História Odeio Fanfics 2 - Capítulo 8


Escrita por: ~

Exibições 92
Palavras 1.189
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Esporte, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Ciao a tutti! 💖


Desculpa a demora. Como vocês sabem, eu estava viajando e ontem passei o dia cuidando dos meus estudos. Mas agora estou de volta de vez e de volta as postagens diárias!

Links nas notas finais!


Espero que gostem! Boa leitura!

Capítulo 8 - Prazer, eu sou a ex do seu atual


Fanfic / Fanfiction Odeio Fanfics 2 - Capítulo 8 - Prazer, eu sou a ex do seu atual

Gigi e eu nos beijávamos mais e mais. Seus toques se intensificavam e eu sentiam meu corpo inflamando a cada caricia dele, despertando o desejo que eu já havia escondido de mim mesma há muito tempo.

- Emily, como eu senti falta de você, do seu beijo, de te tocar, te sentir. Eu te amo. – disse Gigi.

- Oh Gigi, eu não sei se devemos...

- Eu sei que você sente o mesmo por mim. Não há nada errado. Somos livres e temos uma família juntos. Nós nunca mais precisaremos nos esconder. – ele disse, sussurrando em meu ouvido, enquanto tocava em meus seios, deixando minha blusa quase toda levantada já e me deixava em êxtase.

Gigi tirou minha blusa de uma vez e me pegou no colo. Fomos até meu quarto e ele me sentou em minha cama. Fui desabotoando a blusa dele, até removê-la de vez. Nos livramos de nossas calças e então ele tirou meu sutiã. Sua língua deslizava pelos meus seios, me fazendo virar a cabeça para trás ao sentir seu toque. Seus lábios beijavam meu corpo, e desciam até chegar na minha intimidade. Ele se livrou rapidamente da minha calcinha e senti sua língua cobrindo minha intimidade. Espasmos de prazer tomavam conta do meu corpo enquanto eu sentia sua língua dentro de mim.

Rapidamente Gigi se deitou sob mim e me penetrou, me senti um pouco dolorida no inicio por ser tão repentino, mas logo eu estava aproveitando. Como era bom senti-lo novamente. O abraçava e seu cheiro já era familiar para mim, parecia até que o tempo não havia passado. O calor do seu sob corpo sob o meu, seus toques e movimentos.

Gigi se deitou e me abraçou por trás. Agarrei seus braços e sentia suas fortes estocadas e as ondas de prazer tomando conta do meu corpo, até eu chegar ao ápice. Então senti seu líquido jorrando dentro de mim.

Me virei em direção a ele e Gigi me abraçou. Me sentia tão bem estando nos braços dele, por mais loucura que isso seja.

Acordei no dia seguinte e Gigi estava lá do meu lado. Do meu lado! Nada de fugas repentinas, nada de acordar sozinha. Acho que dessa vez as coisas realmente estão diferentes.

Nos levantamos e fomos cuidar de Francesca. Gigi trocou a fralda e limpou ela e eu a amamentei.

- Emily, eu não quero te deixar mais. – disse Gigi.

E assim Gigi e eu começávamos uma relação. Mas tudo discreto.

Me sentia feliz ao lado dele. Eu o amo! Mas um lado meu se sentia inseguro.

Eu e Gigi saímos para jantar e no dia seguinte saíram fotos da gente, e na mídia já se falava que estávamos juntos novamente.

- Eu não acredito que você está fazendo isso, Emily! Voltar com esse canalha? – disse Lapo, numa mensagem no whatsapp.

- Lapo, você não tem direito de se meter na minha vida! Não tire conclusões precipitadas. – eu disse.

Alguns dias depois eu estava passeando com a Emily num parquinho quando vi Alena, a ex mulher do Gigi, e os filhos Louis e David. Eu os cumprimentei. Alena veio em minha direção, sorridente e meu deu abraço caloroso.

- Meninos, essa é a irmã de vocês. – disse Alena.

Eles mexeram nos bracinhos de Francesca e falavam com ela. Fran sorriu e parecia já estar criando um laço com os irmãos.

- Obrigada, Alena, por apresentar os meninos pra Fran. Quero eles próximos da irmã. – eu disse.

Ficamos a alguns centímetros de distância do carrinho da Fran aonde os meninos estavam ao lado e mexiam com a bebê e começamos a conversar mais reservadamente.

- De nada, Emily. Você parece ser uma garota do bem. Eu te desejo tudo de melhor e espero que você não sofra.

- O que você quer dizer com isso, Alena?

- Deixa, não quero me meter nem falar demais.

- Não precisa se sentir assim. Pode se sentir a vontade pra falar, eu não vou me chatear com nada.

- O Gigi pode ser alguém incrível, mas por trás disso ele é um canalha. Eu sofri tanto com nossa separação. Mas quem sabe ele tenha mudado. Ele mudou da água pro vinho quando me deixou repentinamente e foi ficar com a Ilaria. Agora que ele se separou dela e está contigo quem sabe você não faça bem a ele? Não desejo mal, quero ver todos bem. Eu estou muito feliz e bem resolvida com minha vida, no meu relacionamento.

- Seu namorado é primo do Lapo, não é?

- Sim. O Lapo fala muito de você, ele te adora.

- É, eu sei. – eu disse, com o rosto corando.

- Desculpa se disse demais. Você ama o Gigi. Pra ser sincera eu fico feliz dos meus filhos terem você como madrasta e não a Ilaria.

- Obrigada. Alena, você é uma pessoa maravilhosa. Quero manter o contato com você.

Trocamos números de telefone e nos despedimos.

Chegando em casa pensei nas palavras de Alena e desabafei com minha amiga Eva. Abri o áudio da Eva no whatsapp.

 

-Eu conheço essa pessoa

Que tá chegando aqui no bar

Eu sei quem ela é

O meu ex está ficando com essa mulher

 

Garçom bota minha mesa lá

Do lado dela que eu vou desabafar

 

Já bebi todas mesmo

E todos os segredos dele eu vou contar

 

Sério que a Eva tá me mandando uma música como resposta de tudo o que falei?

 

Ela precisa saber que ele não presta

E que é infiel

Eu já sofri nas mãos desse homem

Meu Deus do céu

 

Preciso avisar que ela corre perigo

Que mais cedo ou mais tarde

Vai fazer com ela o que fez comigo

 

Prazer eu sou a ex do seu atual

Não me leve a mal

Cê tá num beco sem saída

Ele vai ferrar com a sua vida

 

Prazer eu sou a ex do seu atual

Não me leve a mal

Mas só pra você saber

Ele me chamava de amor

E me traia com você

 

- PORRA EVA! Para de me mandar essas músicas bregas! – eu disse.

- Mas amiga, essa música é a cara da situação. Desculpa... Eu to rindo muito! Você sabe minha opinião. Você deveria estar com o Lapo, e não com o Gigi.

Dormi com Gigi naquela noite. Quando cheguei na casa dele ele me recebeu também. Aqueles beijos e toques deles me envolviam. Fizemos amor e foi ótimo como sempre. Como poderiam dar errado as coisas entre nós?

No dia seguinte Gigi acordou cedo e foi para a concentração do jogo. No horário do jogo eu estava lá no Juventus Stadium assistindo, ao lado da minha mãe.

Após o fim do jogo me despedi de mamãe e fui encontrar com Gigi num lugar reservado.

- Parabéns pela vitória! – eu disse, abraçando Gigi.

Nosso beijo foi interrompido por uma voz berrando.

- SEU CANALHA! VOCÊ ARMOU TUDO! – disse Lapo.

O Lapo tá louco?

- Lapo, o que você está fazendo aqui? – eu disse.

- EU DESCOBRI A VERDADE, EMILY! ELE ARMOU PRA EU DESCOBRIR SOBRE AS FANFICS E FICAR PUTO COM VOCÊ! O BUFFON ARMOU PRA SEPARAR A GENTE!


Notas Finais


Música: https://www.youtube.com/watch?v=beMDvGQFQ-0


O que acharam do capítulo?



Pessoal, eu fiz um jornal falando um pouco sobre minha próxima fanfic: https://spiritfanfics.com/perfil/natashav/jornal/vem-ai-my-keeper-7111049 se puderem conferir. Vou começar daqui a algumas semanas, depois que Odeio Fanfics 2 terminar. Mas fiquem tranquilas que ainda tem muita história pela frente em Odeio Fanfics 2! Esse jornal é pra vocês conhecerem um pouquinho melhor minha próxima fic, que será bem diferente dessa.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...