~documento

documento
Teenager
Nome: SAD BOYS CLUB 2001
Status: Usuário
Sexo: Indisponivel
Localização: Indisponivel
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Não Aceitas/Fanfics Excluídas


Postado

• Imagens inseridas anteriormente foram retiradas
• Caralho heim, se for pra fazer Interativa e depois excluir sem dar nenhuma explicação, aconselho nem fazer, é extremamente CHATO você se dedicar criando uma ficha e depois você excluí-la e nem dar as caras avisando o porquê. E quem já fez alguma fanfic e está nesse jornal como FANFIC EXCLUÍDA, sei lá né, espero que vocês morram.


Ficha: Fantasy Paradise — Evan Harvey Snow
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA

❝Depois de ter ouvido tanto sobre você, chegou a hora de conhecer o verdadeiro Frederick❞

Nome:
Evan

Sobrenome:
Harvey Snow

Significado do nome:
Agraciado por Deus

Idade:
17 anos | 12 de Janeiro | 12/01 | Sendo do signo de Capricórnio

Aparência:
Você já deve ter ouvido o provérbio "Imperfeições perfeitas", isso se aplica a Evan. Seu corpo possuí traços desproporcionais, mas tão alternado que a sua musculatura não importa.
Assim como sua mãe, Evan possuí pele branca, mas sendo alva, por vezes, tende a empalidecer, tão lívido que as maças de seu rosto constantemente estão avermelhadas ou rosadas. Sua pele também é salpicada de sardas, no pescoço, no rosto que vão até suas costas. Olhos do mais azul cristalino, lábios pequenos, finos e róseo. Em seu queixo há uma profunda covinha. Seus cabelos são naturalmente brancos, mas ele prefere manter no tom loiro. Possuí 1,69 de altura, e 66, massa corporal.

Conto:
Alice no País das Maravilhas

Pais:
Mãe
Denominada como Mirana Ann Snow, ou somente, Rainha Branca | 39 anos
Aos 39 anos, a rainha Branca ainda possuí uma aparência juvenil invejável. É realmente uma mulher divertida, muito despreocupada. Sua relação com Evan sempre foi muito forte. Mirana sabe exatamente como Evan é, sabe quando o mesmo está mentindo e sabe como subordina-lo, e as vezes, faz Evan passar por certos momentos constrangedores porque ela realmente gosta de vê-lo embaraçado.
Ambos te uma relação muito aberta, não há segredos entre eles

Par?
Sim, escolhido por você

Historia:
Evan não tem uma grande história, já que passou sua vida inteira no castelo, saindo somente quando realmente precisava.
Nasceu em 12 de Janeiro, no castelo. Desde então sua vida vem sendo enaltecida e embelezada, paparicado por muitos, mas nem sempre Evan gostou disso. Sua maior paixão é com certeza se aventurar por aí, conhecer lugares novos e diversificados, porém, a coroa simplesmente não deixa realizar seus desejos. Sabe que depois de príncipe, será o novo Rei, o que acarretará com um papel muito mais exigente. Então, suas maiores aventuras é lançar arco e flecha a longas distâncias, e andar a cavalos.
Seu pai, o Rei Branco, falecerá em uma batalha, quando o garoto tinha somente 7 anos. Com o passar do tempo, Evan, a Rainha e o reinado foram superando, mas o Príncipe por certas vezes sente a saudade de ter um responsável masculino em sua vida, que já não seja os guardas e criados do castelo.

Personalidade:
A palavra que mais define Evan é: descontraído. O Príncipe adora uma boa conversa, tendo um humor forte, sendo uma pessoa fácil de se fazer rir. É bastante falatório, principalmente quando está com os mais próximos.
Seus sentimentos também são bastantes abaláveis. Ao critica-lo, Evan simplesmente o ignorara, mas internamente, realmente irá ficar chateado, chegando ao ponto de ficar sem comer e sem sair de seu quarto, apenas pensando em suas palavras.
É uma pessoa bastante agradável e dócil, trata a todos com muita gentileza, mostrando que realmente será um bom governante. É extremamente inteligente e gosta de ser estritamente profissional nas coisas que faz.
Odeia sucumbir as suas emoções, principalmente quando está triste, acaba por não segurar as lágrimas, e odeia ainda mais, quando tentam suborna-lo dizendo que vai ficar tudo bem.
Alias, o defeito que mais odeia em si mesmo é não ter auto-confiança e ter confiança mais nos outros. Também não gosta quando é ignorado, ou não prestam atenção quando o mesmo diz algo.
Evan é muito sincero, uma qualidade que ele vê como defeito, já que muitas das vezes ele fala a verdade precipitadamente, machucando ou não, acaba por não perceber que feriu os sentimentos de alguém. É sarcástico quando está falando com alguém que não gosta.
É um pouco tímido quando está com pessoas de sua idade, mas logo se torna amigo dos mesmos, ganhando facilmente confiança sobre isso. É um bom argumentador, pega facilmente os assuntos, seja quais forem, também defendendo quem merece.


O que acha de Frederick?
Evan já ouviu falar sobre ele, sobre alguns fatos, mas o mesmo não sabe dizer sobre ele exatamente, já que nunca se conheceram, mas espera que Frederick seja uma pessoa bastante legal, com um pouco do seu jeito de ser.

(X) Conhecidos.

Gostos e Desgostos:
Gostos:
Se aventurar | Livros de ficção e romance |
Jogos esportivos ou dinâmicos | Conversar |
Passear | Abraçar | Comidas calóricas | Capuccinos | Chocolate
| Frutíferos | Cores | Arco e Flecha | Cavalgar

Desgostos
Falso moralismo | Se sentir trancado | Gosto amargo
| Bebidas alcoólicas | Barulho | Descriminação |
Arrogância | Pessoas que brincam com sentimentos |
Drama | Ignorância | Desmatamento | Dormir

Medos/Fobias:
Medo de que algo aconteça com sua mãe;
Não realizar seus sonhos;
Gefirofobia — medo de pontes;
Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar;
Pirofobia — medo de fogos de artifício;
Também possuí medo de um dos guardas de seu castelo, Edgar.

Segredos:
Enviado

Sexualidade:
Bissexual, embora ele prefira mais os garotos, sente atração por ambos os sexos♦

Gostaria de cenas de sexo com seu personagem?
Sim

Vilão ou Mocinho?
Mocinho

Seu personagem se encaixa como:
(X) Piadista
(X) Nerd

Algo mais?
Quando Evan está triste, a noite, ele acaba burlando uma das leis do castelo, indo para o jardim observar o céu — suas estrelas favoritas são as constelações


Ficha: Sweet Madness — Kelvin Vincent Lawson
FICHA RECUSADAFICHA REAPROVEITADA

Nome completo:
Kelvin Vincent Lawson

Apelido:
Muitos o chamam de Kel, porém o mesmo não gosta do suposto apelido

Idade:
20 anos / 10/01

Aparência:
Harry Styles
Kelvin é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que estão constantemente desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Kelvin, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,81 de altura, e 70kg, massa corporal.

Personalidade:
Todos se encantam facilmente por sua falsa personalidade. Mas não deixe se enganar. Ele é um mestre da dessimulação e está sempre com uma carta na manga. Considerado como um lobo em pele de cordeiro. Longe de ser irresponsável e imaturo; cuida de seus bens materiais e odeia a ideia de dividir e/ou emprestar, seja algo material ou até mesmo pessoas, já que o mesmo, por vezes, faz questão de mostrar que aquilo é de sua propriedade. Quando ele está triste, com raiva, ou até mesmo quando se sente ameaçado por alguém, ela agirá normalmente em torno dessa pessoa, enquanto tenta buscar por informações sobre ela, e quando conseguir o suficiente, usará contra a mesma, podendo ser bastante manipulador. É sincero em demonstrar quaisquer sentimentos, seja quando gosta ou desgosta profundamente de alguém, e se contenta em demonstrar isso, deixando suas intenções bastantes claras, já que não gosta quando as pessoas o reconheça por um "bem" seu, preferindo usar a sinceridade como uma prioridade. Muita das vezes sua sinceridade pode ser um problema, já que fala a verdade nua e crua na cara da pessoa, sem se importar se está ferindo os sentimentos de alguém. Ele pensa que a verdade pode ser menos dolorosa.
É uma pessoa que gosta de comunicar, o que pode ser surpreendente, não se cala em nenhum minuto. Kelvin conhece sobre diversos assuntos e temas, e detesta quando está por fora de algo. Sabe muito bem usar as palavras, sabe se defender usando apenas a verdade honesta. Todavia, isso nem sempre é bom, suas falas ditas com tanto convicto faz parecer que é realmente verdade, tendo o poder de fazer qualquer um cair em suas lábias graças ao seu jogo sujo e palavras falsas. Ainda assim, ele não se considera falso, apenas vê segundas intenções por trás de tudo, ou quando o mesmo quer algum benefício, ele não vê problemas em ir ao extremo para conseguir o que quer. Ao estar com os amigos, ele é uma pessoa bastante distraída e falatório, sendo por vezes irritante. Considerado por muitos um camaleão, já que, para fazer e saber de tudo, ele se habitua em todos os possíveis cenários. Não encontra dificuldades em conquistar todos a sua volta.

História:
Filho de um grande Escritor da época, e de uma grande empreendedora, fruto de uma relação passageira. Nasceu no dia 10 de Janeiro, em Londres, e antes mesmo que ele tivesse a chance de vir ao mundo, seu pai havia tentado o abortar, mas foi impedido por Emma. Obviamente que ela havia ficado desesperada sobre ter seu primeiro filho, ainda mais porquê ele também seria filho de um homem com quem ela havia visto somente uma vez. Emma e John, conseguiram se reconciliar depois de alguns meses de gestação da mulher. O filho ficaria sob a guarda da mãe, enquanto John daria coisas materiais a criança.

Com o passar do tempo, John foi se acostumando sobre ter uma criança, por vezes o visitava. Emma e John acabou por contar a seus pais que haviam dito um filho, mesmo sem ter uma relação. Os avós do garoto ficaram exasperados com a notícia, impulsionaram sobre o casamento de Emma e John, por causa da criança, uma obrigação por conta disso.

Irritadiço com a vida e sobre seus pais, John não gostava de estar sob o mesmo teto que Emma, mesmo depois de casados, conversavam apenas quando precisavam. Começou a se apegar mais com Kelvin, mesmo com o trabalho árduo.

Quando tinha cerca de 14 anos, o garoto havia percebido finalmente que seus pais não era como os de seus amigos. Raramente conversavam, não trocavam carícias e não saiam juntos. Indignado sobre isso, o filho perguntou a eles o porquê de agirem assim, e a resposta além de ser verdadeira chateou o adolescente.

Por causa disso, começou a ficar agressivo em torno das pessoas daquela casa. Sua personalidade havia mudado muito, porém o mesmo não se importava, tinha um certo desejo em se tornar como seu pai, mas não exatamente igual. Pois ele pensava que ainda jovem, já estava sofrendo demais para tão pouca idade, não gostou do sentimento da dor e ainda não havia aprendido que tais sentimentos faziam parte da vida. Começou a pensar somente em si acima dos outros, em dinheiro e toda a bagagem que trazia junto consigo.

Família:

Mãe | Emma Amber Lawson | 39 anos | Empreendedora
É consideravelmente uma boa mãe. Sempre apoiou todas as decisões de seu filho e põe esperança no futuro do garoto, mas também sabe colocar um ponto nas ideias de Kelvin.


Pai | John Jason Lawson | 41 anos | Escritor
Com certeza o que mais influenciou seu filho em sua personalidade, por quê sem dúvidas de quem ambos são iguais. Por isso, tem momentos que nem filho e nem pai suportam ficar perto um do outro, em outros momentos eles se vêem como a única pessoa que os entendem.

Qualidades:
Inteligente — Pontual — Independente — Determinado — Criativo — Comunicativo — Persistente

Defeitos:
Vingativo — Manipulador — Perfeccionista — Sincero — Malicioso — Extremista — Egoísta

Manias:
Fechar as mãos em punhos | Esfregar a mão uma na outra
Passar as mãos pelos cabelo | Arrancar a pele de seus lábios

Hobbies:
Cantar | Tocar violão | Desenhar | Caminhar

Estilo de vestimenta:



Seria capaz de cometer uma traição?
Não.

Possui algum tipo de vício?
Não possuí.

Gostaria de um par romântico?
Sim. Kelvin gosta de manter a relação aberta, porém detesta casais grudentos, preferindo-se manter no limite do carinho. Ele gosta de sempre manter uma comunicação com seu par, sendo por vezes muito distraído ao estar perto dele(a). Não é ciumento, porém, desconfia facilmente.

Gostos e Desgostos:

Gostos:
Cantar | Comida salgada | Toucas | Caminhar
Bandanas | Banana – fruta | Roupas pesadas
Música Indie | Escuro
Filmes românticos – embora ele nunca irá admitir isso

Desgostos
Calor Excessivo | Pessoas mesquinhas | Cigarro
Regras | Doce – acha muito enjoativo | Que mandem nele
Bebidas alcoólicas | Barulho | Desordem | Amarelo – cor

Favoritou a fic?
Sim.

Ciente de que seu personagem pode não ser aceito?
Estou ciente.

Algo mais?
Kelvin é claustrofóbico.
Ele não gosta de seu apelido.
Kelvin é alérgico a qualquer tipo de doces.
Ele tem uma coleção de chaves.
É bissexual.
Kelvin possuí medo de fogos de artifício [pirofobia] e de pontes e viadutos [gefirofobia]

Intraterreno favorito:
Oníris, o gato de Cheshire. Kelvin acredita que os sonhos é o ponto mais poderoso entre os seres humanos ou além deles.


Ficha: Sugar Daddy — Mia Haile Belmont
FICHA RECUSADAFICHA REAPROVEITADA
Nome Completo
Mia Haile Belmont

Idade:
18 anos | 10/01

Aparência:
Seus cintilantes olhos castanhos escuros transmitem tranquilidade e sinceridade. Sua pele é morena, mas bronzeado artificialmente. O nariz fino e arrebitado, perfeitamente encaixado em seu belo rosto. Lábios grossos, porém, pequenos, delineados naturalmente nas laterais. Seus cabelos longos são naturalmente castanhos, mas Mia atualmente pintou as madeixas de loiro. Seu físico corporal é consideravelmente desejável, não é nem muito cheia e nem muito magra, seios fartos, pernas grossas e cintura fina. 1,63 de altura, e 58, massa corporal.

Your Daddy Is:
Austin Argent

Personalidade:
Mia é uma das pessoas mais simpáticas que você irá conhecer. Muito altruísta, não vê problemas em ajudar o próximo. Consegue facilmente ler a pessoa em poucos segundos e saber o que ela está sentindo e por isso pode dar um bom ombro amigo ou um bom concelho. Quando está mal-humorada provavelmente está chateada ou desapontada com uma pessoa na qual ela é muito apegada, já que dificilmente se deixa levar por coisas fúteis. Sensível, romântica e carinhosa, está sempre pronta para ajudar, cuidar e proteger, por isso muito das vezes pode acabar mal no final da história. Como sua lógica é totalmente emocional, nem sempre ela vai direto ao ponto, tenta demonstrar seus sentimentos e desejos através da conversa, mas nem sempre consegue chegar ao que quer. Ao receber um elogio, cora facilmente e não sabe responder de volta, apenas irá abaixar a cabeça e dizer um simples "obrigado".
Se considera um desastre ambulante pois não consegue durar muito tempo com algo material, do tipo que trupica em seus próprios pés e passa vergonha na frente dos outros, não de uma forma má, tira facilmente sorrisos e gargalhadas dos outros com seus pequenos atos desastrados. Um defeito que ela mais odeia em si mesma é a ilusão; sente-se iludida com frequência por isso faz as coisas com cuidado e pensando detalhamente em algo, para não deixar-se machucar depois, mas nem sempre funciona, já que sua tendência a ajudar os outros é constante. Quando está triste gosta de receber afagos e elogios, apesar de nunca saber o que responder, adora principalmente quando vem isso de seu Daddy.
Determinada para conseguir o que tanto almeja e detesta quando tentam entrar em seu caminho para fazê-la desistir, porém, não é de "jogar sujo", gosta de ser honesta sempre e sinceridade vem primeiramente em sua personalidade. O que muita das vezes pode ser um problema; sua sinceridade sem limites pode muita das vezes machucar os sentimentos das pessoas, por mais que ela odeia ter que causar isso, tenta não se importar já que acha que a verdade será menos dolorosa.
Odeia chamar atenção. Prefere não expor suas opiniões sobre casos simples ou considerados polêmicos, não gosta que discutam com ela e de pessoas que se acham superiores, ou de pessoas que ganham as custas dos outros. Seu senso justo não permite isso.

Playlist:
Bittersweet Tragedy — Melanie Martinez
One Call Away — Charlie Puth
I Need U — Bangtan Boys
Colors — Halsey
Hurricane — Halsey
Sad Girl — Lana Del Rey
Soap — Melanie Martinez
Home — One Direction

Relação com:
• Alison Argent
Mia não é de conversar muito com Alison, pois, por mais que Mia nunca admitisse isso, é como se ela se sentisse intimidada por causa de sua aparência. Dialogam quando realmente precisam.

• Outras Escolhidas de Seu Daddy:
Ela age normalmente em torno delas, mesmo sabendo o que acontece com elas e seu Daddy. Está sempre interagindo e conversando com elas, já que Mia as vê como amigas. Mas também está sempre tomando precauções.

• Empregadas:
Mia as ama, sempre está ajudando elas quando não há nada para fazer, e quando está trabalhando em torno delas não cala a boca nem por um 1 minuto, é muito interativa com elas.

Roupas:
Casuais


Pijamas:


Intima:


Festas:


Seu Daddy esta voltando de uma viagem, como você o tratará?
Mia se arrumará toda, mandará preparar um jantar especial para o homem, depois prepararia um banho quente para o mesmo e o deixaria descansar, não tentaria nada pois sabe que ele está cansado da viagem.

Sua relação com seu Daddy é resumida a:
Afagos e sexo.

Alguma habilidade?
Cantar | Cozinhar | Toca certos instrumentos | Desenhar

Sexualidade:
Héterossexual

Como era sua vida antes de ser trazida para os Argent?
Resumidamente uma vida normal. Morava com sua família e queria cursar medicina, porém foi impedida por seu pai, que nunca gostou do jeito quieto, altruísta e dócil da garota. Não mediu esforços para manda-la para uma escola somente de garotas quando tinha 16 anos, ele queria que ela mudasse seu jeito de ser e visse o mundo como ele realmente é.

Virgem ou não?
Não

BV ou BVL?
Não

Segredos?
Não possuí

Algo mais?
Mia é alérgica a qualquer tipo de frutíferos.
Gosta de conhecer lugares novos.
Tem fobia a pontes e viadutos [gefirofobia], aranhas [aracnofobia] e palhaços [coulrofobia].
Gosta de bondagem.
Odeia números ímpares.
Gosta de livros antigos, contos e ficção.

Palavra-Chave:
Austin Argent


Ficha: Rosewood — Thomas Lewis Young
FANFIC EXCLUÍDA — FICHA REAPROVEITADA
–A
Nome Completo:
Thomas Lewis Young

Idade:
18 anos — 10/01

Sexualidade:
Bissexual

Aparência:
[Harry Styles]
Thomas é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que estão constantemente desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Thomas, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,81 de altura, e 70kg, massa corporal.

Personalidade:
Dono de um humor único, Thomas está sempre com um sorriso no rosto, sempre causando gargalhadas entre seus colegas e amigos pois nunca perde o senso. Adora desafios e não desiste até cumpri-los, sendo bastante determinado e insistente, faz o possível para conseguir o que tanto almeja, porém, Thomas não é de jogar sujo, seja em algum jogo de cartas a esportes, ele sempre prefere ser sincero e pensa que com a honestidade se ganha tudo. É muito comunicativo, do tipo que não cala a boca por 1 minuto, surpreendentemente o faz parecer que está sempre inventando assuntos e histórias.
É bastante inteligente e possuí raciocínio rápido. Sabe usar muito bem suas palavras nos certos momentos, tem a mente aberta a tudo e debate sobre qualquer coisa, sem se importar se vão gostar de suas opiniões ou não. Se adapta facilmente a novos lugares, por isso é curioso e está disposto a tudo para saciar seus desejos e vontade de conhecimento.
É muito ansioso e costuma ser impaciente com as coisas, do tipo, quer as coisas na hora em que o mesmo pede, o que faz com que um lado mimado e totalmente desconhecido exale dele, mas Thomas sempre faz o possível para esconder isso, já que odeia pessoas mimadas, pois Thomas aprecia a vontade de conquistar as coisas por si próprio. Em muitos momentos pode se tornar uma bomba, prestes a explodir. Se irrita facilmente com coisas fúteis, mesmo tentando ao máximo controlar seus sentimentos, poucas das vezes consegue controlar a fúria, e por fim acaba falando coisas que não deveria, fazendo coisas que não eram pra ter sido feitas, age no calor do momento e acaba se arrependendo depois. Não é submisso e muito menos covarde, pelo contrário, detesta pessoas assim. Quando se sente "ameaçado" por alguém, gosta de encara-lo frente a frente, comprando briga sem pensar nas consequências depois. Apesar disso, não suporta brigas, e como já dito antes, tenta ao máximo controlar seus impulsos.

Traumas:
De rios/mares/lagos e qualquer outro local que possa envolver grandes massas de água. Quando menor, certa vez estava em uma fazenda, viajando em suas férias. Estava em um rio, a correnteza forte o havia puxado para dentro da água, e infelizmente não sabia nadar. Sua irmã rapidamente chamou seus pais que não estavam muito longe, e felizmente conseguiram pega-lo. Caso mais alguns segundos, aquele momento poderia ter sido fatal para o garoto.

Filmes de Terror; Uma vez, sua irmã mais velha o havia obrigado a assistir algum filme do gênero com ela. Thomas havia entrado em um estado na qual não parava de gritar e chorar. Teve que dormir por meses com seus pais por causa de seus terrores noturnos. Facilmente rejeita quando o convidam para ver filmes do gênero.

Abelhas; Certa vez, quando adolescente, viu seu primo sendo picado por abelhas. Thomas estava terrivelmente assustado com o que estava acontecendo em sua frente, vendo os vergões causadas por elas no corpo de seu primo. Porém não conseguia se mover, sentia que seus pés estavam pregados no chão, não conseguia ouvir os gritos escândalosos vindo do outro garoto. Infelizmente, seu primo veio a óbito, e até hoje, Thomas se culpa por causa desse fato.

Curiosidades:
Thomas odeia doces;
Tem uma coleção de chaveiros;
É alérgico a qualquer tipo de frutíferos e panos de seda;
É viciado em cafeína;
Odeia bagunça, sempre tenta deixar tudo em ordem;
Possuí Batofobia — medo de profundidade; Pirofobia — medo de fogos de artifício, Apifobia — medo de abelhas, e Gefirofobia — medo de pontes e viadutos;
Faz aulas de piano todos os Sábados e faz curso de Mandarim duas vezes semanalmente;
É fã de sagas, como Harry Potter, Percy Jackson, Jogos Vorazes, Maze Runner, entre outras. Também é muito fã de HQ's de Super-Hérois;
Tem um cachorro São Bernado, chamado de Alpha.

Termo Assinalado
()


Ficha: Prey — Roland Peter Chermont
FANFIC EXCLUÍDAFICHA REAPROVEITADA
All we need is faith in something
Nome:
Roland Peter Chermont
Roland significa ❝glória da sua terra❞ ou ❝natural da terra gloriosa❞


Apelido:
Roll — para os mais próximos

Idade:
Aparenta ter cerca de 22 anos de idade, mas possuí exatamente 758 anos, tendo nascido no dia 10 de Janeiro no calendário atual

Aparência:
Você já deve ter ouvido o provérbio "Imperfeições perfeitas", isso se aplica a Roland. Seu corpo possuí traços desproporcionais, mas tão alternado que a sua musculatura não importa.
Roland possuí pele branca, mas sendo alva, por vezes, tende a empalidecer, tão lívido que as maças de seu rosto constantemente estão avermelhadas ou rosadas. Sua pele também é salpicada de sardas, no pescoço, no rosto que vão até suas costas. Olhos do mais azul cristalino, lábios pequenos, finos e róseo. Em seu queixo há uma profunda covinha. Seu cabelo é naturalmente castanho escuro, mas ele prefere manter no tom loiro. Possuí 1,70 de altura, e 66, massa corporal.


Espécie:
Caído

Personalidade:
Roland é uma pessoa muito gentil, educado e descontraído. Sua tamanha generosidade pode acarretar em Roland pensar mais no conforto dos outros do que no seu próprio. É bastante perfeccionista, gosta de ser estritamente profissional nas coisas que faz, por quê para ele, ou é perfeito ou não, e por causa disso, gosta de fazer as coisas elaboradas, pensando em cada detalhe.
É um pouco tímido, principalmente em frente a pessoas que ele não conhece, e normalmente, você que tem que vir a ele. Mas com o passar da conversa, ele acaba por se sentir mais seguro em relação a si.
Tem um humor muito abalável, sendo uma pessoa fácil de se fazer rir. Não gosta muito de se comunicar, sendo as vezes muito pensativo.
Odeia ter que parecer fraco, mas é uma pessoa que se entrega facilmente as suas emoções, mas não se deixe enganar, ao ferir seus sentimentos, Roland pode realmente ficar além de chateado e desolado, porém depois, irá planejar com calma sua vingança, buscando extrair todas as informações possíveis sobre a pessoa sem se deixar expor, e depois usará contra ela.
Quando não gosta da pessoa, não expõe isso, sendo falso e sínico, usando o sarcasmo e irônia por trás de sua voz gentil. Não tem facilidade para confiar nas pessoas, demorando o tempo preciso para poder se abrir e apoiar em alguém.
Também é bastante inteligente, mas não só no quesito escolar, mas como personalidade, usando assim seu lado romântico e aparência para conseguir o que quer, se relacionando com ambos os sexos se lhe trazer algum benefício. Até por quê ele é uma pessoa bastante determinada, e vai ao extremo para conseguir o que quer.


História:
Roland passou muito tempo de sua vida no céu. Até que foi posto para ele que ele deveria descer até a Terra, para coletar algumas informações.
Nesse meio tempo, Roland encontrou com um Demonio, que estava tentando descobrir o que ele estava fazendo em meio aos humanos, tentando descobrir quais eram essa informações. O tal Demonio, insistente, minucioso e indiscreto, gostava de irritar Roland, fazendo perguntas indiscretas, que o Anjo em fúria acabou por falar sobre quais eram as informações que tinham imposto a ele. Ao ver o Demonio desaparecer com um sorriso promíscuo no rosto. Roland percebeu o que tinha dito para ele, preferindo coletar logo essa informações e voltar rapidamente para o céu, esperando ansiosamente que ninguém havia descoberto sobre o que ele falou em frente a quem.
Mas infelizmente, Deus, ao perguntar se ele havia conseguido descobrir, Roland não se conteve, e acabou por falar a verdade, dizendo que havia sim descobrido, mas que também havia contado a um Demonio. Em resposta, Deus apenas lhe respondeu dizendo que já estava sabendo.
Como punição a traição, cortaram as suas asas, e Roland foi mandado para ficar eternamente caminhado pela na terra, vivendo como um humano em meio a eles, enquanto as gerações vinham e iam.


Orientação Sexual:
Homossexual

Está ciente que, independente da espécie, seu personagem pode morrer a qualquer momento?
Sim

Observações ou curiosidades:
Ele trabalha como assistente principal de um grande empresário;
Roland ama Arco e Flecha;
Mesmo sabendo que os deuses gregos nunca existiram, seu assunto favorito é falar sobre a Grécia e a Mitologia Grega.
Ele ama conhecer lugares novos;
Roland cora facilmente quando recebe um elogio;
Ele ainda tenta entender do porque exatamente teve suas asas cortadas. Ao contar sobre o que ele estava procurando para o Demonio, estava em um ataque de raiva, e mesmo assim, nunca mostrou que o Demonio havia descoberto informações sobre o que ele procurava.


Ficha: Salem — Isaac Lowell Langdon
FANFIC EXCLUÍDAFICHA REAPROVEITADA

୭*‧˚✿¸.Nome::¸.✿˚‧*୭
Isaac Lowell Langdon — Isaac significa "Agraciado por Deus"


୭*‧˚✿¸Apelido:¸.✿˚‧*୭
Não possuí

୭*‧˚✿¸.Idade:¸.✿˚‧*୭
25 anos | 03/03

୭*‧˚✿¸.Aparência:¸.✿˚‧*୭
Isaac é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, quem batem até seus ombros. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Isaac, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,86 de altura, e 71kg, massa corporal.

୭*‧˚✿¸.Personalidade:¸.✿˚‧*୭
Aparenta ser um homem gentil que tem muito mais além de uma vida fácil. Mas não deixe-se enganar por sua falsa personalidade. Ele não é alguém fácil de se lidar. Odeia perder, alias, não sabe perder. Quando algo que o mesmo planejou falha, ele facilmente é controlado pela fúria, não se importando em gritar e deixar algumas palavras de baixo calão sair por sua boca suja. Odeia gente mimada, sempre revirando os olhos ao encontrar alguém com essa característica, pois Isaac, aprecia a vontade de lutar por vontade própria, mas também corteja o sucesso.
Para ele, se não for perfeito, não serve. Gosta das coisas bem elaboradas, para que nada dê errado, seja algo simples ou algum plano impossível. Não suporta ser contrariado, somente quando ele sabe que está errado, Isaac não busca por discussão, mas quando o mesmo sabe que está certo, ele vai até o final para mostrar isso. Determinado, não desiste de nada facilmente,o que para muitos pode ser irritante de sua parte. Um manipulador incrontrolável; gosta de ter as pessoas nas palmas de suas mãos, um prazer para ele. Raras vezes usa o sarcasmo ou a ironia, já que quase sempre está dizendo a verdade nua e crua na cara da pessoa, sem se importar se está machucando ou não os sentimentos de alguém. Apesar disso, quando é algo fútil, mais age do que fala, você não o vera perdendo tempo com coisas inúteis.
É alguém que mostra tudo o que está sentindo; seja quando gosta ou desgosta da pessoa, faz questão de mostrar isso e deixa suas intenções bastante claras. Da de ombros sobre o que pensam sobre ele. Não tem um pingo de vergonha na cara. Um lobo na pele de cordeiro, vai ao extremo para conseguir o que quer.


୭*‧˚✿¸.História:¸.✿˚‧*୭
Seu pai, Daryl, era um caçador, e como queria que seu filho também fosse que nem ele, Isaac não teve outra escolha a não ser se tornar um também. Sua mãe foi totalmente contra as decisões do marido, mas sabia que não poderia dizer do contraditório, sabia que Isaac seria um caçador também por causa das "gerações para gerações". E o próprio Isaac queria seguir a "carreira" do pai. Quando tinha 18 anos foi chamado pela família Dawson, já que eles reconheciam que Daryl era bom no que fazia, e que talvez o filho poderia ser que nem o homem. Desde então vem-se dedicando a isso quando é chamado.
Atualmente mora sozinho quase que no final da cidade, trabalhando como terapeuta.

୭*‧˚✿¸.Que tipo de armas utiliza?¸.✿˚‧*୭
Arco e flecha | Bala de prata | Medidor de ondas eletromagnéticas

୭*‧˚✿¸.Gostos e desgostos?¸.✿˚‧*୭
Gostos
Caçar | Seu emprego | Comias apimentadas | Matemática — ele ama tudo o que envolve números
Perfeccionismo | Rolex e Diesel — Isaac tem verdadeiro fascínio por essas marcas
Gosto amargo | Correr/Caminhar | Praia | Praticar esporte | Cachorros

Desgostos
Frio | Bruxas | Ser mandado | Cigarro | Pessoas na qual considera de personalidade fraca
Insetos | Religião | Desordem | Que duvidem de sua fala | Falhar

୭*‧˚✿¸.Manias:¸.✿˚‧*୭
Fechar as mãos em punhos | Passar as mãos pelos cabelos | Franzir as sombracelhas

୭*‧˚✿¸.O que acha das bruxas?¸.✿˚‧*୭
Podemos dizer que Isaac não sente nada em relação as bruxas. Possivelmente, apenas quer acabar com essa "raça" — como ele mesmo as chamam —.

୭*‧˚✿¸.Sabia que era descendente de caçador, se sim, como reagiu ao descobrir?¸.✿˚‧*୭
Seu pai nunca escondeu para o filho que era um caçador, tanto que já o ensinava pequenas coisas para Isaac quando o mesmo era menor. No começo, não acreditou que as bruxas realmente existem, que só existiam nos contos que sua mãe lhe contava. Então, apenas ficou surpreso por esse fato, e não que um dia ele também seria. Hoje se orgulha inteiramente disso.

୭*‧˚✿¸. Algo mais?¸.✿˚‧*୭
Possuí tatuagens pelo seu corpo, principalmente no braço esquerdo


Ficha: Salem — Mackenzie Chloe Thirlwall
FANFIC EXCLUÍDAFICHA REAPROVEITADA
Mackenzie Chloe Thirlwall

Apelido:
Mack

Idade:
24 anos | 10/01

Poderes:
Transmutação — é a capacidade de se teletransportar em torno do espaço.
Clarividência — capacidade de ver com clareza determinados eventos, seres e objetos, a grandes distâncias físicas ou temporais.
Sanacion — capacidade da auto-cura, também podendo curar os outros.

Aparência:
Mack é dona de uma beleza e calmaria inexplicável. Olhar para ela é como ver o sol nascendo em um novo dia depois de uma forte tempestade na madrugada.
Possuí cintilantes olhos azuis com tons amarelados e violeta que transmitem sinceridade, suas risadas são contagiosas e o sorriso não se iguala ao dela.
Sua pele é alva. Sobrancelhas muito bem delineadas, e um nariz reto ao longo do comprimento mas a ponta é um tanto redonda. Lábios grandes, porém o inferior é mais grosso. O quadro de seu rosto é magro. Cabelos volumosos e castanhos quase negros são longos. Mack não é nem cheia e nem magra, seu corpo é considerado bastante desejável. Possuí 1,69 de altura, e 57kg, massa corporal.

Personalidade:
Uma mulher altruísta; não vê problema em ajudar quem quer que seja. Muitos dizem que seu coração é grande de mais pro seu corpo, por Mack ser uma pessoa bastante gentil e honesta. Pode parecer alguém fechada, e é realmente.
Alguém tão inteligente e responsável, é assim principalmente em momentos sérios. Aprendeu a tomar conta de si própria desde cedo. Sua inteligência combina com sua criatividade podem gerar ideias grandiosas. Uma amante da natureza, gosta de passar seus tempos cuidando da flora.
É uma pessoa que sabe argumentar, sabendo se defender e defender qualquer outro quando o mesmo está sendo injustiçado em algo. Ela não abaixa a cabeça pra ninguém quando quer mostrar que está certa. Trata a todos com muita gentileza, buscando sempre ser compreensível e gentil, pois ainda pensa que todos tem algo de bom dentro de si. Apesar de pensar com os sentimentos, não é sensível, sabe muito bem quando alguém está sendo verdadeiro, falso ou até mesmo ao ver que a pessoa ou algo além do ser humano é ruim ou bom.
Calma e muito paciente; uma das poucas coisas que você irá conseguir tirar dela é a paciência, mas não a provoque; geralmente ele fala a verdade nua e crua no rosto da pessoa por causa dos seus nervos em fúria. É péssima em saber mentir, por tanto sua reação está sempre a entregando.
Ao lado das pessoas que realmente a conhece, Mack é uma mulher brincalhona, está sempre conversando, dando parecer que parece que inventa assuntos. É muito protetora com aqueles e gosta, portando está sempre fazendo de tudo para mantê-los seguro. Educada com todos, o que a faz odiar qualquer tipo de palavra de baixo calão. Muito comprometida com as coisas que faz, nunca descumpre alguma promessa, sendo submissa para cumprir seus objetivos. Corajosa, mas não audaciosa; ao pensar em algo, ela detalha praticamente tudo para que nada dê errado.


História:
Mack desde menor teve que aprender a se cuidar sozinha, pois seus pais viviam fora. Por causa das condições precárias da família, onde o dinheiro era muito pouco, o que tinha de pouco, eles revestiam o dinheiro para cuidar de Mack e da casa. Passavam tanto tempo a caça apenas para botar comida na mesa, já que não preferiam gastar dinheiro com refeição. Quando Mackenzie tinha 15 anos, seus pais desapareceram. De começo, ela não se preocupou muito, mas ao passar dois dias e seus pais não haviam chegado em casa, sedenta de fome, Mack decidiu ir em volta da floresta onde sua casa ficava, para ver se achava algum frutífero que pudesse saciar sua fome. Ao dar uma meia volta perto de casa, acabou por encontrar seus pais, mas jaziam sem vida no chão.
Desesperada, Mack voltou rapidamente para sua casa, agora sozinha. Com o passar dos dias, estava cada vez mais perturbada, e quando quase estava sendo vencida pela fome e o negativismo, uma bruxa aparecerá em sua porta, dizendo que estava ali para proteger a garota até que ela alcançasse uma certa idade.

Como descobriu seus poderes:
Ainda cedo Mackenzie demonstrou seu primeiro poder; Clarividência. Com 9 anos. Sua mãe estava afoita por algum acontecimento passado. Sua mãe, percebendo que Mack agia de forma estranha enquanto a mesma falava sobre isso. Depois de alguns segundos, Mack apenas levantou sua cabeça para a mãe e acabou por responder o que tanto a mulher estava desesperada tentando se lembrar, realmente assustando-a. Como ela tinha 5 anos quando descobriu esse poder, ela foi apenas vendo que isso era um poder com o passar do tempo. E por ser sua primeira descoberta, sabe controlar muito bem, como se isso já tivesse vindo desde seu nascimento e acompanhado ela. Sem dúvidas de que é o poder que Mack mas aprecia.

Descobriu a Sanacion quando tinha 16 anos. Estava andando em volta de sua casa ao encontrar um coelho doente. Ela pegou o pequeno animal e o levou para casa, e como havia apenas ela lá, tentou cuidar do animal usando alguns remédios/plantas que ela havia encontrado pela casa. Ao mais tardar quando o coelho havia melhorado, Mack percebeu que não foi as plantas que havia o sarado, e sim, suas lágrimas em lamentação de antes quando o pequeno animal estava quase não resistindo. Ela simplesmente ficará muito surpresa ao descobrir, tanto que mesmo sabendo não quis acreditar. Um poder que ela prefere não contar para muitos.
Controla isso facilmente pois a Sanacion apenas acontece/ocorre quando a mesma quiser.

Ao 17 anos, descobriu seu último poder; Transmutação. Estava correndo quando de repente aparecerá em outro lugar. Mackenzie ainda tenta ter controle sobre isso. As vezes, ela pode estar andando naturalmente ao pensar em um lugar a poucos metros de onde está e ela aparece sem querer no lugar que pensava. Apesar de ela considerar algo realmente útil — como exemplo; quando está correndo de caçadores —. Mas muitas das vezes, Mack desgosta.

A mulher que a ajudou depois que seus pais morreram, a levou até o clã de Salém. Onde todas a receberam de braços abertos. As anciãs ajudaram e criaram Mack, tanto como sobre a vida e sobre seus poderes, para aperfeiçoa-los.

Gostos e desgostos:
Gostos:
Fauna e Flora | Animais | Pessoas que demonstram sentimentos
Andar pela floresta sozinha | Vestidos |
Poesia | Coisas naturais | Cantar | Salgado

Desgostos:
Doce | Ser julgada | Falhar
Estar/sentir-se vulnerável | Suor | Dormir

Manias:
Revirar os olhos | Suspirar | Abaixar a cabeça quando está falando com alguém por muito tempo

Possui algum objeto que ajuda a canalizar a magia?
Não

Como é o seu grimônio?


O que acha dos caçadores?
Seria mentira se dissesse que Mack não tem medo deles; não gosta nem de ouvir essa palavra. Mas também os despreza, por saber do que aconteceu no tempo de Salém, porém, tenta não julga-los por não saber o que eles querem.

Algo mais?
Não


Ficha: Strip Luck — Cole Heath Fitzgerald
FANFIC EXCLUÍDAFICHA REAPROVEITADA
Nome completo:
Cole Heath Fitzgerald

Idade:
18 anos, nascido no dia 10 de Janeiro, sendo assim do signo de Capricórnio

Sexualidade:
Bissexual, embora, prefira mais os garotos, sente atração por ambos os sexos

Aparência:
Cole é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que estão constantemente desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Cole, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,85 de altura, e 70kg, massa corporal.
{(\Harry Styles/)}

Personalidade:
Todos se encantam facilmente por sua falsa personalidade. Mas não deixe se enganar. Ele é um mestre da dessimulação e está sempre com uma carta na manga. Considerado como um lobo em pele de cordeiro. Longe de ser irresponsável e imaturo; cuida de seus bens materiais e odeia a ideia de dividir e/ou emprestar, seja algo material ou até mesmo pessoas, já que o mesmo, por vezes, faz questão de mostrar que aquilo é de sua propriedade.
Quando alguém o faz ficar triste, com raiva ou até mesmo quando se sente ameaçado, ele agirá normalmente em torno dessa pessoa, enquanto tenta buscar informações desconhecidos sobre ela, e quando conseguir o suficiente, usará contra ela, podendo ser considerado um manipulador. É sincero em demonstrar quaisquer sentimentos, seja quando gosta ou desgosta profundamente de alguém, e se contenta em demonstrar isso, deixando suas intenções bastantes claras, já que não gosta quando as pessoas o reconheça por um "bem" seu, preferindo usar a sinceridade como uma prioridade. Muita das vezes, sua sinceridade pode ser considerada um problema, já que fala a verdade nua e crua na cara da pessoa, tenta não se importar se está ferindo os sentimentos de alguém, pois pensa que a verdade será menos dolorosa que mentiras. É uma pessoa que gosta de se comunicar, o que pode ser surpreendente, não se cala em nenhum minuto. Cole conhece sobre diversos assuntos e temas, e detesta quando está por fora de algo. Sabe muito bem usar as palavras, sabe se defender usando apenas a verdade. Ao estar com os amigos, ele é uma pessoa bastante distraída e falatório. Gosta bastante de organização, Cole é do tipo que encontra um erro mínimo em qualquer coisa, pensa em algo detalhadamente, seja algo simples como um trabalho escolar ou algo maior. Seus pensamentos o dominam mas Cole é incapaz de agir por impulso, sempre tenta controlar todos seus sentimentos e emoções. Alguém tão determinado, não mede esforços para conseguir o que deseja. Em seus olhos você encontrará a liderança. Independente e não quer viver as custas de ninguém, a não ser quando sabe que não conseguirá concluir aquilo sozinho, mas nunca depende 100% da pessoa. Não vê problemas em se relacionar com ambos os sexos para conseguir o que quer. Raramente usa o sarcasmo e ironia, já que quase sempre está falando a verdade.

Breve História:
Filho de um grande Escritor da época, e de uma grande empreendedora, fruto de uma relação passageira. Nasceu no dia 10 de Janeiro, e antes mesmo que ele tivesse a chance de vir ao mundo, seu pai havia tentado o abortar, mas foi impedido por Emma, sua mãe. Obviamente que ela havia ficado desesperada sobre ter seu primeiro filho, ainda mais porquê ele também seria filho de um homem com quem ela havia visto somente uma vez. Emma e John, conseguiram se reconciliar depois de alguns meses de gestação da mulher. O filho ficaria sob a guarda da mãe, enquanto John daria coisas materiais a criança. Seu parentes, todos de personalidade normais, acharam desde cedo o garoto esquisito. Sua primeira palavra foi "nojo" ao ver um menino de poucos anos sujo. Isso foi sua primeira demonstração da síndrome de TOC. Durante a escola, sofria bullying por causa de seu transtorno, pois sempre foi organizado demais com suas coisas e ao ver algo que não estava de acordo, ele simplesmente se enfurecia.

Mesmo com os pais separados, Cole sempre teve uma boa relação com ambos. Morava junto com sua mãe em uma casa aconchegante, quase que no final da cidade, mas decidiu morar sozinho em um apartamento quando completou 17 anos. Posso dizer que, quem mais influenciou Cole em sua personalidade, foi seu próprio pai, que por vezes o visita, ambos não são diferentes.

Se você for um veterano, conte sobre sua experiência na David’s School e sua relação com Cassandra King:
Ele é um bom aluno, possuí notas boas em certas materiais e razoáveis em outras.
Cole possuí vários "amigos", e Cassandra era considerada uma. Conversavam quando estavam em grupos de amigos conhecidos por Cole e Cassandra. Cole não tem uma opinião formada sobre a garota, mas pode-se dizer que ele gostava dela.

Seu personagem pode ser o/a Tira Sorte ou pode estar ajudando o grupo? Por quê?
Sua personalidade indica bastante que Cole pode ser um bully, mas ele não praticaria bullying pois já passou por isso e detestou, pois se sentia humilhado e não gosta da ideia de fazer tais atos. Pode estar ajudando, mas apenas no caso para tirar vantagem de alguém de seu interesse. Apesar de sua personalidade forte, ele se da bem com quase todos.

Em qual categoria você mais se identifica:
(X) Populares.

Ciente de que seu personagem agora me pertence e posso trilhar o rumo de sua história?
Sim.

Está pronto para fazer parte desse mundo adolescente cercado de segredos?
Aham.


Ficha: Social Killers — Caleb Loweel Hale
FANFIC EXCLUÍDA
fake
A quem pertence:
Caleb Loweel Hale — 18 anos

Nome falso:
Ashton Steele

Idade falsa:
16 anos

Aparência usada:
{[\Harry Styles/]}

Personalidade:
Caleb é totalmente diferente de Ashton. Caleb fora da internet é uma pessoa fechada e um tanto isolado. Porém Caleb se acha tão desinteressante possuíndo uma vida pacata, inveja as histórias e amizades dos outros. Pensa que, se nem ele mesmo gosta de sua personalidade e vida, quem irá gostar? Por isso prefere se manter isolado e longe dos outros. É uma pessoa bastante observadora, até por quê a curiosidade não matou o gato, pelo menos não para ele; está sempre atento a tudo ao que está acontecendo em sua volta, de olhos abertos em tudo e todos, sabe ler as pessoas como um livro aberto, e apesar de não parecer, é bem discreto. Com coisas que não é de seu interesse, Caleb mais age do que fala, você não o verá perdendo seu tempo com coisas fúteis.
Se considera um trapaceiro; ele se relaciona com ambos os sexos para conseguir o que quer, já que sua vontade de conhecimento para com os outros é ilimitada, mas Caleb não vai até as pessoas, conhece-las, prefere buscar pela forma mais difícil, e quando deixam Caleb com raiva, triste ou até mesmo quando se sente ameaçado, Ashton se tornará amigo rapidamente daquela pessoa que deixou Caleb assim, por meio das redes-sociais, e depois de não muito tempo, Caleb simplesmente irá ameaçar a pessoa a contar seus segredos a todos. Apesar de não conversar muito, é bom em usar as palavras nos certos momentos, sabe se defender usando a mais sincera verdade. Um ponto que ele ama em si é a sinceridade; irrita facilmente os outros assim, seja apontando sobre algum erro de alguém, um delito ou qualquer outra coisa, porém os outros nunca sabem que é Caleb por trás da faceta de menino tímido e fechado que ele usa quando está em outros lugares.

História:
Possuí uma vida normal demais. Nasceu e mora atualmente em Louisville, Kentucky, Estados Unidos, junto com seus pais e dois irmãos gêmeos de 11 anos. Desde sempre foi um garoto quieto, o que levou a preocupar seus pais quando ele atingiu a adolescência, não havia mudado, como seus pais esperavam. Por isso ambos começaram a influenciar seu próprio filho, estavam sempre saindo para lugares diferentes levando Caleb em seus calcanhares. Vendo que isso não estava funcionando, Caleb simplesmente parecia estar sempre descontente com a vida, seus pais o levaram ao psicólogo, porém o adolescente descontou todos seus sentimentos neles, dizendo que não iria mudar seu jeito pois era assim que todos os viam e que não havia um jeito de mudar sua personalidade.
Até que conheceu algumas redes-sociais, onde finalmente encontrou alguém que o entendia, porém o mesmo morava em uma longa distância do novo amigo. E tinha algo que Caleb não havia contado para o amigo, que Ashton não existia, pois Caleb tinha um certo receio de contar dele e de sua vida para alguém, por isso criou uma pessoa, com novas histórias e personalidade que o garoto tanto almejava. E um ciclo parece não ter fim. Soube do Social Spirit, vendo que a rede é bem mais fechada, onde raramente se vê alguém com sua própria foto no perfil. Uma rede-perfeita para continuar como Ashton.
Atualmente faz o 3ª em um colegial, estudando em tempo integral, também faz aulas de Frânces duas vezes semanalmente.

User: @evil

Por que criou um fake?
Uma pergunta simples para Caleb; por vontade de conhecer novas pessoas. De saber os medos, curiosidades, fatos, desejos e objetivos diferentes de todos.

Até onde iria se passando por outra pessoa?
Não há a palavras limites quando se trata disso, já que para ele, ninguém irá descobrir sua identidade falsa, a não ser o caso dele contar, mas como não irá fazer isso, não vê como um problema.

Pronto para entrar no jogo? Você não poderá sair tão fácil.
Claro, tudo para saciar seu desejo de conhecimento.


Ficha: Uma nova escolha (A Seleção) — Elizabeth Jane Eddowes
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA

I'm fabulous

♚Nome completo:♚
Elizabeth Jane Eddowes

♚Apelido:♚
Eliza — para os mais próximos

♚Idade:♚
18 anos — Três de Março — 03/03, sendo do signo de Peixes

♚Província:♚
Dakota

♚Personalidade:♚
Eliza é independente desde muito cedo. Sua família sempre teve uma condição precária, fazendo com que ela já aprendesse o que era trabalhar ainda nova. Mas ela não vê problema em ajudar sua família, muito pelo contrário; está sempre disposta à fazer tudo por eles. É uma pessoa bastante sonhadora, idealiza sobre poder melhorar suas condições. Sempre lutando para conseguir realizar seus sonhos.
O que mais chama a atenção nela, é sobre ela ser uma pessoa muito dócil e gentil, muita das vezes pensando sobre si em último lugar, porque para ela, se as pessoas que ela mais ama estão confortáveis, ela também está, mesmo que internamente.
É bastante determinada. Paciência. Um ponto que ela tem de menos. Apesar de saber controlar seus sentimentos, tem um pávio curto, principalmente para defender quem realmente merece, ela não abaixa a cabeça para ninguém, seja quem for. É um pouco tímida, principalmente em frente a pessoas que ela não conhece, mas basta falar algo que a mesma contrarie, que ela não deixará por si. Mas é somente assim, quando vê algum momento de discórdia.
Tem um humor muito abalável, sendo uma pessoa fácil de se fazer rir. Elizabeth também é muito despreocupada quando está com os próximos. Quando está nesses momentos despreocupados, é bastante falatória, boa de papo, tanto que parece que inventa assuntos, porque sempre há sempre algo para ela comentar.

♚Aparência:♚
Representada por Perrie Louise Edwards
Elizabeth possuí pele clara, cabelos naturalmente loiros, e belos olhos azuis cristalinos, que aparentam ser verdes quando a mesma chora. Seus lábios são cheios, porém pequenos e rosados. Um corpo curvilíneo bastante desejável. Pernas grossas e seios fartos. Tendo 1,65 de altura, e 56, massa corporal. Os traços de seu rosto são delicados, tanto que muitos assemelham Elizabeth a uma boneca.

♚Família:♚
Representada por Jennifer Aniston
Mãe — Catherine Grace Eddowes — 41 anos — Possuí um pequeno restaurante
Catherine é uma mulher inegavelmente sensível. Apesar de ter sua vida marcada por períodos terríveis, se dedica bastante as duas filhas. Apoia Elizabeth em tudo que a mesma faz, e põe esperança no futuro da garota, pensa que ela e a única capaz de salvar a si e a sua outra filha mais nova, já que ela já está bastante desgastada do tempo e trabalho sem descanso.

Representada por Elle Fanning
Irmã mais nova — Barbara Ingrid Eddowes — 14 anos — ajuda/trabalha em casa
Com certeza a pessoa com quem Elizabeth mais sentiu afeto. Eliza é super protetiva com ela e não nega isso. Ambas são muito unidas, e é como se Barbara fosse uma cópia mirim de sua irmã mais velha. Sempre que estão perto, até mesmo trabalhando, estão conversando sobre algo banal.
Se tem uma meta principal que Eliza precisa para estar fazendo parte da Seleção, essa meta é; para poder dar melhores chances de vida para Barbara.

♚História:♚
Sua vida parcialmente se resume em trabalho; Elizabeth tinha uma vida melhor na província de Dakota, quando seu pai era ainda vivo, pois seu emprego era estável e o salário melhor, mas depois de sua morte, a família não só teve que enfrentar as dificuldades financeiras, mas sim também a dor de ter perdido um parentesco tão amável e generoso. Sua mãe, Catherine, teve que lhe ensinar já os deveres de casa, para que no futuro ela saiba não errar quando for trabalhar na casa dos outros, porque infelizmente, sempre foi muito difícil arrumar empregos para mulheres, e é isso que ela vem fazendo desde então. Suas mãos cheias de calos mostra que uma mulher de apenas 19 anos já teve o trabalho suficiente para uma vida inteira.
Sua mãe, viu a oportunidade perfeita; A Seleção.
Obviamente que, Elizabeth iria tentar entrar, mas sabia que nunca iria conseguir, pois eram milhares de garotas. Mas também, havia outro motivo; O Príncipe. Elizabeth realmente queria o conhecer, conhecer verdadeiramente, e não há imagem de príncipe que ele mostra para todos.

♚Gostos:♚
Cantar | Livros de ficção científica | Músicas | Azul — cor
Comprar vestidos | Chocolate | Ser quem realmente é
| Desenhar | Coroas de flores | Conhecer lugares novos | Conversar

♚Desgostos:♚
Pessoas falsas, mesquinhas e preconceituosas |
Calor excessivo | Desordem | Maquiagem | Religião — ela acredita sim, em Deus, apenas vê a religião como algo que para a todos | Acessórios | Comidas apimentadas | Traição

♚Qualidades:♚
Gentil | Atenciosa | Generosa | Independente
| Determinada | Simpática | Criativa

♚Defeitos:♚
Impaciente | Sincera — ela vê isso como um defeito

♚Talentos:♚
Cantar | Desenhar

♚Hobbies:♚
Cantar

♚Medos:♚
Que algo aconteça com sua irmã
Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar

♚Manias:♚
Estalar á língua
Mexer os pés compulsivamente quando está nervosa e/ou ansiosa
Olhar para baixo quando está conversando com alguém por muito tempo

♚Trairia o príncipe com algum guarda ou funcionário? Se sim, quem seria ele?:♚
Nunca, Elizabeth não suporta traição

♚Objeto Especial:♚

Seu pai lhe deu antes de morrer. Elizabeth vivia contanto para ele em como seria legal conhecer o mar. Porém, ela não usa a pulseira.

♚O que acha da Seleção:♚
No momento, está achando como uma oportunidade, de mudar a vida, e também, descobrir mais sobre Thomas

♚Relação com a família real:♚
Principalmente, ser ela mesma na frente da família real, pois prefere que gostem dela do que jeito que é, do que eles gostarem de uma personalidade falsa.

♚Relação com o príncipe:♚
Inicialmente, serem amigos, porque Elizabeth quer conhece-lo primeiramente, saber quem realmente ele é. Ela gosta de sua companhia, pois ambos gostam muito de conversar.

♚Relação com as outras Selecionadas:♚
Ela agirá normalmente, sendo quem realmente é, mas tomando precauções. Não será falsa, será ela mesma, e se for para conquistar o príncipe, que seja assim.

♚Está pelo príncipe ou pela coroa:♚
Por ambos

♚Foi obrigada a participar:♚
Não, Elizabeth realmente queria participar

♚Encontro perfeito:♚
Fora dos portões. Precisamente, Elizabeth adora o mar, então, mesmo que seja difícil de acontecer, seu encontro perfeito seria passear de barco, uma sombrinha posta para livrar Eliza dos raios solares, enquanto ambos comem frutíferos e conversam animadamente.

♚Como age nos encontros:♚
Com seu jeito de ser, engraçada e boa de conversa, gentil principalmente. Buscará extrair todas as informações sobre Thomas possível, mesmo que seja por conversas, mas não será curiosa ao ponto de Thomas pensar que ela está invadindo sua privacidade

♚Roupas (apenas vestidos):♚

Dia a Dia

Jornal Oficial de Illéa


Festas e/ou Ocasiões Especiais:

Encontros:

Pijamas:

Halloween:

Natal:

♚Música tema da personagem:♚
Colors — Halsey

♚Música tema da personagem com príncipe:♚
One Call Away — Charlie Puth

♚Sabe que não pode ser selecionada?♚
Sim

♚Sabe que pode ser eliminada?♚
Sim

♚Sabe que pode não ser escolhida pelo príncipe?♚
Sim

♚Lidará bem com isso?♚
Não posso negar que ficarei chateada, mas a vida prossegue

♚Algo mais?♚
Elizabeth tem alergia a pó compacto
Quando Elizabeth está triste, ela gosta de se deitar na grama e olhar para o céu, principalmente a noite


Ficha: Take Me To Church — Troye William Marshall
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
↬ Frase: ↫
❝Sou julgado por não ser igual. Se, ser diferente é sentir como eu me sinto, eu adoro isso❞

↬ Nome: ↫
Troye William Marshall

↬ Apelido: ↫
Will ou Troy — para os mais próximos

↬ Idade: ↫
19 anos

↬ Mês/Ano em que nasceu: ↫
10/01/1837 — sendo do signo de Capricórnio

↬ Orientação sexual: ↫
Homossexual

↬ Aparência: ↫
Harry Styles
Troye é dono de belos olhos verdes, que podem varias de tons derivados quando ele está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que quase constantemente estão desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Troye, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios e rosados. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,83 de altura, e 71kg, massa corporal.

↬ Quando começou a sentir atração por pessoas do mesmo sexo? ↫
Troye foi descobrindo isso com o passar do tempo. Percebendo que nunca gostou de uma garota, e que via alguns de seus colegas de um jeito diferente. Até realmente sentir atração por um garoto de sua escola.

↬ Personalidade: ↫
Como forma de proteção; Troye é uma pessoa bastante isolada, e quando fala, são ditas falas vazias e sarcásticas. Isso por quê seus sentimentos são muito abaláveis; Ao ofendê-lo, no seu costume, Troye o ignorara, já que não gosta de mostrar o que está sentindo, mas por dentro, realmente irá se sentir fraco e desolado, chegando a ficar sem comer, pensando nas palavras frias que o acertaram.
Tem muita dificuldade em confiar nas pessoas, por quê sente medo de que a tal pessoa pode acabar sendo falsa com ele. É muito precipitado e frio com as pessoas, e até mesmo com desconhecidos, mas ele tenta não se importar que está ferindo os sentimentos dos outros, já que seu coração foi soterrado por tempos que marcaram sua vida, mas cada dia, é uma lembrança do seu passado.
Tem um pávio curto, perdendo sua paciência rapidamente, não é fácil controla-lo quando, principalmente, Troye está nervoso.
Um caráter duvidoso; a mentira faz parte do seu cotidiano, já que não aguenta mais as pessoas o julgarem sem conhece-lo, sempre está inventando uma nova personalidade. Troye é aquele tipo de pessoa que não suporta lugares tensos, fazendo de tudo para poder quebrar o silêncio.
Ele não é de tomar decisões precipitadas, sendo bastante cuidadoso, elaborando cada detalhe. Perto dos mais próximos, Troye é uma pessoa totalmente diferente, sendo quem realmente ele é, sendo uma pessoa despreocupada, e quando está nesses momentos, ele esquece de todo o resto, se tornando bastante falatório, sempre inventado algum assunto.
Quando uma pessoa consegue quebrar o muro que Troye construiu, ganhando assim sua confiança, ele é bastante ciumento, apesar de não demonstrar isso.
Quando ele vê algum momento de discórdia, Troye não abaixa a cabeça para ninguém, defendendo seja quem for.

↬ História: ↫
Troye nasceu no dia 10 de Janeiro. Sendo filho de um dono de Fábrica de Roupas, seu pai, Daniel, sempre passou bastante do seu tempo no escritório de sua grande fábrica, saindo cedo, e chegando de noite, raramente, pai e filho tinham uma conversa estrutural, que era mais sobre como ele estava indo na escola. Sua mãe, Elena, uma mulher com fixação religiosa, era o seu maior problema. Ambos também não conversavam muito já que ela passava muito de seu tempo em diversas igrejas, e quando conversavam, ela era curta e grossa com o mesmo, ficava com raiva facilmente de Troye por quê o filho não era como ela. Ainda assim, o obrigava a ir a igreja por pelo menos uma vez na semana.
Quando criança, Troye não tinha muita confiança com sigo mesmo, por isso já era um pouco fechado. Já no ensino médio, percebeu que nunca sentiu atração por uma garota, e que via os garotos de um jeito totalmente diferente. Todavia, ele sentia medo de ser homossexual, não por vergonha, mas sabia de casos contra os homossexuais que realmente lhe assustavam. Por um curto tempo, tentava acreditar que ainda não sentiu atração por garotas, mas que ainda iria acontecer, ou que provavelmente, era assexual. Mas com o tempo foi se aceitando. Tinha sorte que sabia esconder seu pequeno segredo muito bem, já que ninguém havia desconfiado ainda.
Porém, Troye se sentia trancado em sua própria mente, sentia que deveria desabafar com alguém. Isso aconteceu, quando o seu melhor amigo naquele tempo do 1ª, perguntou a ele se ele já havia gostado de alguém. Sua resposta foi um simples "não", por quê era verdade, mas que já sentia atração por "alguém" em sua escola. Seu amigo claro, perguntou quem era, e Troye, seguro que deveria contar, acabou por falar que não era uma garota. Surpreso, seu antigo amigo não demonstrou qualquer incidente de preconceito, mas novamente perguntou quem era, e em resposta, Troye lhe havia dito que era um aluno do 2ª.
Depois desse acontecimento, no dia seguinte, justo o aluno do 2ª pela qual ele estava começando a pensar que gostava, chegou em sua frente, deixando bem claro que não gostava do mesmo sexo. Obviamente deixará Troye totalmente constrangido, e com raiva. Pensando seriamente em falar com seu amigo, mas o mesmo passou a ignora-lo, fingir que eles nunca foram amigos. Com o passar dos dias, os alunos já estavam sabendo sobre seu segredo. Alguns pareciam não se importar, outros já riam quando o mesmo chegava perto, e não demorou muito para começar os apelidos inevitáveis, e raras vezes, empurrões.
Quando finalmente estava pensando em perguntar ao seu pai se poderia mudar de escola, em um dia qualquer depois de ter chegado da escola, Daniel já o esperava em sua casa, primeiramente, sem um resquício de sentimento na voz, perguntou a Troye se era verdade o que seus colegas lhe contou, se ele por algum caso, era gay.
A reação do garoto já havia lhe entregado. Sua mãe, tal personalidade fraca que possuía, começou um escândalo contra o próprio filho, o trancando em seu quarto. No começo, sua mãe lhe levava a igreja todos os dias, em todas as que ia, seu pai, que antes já não conversava com ele, parou totalmente de fazer isso.
Cansado, vendo que não poderia viver assim, Troye buscou ajuda de sua avó, que morava em uma casa no final da cidade de Old Orleans. Ele se mudou para lá, sem se preocupar se terminaria o ensino médio ou se manteria contato com seus pais.

↬ Classe social: ↫
Baixa — ele trabalha para a prefeitura, mais precisamente para o dono do bairro, e sua avó também

↬ Gosta: ↫
Cantar — Músicas — Ser quem realmente é — Comida salgada —Roupas pesadas — Bandanas — Seu namorado
— Escrever - música — Frio

↬ Desgosta: ↫
Falso moralismo — Se sentir trancado — Descriminação — Cigarro — Surpresas — Insetos — Acordar cedo

↬ Medos/fobias: ↫
Pirofobia — medo de fogos de artifício;
Tripofobia — medo de objetos com padrões irregulares de furos;

↬ Segredos: ↫
Namora em segredo com Isaac Dornie Lahey

↬ Família: ↫
Mãe
Nome: Elena Ann Marshall
Idade: 39 anos
Ocupação: trabalha em casa
Aparência: Possuí pele clara, cabelos negros e olhos azuis que aparentam ser verdes. Seus traços são redondos. Não é muito alta, tendo 1,64 de altura. Lábios grossos, porém pequenos e sem cor. Seu físico lhe da uma aparência jovenil invejavel.
Relação: Antes de tê-lo, já havia engravidado antes, porém, seu filho havia nascido com vários problemas, por isso, não teve muito tempo de vida. Desde então, começou a ter fixação religiosa.
Desde que Troye nasceu, sua relação com seu único filho não era e nunca foi a mais forte. Não conversava bastante com ele, pois passava bom tempo do seu dia em Igrejas, e quando o chamava para conversar, ou era sobre seus estudos ou sobre que ele deveria lhe acompanhar.
Desde que Troye se mudou com a mãe de Elena, perdeu totalmente o contato com ele. Mas ela parecia não se importar com isso, afinal, para ela, Troye lhe dava no mínimo, vergonha, e que sempre fora um estorvo.

Pai
Nome: Daniel Henrie Marshall
Idade: 43 anos
Ocupação: Dono de uma Fábrica de roupas
Aparência: Apesar de sua idade, sua aparência é bastante juvenil para ele. Daniel possuí pele clara, cabelos naturalmente loiros, com as raízes escuras. Um nariz fino e arrebitado está encaixado em seu rosto. Lábios grossos e róseo. Seu rosto é enfeitado com barba que parece estar sempre por fazer.
Relação: Daniel sempre fora um homem extremamente ocupado. Deixando sua família em segundo lugar, depois do trabalho. Sua relação com seu filho também não era a melhor. Não é que ele era um homem ruim, apenas se esquecia de que tinha uma família e que precisava sustenta-los como um verdadeiro pai e marido.
Quando seu filho revelou ser homossexual, ele não fez nada; não pode negar que ficará completamente chateado, por isso, preferiu manter distância entre ele e Troye, até que ele pelo menos conseguisse absorver aquela história, mas antes que percebesse, seu filho escapará, indo morar com a mãe de sua esposa. Não mantém contato com Troye, pois ele sente que errou com ele, e que no mínimo deveria permanecer longe do mesmo.

Avó materna
Nome: Janel Kaya Osbourne
Idade: 55 anos
Ocupação: trabalha na vila onde mora
Aparência: Janel possuí pele branca, mas já escura por ter passado bastante tempo em mercê ao sol. Olhos azul esverdeado, cabelos no tom escuro e loiro claro. Pele já franzida por causa de sua idade, mas ainda há traços delicados. Lábios grandes mas finos, e um nariz desproporcional.
Relação: Diferente de sua filha, Janel recebeu Troye incrivelmente bem. Não ficou surpresa pela orientação sexual de seu neto, mas sim pelo o que fizeram com ele por simplesmente ter uma "diferente". Ambos são bastantes unidos, Troye sente que sua avó sempre foi a mãe que ele nunca teve.

↬ Par e relação com o mesmo: ↫
Sim. Dê minha escolha. É bastante distraído ao estar ao lado dele, arrumando qualquer conversa porque ele simplesmente não se cansa de ouvir sua voz. O que gosta de demonstrar que está o amando, mostrando isso com apelidos carinhosos e atos. Se dedica completamente a ele; o que sempre esteve ao seu lado, se entregando de corpo e alma quando está com o mesmo. Seria capaz de morrer para estar com seu verdadeiro amor.

↬ Vai querer cenas de sexo? ↫
Sim

↬ Zona erógena:↫
Quadris — Entre as coxas

↬ Mataria para sobreviver? ↫
Sim

↬ Morreria por amor? ↫
Quando ele percebe que realmente o ama; sem dúvidas

↬ Um a citação de algum livro preferido:↫
❝Ela só gostaria que amá-lo não tivesse que ser sempre tão difícil❞ — Fallen

↬ A partir do momento em que seu/sua personagem for aceito ele pertencerá a mim. Está ciente disso? ↫
Sim, ele é todo seu

↬ Caso precise, eu farei algumas mudanças em seu personagem. De acordo? ↫
Sim

↬ Complete o ditado: ↫
Se a vida fosse realmente justa, a bondade prevaleceria
De boas intenções, mas fique em alerta
Vivemos num país onde a justiça é desonesta


Ficha: Take Me To Church — Isaac Dornie Lahey
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
⇝ Frase: ⇜
❝Não há jeito de me mudar. Eu sou o que sou, meus gostos, minha personalidade, meu jeito de ser, nasceu e cresceu comigo❞

⇝ Nome: ⇜
Isaac Dornie Lahey

⇝ Apelido: ⇜
Não possuí

⇝ Idade: ⇜
20 anos

⇝ Mês/ano em que nasceu: ⇜
03/03/1836

⇝ Orientação sexual: ⇜
Homossexual, apesar que Isaac odeia rótulos

⇝ Aparência: ⇜
Isaac possuí pele branca, mas sendo alva, por vezes, tende a empalidecer, tão lívido que as maças de seu rosto constantemente estão avermelhadas ou rosadas. Sua pele também é salpicada de sardas, no pescoço, no rosto que vão até suas costas. Sua voz é sempre monótona, sempre transmitindo uma calmaria inexplicável, acalmando até a pessoa mais descontrolada. Isso também se aplica aos seus olhos. Olhos do mais azul cristalino, abrandando tudo o que estiver ao seu redor, lábios pequenos, finos e róseo. Em seu queixo há uma profunda covinha. Seu cabelo é naturalmente castanho escuro, mas ele prefere manter no tom loiro. Possuí 1,70 de altura, e 66, massa corporal.

⇝ Quando começou a sentir atração por pessoas do mesmo sexo? ⇜
Isaac não sabia o que era, mas desde menor preferia mais os garotos do que as garotas. Até ter certeza quando se relacionou com um garoto em um internato.

⇝ Personalidade: ⇜
Isaac é uma pessoa muito altruísta, e não pensa duas vezes antes de ajudar alguém. Isso é o mais incrível em si, ter a capacidade de se lembrar dos outros quando ninguém pode fazer o mesmo por ele. Apesar das condições que vive, por tudo o que passou, Isaac odeia pensamentos negativos, sempre pensando no lado bom do algo.
Pode-se dizer que ele é bastante tímido, mas não covarde, quando vê que precisa encarar, ele não foge.
É extremamente educado e gentil, pensando sempre mais no conforto dos outros do que no seu próprio, mas isso realmente não importa, porque para ele, se as pessoas que mais ama estiverem bem, ele estará também.
Isaac odeia quando o julgam sem conhece-lo. Seu ponto fraco. Ao critica-lo, Isaac infelizmente, é facilmente vencido por suas emoções, acabando por não se controlar, e não importa quem estiver ao redor dele, ele se entregará aos seus sentimentos. Se preocupa facilmente, e em momentos extremos, seu nervosismo acaba se tornando em ansiedade, o que pode acarreta-lo em passar mal.
Ele ama ser livre, gosta de fazer as coisas sem que não tenha gente que vá critica-lo, sem regras, onde ele possa fazer tudo por querer. Ele é justo, está sempre cumprindo o que promete.
É uma pessoa que gosta de mostrar o que está sentindo, que está amando, e demonstra isso sempre com palavras dóceis e pequenos atos simples porém românticos ou carinhosos.

⇝ História: ⇜
Quando Isaac tinha cerca de 8 anos, sua mãe, Charlotte, já estranhava o comportamento do seu filho. Quando o mesmo chegava nela e dizia sobre seus pequenos amigos, de uma forma protetora e carinhosa, mas Isaac via apenas como algo normal, afinal, ele tinha somente 8 anos, uma criança prevenida pela inocência.
Mas também havia outro algo; seus colegas não gostava do jeito que Isaac os tratava, tendo oportunidade sempre de comunicar com seus pais naquele meio tempo. Foi quando um ciclo interminável parecia não ter fim. Seus pais tirava o pequeno Isaac de uma escola e colocava em outra, porque não podia suportar mais as reclamações dos pais dos colegas de seu filho sobre a forma como Isaac os tratava.
Foram cinco em dois anos. Cinco escolas na qual Charlotte e seu marido, Frederick, colocaram e transferiam Isaac por causa de seus comportamentos com os outros garotos, que por acaso, não entendia o que havia de errado em demonstrar o amor ao próximo.
Até que finalmente, seus pais decidiram que o colocariam em um pequeno internato que funcionava para o ensino considerado fundamental, pensando que isso poderia ajuda-lo a melhorar em suas atitudes para com os outros garotos de sua idade.
No internato, Isaac era isolado; caso fosse fazer amigos, ele agiria como sempre agiu com os outros, e ele suspeitava que era sobre isso do porquê ele havia sido mandado para ali. Apesar de todo o esforço que fazia para se manter longe dos garotos, havia uma exceção maior. Ele acabou por conhecer um de seus amigos naquele tempo, na qual o mesmo começou a gostar, apreciando tal novo sentimento, na qual seu amigo não parecia se importar.
Com apenas 14 anos, ambos tinha uma afinidade muito grande, mas nada muito profundo, Isaac sabia que gostava bastante do garoto, até que teve que voltar para casa após completar o ensino fundamental.
Ao estar em sua casa, Isaac surpreendeu seus pais ao contar que as garotas não lhe atraiam, e que já havia se apaixonado por um garoto no internato. Em resposta, sua mãe havia dito que ele não conhecia sobre nada, que o que falava era totalmente errado e contraditório do convicto. Estava a todo tempo lhe dizendo isso.
Por outro lado, seu pai mudou completamente seu jeito de ser em torno do filho. Várias vezes o maltratava com palavras frias, o trancava em seu quarto quando estava impaciente ou quando Isaac levantava sua voz para o pai, e em casos raros, o violentava físicamente quando achava que o mesmo merecia.
Quando tinha 17 anos, Isaac saia as escondidas com o seu vizinho, 5 anos mais velho que ele, com quem tinha uma vida sexual ativa. Mas seu segredo não durara muito, quando seu pai descobriu, acabou por fazer queixa a polícia da cidade, que prenderam o amante de Isaac por manter relação com um menor de idade. Como castigo, Frederick puniu Isaac, o amarrando contra sua cama, enquanto o chicoteava com um cinto ao mesmo tempo que gritava e o xingava com palavras de baixo calão.
Apesar de que sua mãe reprovava completamente as atitudes de Isaac, não pode deixar que o filho passasse por aquilo novamente, por isso mandou o garoto para ir morar com o seu tio em um bairro no final da cidade. Isaac, ao chegar no bairro, não pode deixar de notar o garoto que morava a 4 casas a distância da sua.

⇝ Classe social: ⇜
Baixa — trabalha como Acendedor de Lampiões, (apenas em seu bairro) tendo que começar as 7:00, sendo incumbido de apagar pela manhã.

⇝ Gosta: ⇜
Observar as estrelas | Caminhar |
Matemática — ele simplesmente ama tudo o que tem haver com números
| Livros de romance | Frio | Seu namorado |
Cantar | Pessoas que demonstram sentimentos | Abraçar | Amargo | Sexo

⇝ Desgosta: ⇜
Pessoa que julgam sem conhece-lo | Chamar atenção |
Barulho | Bebidas alcoólicas |
Calor excessivo | Regras | Preconceito |
Amarelo — cor | Frutífero — é alérgico | Se sentir inútil

⇝ Medos/fobias: ⇜
De perder alguém que ama;
Atelofobia — medo da imperfeição, de não ser bom o suficiente;
Isolofobia — medo de ficar sozinho, medo da solidão;
Topofobia — medo de certos lugares ou situações, que dão medo ou pavor;
Cremnofobia — medo de precipícios;

⇝ Segredos: ⇜
É ninfomaníaco, porém sabe controlar.
Namora escondido com Troye William Marshall


⇝ Família: ⇜
Mãe
Nome: Charlotte Sarah Lahey
Idade: 40 anos
Ocupação: Trabalha como secretária em um hotel
Aparência: Possuí pele clara, chegando as vezes tender a ser pálida. É uma mulher jovial, gosta de usar maquiagens e vestidos que seguem a moda. Cílios grandes, um nariz fino e arrebitado. Lábios carnudos que estão em contraste com seu rosto. Maxilar grande e orelhas de abano, que a mesma prefere tapar com seus cabelos curtos e naturalmente loiros.
Relação: Sua mãe sempre o amou, só não queria que o filho fosse contraditório do "certo". Sabia sobre casos sobre os homossexuais que a assustava, por isso passou a ser completamente diferente quando Isaac revelou ser um. Pensou que o filho poderia mudar de "decisão" ao ver que sua própria família não o aceitaria.
Depois que Fredreck o espancou, sentiu medo, medo de que seu filho sofresse isso pelo resto de sua vida por causa de uma "escolha" errada. Mesmo depois, vendo que Isaac não mudaria, contou tudo o que se passava em sua casa para o irmão do marido, para que o mesmo ajudasse seu filho, pois sabia que o mesmo morava no final da cidade, e Isaac correria menos riscos.
Por vezes, Charlotte o visita.

Pai
Nome: Frederick Rolfmann Lahey
Idade: 41
Ocupação: Trabalha como assistente principal do prefeito
Aparência: Apesar de sua idade, aparenta ser mais jovem. Pele da cor clara, mas não chega a ser branco. Olhos azuis opaco, seu corpo é másculo, e os cabelos castanhos quase negros estão sempre jogados para trás. Lábios finos porém grandes, e um nariz fino e arrebitado está encaixado perfeitamente em seu rosto. Seu semblante está constantemente mostrando superioridade.
Relação: Sempre foi um homem astucioso, de modo que gostava de passar regras por onde vai. Principalmente a sua família. Desde quando Isaac era menor, Frederick já o ensinava as boas maneiras, e como ser um homem exatamente como ele é. Isaac sempre o obedecia, porém, internamente desgostava da ideia de ser como seu pai. Quando Isaac contou que o sexo feminino não lhe atraia, ficou furioso, mas ainda com esperança de que Isaac pudesse mudar as ideias de sua cabeça, ver o mundo como ele é.
Ao descobrir as saídas de Isaac com um homem, não pode-se controlar, preferindo assim aplicar logo uma lição drástica ao filho, que envolvia a violência física e verbal. Quando o adolescente foi embora, sentiu raiva e vergonha do que o garoto havia se tornado.
Não mantém contato com Isaac.

Tio:
Nome: Colton Armin Lahey
Idade: 34 anos
Ocupação: Possuí um pequeno restaurante
Aparência: O retrato de seu rosto é quadrado, lábios grossos e róseo. Um nariz desproporcional, grande e ponta ampla. Queixo e maxilar grande, olhos castanhos acajus e sobrancelhas grossas.
Relação: Totalmente diferente de seu irmão; ao descobrir o que se passava com Isaac, não pensou duas vezes, antes de recebe-lo em sua casa.
Elas são bem próximos, ao mesmo tempo que gostam da companhia um do outro, não conversam sobre tudo. Colton sabe respeitar seu espaço.

⇝ Par e relação com o mesmo: ⇜
Escolhido por mim
Isaac é uma pessoa bastante descontraído e animado quando está com seu parceiro. Gosta de expor que o ama. Também é bastante ciumento, apesar de que não demonstra isso, preferindo guardar para si. É do tipo grudento, mas não ao ponto de se tornar insuportável.

⇝ Vai querer cenas de sexo? ⇜
Sim

⇝ Zona erógena: ⇜
Mamilos — Pescoço

⇝ Mataria para sobreviver? ⇜
Não

⇝ Morreria por amor? ⇜
Sem dúvidas

⇝ Um a citação de algum livro preferido: ⇜
Uma cidade de papel para uma menina de papel. (…) Eu olhava para baixo e pensava que eu era feita de papel. Eu é que era uma pessoa frágil e dobrável, e não os outros. E o lance é o seguinte: as pessoas adoram a ideia de uma menina de papel. Sempre adoraram. E o pior é que eu também adorava. Eu tinha cultivado aquilo, entende? Porque é o máximo ser uma ideia que agrada a todos. Mas eu nunca poderia ser aquela ideia para mim, não totalmente

⇝ A partir do momento em que seu/sua personagem for aceito ele pertencerá a mim. Está ciente disso? ⇜
Com certeza!

⇝ Caso precise, eu farei algumas mudanças em seu personagem. De acordo? ⇜
Sim

⇝ Seu personagem não possuirá vida eterna, o que significa que, a qualquer capítulo, ele poderá morrer. Tudo bem com isso? ⇜
v̶o̶u̶ ̶f̶i̶c̶a̶r̶ ̶n̶a̶ ̶b̶a̶d Sim

⇝ Complete o ditado: ⇜
Se a vida fosse realmente justa, a bondade prevaleceria
De boas intenções, mas fiquem em alerta
Vivemos num país onde a justiça é desonesta


Ficha: Boot Camp — Ayanna Chloe Dennet
FANFIC EXCLUÍDA
ﻍ❀¸。Nome completo:
Ayanna Chloe Dennet — apelido: Anna.

ﻍ❀¸。Idade:
18 anos | 10/01

ﻍ❀¸。Aparência:
Ayanna não possuí uma aparência muito comum.
Começando pelo mais simples; possuí olhos castanhos, as pálpebras e sobrancelhas sempre coloridas em diversas cores e tons, preferindo as mais vibrantes. Sua pele é branca, mas ela prefere abusar da maquiagem, o que resta é seu rosto estar sempre corado com base e blushs rosa ou vermelho. Seus lábios são grossos porém pequenos, que também estão sempre com uma cor forte sobre eles. Os dentes da frente são separados, dando a ela uma aparência fofa, e quando sorri, apenas uma covinha aparece em um dos lados do rosto.
Possuí um piercing no nariz e no septo, e seu nariz é reto, mas redondo na ponta.
Seu cabelo; a parte favorita de seu corpo; Uma das metades é totalmente natural, sem nenhum uso de produtos químicos, já a outra, Anna já pintou várias vezes de diferentes cores. Também tem várias tatuagens pelo seu corpo, consideradas tatuagens "infantis" pelos desenhos e formatos.
O seu corpo é consideravelmente desejável. Pernas e coxas grossas, cintura regulável e seios fartos. Ela não é muito alta, tendo 1,65 de altura, e 53, massa corporal.

ﻍ❀¸。Personalidade:
As palavras que mais a define é; vulnerável e descontraída. Vulnerável por quê, seus sentimentos são bastantes abaláveis, sendo uma pessoa muito fácil de se fazer chorar. Ao critica-la, Ayanna não o ignorara, nem irá responder, tentará se controlar, mas se entrega rapidamente e facilmente aos seus sentimentos, irá chorar ao ponto de começar a tremer, e não é fácil controla-la quando ela está nesse estado.
Em um grupo de amigos, Ayanna mais observa do que conversa, pois tem medo do que as pessoas podem pensar dela, mesmo sendo seus amigos, e isso é o mais, digamos que estranho em sua personalidade; não liga para o que os outros falam dela por sua aparência, mas se importa o bastante sobre o que seus amigos pensam sobre ela, mas em certos momentos, ela acaba esquecendo esse seu medo, se tornando uma pessoa bastante falatoria e animada, tanto que parece que inventa assuntos.
É uma pessoa bastante gentil e dócil, principalmente com estranhos, pois ela adora fazer amigos, e gosta de mostrar o seu verdadeiro eu (pelo menos do que sabe sobre si) para todos. Quando Ayanna confia na pessoa, ela pode se tornar um pouco ciumenta e possessiva, e nem precisa ser exatamente com seus amigos, pode ser até com seus materiais, ela não gosta de dividir.
Também é muito desastrada, pelos mais simples atos, ela sempre acaba por causar um acidente, o que motiva a seus amigos e até ela mesmo, boas risadas.
Por não gostar de demonstrar seus sentimentos (e muita das vezes ser vencida por eles) está sempre com um sorriso no rosto, mesmo que falso, odeia ter que ver seus amigos preocupados com ela, e quando está conversando com alguém que a mesma não gosta, aí que ela será bastante dócil, mas por trás da faceta, estará palavras sarcásticas e falsas.
Ayanna se considera uma garota perdida, ainda procurando o seu verdadeiro eu.

ﻍ❀¸。Foi enviado ao acampamento agora? Se não, há quanto tempo está lá?
Cerca de 1 ano.

ﻍ❀¸。Por que foi enviado?
Seus pais nunca aceitaram o jeito de Ayanna, tanto quando personalidade e aparência. Por um lado, sua personalidade fraca fazia seus pais pensarem que ela nunca ia conseguir nada, e pelo outro lado, achava sua aparência ridícula, sempre a chamando de infantil, dizendo que seu jeito de ser, assustava as pessoas, que elas olhavam estranho sempre que ela saia para a rua.
Seus pais a enviaram para YSR quando tinha 17 anos, pagando para que a mesma ficasse, até que conseguisse mudar seu jeito de ser.

ﻍ❀¸。Habilidades:
Sabe tocar violão e ama arco e flecha, sendo muito boa em apontaria.

ﻍ❀¸。Orientação sexual:
Bissexual.

ﻍ❀¸。Está ciente que seu personagem irá me pertencer e que pode morrer a qualquer momento?
Sim!

ﻍ❀¸。Observações e/ou curiosidades:
— Suas roupas são bastantes diferentes. Ele gosta de usar saias e vestidos pasteis, de cores claras e vibrantes, como; rosa claro e azul bebê. Os sapatos são tamancos e plataformas.
— Seu apelido é Anna, e prefere que a chamem assim, já que Ayanna é um nome não muito comum.
— Ela é apaixonada por músicas do estilo Indie, e quando está só, gosta de cantar.
— Nasceu em Cairns, Austrália, mas fala fluentemente Frânces e Espanhol.
— Ama Arco e Flecha
— Ama e abusa da maquiagem
— É alérgica a frutíferos
— Quando tinha 13 anos, Ayanna começou a se apaixonar por estilos como o dela de agora.


Ficha: Gossip Girl — Ethan William Hastings
FANFIC EXCLUÍDA
Nome completo:
Ethan William Hastings

Idade
18 anos

Sexualidade:
Bissexual

Ethan é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que estão constantemente desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Ethan, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,81 de altura, e 70kg, massa corporal.

Personalidade:
Ethan costuma ser bastante agradável com todos, mas muita das vezes, é um manipulador incontrolável. Sendo do jeito "Quando quero, consigo". Não vê problema em ajudar alguém, desde que isso lhe dê alguma vantagem. Se relaciona com ambos os sexos se lhe trazer algum benefício. Ele é bastante gentil sim, tanto que usa isso, de maneira bem sincera, para se habituar em todos possíveis cenários. Não encontra dificuldades na tarefa de conquistar todos a sua volta, mas como já dito antes, de maneira sincera.
Apresenta um QI elevado, quase que acima da média, também tem conhecimento sobre diversos assuntos e temas. Ethan é aquele tipo de pessoa que não abaixa a cabeça para ninguém, sendo um bom argumentador, sabendo se defender, e defender quem está sendo injustiçado em algo.
Ele está sempre rodeado de pessoas e colegas, mas sabe quais são seus verdadeiros amigos. Em hipótese alguma, confie nele; Ethan pode ser um túmulo, ao contar algo à ele, porém o mesmo vá querer algo em troca, se não, irá ameaçar a pessoa em contar seu segredo.
Ao não gostar da pessoa, fará questão de mostrar isso, apesar de odiar confusões e brigas estúpidas, não gosta que as pessoas o vejam como falso e o reconheçam pelo seu "bem", apenas quer que todos saibam um pouco do seu verdadeiro eu. É uma pessoa bastante organizada, que segue as regras e uma linguagem formal, e odeia palavras de baixo calão; Sempre revirando os olhos para pessoas que não sucedem isso.
Com seus verdadeiros amigos, Ethan é uma pessoa bastante descontraída e falatório, chegando a ser irritante por vezes, mas seus amigos sabe suporta-lo por realmente o conhecer.

História:
Não possuí uma grande história com um passado terrível ou assombroso.
Nasceu na Austrália, mas teve que se mudar para os Estados Unidos após seu pai chegar a falência, já que sua mãe havia se separado dele e ficado com todo seu dinheiro. O único que poderia ajudar ambos. O primo de seu pai, Aleck, era um milionário, que acabou por ajudar seu pai, John, a se estabilizar novamente. Após um pequeno período de tempo, Aleck veio a falecer, e como não tinha nenhuma familiar a não ser John e Ethan, acabou por deixar toda sua fortuna para ambos.
John, conseguiu administrar um banco, e com o passar do tempo, o dinheiro apenas aumentava. Mas Ethan, apesar de gastar uma boa quantidade em dinheiro, nunca se importou em usar isso como argumento.

Nome de mãe e pai:

John Jason Hastings — 41 anos


Emma Amber Decker — 39 anos
̶E̶t̶h̶a̶n̶ ̶e̶ ̶s̶e̶u̶ ̶p̶a̶i̶ ̶n̶ã̶o̶ ̶m̶a̶n̶t̶é̶m̶ ̶c̶o̶n̶t̶a̶t̶o̶ ̶c̶o̶m̶ ̶e̶l̶a̶

Gostos e desgostos:
ılıılıGostosılıılı
Cantar | Comidas apimentadas e italianas | Sériados
Bandanas | Matemática — ele ama tudo o que envolve números
| Perfeccionismo | Desenhar | Praticar esporte | Moda |
Rolex e Diesel — Ethan tem verdadeiro fascínio por essas marcas | Bebidas amargas

ılıılıDesgostosılıılı
Pessoas mimadas, preconceituosas e mesquinhas | Calor |
Desordem | Religião | Bebidas alcoólicas | De ser mandado |
Cigarro | Insetos | Doce — acha muito enjoativo | Cores vibrantes — amarelo, verde e vermelho | Provocações | Desafios | Que duvidem de sua palavra | Perder | Crianças

Quer ter um par?
Sim!


Ficha: Renegados — Jason Harvey Worral
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
[
▲Nome Completo:▼
Jason Harvey Worral

▲Idade:▼
25 anos — Dez de Janeiro de 1991

▲Opção sexual:▼
Bissexual

▲Personalidade:▼
O que falar de Jason? Dizem que ele é um verdadeiro enigma. Que ninguém sabe quem realmente ele é. Não é bom, alguém excelente, mas também não é mal, um desgosto.
De jeito nenhum que Jason é alguém mimado, mesmo que sempre teve tudo o que quis, até quando sua família estava passando por alguma crise, apesar de não gostar de todo o esforço que seus pais faziam apenas para lhe dá esse algo, ele não reclamava. Sendo o mais incrível nele, Jason sempre preservou a humildade, não pensando duas vezes antes de ajudar alguém, sendo quem quer que fosse. Uma pessoa bastante educada, muitas das vezes é um altruísta, mas não se engane; ao ajudar alguém, Jason provavelmente vá querer alguma vantagem ao ajudar essa pessoa, ele não vê problema em se relacionar com ambos os sexos se lhe trazer algum benefício.
É uma pessoa calma, a paciência vem em primeiro lugar em sua personalidade, mas não o provoque, ao adquirir sua raiva, Jason não saberá controlar seus atos motivados pela fúria.
Jason sabe usar muito bem suas palavras, ele não abaixa a cabeça para ninguém, ao não ser quando o mesmo sabe que está errado, e quando é ao contraditório, ele vai até o fim tentando provar para essa pessoa que ele está certo, já que Jason possuí uma auto-confiança incrível.
Detesta demonstrar suas fraquezas, por isso, quando está triste, ele coloca um sorriso em seu rosto, já que não gosta quando se preocupam com ele. Jason é um perfeccionista, estritamente profissional, muito sério ao fazer algo, gosta de elaborar planos com todos os detalhes possíveis, para que nada dê errado, também que, ele sempre vê alguma coisa de errado nesse algo. Um bom argumentador; sabe se defender usando suas palavras mais sinceras, sempre buscando pela verdade. Alguém justo, está sempre cumprindo o que promete.

▲História:▼
A família Worral morava quase que no final da cidade de Newerland. Como os Worral sempre foi uma família bastante unida, foi uma surpresa quando o teste GODOR apontou Jason como um assassino. Tamanha a surpresa, que ninguém na família queria acreditar. Jason, um assassino? Parecia impossivél essa percepção na visão deles.
Depois de poucos dias, Jason foi finalmente aceitando essa sua nova realidade. Seus pais o avisaram como ele deveria agir em Outside. Então, nos primeiros dias, Jason já era considerado um valente. Sabia muito bem se virar sozinho mesmo com a pouca idade.

▲Aparência:▼
Harry Styles
Jason é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, que estão constantemente desarrumados. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Jason, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,81 de altura, e 70kg, massa corporal.

▲Relação que tinha com a família:▼
Mãe; Celine Devon Worral — Amy Lee
Pai; Mark Jhonny Worral — Brad Pitt
A família Worral era o que se podia dar o nome de "família rara".
Eram um família bastante unida, ninguém guardava segredos entre ninguém. A relação mais forte que Jason tinha era com sua mãe. Depois de ter sido definido como Renegado, seus pais realmente o ajudaram e se lamentaram com ele. Por isso, Jason não guarda rancor deles, e sente falta dos mesmos, tendo esperança de que algum dia ele poderá revê-los novamente.

▲Função no Outside:▼
Caçador

▲Grupo que participa:▼
Glost

▲Gostos:▼
Caçar | Arco e Flecha | Organização | Perfeccionismo
Silêncio | Escuro | Árvores e seus derivados | Calor | Espaço

▲Desgostos:▼
Falso Moralismo | Se sentir preso | Insetos | Tempestades
Doce — acha enjoativo | Desordem | Execução

▲Como reagiu ao descobrir que era um Renegado:▼
Surpreso; não pode deixar de sentir medo, pensou em como seria sua vida a partir dali. Não pode deixar de lamentar com a sua família. Pensou em como perderá tudo em sua volta em segundos. Mas depois de poucos dias, apenas aceitou, afinal de contas, se lamentar não faria seu teste ser contraditório do que havia sido definido. Apesar disso, tenta todos os dias acabar com aquilo que tirou tudo de si.

▲Como trata os líderes:▼
Os trata com consideração, e respeita suas atitudes, porém, quando o mesmo vê que algo poderá dar errado, ele levanta sua mão e tenta ajudar os líderes, providenciando melhor a ideia deles.

▲Como trata as pessoas do seu grupo:▼
Com deferência; ele não diz que tudo irá ficar bem até algo realmente acontecer, mas sempre está lá para eles, os ajudando em suas tarefas e criando alguma conversa banal para não deixar o silêncio tomar conta.

▲Como trata as pessoas do outro grupo:▼
Seu "trato" com as pessoas do outro grupo é, digamos que carregado de ironia, já que isso é meio que uma forma de se defender, principalmente com desconhecidos, mas ao longo dos diálogos, tentará ser o mais compreensível possível. Tentará achar uma conclusão para assuntos sérios.

▲Como seria se fosse um líder de uma categoria:▼
Jason é uma pessoa bastante responsável, e por causa disso, trataria todos com respeito e devida atenção. Não envolverá violências em seus planos, unindo a todos para trocar alguma ideia que fará com que todos se sinta confortável com isso.

▲Como seria se fosse o líder de um grupo:▼
Não deixará as pessoas de seu grupo correr perigo, estará sempre checando os mesmo, vendo que estão todos ali. Compartilhará tudo o que ele encontrou, ou até mesmo alguma ideia que se passou por sua cabeça. Unirá todos do seu grupo Trataria a todos com respeito e compreensão, principalmente os mais jovens, não deixará o negativismo tomar conta de todos, sempre verá o positivo em qualquer coisa. Sua criatividade e inteligência procurará saber o que está passando com cada um, não excluirá ninguém. Unirá seu grupo para trocar alguma concepção. E quando for alguma ideia mais séria, não desistirá de ir até o fim, fazendo o possível para acabar com o teste GODOR.

▲Quer par:▼
[X] Sim

▲Como trata o par:▼
Apesar de que é alguém um pouco duvidoso e ele particularmente acha difícil confiar totalmente em alguém, Jason será carinhoso e romântico, saberá lhe dar atenção, irá tentar buscar qualquer coisa que faça seu par confortável. Piadista e falatório, estará sempre tirando risadas de seu par. Irá protege-la a todo custo, vai amar todas suas imperfeições, e apesar de que, Jason não é ciumento, desconfia facilmente, mas não irá dizer nada.

▲Como se sente em relação a Newerland:▼
Ele apenas quer que, os que vivem que Newerland enxergue a verdade por trás do teste GODOR, espera todos os dias que os cidadãos da cidade entenda sobre o teste e começarão algum protesto contra GODOR. Afinal de contas, sendo renegado ou não, para ele, todos são humanos e os ditos renegados merecem serem tratados como pessoas normais, assim como os que vivem em Newerland.

▲Password:▼
Ser abandonado é apenas o começo.

▲Compreende que agora o seu personagem está em minhas mãos e na minha história? Que eu poderei fazer mudanças nele caso precise? Que ele pode não ser um líder ou até mesmo não ter um par?▼
Com certeza, meu personagem é seu.


Ficha: Não Acredite em Fadas — Troye Jason Holmes
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
#NãoSouObrigado



▲Nome completo:▼
Troye Jason Holmes
Troye significa ❝Descendente do Footsoldier❞

▲Tem algum apelido?▼
Troy — para os mais próximos

▲Idade:▼
18 anos de idade | 10/01

▲Nacionalidade:▼
Ravenscar

▲Parentes vivos:▼
Irmã

Lana Katherine Holmes | 15 anos
Como sendo a única pessoa que sobrou da família de Troye, ele é muito protetor com a irmã, e não nega isso.

▲Sexualidade:▼
Bissexual, apesar de achar os garotos mais convenientes que as garotas, sente atração por ambos os sexos

▲Tem alguma espécie que você tenha inimizade?▼
Bruxas Más, ou Bruxas das Sombras

▲O que você é?▼
Lobisomem, Licantropo

▲Photoplayer:▼
Louis Tomlinson

Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, seus cabelos são de um tom castanho negro que constantemente estão desarrumados ou em um topete. Maxilar forte e olhos azuis opacos, que podem aparentar ser verdes. O quadro de seu rosto é magro. Seu nariz é reto ao longo de seu comprimento e sua ponta é tanto arrebitado quanto redondo. Lábios grandes porém finos e vermelhos, e a sua barba parece estar sempre por fazer.
Seu corpo é pequeno, contendo músculos, tendo 1,68 de altura.

▲Sua história:▼
A família Holmes sempre teve uma condição precária. O trabalho de seus pais era ganho suficiente apenas para alimentar a família e as condições da casa. Mas somente isso; Troye desde menor era uma criança muito levada e trapaceira, ao ver que sua irmã menor, Lana, estava triste sobre seus pais não poder dar a ela o que a mesma queria, ele arriscava sua vida, furtando algumas mercadorias e lojas, apenas para agradar sua irmã, mas também, quando o garoto via que ele merecia algo, roubava coisas para si.
Seus pais, íris e Éter, diferente da maioria dos lobisomens, eram "bons". Claro que, quando se transformavam, viravam predadores como qualquer um de sua raça, mas quando estavam em suas formas humanas, eram boas pessoas.
Quando Troye tinha cerca de 13 anos, seus pais foram brutalmente assassinados por uma alcateia de lobisomens, considerados a raça superior, conhecidos como Alfas. O motivo, o garoto nunca soube, mas suspeita que foi por sua culpa, sobre os roubos que ele fazia para ajudar ele e sua irmã.
Com a culpa corroendo seu interior, foi se deixando levar pelo negativismo. Ainda tentava ajudar sua irmã, mas não fazia muito por si, até que quando estava quase desistindo, Lana e Troye foram socorridos por uma mulher, que com o tempo descobriram que ela também era de sua raça. Ao ser questionada por eles, a lobisomem apenas dizia que estava ali para protege-los até Troye alcançar uma certa idade.
Quando ele tinha 16 anos, e Lana 13, no começo de algum dia qualquer, a lobisomem, cujo nome era Romana, não se encontrava em sua casa. Troye de inicio achou que ela estava a caça, mas depois de dois dias e Romana não havia aparecido, ambos os garotos ficaram desesperados. Troye a procurou pela ronda do lugar de onde moravam, e acabou por encontra-la, mas jazia sem vida no chão. A espada prateada em mira do seu coração.
Afoito, Troye deu um rápido jeito de se mudar rapidamente dali, indo para Ravenscar, onde os Licantropos viviam em grandes quantidades, e ali poderiam seriam se "camuflar", já que suspeitava que ele e sua irmã poderiam estar sendo caçados.

▲Personalidade:▼
Troye tem uma personalidade forte; Desde pequeno, sempre foi um menino levado e trapaceiro, levando isso até hoje.
É bastante independente, basta pedir algo na qual também lhe interessa, que ele fará pensando em cada detalhe, para que nada dê errado, para assim conseguir seu benefício. Mas ele não é de fazer coisas para os outros, como dito antes, tem que ser algo que realmente lhe interessa.
Odeia parecer fraco, ao não gostar da pessoa, não irá mostrar isso; irá colocar um sorriso falso em seu rosto, usará o sarcasmo por trás da sua voz gentil. Troye sabe muito bem controlar seus sentimentos, mas ao conseguir adquirir sua raiva, ele não terá controle sobre si, perderá sua paciência rapidamente e não terá direção sobre seus atos. Apenas sua irmã consegue controlar Troye.
Ao lado de Lana, Troye é muito protetor, gosta de ficar abraçado com ela e contar histórias, está sempre tentando melhorar a situação apenas para protege-la.
Ter passado por períodos terríveis de sua vida, aguçou um lado de sua personalidade; É bastante manipulador e um pouco egoísta, usando isso para usar contra a pessoa na qual ele precisará eliminar. Afinal, é um Licantropo, e não abandona sua natureza.

▲Coisas que gosta:▼
Caçar | Arco e Flecha | Gosto Amargo | Filosofia |
Perfeccionismo | Toucas | Roupas pesadas |
Escrever — músicas e poemas | Cores escuras
| Matemática — ele ama tudo o que envolve números | Ler livros antigos, de contos e ficção

▲Coisas que não gosta:▼
Bebidas alcoólicas | Tempestades | Bruxas Más
| Doce | Animais domésticos — sente sede de suas carnes, podendo assim se transformar |
Cores vibrantes | Calor excessivo | Ver Lana triste

▲Fobias:▼
Aeroacrofobia — medo de lugar aberto e alto;
Cacorrafiofobia — medo de fracasso;
Gefirofobia — medo de pontes e viadutos;

▲Manias:▼
Fechar as mãos em punhos | Revirar os olhos | Passar a mão pelo cabelo

▲Diga os dons de seu personagem:▼
Pirocinese — capacidade de criar e controlar o fogo, através das mãos, dos olhos ou da mente.
Clarividência — capacidade de ver com clareza determinados eventos, seres e objetos, a grandes distâncias físicas ou temporais.

▲O que já te contaram sobre as fadas?▼
Que elas são carnívoras, não perdendo a chance de matar/devorar quem quer que fosse.

▲Liste os motivos que levaria seu personagem a dizer “eu acredito em fadas”?▼
Apenas no caso de sua irmã, Lana, dizer

▲Frases/Bordões:▼
— Prefiro que gostem de mim pelo o que eu sou, do que por uma personalidade falsa
— Caso eu fosse você, não desafiaria meus extintos
— Pouco importa o julgamento dos outros. Os seres são tão contraditórios que é impossível atender as suas demandas, satisfaze-los. Tenha em mente simplesmente ser autentico e verdadeiro.
— Todos são tão idiotas *a̶q̶u̶e̶l̶a̶ ̶r̶e̶v̶i̶r̶a̶d̶a̶ ̶d̶e̶ ̶o̶l̶h̶o


Ficha: Who Killed Mary? — Elliot Mason Nichols
FANFIC EXCLUÍDA
{\I Killed Her/}
°•°•°*.¸¸.Nome:.¸¸.*°•°•°
Elliot Mason Nichols

°•°•°*.¸¸.Idade:.¸¸.*°•°•°
26 anos — 10/01

°•°•°*.¸¸.Sexualidade:.¸¸.*°•°•°
Bissexual

°•°•°*.¸¸.Aparência:.¸¸.*°•°•°
Elliot é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, quem batem até seus ombros. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Elliot, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,85 de altura, e 71kg, massa corporal.

°•°•°*.¸¸.Personalidade:.¸¸.*°•°•°
Há quem diga que Elliot é tão intenso e enigmático desde o primeiro fio de cabelo castanho até as solas dos sapatos caros.
A palavra inocência não consta no seu dicionário. Tem a aptidão de conseguir seduzir qualquer mulher — e até mesmo homens — apenas com uma piscadela e um sorriso de lado. Elliot sabe que sua vida amorosa é um desastre, por isso prefere se dedicar a noites com desconhecidos — mas não antes de fazer um pequeno questionário sobre essa pessoa, gosta de saber com quem está dormindo.
É bastante perfeccionista e calculista, quando se trata de algo, ele tenta atingir até a perfeição, e não desistirá até que seus objetivos seja alcançados, pois sua habilidade do "quando quero, consigo" e "se não for perfeito, não serve" lhe ajudam a conseguir o que tanto almeja. Estritamente profissional, gosta de fazer as coisas bem elaboradas.
Elliot tem a capacidade de ser um bom líder, além de ser ótimo em seu trabalho como professor de Física, conhece sobre outros temas e assuntos, debate sobre qualquer coisa, sabendo também defender sua própria pessoa, e também outro alguém, quando vê que essa pessoa está sendo injustiçado em algo. Ele é mais do que a beleza ou estar na liderança, ele aprecia a forma de lutar pelos seus sonhos, com o seu próprio suor, mas também, corteja o sucesso.
Sabe controlar seus sentimentos, sendo bastante paciente até em casos extremos, mas quando adquirem sua raiva, acredite, não vá querer ficar perto dele. Elliot se torna uma pessoa incontrolável, e sua voz autoritária tem a capacidade de fazer as pessoas saírem de perto dele rapidamente.
Quando está com sua sala de aula, é considerado uma pessoa "animada", quando não está ensinando, seus diálogos com os alunos é cheio de segundas intenções, fazendo com que tirem boas risadas dos alunos. Elliot é ponderado como um dos melhores professores do colégio, ou se não o melhor, não só pelo seu jeito calmo de ser quando ensina, mas por também saber do assunto, sabe explicar qualquer tópico, e falar sem rodeios.
Elliot tem bastante auto-confiança consigo mesmo, mas não ao ponto de ser narcisista. Sabe muito bem reconhecer seus limites.
É ciumento e não nega isso; pode chegar ao ponto de ser possessivo, seja com seus bens materiais, ou até mesmo com pessoas, ele não gosta da ideia de dividir ou emprestar.
Elliot também não suporta grupos de amigos, preferindo manter-se apenas com alguns poucos e confiáveis amigos, e quando está com desconhecidos, se torna isolado.

°•°•°*.¸¸.História:.¸¸.*°•°•°
Elliot Mason Nichols nasceu em Londres, Inglaterra. Seus pais, Emma e Mark, dois médicos profissionais, sempre foram bastante severos com Elliot. Desde menor, seu pais o ensinava boas maneiras, sempre lhe dizia que os estudos vem primeiro do que qualquer coisa. Emma e Mark provavelmente também criaram a personalidade do filho, por quê, sem dúvidas de que Elliot se assemelha com ambos.
O garoto tinha poucos amigos, mas não se importava com isso, por quê algo dentro dele dizia que alguém poderia acabar sendo falso com ele. Por isso, preferia escutar seus pais e se dedicar aos estudos.
Quando tinha cerca de 15 anos, no ensino médio, queria seguir a carreira de médico, oftalmologista, assim como seus pais, mas a vontade de querer ensinar para os outros cresceu nele de modo absurdo.
Seus pais, principalmente Mark, não aceitou a ideia do filho de ser um professor. Ambos queria que o filho seguisse seus passos. Colocava ideias na cabeça de Elliot, qualquer coisa que tirasse a concepção do garoto de seguir carreira como um professor.
Elliot finalmente havia cedido aos concelhos dos pais, pelo menos era o que parecia. Em uma conversas com eles, disse que faria faculdade de medicina apenas se, quando fizesse 18 anos, fosse morar sozinho. Emma e Mark aceitaram esse fato. Todavia, Elliot não estava de acordo, fez universidade em Oxford, pois ele sempre conseguiu notas excelentes, mas fez faculdade do contraditório do que seus pais haviam lhe dito, ele realmente queria dar aulas para o ensino médio. Emma e Mark foram descobrir sua farsa quando Elliot quis ir morar em uma cidade pequena nomeada como Lakeland, no sul da Inglaterra.
Obviamente que seus pais ficaram furiosos quando descobriram que ele estava fazendo faculdade de Física, e que daria aulas em um colégio do ensino médio de uma cidade pequena.
Com 26 anos, já se pode dizer que Elliot tem uma vida perfeitamente estável; possuí uma casa grande demais para uma pessoa só e dinheiro de sobra para toda a vida, um emprego que o mesmo adora e não abandonaria por nada, mas ele ainda sente que falta algo.

°•°•°*.¸¸.Família:.¸¸.*°•°•°

Pai — Mark Jhonny Nichols — 48 anos
Sempre foi severo com Elliot, mas apesar de tudo, sempre desejou o melhor para o filho.
Hoje em dia, eles conversam, mas falam mais sobre como está a vida de Elliot.


Mãe — Emma Amber Nichols — 47 anos.
Assim como Mark, tudo o que Emma fez para Elliot, foi para seu bem, não passou por sua cabeça que isso poderia interferir mo futuro do filho, mas para a sua infelicidade, nem todos os ensinamentos que veio de casa, Elliot levou para sua vida.
Emma sente que perdeu seu filho, todos os dias liga para ele, nunca se esquecendo de perguntar quando Elliot irá visita-la novamente, mas o homem apenas responde sua mãe com "estou ocupado com o trabalho".

°•°•°*.¸¸.Gosta:.¸¸.*°•°•°
Seu emprego | Cantar | Comidas apimentadas e italianas |
Matemática — ele ama tudo o que envolve números
| Perfeccionismo | Rolex e Diesel — Elliot tem verdadeiro fascínio por essas marcas
| Café | Cozinhar | Ler | Roupas pesadas | Livros de romance | Caminhar

°•°•°*.¸¸.Não gosta:.¸¸.*°•°•°
Que o interrompa | Quando tentam testa-lo | Calor excessivo
| Pessoas na qual considera de personalidade fraca
| Cigarros | Bebidas alcoólicas | Grupos | Barulho |
Desordem | Religião

°•°•°*.¸¸.Manias:.¸¸.*°•°•°
Passar as mãos pelos cabelos | Franzir as sobrancelhas | Esfregar as mãos

°•°•°*.¸¸.Fobias:.¸¸.*°•°•°
Cacorrafiofobia — medo de fracasso;
Gefirofobia — medo de pontes e viadutos;
Pirofobia — medo de fogos de artifício;

°•°•°*.¸¸.Qual a sua relação com a Marilyn?.¸¸.*°•°•°
Professor de Física

°•°•°*.¸¸.O que achava da Mary?.¸¸.*°•°•°
Sabia que Mary tinha um mau gênio, pois além de ouvir seu nome por todo o colégio, também via o que a mesma fazia dentro de sala. Elliot já havia mandado ela muitas vezes para diretoria, e certas vezes ambos tiveram um dialógo não muito formal na sala. Elliot disse inúmeras vezes para ele mesmo que estava cansada das atitudes de Mary. Ainda assim, achava ela uma aluna exemplar na questão de notas, pensava que ela poderia ir longe se parasse de agir como ela agia.

°•°•°*.¸¸.Onde estava no momento de sua morte?.¸¸.*°•°•°
Estava em sua casa, planejando conteúdo para suas aulas.

°•°•°*.¸¸.O que o leva a ser suspeito?.¸¸.*°•°•°
Além de que, Elliot sempre insistiu com Mary, houve um assunto de que, no começo quando o professor começou dar aulas no colégio, ele poderia ter sentido atração por Mary, mas a mesma sempre pareceu ignorar esse assunto que tanto seus colegas lhe diziam, acreditando que isso nunca aconteceu por quê Elliot parecia odia-la.

°•°•°*.¸¸.Algo mais?.¸¸.*°•°•°
Não


Ficha: Apocalypse — Nathaniel Petter Stride
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
A Luz da Manhã Sempre Vem

「+Nome+」
Nathaniel Petter Stride

「+Apelido+」
Nathan, Nath

「+Idade」
Aparenta ter cerca de 23 anos de idade

「+Aparência+」
Harry Styles
Nathaniel é dono de belos olhos verdes, que podem variar de tons quando está triste ou com raiva. Seus cabelos são volumosos e cacheados, da cor do chocolate, quem batem até seus ombros. Quando sorri, duas covinhas aparecem dos dois lados de seu rosto. Algo que também chama muito atenção em Nathaniel, é o seu maxilar afiado. Lábios grandes, cheios, e róseo. Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, um nariz desproporcional, fino e arrebitado está encaixado em seu rosto.
Seu corpo é bastante grande, contendo músculos, tendo 1,87 de altura, e 71kg, massa corporal.

「+Personalidade+」
Nathaniel não é alguém fácil de se lidar; Há quem diga que ele é tão intenso e enigmático desde o primeiro fio de cabelo castanho até as solas dos sapatos. Um alguém intolerante, paciência não faz parte de seu dicionário. Se esforça para conseguir controlar todos seus sentimentos, mas ao adquirir sua raiva, Nathaniel não saberá se controlar, os extintos domados pela fúria, fazendo questão de deixar palavras de baixo calão sair por sua boca suja. Não aceita qualquer tipo de brincadeira e procura estar sempre mantendo uma expressão facial fechada com intenção de passar uma imagem que faça o parecer temível. Não suporta gente mimada, revira os olhos ao encontrar alguém com tal característica. Muito responsável; do tipo que sabe escolher seus próprios caminhos, o que lhe da o perfeccionismo, já que ele gosta de pensar em cada detalhe, seja algo simples ou algum plano que possa parecer impossível. Mas para ele, nada é impossível. Não desiste das coisas facilmente, gosta de mostrar a todos que está certo. Não aceita ordens de ninguém, nem mesmo de seu superior, e raramente quando aceita, provavelmente ele irá aceitar tal ordem por quê está em busca de algum benefício, algo que também lhe interessa. Raramente usa o sarcasmo e ironia, já que quase sempre está dizendo a verdade na cara de que for. Não pensa duas vezes antes de passar uma imagem desagradável, brincando com seus poderes para atormentar os outros.
Considera o prazer carnal; é como sua existência maior. Está sempre com um sorriso malicioso nos lábios, ainda mais quando vê sua pobre presa, já tendo em mente tudo o que irá proporcionar ao corpo de seu novo escolhido.

「+História +」
Nathaniel sempre foi interessado na vida humana, interessado até demais ao ponto de pedir a seu superior para descer até a Terra com o intuição de saber como é a vida com os humanos. Mas não era só isso, tinha certo desejo em conhecer a rebeldia de Lúcifer, já que a sua vida no Paraíso causava-lhe certa repulsa ao servir alguém que nem ao menos lhe mostrava o rosto.
Ainda assim, foi lhe concedido o desejo de descer até a Terra por sua tamanha curiosidade. Ao estar entre o humanos, acabou por se envolver com o próprio homem, sem se importar nas seguintes consequências. Pior, acabou por se apaixonar por um homem com quem se envolverá. Mas seus dias na Terra estavam chegando ao fim. Sentia seu coração dilacerado com o pensamento de deixar seu amado. Por isso, ao voltar ao Paraíso, contou a todos o que o mesmo fez enquanto esteve na Terra, pois Nathaniel sabia que era proibido se envolver carnalmente com os humanos. Motivado pela fúria, contou também que nada no Paraíso lhe deixava satisfeito, preferindo servir a Lúcifer pois sua personalidade e atos eram mais cativante.
Então, foi enviado a Terra, mas seu propósito antes de procurar por Lúcifer era encontrar com seu amado, mas Lúcifer havia lhe dito que ele não poderia se apaixonar, cortaria qualquer tipo de relação sentimental para com os humanos.

「+5 Curiosidades +」
▲Gosta de brincar com os sentimentos humanos. Se envolve com eles, para depois abandona-los▼

▲Odeia quando tentam testar seus limites▼

▲Não gosta de relembrar do tempo em que era um anjo▼

▲Já se apaixonou por um humano. Mesmo depois de tanto tempo, ainda não superou por não ter ficado com ele▼

▲Gosta de falar sobre a Grécia Antiga/Mitologia Grega▼

「+Por que se juntou ao exército de Lúcifer? +」
Nathaniel possuía uma curiosidade enorme diante de Lúcifer. Almeja sua personalidade, já que quando estava no Paraíso seus desejos não satisfaziam o mesmo. Até hoje, se orgulha de fazer parte de seu exército. Ele sente que era para estar com Ele desde sempre.

「+Qual pecado mais comete? +」
Luxúria

「+Arma +」
Nada além de sua Espada
❝E saiu outro, um cavalo vermelho; e ao que estava sentado nele foi concedido tirar da terra a paz, para que se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.❞

「+É o Cavaleiro da: +」
Guerra [X]

「+Gostos e Desgostos +」
ılıılıGostosılıılı
Machucar | O prazer carnal | Sua espada | Bandanas
Livros antigos, de contos e ficção | Execuções | Árvores
Animais — com exceções | Causar a própria Guerra | Observar a interação dos humanos

ılıılıDesgostosılıılı
Quando tentam testa-lo
Pessoas — ou além — na qual considera de personalidade fraca
Felicidade | Que desconfiem de sua palavra

「+Trairia Lúcifer?+」
Sim

「+Possui algum desejo ou sonho? +」
Mostrar aos anjos que estão do lado errado

「+Faria de tudo por esse desejo/sonho? +」
Não

「+Medos +」
Nathaniel acha que está acima de todos e abaixo de Lúcifer, por tanto, não. Mas possuí algumas fobias
Abissofobia — medo de abismos, precipícios;
Acusticofobia — medo relacionado aos ruídos de alta intensidade;
Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar;

「+Relação com os outros cavaleiros? +」
Indiferente. Acha que cada um ali está para fazer o que lhe foi concedido.

「+O que acha dos Anjos/Arcanjos? +」
Gosta de mostrar sua "superioridade" para com eles. Não deixa de irrita-los ao estar perto de um, dizendo coisas com duplo sentido e inesperadas.

「+O que acha dos Iluminados? +」
Podemos dizer que Nathaniel não sente nada em relação a eles. Possivelmente, apenas quer acabar com essa "raça" — como ele mesmo os chamam —.

「+Algo a mais? +」
Não

「+Ciente que pode morrer? +」
Sim


Ficha: The Selection — Louise Hollie Chapman
FICHA ACEITA — FANFIC EXCLUÍDA
°•°•°✿*.¸¸.Louise Hollie Chapman.¸¸.*✿°•°•°

Apelido:
°•°•°✿*.¸¸.Lou, Long Liz¸¸.*✿°•°•°

Idade:
°•°•°✿*.¸¸.20 anos.¸¸.*✿°•°•°

Aniversário:
°•°•°✿*.¸¸.10/01.¸¸.*✿°•°•°

Casta e Emprego Dentro De Tal:
°•°•°✿*.¸¸.Casta 3 | Escritora.¸¸.*✿°•°•°

Província:
°•°•°✿*.¸¸.Angeles.¸¸.*✿°•°•°

Seus cintilantes olhos castanhos escuros transmitem tranquilidade e sinceridade. Sua pele é morena, mas bronzeado artificialmente. O nariz fino e arrebitado, perfeitamente encaixado em seu belo rosto. Lábios grossos, porém, pequenos, delineados naturalmente nas laterais. Seus cabelos longos são naturalmente castanhos, mas Louise atualmente pintou as madeixas de loiro. Seu físico corporal é consideravelmente desejável, não é nem muito cheia e nem muito magra, seios fartos, pernas grossas e cintura fina. 1,63 de altura, e 58, massa corporal.

História:
°•°•°✿*.¸¸.Louise teve uma infância não muito comum. Tinha mais além do que uma vida fácil, porém seus pais nunca gostaram do termo "luxo" e/ou "moderno", dependente da casta, a família Chapman sempre preferiu o mais simples. Uma casa aconchegante mais no estilo retro, moravam quase que no fim de Angeles. Louise teve pouquíssimos amigos, mas não por ser alguém solitária, mas sim por já ter a mente mais aberta, gostava de passar seus dias estudando pois, ela se deleitava sobre as histórias que percorriam sobre as pessoas das Castas mais baixas, pensava que tendo um bom emprego, poderia realizar seu maior sonho, que seria um dia poder ajudar todos aqueles que ainda possuem uma vida difícil.
Com a ajuda de sua mãe, conseguiu lançar seu primeiro livro com 17 anos, já que a mesma sempre adorou leitura. Não teve tanto sucesso, porém Louise não se importou, já que escreve por quê gosta e vê isso como um "jeito de expressão".
Para realizar seus maiores sonhos, Louise viu a oportunidade perfeita; A Seleção
Obviamente que ela tentaria entrar, apesar das chances serem mínimas. Mas também, havia outro motivo; O Príncipe. Louise realmente quer conhecer o verdadeiro Anthony, não a faceta de Príncipe que ela vê na televisão.¸¸.*✿°•°•°

Personalidade:
°•°•°✿*.¸¸.Uma mulher com personalidade forte. Muito teimosa e determinada, quando põe uma ideia em sua cabeça é muito difícil de tirar. Uma aventureira nata. Energética, positiva, está sempre em busca de renovação, apesar disso, não foge de suas obrigações.
Sua criatividade mistura com seu otimismo natural é algo que realmente chama a atenção nela. Sua criatividade é ilimitada, podendo criar coisas através de outras que muitos julgam ser fútil. Muito responsável, o que lhe da o perfeccionismo; gosta das coisas bem elaboradas e explicadas. Ao conhece-la mais, você poderá ver um lado um tanto infantil e idealista, algo que ela tenta esconder. É um pouco tímida, mas não foge, encara seus medos. Bastante descontraída, muito falatória, parece estar sempre inventando algum assunto, também é uma pessoa muito fácil de se fazer rir. Seus sentimentos também são muito abaláveis; ao critica-la, Louise simplesmente o ignorara, mas por dentro irá ficar realmente chateada, chegando ao ponto de nem sair de seu quarto pensando nas palavras que a acertaram. É uma pessoa muito agradável de se estar por perto, dócil demais, porém, quando ela não gosta de alguém, é um ponto final, demonstrará isso de qualquer maneira e deixará suas intenções bastantes claras, já que não gosta quando as pessoas a reconheça por um "bem" seu. Também é bastante inteligente, mas não só no quesito escolar, Louise conhece sobre outros diversos assuntos e temas, gosta de comentar sobre tudo e detesta quando está por fora de algo.
Tem dificuldade em se manter parada e raramente está com um semblante triste no rosto. Quando isso acontece provavelmente está desapontada com alguém que ela é muito apegada, já que não se deixa levar por coisas fúteis..¸¸.*✿°•°•°

Família

Anabeth Cheryl Chapman | 40 anos | Mãe | Escritora
É consideravelmente uma boa mãe. Sempre apoiou todas as decisões de sua filha e põe esperança no futuro da garota, mas também sabe colocar um ponto nas ideias de Louise.


Troye Jackson Chapman | 41 anos | Pai | Trabalha em casa, somente
Apesar de sua mãe ser a causa de Louise gostar de escrever, sem dúvidas de que a relação mais forte com a filha é a de seu pai. Lhe derá todo o carinho, passava, e por vezes, passa seu tempo com Louise quando Anabeth está em seu escritório.

Gostos:
°•°•°✿*.¸¸.Escrever | Cantar | Ler — principalmente livros de ficção e romance
Músicas | Árvores e seus derivados | Azul — cor | Espaço | Mar/Oceano
Vestidos longos | Salgado | Coroas de Flores | Conversar | Frutíferos.¸¸.*✿°•°•°

Desgostos:
°•°•°✿*.¸¸.Pessoas falsas e preconceituosas | Desordem | Garotas fúteis
Barulho | Doces | Calor excessivo | Chamar atenção
Se sentir trancada | Bebidas alcoólicas | Dramas.¸¸.*✿°•°•°

Hobbies:
°•°•°✿*.¸¸.Escrever | Cantar | Se arrumar | Caminhar.¸¸.*✿°•°•°

Habilidades:
°•°•°✿*.¸¸.Toca violão e piano | Dança | Memoria fotogênica.¸¸.*✿°•°•°

Medos:
°•°•°✿*.¸¸.De perder alguém que ama.¸¸.*✿°•°•°

Fobias:
°•°•°✿*.¸¸.Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar;
Insectofobia — medo de insectos no geral;
Atelofobia — medo da imperfeição, de não ser bom o suficiente;
Gefirofobia — medo de pontes e viadutos.¸¸.*✿°•°•°

Manias:
°•°•°✿*.¸¸.Mexer os pés compulsivamente quando está nervosa e/ou ansiosa;
Olhar para baixo quando está conversando com alguém por muito tempo;
Passar as mãos pelos cabelos.¸¸.*✿°•°•°

Segredos:


Encontro Perfeito:
°•°•°✿*.¸¸.Fora dos portões. Precisamente, Louise adora o mar/rios, então, mesmo que seja difícil de acontecer, seu encontro perfeito seria passear de barco, uma sombrinha posta para livrar Louise dos raios solares, enquanto ambos comem frutíferos e conversam animadamente.¸¸.*✿°•°•°

Presente Perfeito:
°•°•°✿*.¸¸.Nada muito extravagante. Como livros ou algum lugar do castelo que poucos sabem da existência.¸¸.*✿°•°•°

Roupas:
Dia-a-Dia


Encontros


Jornal Oficial


Bailes


Halloween


Pijamas


Como trata os funcionários do palácio e qual sua relação com eles:
°•°•°✿*.¸¸.Com devido respeito, deferência e certa gratidão. Principalmente com as Criadas, Louise está sempre conversando com elas, como se fossem amigas, mas é assim como Louise as vê.¸¸.*✿°•°•°

Como trata as demais Selecionadas e qual sua relação com elas:
°•°•°✿*.¸¸.Ela agirá normalmente, sendo quem realmente é, mas tomando precauções. Tentará fazer amizades verdadeiras, com quem se apoiará durante a Seleção. Não será falsa, será ela mesma, e se for para conquistar o príncipe, que seja assim.¸¸.*✿°•°•°

Como trata o Príncipe Anthony e qual sua relação com tal:
°•°•°✿*.¸¸.Inicialmente, serem amigos, porque Louise quer conhece-lo primeiramente, saber quem realmente ele é. Ela gosta de sua companhia, pois ambos gostam muito de conversar.¸¸.*✿°•°•°

Por que se inscreveu na Seleção?
°•°•°✿*.¸¸.Principalmente por quê ela quer conhecer o verdadeiro Anthony, mas também quer aproveitar para talvez um dia colocar seus sonhos em postos.¸¸.*✿°•°•°

Príncipe ou coroa?
°•°•°✿*.¸¸.Ambos.¸¸.*✿°•°•°

É virgem?
°•°•°✿*.¸¸.Não.¸¸.*✿°•°•°

Como reageria à um ataque rebelde?
°•°•°✿*.¸¸.Inegavelmente, irá ficar com medo, mas saberá controla seus atos..¸¸.*✿°•°•°

Está ciente de que se você ficar por dois capítulos seguidos sem comentar e não der nenhuma satisfação do porquê, sua selecionada será retirada Fanfic por meio à qual eu, a autora, bem entender, seja por Morte, Eliminação, entre outras...?
°•°•°✿*.¸¸.Sim.¸¸.*✿°•°•°

Favoritou?
°•°•°✿*.¸¸.Sim.¸¸.*✿°•°•°

Algo à mais?
°•°•°✿*.¸¸.Louise tem alergia a Carne
Quando ela está triste, Louise gosta de observar as estrelas, principalmente a noite..¸¸.*✿°•°•°



Ficha: Neverland 一 Cody Maven Merandus
FICHA ACEITA 一 FANFIC EXCLUÍDA
•.¸✿¸.••.Nome completo:•❀.••.¸✿¸.•
Cody Maven Merandus

•.¸✿¸.••.❀•Quer ser:•❀.••.¸✿¸.•
(X) Novo Garoto Perdido

•.¸✿¸.••.Idade:•❀.••.¸✿¸.•
17 anos | 10/01

•❤•.¸✿¸.••.Aparência:•❀.•❤•.¸✿¸.•

O garoto possuí pele branca que consegue destacar a cor esmeralda de seus olhos, seus lábios são grandes e levemente rosados. Cabelos naturalmente loiros e cacheados. Algo que também chama muito atenção em seu rosto, são duas covinhas que aparecem sempre que ele sorri. Possuí um nariz um tanto reto e arrebitado. Tem 1,72 de altura e 67 de massa corporal.
{Ashton Irwin}

•.¸✿¸.••.História:•❀.••.¸✿¸.•
Cody já nasceu com o pé na estrada 一 da forma mais literal possível.
Assim como o próprio filho, seus pais, Alex e Jacob, sempre tiveram o espírito livre. Eles viveram por muito tempo conhecendo lugares novos com seu trailer, uma pequena casa móvel. Viajaram por tantos lugares que nem mesmo eles saberão lhe dizer. E foi em uma dessas viagens que Cody veio ao mundo, no próprio trailer, em uma cidade minúscula, entre bares e hotéis. Mas o nascimento do filho não impediu que Alex e Jacob continuasse seu trajeto pelo continente. Então, desde muito menor, Cody já possuía o espírito de aventureiro. Sua própria mãe ensinou várias coisas para o filho, como, escolares e até mesmo o preparo para a vida. Ele sempre a considerou como uma filósofa.
Algum tempo depois, quando Cody tinha 8 anos, seus avós da parte materna, descobriram que Alex havia tido um filho, por isso, resgatou o filho das mãos de seus pais, que entregaram o menino para seus avós, também acharam isso a melhor escolha, todavia, Alex e Jacob continuariam com suas viagens intensas e intermináveis. Desde então, passou a viver com Margaret e Taylor, seus avós.

•.¸✿¸.••.Personalidade:•❀.••.¸✿¸.•
A palavra que mais define Cody é: descontraído. O garoto adora uma boa conversa, tendo um humor forte, sendo uma pessoa fácil de se fazer rir. É bastante falatório, principalmente quando está com as pessoas que mais gosta. Seus sentimentos também são bastantes abaláveis. Ao critica-lo, Cody simplesmente o ignorara, mas internamente, realmente irá ficar chateado, chegando ao ponto de ficar apenas quieto, em seu canto, apenas pensando nas palavras que o acertaram. É uma pessoa bastante agradável e dócil, trata a todos com muita educação, bastante sociável, com quem merece claro, extrovertido e brincalhão, adora pregar uma boa peça nos seus amigos para tirar gargalhadas de si mesmo. É extremamente inteligente e gosta de ser estritamente profissional nas coisas que faz, do tipo que encontra erro em qualquer coisa, faz e refaz novamente, seja algum plano simples como, suas brincadeiras para com os outros, ou algum plano que possa parecer impossível. Odeia sucumbir as suas emoções, principalmente quando está triste, acaba por não segurar as lágrimas, e odeia ainda mais, quando tentam suborna-lo dizendo que vai ficar tudo bem. Alias, o defeito que mais odeia em si mesmo é não ter auto-confiança e ter confiança mais nos outros. Também não gosta quando é ignorado, ou não prestam atenção quando o mesmo diz algo, ao acontecer isso, ele simplesmente fará o maior escândalo, sem se preocupar sobre o que irão pensar sobre ele. Cody é muito sincero, uma qualidade que ele vê como defeito, já que muitas das vezes ele fala a verdade precipitadamente, machucando ou não, acaba por não perceber que feriu os sentimentos de alguém. É sarcástico quando está falando com alguém que não gosta, usando assim falas irônicas por trás de sua voz gentil. Defende as pessoas que gosta e não leva desaforo pra casa. Não é de arrumar confusão, mas se alguém se meter em seu caminho, vai levar o troco. Um aventureiro nato, Cody está sempre mudando seu cotidiano, já que não gosta da rotina, e por isso, muita das vezes pode deixar suas responsabilidades de lado. Possuí um raciocínio rápido, é bastante inteligente e sabe ler as pessoas como um livro aberto. É um bom argumentador, pega facilmente os assuntos, seja quais forem, também é bom em palavras, usando assim a verdade mais honesta, sabe se defender e defender quem está sendo em injustiçado em algo.

•.¸✿¸.••.Sexualidade:•❀.••.¸✿¸.•
Pansexual. Cody não se interessa por um devido gênero, ele gosta de pessoas.

•.¸✿¸.••.Traumas:•❀.••.¸✿¸.•
Possuí medo de massas de água, em grandes profundidades. Certa vez, estava em um rio, com um grupo de amigos, a correnteza estava rigorosa, e como Cody tinha somente 11 anos, não foi firme o suficiente para resistir. Foi levado pela correnteza a alguns metros, onde acabou se afogando, mas seus amigos para socorre-lo, fizeram uma "corrente" para pega-lo. Cody acordou no dia seguinte em um hospital.

•.¸✿¸.••.Quer ter um par?•❀.••.¸✿¸.•
Sim!


Ficha: The Hunger Games — Maven Keith Belmont
FANFIC EXCLUÍDA
Nome completo:
Maven Keith Belmont

Idade:
21 anos — 10 de Janeiro.

Historia:
A palavra que mais resume a vida de Maven é com com certeza: trabalho. Vamos pelos começo. Nasceu no dia Dez de Janeiro, em sua própria casa. Sua mãe, Acácia, esperava por dois gêmeos, porém, apenas um conseguiu sobreviver, sendo ele, Maven. Quase que com seu outro irmão, foi levada a mulher, já que era jovem demais para tê-los, com 17 anos, porém apenas adoeceu, para sorte de Kaden, seu pai, já que o mesmo acreditava que se perdesse a mulher juntamente com um de seus filhos, não iria conseguir cuidar de Maven.

Ainda pequeno, Maven era considerado como um aventureiro nato, pois adorava caças, mesmo que nunca teria coragem de matar os pequenos animais que capturava. Era conhecido por muitos que cercava sua casa, vários o chamava de "O Garoto Vigarista", e em troca de animais de pequeno porte, eles davam pequenas doses de alimentos para Maven, que voltava imensamente feliz para sua casa. Rapidamente foi levado para trabalhar como Irrigador junto de seu pai, e mesmo com o trabalho arduoso, Maven realmente gostava do que fazia.
Cerca de 1 ano antes de completar seus 14 anos, seu pai, Kaden, começou a treina-lo para que talvez um dia, Maven fosse um tributo, passou seus conhecimentos para o filho, mostrando como funcionava todo o processo. Mesmo que Maven não tenha sido sorteado, Kaden continuou a ensinar seu filho.

Quando ainda adolescente, Maven havia roubado pequenos frutíferos em uma bancada perto de sua casa, o garoto nunca havia feito isso, mas simplesmente não resistiu a sua fome, já que naquele meio tempo, seus pais estavam passando por uma grande crise, onde tinham que escolher entre os bens-materiais. Maven foi pego pelo vendedor, que nunca gostou do garoto. Ele foi levado no centro do Distrito 1, onde foi chicoteado até sangrar e se sentir esgotado. Ficou em sua casa sendo cuidado pelos pais, que mais uma vez tiveram que tirar o dinheiro da comida para comprar remédios para acelerar o tratamento do filho, e sem dúvidas que Maven se sentiu a pior pessoa apenas por fazer seus pais passarem por aquelas situação.

Finalmente havia entendido como aquele mundo funcionava, em como eram tratados as pessoas ao seu redor, em como ele e seus pais eram tratados. Passou à ter um ódio escondido pela Capital.

Personalidade:
A palavra que o descreve por inteiro é sem dúvidas: Imprevisível. Você nunca saberá o que está passando por sua cabeça, Maven é como um livro fechado, apenas saberá sobre seus fatores quando o mesmo quiser. Acima de tudo, ele é honesto, mas isso sempre ultrapassa os limites postos; vê a honestidade como sua principal personalidade, acha que a verdade será menos dolorosa que uma mentira, por isso, está sempre dizendo a verdade nua e crua na cara de quem quer que seja. É bastante inteligente, não só no quesito escolar, Maven tem uma mente aberta, debate sobre qualquer assunto, deixando clara suas opiniões sobre temas. É um perfeccionista incontrolável, por isso vê defeito em tudo, elabora seus planos detalhadamente, para que nada dê errado. Sabe ler as pessoas como um livro, sabe o que está se passando com ela apenas por poucos segundos de conversa, já que é bastante curioso, está de olho em tudo e todos, mas apesar de não parecer, ele é realmente discreto com isso. Ponderado como um trapaceiro, o homem não vê problemas em se relacionar com ambos os sexos para ter algum benefício, principalmente por quê de qualquer jeito, Maven precisa saciar seu desejo de conhecimento. A maioria de suas falas são passadas com um forte tom de sarcasmo e ironia, mas que para o próprio, nunca deixam de serem verdadeiras. Prefere o individualismo, já que odeia grupos de pessoas pois nunca se da bem com a maioria, sempre está discutindo sobre algo, ainda assim, você nunca o verá discutir sobre algo sem utilidade, você mais verá ele agir do que dialogar, já que raramente se deixa levar por coisas fúteis. Possuí um raciocínio rápido, tanto quanto como seu corpo se manuseia. Gosta de mostrar para todos que está certo, a não ser quando ele mesmo sabe que está errado, Maven não busca por discussão, mas caso ao contrário, ele irá até o fim para mostrar o contraditório. Apesar de tudo isso, possuí um humor fraco, sendo uma pessoa fácil de se fazer rir ou sorrir, porém Maven detesta fazer tais atos, pois pensa que está demonstrando fraqueza, e isso é algo que ele negaria até sua morte. Apesar de possuir medos, Maven está sempre os encarando, mostrando que irá conseguir supera-los. Quando erra, desaponta ou entristece alguém, ele realmente se sente mal, pensa em qualquer coisa para que possa recompensar e conquistar novamente a confiança desse alguém. Sua determinação é capaz de assustar alguns, já que para conseguir o que tanto almeja, Maven vai ao extremo para conseguir o que deseja.
Ele é fabuloso, mas é do mal.

Uma palavra que te defina:
Imprevisível.

Aparência:
Sua pele é clara, mas não chega a ser branco, seus cabelos são de um tom castanho negro que constantemente estão desarrumados ou em um topete. Maxilar forte e olhos azuis opacos, que podem aparentar ser verdes. Possuí várias tatuagens por todo seu corpo. O quadro de seu rosto é magro. Seu nariz é reto ao longo de seu comprimento e sua ponta é tanto arrebitado quanto redondo. Lábios grandes porém finos e vermelhos, e a sua barba parece estar sempre por fazer.
Seu corpo é pequeno, contendo músculos, tendo 1,68 de altura.
{\Louis Tomlinson/}

Medos:
Cacorrafiofobia — medo de fracasso ou falhar;
Gefirofobia — medo de pontes e viadutos;
Aeroacrofobia — medo de lugar aberto e alto.

Habilidades:
Possuí uma incrível agilidade, em corridas e escaladas, principalmente;
Tem aptidão em manusear armas, seja de fogo, de pontas ou qualquer outra coisa, também podendo construí-las;
Camuflagem; Sabe como criar uma camuflagem em seu próprio corpo para mesclar-se ao ambiente ao seu redor;
É bom em caça.

Três pontos fortes:
Observação;
Criatividade — principalmente para construção de armas;
Apesar de não parecer, por causa de seu tamanho e físico, possuí uma tamanha força invejável, por causa do trabalho pesado.

Três pontos fracos:
É orgulhoso;
Altura;
Não sabe nadar.

Distrito:
Onze, 11

Como era sua vida no seu distrito?
Possuía um trabalho árduo, mas ao mesmo tempo gostava pois passava um bom tempo com seu pai, mesmo perdendo tempo sem a mãe por perto. Em horários vagos, seu pai o ensinava habilidades, truques e outras coisas sobre os Jogos Vorazes e a Capital, pois o homem sentia um medo imenso em perder seu outro filho.

Símbolo do seu distrito:
Animal: Raposa Vermelha

(X) Sorteado

Roupa para apresentação dos distritos:
Sem a máscara.

Estratégia na arena:
Fingir alianças; trocará ideias com a pessoa, irá fingir ser seu amigo temporário, e quando Maven ver que confiam nele, ele os matará, aproveitando para pegar suas armas e alimentos. Irá se concentrar em camuflagem ou buscará por lugares impossíveis de serem encontrados, mas um bom lugar que dê para Maven observar de fora sem que o vejam. Irá de dedicar a caça. Prestará bastante atenção quando for ver alimentos que vem de árvores e pés, vendo que não estará envenenado.
Irá dar o seu melhor, não somente para sair vivo de lá, mas também para conquistar patrocinadores que irão ajuda-lo a conseguir tal vitoria.

Principal equipamento/arma:
Wakizashi
Leve e de pequeno porte. É uma espada curta japonesa.
Hira-Shuriken — Estrelas Ninja
Hira-Shuriken é uma lâmina plana que normalmente tem mais de três pontas. São conhecidas como "estrelas ninja", normalmente com três até oito pontas. Maven possuí um saco cheio delas. Usa somente quando vê um tributo em uma longa distância e/ou para cortar alimentos.

Qual é o seu lado:
(X) Rebelde

Esta ciente que seu personagem também será meu e ele pode morrer a qualquer momento desta fanfic:
(X) Sim!


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...