FICHA PARA PRESÍDIO- INTERATIVA


Postado

Nome: Jeon Jungkook (oriental) Jungkook Jeon (ocidental)

Apelido: Kookie

Sexualidade: bixessual

Idade: 18

aparência: pele bem branca, cabelos pretos, olhos meio puxados, e tem uma pequena cicatriz quase invisível, causada por um conflito com o pai, tem 1,77 de altura.

https://br.pinterest.com/pin/518336238346473444/activity

Personalidade: É um garoto que não se importa muito com os outros e muito menos com ele mesmo, na maioria das vezes é sério, é um garoto sarcástico, mas não exageradamente e quando vai ser, sempre mostra seu sorriso de canto sarcástico. É um garoto que gosta de viver em seu próprio "mundo" e é calmo, não gosta de se meter em brigas, mas quando o pertubam ele não tem medo nenhum de revidar e por sinal ele é forte. Não gosta muito de conversar, e só faz isso quando necessário ou quando precisa de alguma coisa, ele é muito inteligente, pode-se dizer que é praticamente um gênio, não gosta de fazer amizade, pois não quer ter que se preocupar com mais ninguém além dele mesmo. É muito díficil ele confiar em alguém e querer aquela pessoa como um amigo, mas se por acaso ele abrir uma excessão ele vai exigir muito da pessoa, principalmente: confiança e lealdade

História: Jungkook desde pequeno sempre foi muito inteligente, solitário e tímido, até porque seus pais trabalhavam muito, ele não tinha muitos amigos, mas não se importava muito com isso, mas na escola sempre o zoavam, mas não o batiam , pois o garoto revidava com o triplo de força. Mas vamos do começo, Jungkook recebeu o amor de sua mãe até os cinco anos, ele a amava muito, já seu pai era um alcoólatra já a muito tempo, e não se impotava com a mulher e muito menos com o filho. No seu aniversário de 6 anos sua mãe fez um bolo para o menino, que quando recebeu sorriu como qualquer criança inocente, quando iam cantar o parabéns, seu pai chegou com aquele cheiro insuportável de alcoól, ele estava mais bebâdo que o normal, e trazia com ele uma prostituta praticamente nua. A mãe olhava os dois incrédula, até que ela não aguentou e avançou no marido, dando vários tapas nele e na prostituta, mas o jogo virou quando o pai começou a empurrar e bater não só na mãe, mas também na outra mulher, o homem estava descontrolado. Jungkook chorava muito mais em um tom baixinho, ele via seu pai bater no rosto de sua mãe que já estava sangrando mais que o normal, até que a mãe levantou, pegou Jungkook no colo e subiu para o quarto do menino, trancando a porta, a mulher acalmou o menino, que não estava com medo do sangue, até porque acariciou o rosto da mãe fazendo com que suas mãozinhas ficassem com um pouco do líquido vermelho. A mãe mesmo estando toda machucada, sorriu minimamente para o garoto e sussurrou um ''feliz aniversário, filho'', deitou o menino na cama e saiu do quarto, trancando-o lá dentro
No dia seguinte Jungkook acordou com barulhos de sirenes e correu para ver o que era, a porta já estava aberta, e quando chegou lá viu sua mãe pendurada na árvore do jardim enforcada por uma corda, ela estava morta.
Então seu pai disse para o menino que a mãe havia se matado, sem dó nenhuma, disse isso diretamente, Jungkook chorou muito e sofria, mas seu pai o obrigava a continuar a vida normalmente, morou com seu pai por todos esses anos, e sua personalidade tinha mudado muito, quase não sorria e odiava o pai. Quando o pai descobriu que ele estava matando aula com seus 12 anos, deu um belo soco no menino, que o fez até hoje ter uma pequena cicatriz no rosto do lado esquerdo, quando completou 17 descobriu que seu pai tinha matado sua mãe, então se vingou e comprou uma arma dando dois tiros no pai, um na cabeça e um no coração, e não se arrependeu nenhum um pouco.

Gosto: ler, desenhar, bolinhas de gude, doces, esportes e animais

Desgosto: brigas, preconceito, hipocrisia e que toquem em sua cicatriz.

Habilidades: basquete

Família: Avó materna- 70 anos- nome: Sook- relação- não a vê desde dos seus 12 anos, mas ele ama muito ela, e eles se dão super bem.

Par:
[x] Sim
[ ] Não

Relação:

Guardas: faz o que eles mandam, mas se eles forem injusto com ele, ele não obedece

Presidiários: não se importa muito com eles, mas se caso ele conseguir um amigo de verdade, ele vai tentar cuidar

Diretora: Faz o que ela diz, para não causar problemas

Par: ele é um pouco tímido, ele tenta ser afetuoso e cuidadoso, mas ele trava de vez em quando, já que não é acostumado.

Porque foi preso? Matou o pai

Vai tentar fugir? Sim

Algo a mais? Ele chora um pouquinho quando lembra da mãe


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...