~kyungtak

kyungtak
Nome: ☁ nathe
Status: Usuário
Sexo: Feminino
Localização: Indisponivel
Aniversário: 6 de Abril
Idade: 16
Cadastro:

.happy b-day (my) darabella


Postado


Eaí, bebê. Eu não queria começar o jornal sem aquela animação porque você fez 14 aninhos, mas preciso, porque eu realmente tenho que te pedir desculpas por não ter postado o seu texto antes ou por ter te desejado um feliz aniversário decente; o meu tempo sozinha não é desculpa pra isso, então, perdoa os meus vacilos e não desiste de mim.
AGORA SIM EU POSSO FICAR EUFÓRICA PORQUE AKCJAKDJAKKDKSKF POXA, VOCÊ FEZ 14 ANINHOS. Era um feto e virou um neném, tá crescendo muito rápido.
(Brincadeirinhas à parte) Sabe, eu preciso te confessar uma coisinha... Antes mesmo de eu ter você na minha tml, no ano passado, stalkeava o teu perfil e amava o teu tumblr todo rosa e que só tinha Larry – até onde me lembro. Não me ache uma estranha e nem nada, mas eu te achava legal e pensava se algum dia chegaríamos a conversar, já que eu era/sou péssima pra iniciar uma amizade. E acho que você nem mesmo imagina a pontinha de felicidade que nasceu em mim quando tu me mandou solicitação, poxa. Nem pensei antes de aceitar.
Bizarro? Talvez.
Eu não lembro como a gente começou a conversar, mas eu estava vendo umas conversas antigas nossas e percebi que já passou um ano e uns meses. Um. Ano. Um fucking ano que a gente se conhece e nem mesmo parece, porque eu ainda sinto a mesma alegria de antes quando eu chego na dm do twitter e vejo uma mensagem sua, ou te chamo porque senti a sua falta. A nossa amizade sempre foi a mesma e eu acho incrível, a gente teve uma facilidade enorme em confiar uma na outra e isso nunca tinha acontecido comigo antes. O que só prova, mais uma vez, que a certeza que eu tinha era que você é especial pra cacete pra mim.
Hoje a minha certeza maior é que eu te amo muito.
Porque eu me preocupo contigo de uma forma que eu não sei explicar. Choro por tentar entender o que você sente e por querer fazer algo, mesmo que você seja inalcançável pra mim. Quando digo que quero te proteger, não chega nem perto do que sinto quando percebo que você não está bem. Eu tenho um desejo enorme de te conhecer, te abraçar e tirar toda a sua dor só com esse gesto de carinho. Eu ouviria você desabafar por horas e chorar baixinho sem nem mesmo reclamar, e choraria junto porque dói ver você assim e não conseguir tirar tudo de ruim que você sente.
Eu sei que você só precisa de alguém que seja paciente, que permaneça ao seu lado, que te compreenda e que, acima de tudo, nunca te abandone. Por mais piegas que isso soe, te prometo, Darabella, com todo o amor e carinho que sinto por você, que em momento algum vou pensar em te abandonar. Prometo me esforçar ao máximo pra ficar do seu lado quando você mais precisar, ser aquela pessoa que te "ouça" nos seus momentos difíceis, e tentar fazer parte da sua vida, mesmo se você não quiser me incluir nela. Ainda vou insistir em te chamar e falar sobre fanfics, sobre como Chanbaek é lindo ou que Seulrene são nossas mães, brigar com você quando disser que a sua escrita é ruim, xingar quem precisar ser xingado quando te machucarem de algum modo, e chorar muito nos dias que você pensar que não é a pessoa maravilhosa que sempre digo e que muitas pessoas com certeza acham. Eu ainda vou estar aqui, meu amor, por você, pra você e com você. E eu espero que todo o teu carinho ainda esteja aí pra me aturar nos dias em que você não me quiser.
Feliz aniversário um pouco atrasado. Que você tenha seus quatorze anos repletos de felicidade e cheios de amor, porque você não merece nada menos do que isso.
Conte as estrelas, Bae Joohyun, a quantidade delas é o tamanho do meu amor por você.
(o que não faz muito sentido, mas eu gosto de não fazer sentido com você)


Gostou da Jornal? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...