~Yuuki-onna

Yuuki-onna
Gabi
Nome: Gabriella
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Jacarei, São Paulo, Brasil
Aniversário: Indisponivel
Idade: Indisponivel
Cadastro:

Ficha: As filhas do conde - Diabolik Lovers - Interativa (By: Sasuketes4321)


Postado

❅ I'm your blood you all Reiji ❅

❅ Nome e sobrenome ❅
Ayano Blood.
(A ausência do nome do meio devesse ao fato de sua mãe preferir não dar-lhe daquele sobrenome, já que, segundo ela, carregava um legado terrível)

❅ Idade ❅
18 anos (dezoito anos).

❅ Aniversário ❅
06/02/1997 (seis de fevereiro de mil novecentos e noventa e sete) .

❅ Signo ❅
Aquário .

❅ Aparência ❅
Ayano é detentora de longos cabelos castanhos e olhos da mesma cor, porém a tonalidade pouco mais puxada para o vermelho. Todas suas medidas estão dentro da média, isso inclui seu peso, tamanho, busto, quadril e cintura, nada que mereça ser destacado. No entanto, seus olhos são o que constituem 99% de sua beleza, não só pela tonalidade diferenciada, mas também pelo quão profundo aquele poço de mistérios parece ser.



❅ Poderes ❅
- Ayano possui uma visão extremamente apurada, o que a permite ver coisas não só desse mundo (como assombrações, etc);
- Recentemente, Ayano descobriu sua habilidade metamórfica, o que a possibilita transformar-se numa variedade grande de animais, porém nada de grande porte (como pássaros, serpentes, cães ou gatos).

❅ Tipo sanguíneo ❅
O - .

❅ Personalidade ❅
Como uma clássica aquariana, Ayano não parece pertencer a esta época, seus pensamentos vão muito além do hoje, sempre tendo uma visão futurista sobre qualquer assunto que lhe for questionado. Ela é um pouco tímida para socializar com os outros, por isso, caso desejem desenvolver um relacionamento duradouro com a pequena, é necessário que a pessoa dê o primeiro passo, pois dificilmente Ayano irá fazê-lo. Com o primeiro passo dado, mostrará ser mais simpática ou até quem sabe um pouco mais sociável.
De longe dá para perceber que ela é diferente de outros jovens de sua idade. Seus olhos transmitem uma energia brilhante que ao mesmo tempo é contrariada por sua expressão monótona que de certo ponto de vista emite um ar de intelectual e original. Ayano é o tipo de gênio calado que prefere manter suas descobertas ocultas até encontrar o momento certo para revelá-las, assim, ao estar em uma situação cabível para a exposição, dá sua nova tese com todas as suas energias.
Apesar de distante, mostra-se extremamente leal a aqueles os quais ela possui um bom relacionamento, não os abandonando em momentos difíceis, portanto traí-la não é uma boa ideia, porque ao descobrir uma traição, ela transforma-se em uma pessoa completamente diferente, torna-se traiçoeira e falsa com aqueles que a traem. Ayano não é muito afetiva, preferindo seguir a ordem lógica das coisas, por isso muitas vezes não consegue compreender os seus sentimentos ou de amigos. Ela é leiga em assuntos que envolvam o emocional.

❅ Gostos e desgostos ❅
Lista de gostos:
- Gatos;
- Primavera e outono;
- Pessoas bem humoradas e simpáticas;
- Observar as fases da lua e o por do Sol;
- Vermelho.

Lista de desgostos:
- Traição;
- Promessas vazias;
- Injustiça;
- Inverno;

❅ Comida predileta❅
Nigiri.

❅ Doce predileto ❅
Anko.

❅ Medos, trauma ou fobias ❅
Não é considerado uma fobia, porém ao ver cenas de violência extrema (decapitação, tortura), ela tende a vomitar.

❅ História ❅
Ayano foi criada em um orfanato da cidade japonesa de Osaka, onde passaria, certamente o restante de sua vida. O motivo pelo qual ela estava lá nunca fora lhe contando por alguém, no entanto, por si só, conseguiu descobrir que não havia ninguém para cuidá-la pois sua mãe, sentida com a ausência do pai biológico da menina, enlouqueceu ao ponto de desenvolver um grau altíssimo de esquizofrenia.
Desde os 5 anos, não vê sua mãe, tanto é que nem lhe recorda a face, muito menos o nome, apesar do cachecol vermelho, sempre proporcionar alguns "flashbacks" de sua infância, quando sua mãe, ainda sadia, cuidava da mesma com carinho e afeição.
No orfanato, Ayano mostrava-se pouco sociável, tinha poucos amigos, mas aqueles eram suficientes, pois podia confiar totalmente neles, eram seus fiéis confidentes. Porém, ela e seus colegas, eram pouco isolados das outras crianças, por sempre falarem coisas maduras de mais, o quê fazia julgá-los como caretas ou exibidos.
Agora, relativo ao cachecol, Ayano o encontrou por acaso em um terreno abandonado, aonde nasceria uma nascente de um rio que até hoje a garota não faz ideia de qual seja, mas durante toda sua estadia do orfanato, frequentemente visitava o local junto de seus amigos. Lá, jogavam conversa à fora e divertiam-se brincando com a água.

❅ Roupas ❅

Mostrar Spoiler: Festas informais



Mostrar Spoiler: Festas formais




Mostrar Spoiler: Roupa de banho



Mostrar Spoiler: Vestido de noiva



Mostrar Spoiler: Uniforme escolar



Mostrar Spoiler: Fantasia




Mostrar Spoiler: Passeios





❅ Par ❅
Reiji.

❅ Relação com o par ❅
Ayano por ser bastante paciente e facilmente influenciável quando lhe é oferecido algo que goste ou até mesmo a revelação de um segredo, pode acabar por submeter-se a Reiji, o qual, certamente, não hesitará em alcançar o objetivo de sugar o sangue.
Inicialmente, o vampiro a julgará com um alvo fácil, por isso, muitas vezes irá tentar aproveitar-se da desatenção da garota para assustá-la ou até mesmo beber de seu sangue, no entanto, em alguma das vezes, a garota conseguirá impedi-lo e até, às vezes, dará ao mesmo algumas palavras frias que certamente contrariarão a postura dócil e gentil que a mesma aparentava ter até então.
Ficando pouco mais íntimos, o ato de beber sangue parece não incomodá-la tanto, por isso, passa a virar rotina. Em determinados horários, ela já o espera em determinado local "X" para que a sucção seja efetuada, e, em meio a uma dessas vezes, Ayano irá pedir um desejo, em troca de mais alguma mililitros de sangue. Ao final, a mesma faria questão de mordê-lo em seu pescoço numa intensidade aproxima a dele, na intenção de marcar-lhe a pele.
Após, declarando sua "posse" sobre êmulo, ambos passaram a desfrutar de relações ainda mais íntimas.

❅ Relação com os outros Sakamakis ❅
Kanato - Ela parece não demonstrar tanta afeição pelo mesmo; isso deve-se ao fato dele fazê-la lembrar de uma criança muito estranha do orfanato, que costumava maltratar animais. Apesar de não serem tão próximos, busca manter uma relação cordial.
Laito - Não dará importância as piadas e provocações por ele contadas/dadas. Mas caso o mesmo resolva aproximar-se dela, Ayano, como sempre, terá sua frase de efeito, que poderá - ou não -, funcionar mediante a situação que se encontra, já que Laito não é do tipo que se abala por opinião alheia.
Ayato - Considera Ayato uma figura bastante interessante. De início, brincará com seus nomes, afinal, ambos são muito semelhante (a diferença de uma consoante) e isso provavelmente causará certa irritação em êmulo, porém Ayano rirá daquilo constantemente. Após essa fase, talvez ambos virem "confidentes", contando seus problemas uns aos outros abertamente.
Subaru - Compreende o fato dele ser do tipo estressado, afinal, com tantos egos inchados próximo a ele. Mas a sua maneira, tentará ajudá-lo, para assim, evitar o estresse. Ela acaba com identificar Subaru como um de seus amigos do orfanato, o que a faz estabelecer certa relação de proximidade com o mesmo, apesar de tal, aparentemente, recusar toda aquela atenção que é dedicada a si.
Shu - Pelo fato de Shu ser do tipo que dificilmente faz amizades e Ayano sempre precisar de um "empurrão", certamente se falarão pouco, mas isso não impede que tenham algumas conversas filosóficas sobre a vida e fins.
Karl - Como aprendeu em seu orfanato, o tratará com total cordialidade, apesar de desgostar de sua personalidade. Porém, caso lhe for dado algum insulto ou algo que a mesma veja necessário agir, Ayano terá uma ótima frase de efeito para ser dita, mas claro, sem largar de sua postura cordial.

❅ Relação com as irmãs ❅
Ayano irá revelar-se pouco mais sociável, buscando formar amizades duradouras com as mesmas, já que aquelas seriam uma das poucas "companhias normais" que poderia encontrar naquela casa. Apesar de não ser muito afetiva, revelará um lado pouco mais meigo, sempre buscando expressar quanto elas se preocupa com as garotas, especialmente quando tais precisarem de ajuda, ou às vezes, de um ombro amigo para desabafar as mágoas que as dominam.

❅ Como agiria se: ❅
- Descobrisse que está apaixonada: Como fora dito anteriormente, Ayano move-se mais pela razão do que pelos seus sentimentos. Apesar de gostar de determinada pessoa, a tratará igual aos outros na presença de outrem, no entanto, a história talvez vá mudar quando estiver sozinha com quem gosta, assim, passará a dar algumas indiretas do que sente e talvez tente um ataque mais ousado;
- Descobrisse que seu par gosta de você: Pelo fato de ser o tipo de pessoa que sorri para tudo, Ayano simplesmente iria sorrir, e diria (nesse momento mentalmente) o que lhe fora ensinado: "Muito obrigada por gostar de mim". Mas isso, apenas a tornaria pouco mais motivada a continuar com suas investidas indiretas.
- Descobrisse que seu par a traiu: Como foi descrito, Ayano não é o tipo de pessoa que tolera traição facilmente, por isso, pode ter certeza que o par terá um lugar reservado em sua lista negra.
- Descobrisse que seu par gostasse de outra: É o tipo de pessoa que guarda as mágoas para si, mas caso insistissem em cutucá-la naquela ferida, certamente cairia aos prantos em frente a quem cutucou-a, agindo como se precisasse de muita ajuda.
- Se seu par se declarasse: Ela ficaria bastante feliz internamente, apesar de seu exterior mostrar neutralidade perante a situação, exibindo seu clássico sorriso as palavras de seu par. No entanto, isso não quer dizer que a mesma será fria.

❅ Animal de estimação ❅
Não possui.

❅ Algo mais ❅
O cachecol vermelho que sempre está consigo foi um presente de sua mãe, no entanto, a mesma desconhece as origens do acessório. Essa cachecol estabelece uma ligação telepática com sua mãe, que através daqueles "flashbacks" de sua infância, a figura materna busca fazer sua filha não esquecesse daquela fase de sua vida, mas principalmente, não esquecer da existência dela que fora gradualmente deletada da cabeça de Ayano.

Por suas mãos serem muito frias, Ayano tem o contante hábito de colocá-las próximo da boca em forma de concha para assim dar um assopro quente, esquentando-as por um tempo.


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...