sua relação é como ele é ruim.




Ƙαηαтσ Sαкαмαкι



O acha Muito Fofenho :3
mas não diria isso na cara dele porque tem medo dele, acha ele psicopata... e pra ela isso é uma qualidade e não um defeito. para ela é super normal ele conversar com o urso de pelúcia, ele a lembra um personagem de um de seus jogos, ela gosta de kanato e o acha uma gracinha. eles trocam palavras as vezes, não sempre mas ela queria poder sentar e conversar com ele de verdade.




Lαιтσ Sαкαмαкι



No principio achou ele bem bonito e gosta do sinal que ele tem perto da boca, seu nome lido por Raito significa luz, ela achou que ele era um cara quieto mas... Não '- '
Ela não é distante mas também não é próxima, digamos que ela seja "neutra"
Sempre entende as coisas pervertidas que ele diz mas prefere fingir que não entendeu. Ela prefere manter distancia quando está no modo pervertido, não é seu favorito mas tem uma boa relação com ele.




Sυвαяυ Sαкαмαкι



Ela gosta dele e tenta ser amiga dele conquistando sua confiança aos poucos para a base de uma amizade, o que no início foi difícil. De vez em quando ela está com ele conversando ou tentando. Yuma já chegou a ter ciúmes do Subaru por Carinae ser muito insistente e determinada quando se trata dele, mas Carinae não sente nada romântico por ele.




ukami's


Rυкι Mυкαмι



Outro com quem quase não fala. Fala com ele de vez em quando, geralmente uma conversa formal, está sempre pedindo recomendações de livros que por sinal ele lhe recomenda os melhores, na verdade essa é a única atividade que tem juntos.



Ƙσυ Mυкαмι



Acha nojento ele ser duas caras, afinal é uma das coisas que ela mais odeia. O ignora e quando fala com ela a mesma apenas o olha fixamente e se afasta em seguida o que o deixa muito irritado. Sente-se comovida quanto ao seu passado, mas não consegue gostar do seu lado egoísta e egocêntrico por mais que tente.
Faz o possível e impossível para evitá-lo. Sua relação com ele é meio que ruim.




Azυѕα Mυкαмι



O mesmo que kanato.
O acha estranho e bizarro, mas fofo.
Tenta se aproximar dele, mesmo sentido um pouquinho de medo do mesmo as vezes, Carinae o considera seu irmão e se preocupa com seu estado físico e mental, tenta ser o mais carinhosa possível com Azusa.
Gosta e tem uma boa relação com o mesmo.


:

Rєℓαçα̃σ cσм ƘαяℓHєιηz:


Sente uma mistura de ódio com nojo e um pouco de medo.
Não consegue vê-lo como pai e nem quer. Para ela, ele é o homem que transformou sua vida num inferno na terra. O acha uma pessoa imprudente e nojenta que só fez as pessoas sofrerem. O odeia e nem em mil anos esse rancor vai passar ou ela pode TENTAR perdoá-lo. Ela se sente confusa quanto a isso e nem mesmo sabe o que quer, só que não gosta dele, mas o destino muda de acordo com as ações de cada um. Ela se sente muito triste por ele ter a abandonado e esse é o maio motivo de seu rancor, Carinae quer saber porque ele fez isso e se algum dia ele a amou como filha pelo menos um pouco.




Rєαçα̃σ ασ...


Sαвєя qυє є́ ƒιℓнα ∂є ƘαяℓHєιηz:

Iria ficar indignada e atordoada. Ela se sente triste também por ele ter a abandonado e vai querer provas concretas e mesmo depois de consegui-las continuará mentindo para si mesma até finalmente aceitar.




Sαвєя qυє Ʋαмριяσѕ єχιѕтєм:

Irá ficar um pouco assustada mergulhada em pânico por dentro mas não irá querer demonstrar, porem ficara inquieta enquanto tenta se acalmar negando a si mesma dizendo ser "mentira", mesmo que no fundo saiba a verdade. Depois de ter se "acostumado" com a ideia, se lado curioso entraria em ação e iria querer saber se outras criaturas do tipo existisse.




Sαвєя qυє є́ мєтα∂є ναмριяα:

"WTF?? Esta louco?"
Iria negar-se afirmando ser mentira. Nem em seus sonhos mais loucos pensaria ser uma criatura que machuca os outros, demoraria um tempo para se acostumar com essa loucura.




Sαвєя qυє є́ ιямα̃ мαιѕ ησνα ∂α ρєѕѕσα qυє νσcє̂ αмα:

"isso é alguma brincadeira de mal gosto...? Pois não vejo graça nenhuma nisso..."
Iria se sentir suja e choraria em seu quarto, irá querer um tempo sozinha para pensar. Iria começar a ignorá-lo o máximo possível tentando se privar de sentir algo romântico pelo mesmo. Apesar de tentar não amá-lo, ficar afastada só a fez pensar mais ainda nele, sua mente viraria uma bola de confusão, pois sabe que é errado mas não consegue deixar de ama-lo. É o que dizem

"Proibido é mais gostoso"



Ɛѕтά ∂ιѕρσѕтσ α мє єηтяєgαя ѕєυ ρєяѕσηαgєм?

Claro! Confio total em você ᶤ ᶫᵒᵛᵉᵧₒᵤ ฅʕิ・ɷ・ิʔฅ
Ty Love <3






ƬHƐ ƐƝƊ

~~



Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...