Interativa - Academia de Heróis


Postado

›› Nome: Abbel Vogelmann

›› Apelido ou codinome:
Nero

›› Idade:
14

›› Aparência:
http://static.tumblr.com/i1rd9s4/ZKDm24o5h/asa-asa-butterfield-26685245-1102-1115.jpg

›› Descrição da aparência e nome do famoso:
Asa Butterfield
Tem os cabelos totalmente negros, um tanto opaco, um tanto comprido, bem cuidados e sem poder defini-los em lisos ou ondulados. A pele branca e rosada deixa em contraste a cor dos olhos de Abel: um carmesim misturado com uma cor de chocolate, tão raro quanto belo. Tem feições infantis, sobrancelha grossa e lábios finos e rosados. Seu corpo é pequeno e bastante magro, porém, é bem flexível, e suas habilidades de combate corpo-a-corpo são invejáveis.
(Asa tem olhos azuis, mas considere a cor da descrição)


›› Personalidade: É do tipo que adora ser inconveniente, contar piadas inapropriadas em horas inapropriadas. Adora fazer piadas e cantadas safadas (com ou sem segundas intenções implícitas), tanto com mulheres como com homens, mesmo que nunca tenha se envolvido com ninguém. Tem a língua afiada e sem limites, podendo (muitas vezes) magoar alguém, sempre com respostas sarcásticas. As vezes se sente solitário, pois tem uma dificuldade enorme de falar sobre sentimentos, então ele opta por passar a maior parte do tempo dentro do Pacem. É um garoto muito frio e pragmático com as pessoas no geral, mas quando ele considera alguém um amigo, ele é tão fiel quanto um cão e fará de tudo pela pessoa, não importando seus próprios interesses.

›› História: Abbel é filho do demônio Demogorgon com uma humana, e adotado por Sasha e Luna Vogelmann. As duas tinham o conhecimento da origem de Abbel, e ambas tinham total consciência que o garoto teria algumas habilidades sobrenaturais, e estavam prontas para ajudá-lo a qualquer custo. Luna é uma pintora freelancer com o dom de auracinese, e Sasha é uma advogada famosa, sócia de uma empresa de advocacia americana. Seus cinco primeiros anos passou na Nova Zelândia, em uma cidadezinha gelada. Passou por bons momentos, por mais que não se lembre bem. Então mudou-se para o Brasil, morando em um belo apartamento de uma cidade pequena, no interior de São Paulo. Lá, Abbel entrou na escola, mas não conseguiu fazer muitas amizades, e sofria um pouco de bullying por parte dos professores e das crianças mais velhas, tudo isso por causa do preconceito por ter duas mães. O garoto ficou confuso com os tais valores e lidou com isso como toda criança de cinco anos lidaria: chorou, negou-se a voltar e implorou pela transferência de escola. E assim foi feito, ele passou então a estudar em outra escola, conseguiu alguns poucos amigos e viveu em paz até completar 12 anos, quando a empresa de Sasha teve problemas e precisaram mudar-se para os Estados Unidos. Foram então, morar em São Francisco. Lá, o bullying recomeçou, e ocasionado pela raiva, houve a primeira e única aparição de seus poderes: prensou uma dúzia de crianças na parede da sala de aula, até a professora atordoa-lo. As mães foram contatadas, e chamadas na escola, e o caso viraria manchete na cidade. Luna deu seu jeito e apagou a memória das vítimas e de seu próprio filho, e então se mudaram para Nova Iorque. Lá, Abbel fez aulas de Taekwondo e continuou com as aulas de pintura com Luna, e então foi convidado para entrar no Colégio Saint’s Louis.

›› Um único poder:
Umbracinese

›› Descrição do seu poder: Tem a capacidade de manipular as sombras, podendo solidificá-las (pode solidificar um objeto até criar um exército de soldados das sombras), transportar-se por meio delas, desaparecer por elas, voar, e manipula-las no geral. Ele consegue também acessar outra dimensão, a qual ele nomeia de Pacem, pois lá é silencioso e moldável, então ele entra e faz o que quiser lá dentro.

›› Fraqueza do seu poder: Muita luz pode fazer com que suas sombras (que são diferentes das normais) fiquem mais fracas, limitando-o.

›› Como reagiu ao descobrir que tinha um dom? Ficou um pouco atônito e surpreso, mas extremamente feliz por saber que poderia machucar qualquer um que se metesse com a sua família.

›› Como reagiu ao ser convidado pelo Colégio Saint’s Louis? Abbel é inteligente, então já era acostumado a receber convide de colégios famosos, então não ficou muito empolgado.

›› Saibam que somente saberão sobre os seus dons quando entrarem no colégio, antes disso, os seus pais sabiam? Sim

›› Quais as chances de você ser/se tornar uma vilã/ão? Não muita. Abbel age por seus princípios bem definidos de “boa pessoa”. E também, odiaria ser motivo de decepção para as mães.

›› Quais as chances de você matar alguém? Altas, dependendo da situação. Se alguém importante estiver sendo atacado brutalmente ou se Abbel se sentir extremamente ameaçado, é provável que sim.

›› Você prefere salvar ou ajudar a destruir o mundo? Salvar. Abbel não acha lógica em destruí-lo.

›› Manias: Adora colocar pimenta em suas refeições, suspira alto quando irritado e lê de cabeça pra baixo.

›› Fobias: Não tem

›› Traumas: Não tem

›› Medos: Aranhas e corvos.

›› Gosta e não gosta:
Gosta:
De ler livros difíceis, principalmente de filósofos humanistas
Filmes de fantasia e ficção científica
Jogar vídeo game
Pintar
Pessoas carinhosas
Tecnologia
Zumbis
Animais (felinos, principalmente)
Roupas escuras (sim, ele combina a roupa com seus poderes. Não o julgue.)

Não gosta:
Pessoas melosas
Pessoas arrogantes e esnobes
Preconceito
Programas de auditório
Ignorância
Futilidade
Orgulho americano
Bagunça


›› Sonhos para o futuro e pesadelos:
Sonho: Ele gostaria de seguir a carreira de pintor, como Luna.
Construir uma família e viajar muito com ela, mas ter uma casa fixa.

Pesadelos: Ele sonha com coisas esquisitas, mas as piores coisas que ele poderia lidar é a morte das mães e a perda de todos os seus dedos (que usa para pintar e para controlar as trevas).

›› Um objeto que não larga nunca e porquê o tem: Os óculos, e não larga porque é míope e porque o lembra de sua vida antiga, quando desconhecia seus dons.

›› Deseja par? Deixo para a autora decidir.

›› Juntaria a um inimigo apenas por dinheiro? Não, ele não se importa tanto com isso.

›› Procuraria pela cura? Nah.

›› Está ciente de que seu personagem vai aparecer conforme o decorrer do enredo? Não posso obrigar comentários, mas, sua ausência acarretará a exclusão do mesmo, visto que é chato escrever para as paredes.
Bem ciente.

›› Algo mais?
Ele é pansexual
Tinha três gatos e um cachorro quando morava com as mães: Jake, Lazuli e Amethyst, e o cão se chamava Abib.
Como é filho de um demônio, as vezes é possuído por pensamentos sádicos, cheio de caos, então acaba se descontrolando (como é dito na escola) e acaba fazendo coisas terríveis (mas só quando é dominado pela raiva).
Nunca se apaixonou.
(Cara, eu vi a ficha do ~BlueBolt agora, e eu acho que eles não vão mesmo se dar bem :v)




Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...