~Prolyxa

Prolyxa
Flopeira
Nome: Karla
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 7 de Fevereiro
Idade: 19
Cadastro:

#1: Memória de Galinha


Postado

Apesar de isso ser um jornal, em minha cabeça será um programa de rádio, um rádio-jornal (não existia e passou a existir agora) no qual sou locutora, dona e a rainha da coisa e que usarei no momento para colocar num lugar seguro as ideias que concebi — lê-se “que pari” — e que andam me atormentando, por ter memória de galinha e esquecer tudo muito rápido, aqui coloco.
*testando o microfone*
Então, olá para mim mesma (e para você aí, sei lá, que veio xeretar aqui, rs).
Atualmente estou cursando e terminando o terceiro ano do ensino médio (amém) com toda aquela presepada de vestibular, pressão do colégio e de casa, da crise existencial por, no último ano, ficar indecisa com o que vai cursar e ainda ser boca virgem — veja comigo: uma pessoa que escreve fanfics, é otaku, dorameira, ama ler e mal sai de casa, o que se esperar de um ser humano desses? Ser A social não está no meu currículo e muito menos ter um namorado.
Por esse motivo, de estar vivendo um ano corrido, cheio de coisas e preocupações, utilizo-me do EXO como formar de prazer e divertimento, ou seja, escrevo fanfics assim como muitas pessoas costumam fazer.
No momento, tenho duas histórias em andamento: Chave de Cadeia e Fim de Agosto. A primeira está em fase de término, apenas mais dois capítulos (que estão custando a sair) e aí finalizarei. A segunda, um pouco mais drama, está só no prólogo. Vou continuá-la, ô se eu vou, só não sei quando. Dependerá de minha criatividade e vontade, essas duas que estou domando.
Contudo, sabe aquele momento que você está fazendo uma prova e ideias lhe vêm à mente? Pois é, odeio quando isso acontece porque foi em provas que umas ideias para fanfics penetrou em meu ser (que expressão mais adequada, hein, Karla).
A primeira delas é sobre uma SeBaek/SeKai, duas one-shots românticas cujo o nome é Conjugue o Verbo e que já escrevi metade e ME OBRIGO a continuá-la, tenho que terminar essas belezinhas por dois motivos que são A: Necessito escrever uma SeBaek e B: Desperdiçar o plot é uma vergonha à sociedade.
A segunda ideia é sobre uma M-preg BaekYeol de pura comédia (weeeee!)
Antes eu não gostava de m-preg, admito. E tudo por um simples motivo: as fanfics que lia não eram boas. Pronto. Falei mesmo e posso até repetir. Porém, Giovanna (obrigada, sua linda), trouxe-me ao mundo de m-pregs e justamente de um couple que gosto, o HunHan. E é claro, as one-shots do gênero muito bem escritas. Quem escreve m-preg tem meu respeito! (por favor, aplausos).
Momento indicação: Vá ler E Agora? IMEDIATAMENTE.
Bom, voltando à ideia, tenho que deixá-la bem definida. Essa BaekYeol se chamará Papaizinho, mas o nome está sujeito à mudança. Baekhyun será um rapaz carente, manhoso e um tanto que irritante que sonha em ter uma vida de príncipe com muito luxo. E eis que sua oportunidade surge numa festa que seu amigo, Kyungsoo, o convida e lá estará um ricão que todo mundo já sabe quem é, o divo e maravilhoso do Chanyeol-vida-loca.
Rola umas coisas e eles passam a noite e vejam só: Baekhyun grávido!
Para quem pensou que ele abortaria, uma coisinha só: Filho de um cara bem de vida, o Chanyeol + dinheiro + mimos + luxo do bom e do melhor = Baekhyun, a nova rica da parada. Abortar por quê? (não presta mesmo)
Beleza, agora eu só preciso escrevê-la, até já comecei esses dias. Digamos que ri um bocadinho, porque comédia é tão bom de se fazer! Espero que quando eu postar, o pessoal se divirta.
E é isso que gostaria de deixar no meu rádio-jornal.
A outra coisa que quero falar e rapidinho é sobre livros. Livros, quem os ama? Nossa, se ele fosse uma pessoa, casaria. E Gente, eu seria uma rodada, porque me casaria com uns par. Poligamia, meu povo.
O problema é que ultimamente, por culpa dos vestibulares, tenho gastado um dinheiro considerável nisso e não tenho coragem de pedir mais aos meus pais uma vez que dependo deles e sei o quão sofrível é trabalhar todos os dias e ver seu suor desaparecer num piscar de olhos.
Resultado: Karla sem livros. Karla lendo PDF’s. Karla chorando rios.
Espero que essa fase termine logo e eu consiga um balaio para custear meus gastos.
Acho que já falei muito.
Uma boa tarde para quem ouviu esse rádio-jornal!
XoXo

Escutando: Sweater Weather
Lendo: Carta de Amor aos Mortos, em PDF (pobre)
Comendo: Sorvete

Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...